The words you are searching are inside this book. To get more targeted content, please make full-text search by clicking here.
Discover the best professional documents and content resources in AnyFlip Document Base.
Search
Published by hmilheiro, 2018-05-30 09:44:24

casas de portugal_167

casas de portugal_167

casaswww.casasdeportugalproperties.com Nº 167 | JUN / JUL 2018 | 3,95€ (Cont.)
de
PORTUGAL

CASAS DE CAMPO E DE PRAIA. ESCOLHER, COMPRAR, VIVER...
BEACH,

COUNTRY
HOUSES,
& FARMS

FOR

SOL SALE!

IDEIAS PARA A CASA
AO RITMO DAS FÉRIAS
DECORAÇÃO MIX & MATCH
CONVITE À PREGUIÇA

NOVOS CONTEÚDOS
DECORAÇÃO ● JARDINS ● ANIMAIS ● RECEITAS





SUMÁRIO Fotografia de capa

Montse Garriga Grau

Diretora

Amparo Santa-Clara
[email protected]
Telefone: +351 910 512 800
+351 919 982 289

Fotografia

Montse Garriga Grau
Kristian Septimius Krogh/photoforpress.com
António Moutinho
José Manuel Ferrão

PAmropdaruoçSãanota-Clara
Tradução

Margaret Santos

Revisão editorial

Carla Ferreira

Colaboradores editoriais

Anja Tschoepe; Isabel Figueiredo;
Marta Almeida de Carvalho;
Mafalda Galamas

SDaendsriagNnagscrimáfeinctoo
Paginação

Herberto Santos

“Casas & Terrenos à Venda”

Margarida Pereira
[email protected]
Tel.: +351 918 829 082
Amparo Santa-Clara
[email protected]
Tel.: +351 919 982 289

+351 910 512 800

Publicidade e assinaturas

Diretora
Paula Vasconcelos
Rua Manuel Inácio, nº 8B
2770-223, Paço de Arcos
[email protected]
Tel.: +351 910 512 802

6 – 8 Cá dentro: inspirações para os interiores Proprietário e editor do título
10 - 22 Casa: um refúgio encantador, assinado pelo atelier SA&V
24 - Na cozinha: inspirações para cozinhados no ponto “Casas de Portugal”
26 - Flores: Hortênsias, porque gostamos tanto delas MoonMedia - Comunicação, Lda.
28 - 34 Lá fora: inspirações para o jardim ou terraço Rua Manuel Inácio, nº 8B
36 - 44 Uma villa de luxo com três quartos na povoação histórica 2770-223 Paço de Arcos
de Spello, na região italiana da Umbria Telefone: +351 910 512 800/802
46 - Animais: Perdigueiro Português NIPC: 508980186
48 - 58 Casa: Reabilitação e projeto de interiores, com assinatura
de Sofia Costa Administração
60 - 61 Receita: Sugestões com a cor e sabor da beterraba
63 - 118 O melhor do Imobiliário de Norte a Sul do país Amparo Santa-Clara

JImorgpereFesrsnãanodes, Lda

Rua Quinta do Conde de Mascarenhas, 9
Vale Fetal
2820-652 Charneca da Caparica

Tiragem

16.000 exemplares

Depósito Legal

86460/09

N.º de registo no ICS

121881

Membro de

PRÓXIMA EDIÇÃO
AGOSTO / SETEMBRO

4 | CASAS DE PORTUGAL

EDITORIAL

CASAS AO SOL

As nossas propostas desta edição respiram ar
livre, o melhor do campo e da praia, e refletem
a nossa vontade de prolongar os momentos
de descanso. Das casas que aqui mostramos às
paginas reservadas ao mobiliário e acessórios
de exterior, tudo converge para uma atmosfera
de relaxe e bem estar. Se as suas férias estão
à porta, talvez seja agora o momento de se
sentar a ler a nossa edição com calma
e aproveitar algumas destas propostas.
Bom descanso.
E até breve!

ESTATUTO EDITORIAL
1. A Casas de Portugal é uma revista bimestral, de informação geral que aborda temas de decoração, arquitetura e reabilitação, imobiliário, conselhos e sugestões na área
de decoração e reabilitação e outros de interesse geral, através de um tratamento privilegiado da imagem, do texto da entrevista e da reportagem. 2. A Casas de Portugal,
para além da responsabilidade de informar, pretende ser uma referência de bom gosto e inspiração para os seus leitores. 3. A Casas de Portugal rege-se pelo escrupuloso
cumprimento das normas éticas e deontológicas que regulamentam o jornalismo. 4. A Casas de Portugal é independente de qualquer tipo de poder, económico ou politico,
ou de qualquer grupo de pressão.

CASAS DE PORTUGAL | 5

DECOR Taça, 17cm, 79,99€, taça 14cm, Zinc Textile, coleção
69,99€, tabuleiro 35cm, 69,99€ e Geronimo, para a Forma &
tabuleiro 45cm, 79,99€, La Redoute Enredo, sob consulta, nos
(preços sujeitos aos descontos em
vigor no site, www.laredoute.pt showrooms da marca,
www.formaenredo.com

Cadeira feita em papel simulando vime; as Mesa de apoio da La Redoute,
camadas de papel fino transformam-se em 99,99€ (preços sujeitos aos
cordas fortes, resistentes mas delicadas, e descontos em vigor no site),
as folhas de papel longas e lisas tornam-se www.laredoute.pt
volumosas. Um projeto do atelier hettler.
tüllmann, www.hettlertullmann.com

Almofada, 50% linho, 50% seda, 25x50cm, inclui Cestos da Cox and Cox, ideais
enchimento, 25€, da Day Home, www.day-home.dk para arrumação, sob consulta,
www.coxandcox.co.uk
EM MODO

RELAX

INSPIRAÇÕES COM AS CORES DO CAMPO
E DA PRAIA, PARA CASAS DESCONTRAÍDAS

Candeeiro de teto, Toalha bordada, Day
25€, da Kasa, nas Home, 100% algodão, 48€,
Lojas Continente
www.day-home.dk

Uma trilogia de ilustrações feitas
à mão, da Little and Jagger,
www.littlejagger.co.uk

Conjunto de cestos, Bloomingville,
sob consulta, na Prego sem Estopa,
pregosemestopa.pt

6 | CASAS DE PORTUGAL



DECOR Da coleção Herb, design de Nani
Marquina, fibras em estado puro, tapetes
Toalhão de banho resistentes e duradouros, procure na
para bebé, em Smoke Signals, www.smokesignals.pt

turco, 500 g/m2
fio singelo 100%

algodão, com
estrelas bordadas
no carapuço, opção
de personalização
com monograma
bordado, 29,50€,

Bertha Enxoval,
bertha.pt

Almofadas Huari, da Villa Nova, sob
consulta, procure na Quinta Style,
www.quintastyle.com

Cesto Tuareg, sob consulta,
feito artesanalmente, em
theshopfloorproject.com

Manta de riscas Babuchas Índigo,
em algodão da da Bohemia Design,
Bohemia Design, €165.77, feitas à mão em
www.bohemiadesign.co.uk Marrocos por artesãos
especializados 41,16€,
www.bohemiadesign.co.uk

Lanterna oriental, 67€, da Day Home,
www.day-home.dk

Conjunto de mesa da
Neema Crafts, 22.87€,
neemacrafts.com

Cadeira Yummi,
novidade da Bross,
design de Michael
Schmidt, sob consulta,
www.bross-italy.com

Móvel para quarto,
Kasa, sob consulta,
nas lojas Continente

8 | CASAS DE PORTUGAL

TIMBER COLLECTION

SHOWROOM AVEIRO

Zona Industrial de Aveiro

SHOWROOM LISBOA

Parque das Nações

LOVETILES.COM

Inspirational spaces is everything you love

NUMAAPRCAASIAA

Um refúgio encantador, assinado pelo atelier
SA&V, a quem foi pedida uma atmosfera
confortável, em tons suaves, e uma ligação
com a envolvente, para viver em estreita
comunhão com as suas cores e fragrâncias.

FOTOGRAFIAS: MONTSE GARRIGA
10 | CASAS DE PORTUGAL

CASAS DE PORTUGAL | 11

12 | CASAS DE PORTUGAL

Sofás com desenho SA&V,
estofo em linho grosso com
padrão de riscas num cinza
esbatido. Almofadas numa
mistura de linhos e algodões
e com remates em lã.
Par de pufes da Gandia Blasco
em lã e linho.
Mesa de centro, criação do
atelier SA&V, com estrutura em
aço inox polido e tampo feito
a partir de uma antiga portada.
Conjunto de taças em cerâmica
branca e apontamentos
em madeira natural.
Candeeiro de chão Adjao, com
pé em madeira e abat-jour em
tela preta.
Cadeirinhas Baule étnicas
antigas, em madeira.
Na parede do fundo, tinta
da china sobre papel de Luís
Silveirinha.
Tapete Berbere Marroquino
com padrão geométrico

CASAS DE PORTUGAL | 13

14 | CASAS DE PORTUGAL

CORES E MATERIAIS
ALUSIVOS À PROXIMIDADE

COM A PRAIA

Situada numa das zonas de vera-
neio mais exclusivas de Portugal,
a menos de 150km de Lisboa, na
Comporta, esta casa de férias é o
refúgio ideal, e o momento de ‘re-
set’ dos seus proprietários. Por estar a cerca
de 1 hora e pouco de viagem da capital, es-
tes momentos de descanso podem ser mais
regulares, e por isso era fundamental que, a
par do ambiente descontraído, a casa fosse
equipada com o máximo de conforto para
dar resposta às necessidades de descan-
so, privacidade e situações de partilha de
quem a habita. Mesmo que por poucos dias.
A região, procurada por alguns dos no-
mes mais sonantes dos universos artístico,
da moda, da música, e por famílias com
alguma capacidade financeira, está, feliz-
mente, ainda, pouco explorada e as cons-
trução têm sabido procurar encaixar-se
na envolvente. Não será o caso de todas,
mas é certamente o caso desta habitação.

CASAS DE PORTUGAL | 15

Mesa da B&B Italia
em betão.
Cadeiras da Flos em
palha natural com
almofada de assento
em linho cinzento.
Candeeiro de teto
Boule, redondo,
em palha.
Na parede, quadro
em madeira de
Artur Almeida

16 | CASAS DE PORTUGAL

A PISCINA ACENTUA A TÓNICA DE CASA DE FÉRIAS,
NUM CENÁRIO DE ABSOLUTA TRANQUILIDADE

CASAS DE PORTUGAL | 17

O ALPENDRE GARANTE MOMENTOS DE RELAXE OU
DE CONVÍVIO, LONGE DA LUZ DIRETA DO SOL

18 | CASAS DE PORTUGAL

Mobiliário de
exterior da Garden

Art em alumínio
branco, com estofo
em algodão branco
e almofadas numa
mistura de linhos e
algodões, em tons

monocromáticos

CASAS DE PORTUGAL | 19

NOS QUARTOS, ATMOSFERA
DESCONTRAÍDA E

PORMENORES ÉTNICOS

Cabeceira em palha de cor
natural, com ‘sommier’ forrado

em linho no mesmo tom,
almofadas com misturas de
linhos e algodões e remate em
lã ou franjas feitas do próprio
tecido. Ao fundo da cama, pano
em linho cinzento também
com remate em lã. Banqueta
com costas em linho claro com
almofadas nos mesmos tons das
já existentes na cama. Mesas
de cabeceira, com estrutura em
alumínio na cor natural e tampos
grossos em madeira. Candeeiros
da Rock the Kasbah com pé feito
a partir de galhos pintados de
preto e abat-jour em palha.
WC da suite com parede forrada
em palha entrelaçada grossa,
estrutura de lavatório executada
em aço corten e taça de lavatório

irregular em madeira e
espelho em palha

20 | CASAS DE PORTUGAL

À entrada, par de pufes em sarapilheira antiga impressa e
apliques executados pelo atelier SA&V, a partir de cestos em
palha. Cabeceiras em linho beije acinzentado, ‘sommiers’ em
linho marfim, almofadas da Cush Cush, e outras em linho de
dois tons. Aos pés da cama, manta de inspiração marroquina,
em tons de cinza e apontamentos em cores quentes.
Candeeiros de teto em palha

Ao atelier SA&V os clientes pediram que
se desse forma a um ambiente de extremo
conforto, predominante em cores neutras.
Do ponto de vista do “mood”, foi criada
uma atmosfera descontraída, com alguns
pormenores étnicos, que conferem ao es-
paço todo o conforto necessário para a
sua utilização ao longo de todo o ano,
apesar de se situar numa zona balnear.
Os tons monocromáticos e neutros fazem desta
uma casa absolutamente relaxante e intemporal.
Toda a casa está voltada para o exterior, com
uma vivência muito centrada na natureza, na
proximidade ao mar, na luz dos fins de tarde
tão característica desta zona da Comporta.
A área exterior tem vários recantos e zo-
nas de estar, ideais para que todos os
que a procuram ali possam usufruir dos
longos dias de descanso e convívio.
No que toca à escolha de materiais, o atelier
SA&V optou pelas madeiras, as palhas, os li-
nhos, os algodões, as lãs e algumas obras de
arte, para rematar toda aquele clima com um
toque de sofisticação igualmente desejável. l

CASAS DE PORTUGAL | 21

Apliques e candeeiros de
teto executados pelo atelier
SA&V a partir de cestos em
palha. Cabeceiras em linho
acinzentado, ‘sommiers’ em
linho marfim, almofadas em
linho de quadradinhos preto
e marfim, e outras em linho de
dois tons. Candeeiros de leitura

aplicados na cabeceira
em ferro preto

22 | CASAS DE PORTUGAL

AMIGA DELES.
AMIGA DO AMBIENTE.
REVOLUCIONÁRIA!

Nossa amiga, 100% sem conservantes.
Nossa amiga, porque protege a qualidade do ar.
Nossa amiga, porque é isenta de odor.
Nossa amiga, porque é 100% responsável.
Barbot Dioplaste Eco: 100% nossa amiga.
Revolucionária!
Descubra mais em barbot.pt

DECOR Da Kasa, prato
raso porcelana
Pratos em melamina,
para a Anthropologie, Blue Breeze
sob consulta, €4,20, nas lojas
www.anthropologie.com
Continente

Prato Recycle, 5,99€, e recipiente Guardanapos de papel, 20€,
para bebidas Tikki (6L), 19,99€, da Day Home, na Mundano
nas lojas Casa, pt.casashops.com Objetos, www.mundano.pt

Avental Anella, Recipiente em cerâmica Staub,
sob consulta, na várias cores, sob consulta,
Anthropologie, www.staub-online.com
www.anthropologie.com

Da Harmony, individuais para a mesa, em linho normal COZINHA
ou plastificado; Borgo, linho plastificado (35x50),
6,65€/cada, Luri, linho (35x45), 5,8€/cada, procure na
Ma-Maison Algarve, www.ma-maison-algarve.com

ALEGRE Talheres da coleção
Glamour, da Casa
Bugatti, procure na
Oficinas Gerais,
CORES E PADRÕES PARA LEVAR www.oficinasgerais.pt
À MESA E AO LUME
Conjunto de taças da Pomax, a partir de 8,25€
cada, procure na Alaire, alaire.pt

Bistrot, chávena café, 2,99€, nas Para sal ou
lojas Casa, pt.casashops.com pimenta, da
Menu, madeira,
Set de talheres Sunscene, cerâmica e
em melamina, para a plástico, várias
Anthropologie, sob consulta,
www.anthropologie.com cores, sob
consulta,

na Hangar,
hangar.com.pt

Da Skagerak, a caixa em Panela c/ tampa Kastrull,
madeira para guardar pão, verde, 19,99€ /ud, em aço
esmaltado, nas lojas Ikea,
139€ (PVP aconselhado),
na Mundano Objetos, www.ikea.com/pt
www.mundano.pt

24 | CASAS DE PORTUGAL

Desenhado para
ser decorado.

Bosch apresenta Vario Style: o primeiro
frigorífico do mundo com portas amovíveis,
disponíveis em 19 cores.
Descubra mais em www.bosch-home.pt.

CLIQUE & MUDE!

3

2

1

JARDINS

HORTÊNSIAS

HYDRANGEA MACROPHYLLA

TEXTO: MARTA ALMEIDA DE CARVALHO

Junho é para mim uma das altur- absorção de alumínio pelas raízes da planta, gadas por estaca, sendo a melhor altura
as mais esperadas do ano, pois é cuja mobilização e biodisponibilidade de- para esta tarefa no final do Outono. Para o
neste mês que as minhas hortênsi- pendem por sua vez do pH do solo. efeito, escolha uns ramos não floridos com
as, podadas, regadas e adubadas Sendo assim, é possível manipular a cor das 20-30cm de altura, corte e mergulhe em
primorosamente ao longo do Inver- flores, acrescentando compostos que al- hormona de enraizamento. Depois é só co-
no, se apresentam em todo o seu esplendor. teram a quantidade de alumínio no solo ou locar em vasos com terra fértil e adubada,
A hortênsia é uma espécie arbustiva, per- alterando o seu pH para controlar a sua bio- sem esquecer de os regar regularmente.
tencente à família das Hydrangeaceae e ao disponibilidade. Ao fim de pouco tempo, as estacas estarão
género Hydrangea, nativa do Ásia, mais es- Solos ácidos produzem flores azuis, e os al- pegadas, e quando estiverem com um as-
pecificamente da China e Japão, sendo hoje calinos cor-de-rosa. Quanto mais alumínio peto bem desenvolvido, já as pode plantar
cultivada como planta ornamental em todas houver na terra, mais azuis serão as suas onde mais gostar.
as regiões de clima temperado. A Hydrangea hortênsias, chegando mesmo a atingir o vi- Por gostarem da exposição solar, as hortên-
Macrophylla, vulgarmente conhecida como oleta. sias plantadas em locais com mais horas de
hortênsia, novelão ou novelo e sobre a qual As flores das hortênsias são de uma tal sol devem ser regadas abundantemente
falo neste artigo, é a espécie mais comum. beleza, que fazem desta planta uma das sob pena de murcharem.
Trata-se de um arbusto de folha caduca, preferidas para ter em jardins, em vasos em A hortênsia é portanto uma planta que não
lenhoso na base e com ramos jovens de terraços ou como flor de corte para arranjos exige grandes cuidados oferecendo-nos
consistência sub-herbácea. A planta pode florais. flores de uma beleza ímpar.
atingir os 2-3m de altura e uma copa com Embora não seja uma planta exigente, se
3m de diâmetro. O seu epíteto científico, quiser manter a beleza e floração abundan- Dica:
Macrophylla fica a dever-se às suas grandes te das suas hortênsias ano após ano, deve Para obter flores cor-de-rosa deve tornar
folhas, simples, membranosas e com bordos ter alguns cuidados básicos. Se estas não a terra mais alcalina, juntando-lhe 200-400
semi-serrilhados. derem flor, é sinal de que não apanharam mg p/m2 de cal agrícola diluída em água e
Plantada em vasos, floreiras, jardins ou utiliza- sol suficiente, estiveram expostas a tem- depois regar as plantas com esta mistura.
da como sebe, a hortênsia é um excelente ar- peraturas demasiado baixas ou não fora Para obter flores de vários tons na mesma
busto para espaços grandes, já que ao atingir podadas na altura certa. planta experimente juntar carbonato de só-
grandes dimensões consegue encher e criar Para uma boa floração, as hortênsias devem dio à terra.
espaços de grande impacto visual. Plante apanhar pelo menos 4 horas de sol diárias. Para obter flores azuis deve tornar o solo
este arbusto num local onde receba sol pela Quanto à sua poda, esta deve ser feita no mais ácido, juntando-lhe uma das seguintes
manhã e sombra à tarde, num terreno com final do Inverno ou início da Primavera, nor- 3 opções: 20g de sulfato de alumínio ou ferro
boa drenagem, rico em matéria orgânica e malmente quando a planta já perdeu a fol- diluídos em 5 litros de água e regar as plan-
muita água e será recompensado com um ha. Utilizando uma tesoura de poda, corte tas 2 vezes por semana com esta solução
verdadeiro espetáculo floral. acima de um rebento e na diagonal para (40 a 50 dias antes da floração). Esfregão
É entre maio e junho que a planta produz evitar que a água da chuva escorra e não de palha-de-aço previamente colocado
inúmeras florescências, com múltiplas flores se acumule no corte. Depois é só esperar em água até esta ficar da cor da ferrugem.
em cores que incluem o branco, diversos que os rebentos comecem a abrir, adubar e Depois é só regar as suas hortênsias 1 vez
tons de rosa, azuis e roxos. Ao contrário do ver a planta a crescer, rapidamente enchen- por semana com esta solução. Matéria
que muitos pensam, não existem hortênsias do-se de folhas e pouco depois de flores. orgânica tal como aparas de relva, borras
de várias cores, variando sim em função da As hortênsias podem ser facilmente propa- de café, cascas de frutas e vegetais. l

26 | CASAS DE PORTUGAL

CONTACTO EM PORTUGAL WWW.VINCENTSHEPPARD.COM
LUZEMANAR | 916 813 663 | [email protected]

VERÃODECOR
AZUL

PROPOSTAS DE MOBILIÁRIO E ACESSÓRIOS
PARA USUFRUIR NO EXTERIOR

28 | CASAS DE PORTUGAL

Linha Lucy, para a Vincent
Sheppard, sob consulta,

procure na Dunas Lifestyle,
dunas-style.com

CASAS DE PORTUGAL | 29

DECOR

Da Ethimo, banco Swing, Coleção Colonial, para a Tectona, agora
design de Patrick Norguet, com novos revestimentos, 100% à prova de água, www.tectona.net
sob consulta, procure
na Empatias, www.empatias.pt Cadeira Wings com almofada,
123 x 79 x 64cm, 149€,
Linha Grand Hotel, www.casashops.com
cadeira da coleção
Allaperto, da Ethimo, PubDa Revigrés, a coleção Deck, cerâmico para espaços exteriores,
sob consulta, procure na em 5 cores, no formato 15 x 120cm, sob consulta, revigres.pt
Eco-Lar, eco-lar.com

Vasos Etria, Da Tribù, faz parte da linha Tosca Outdoor
da Khilia, sob Club, sob consulta, procure na Smoke Signals,
consulta, na www.smokesignals.pt
Alaire, alaire.pt
Da Tecnodeck, empresa presente nos 5
continentes, e especialista em Portugal e na
Europa na produção de compósitos, que
lançou agora os perfis e sistemas de fixação
adequados para espaços de jardim, piscinas,
varandas e mesmo revestimento de fachadas.
Mais informação em www.tecnodeck.net

Alura, da Royal Botania,
sob consulta, procure
na Alaire, alaire.pt

30 | CASAS DE PORTUGAL

O PRAZER NATURAL DA ÁGUA ttt͘ /KW/^ /E ^͘Wd

WŝƐĐŝŶĂ ŝŽůſŐŝĐĂ ĚŽ ZĞƐŽƌƚ >h D ͕ ůďƵĨĞŝƌĂ

DECOR Mala de metal, 74,99€ Da coleção Salamander, da
e cama de jardim, Zinc Textiles, sob consulta,

189€, da La Redoute na Forma e Enredo,
(preços sujeitos aos www.formaenredo.com

descontos em
vigor no site),
www.laredoute.pt

Da CR Class, tecidos adaptados para o exterior, Teflon
com tratamento anti-manchas e anti-fungos, com 5
anos de garantia, sob consulta, www.crclass.com

Electrólise de sal gama Colibri da marca Bright Blue, Carrinho Vindalsö,
à venda num revendedor perto de si, sob consulta. para exterior,
Mais informações em eucalipto, velatura
www.brightblue.com.pt castanha, 99€ /ud., 81
x 51cm, nas lojas Ikea,
www.ikea.com

32 | CASAS DE PORTUGAL



DECOR Daybed, da Tribù, design
de Monica Armani, um
clássico revisitado com New-Wood Plan
é uma coleção
moldura em alumínio, pode
ser personalizada (tecidos e de móveis para
acabamento), sob consulta, exterior fabricados

procure na Paris Sete, a partir de uma
www.paris-sete.com fibra natural
ecológica,

100% reciclável,
resistente à

humidade, frio,
sol e cloro. Design
do Studio Lievore

Altherr para a
Fast, contacte pelo
e-mail [email protected]

nerytaful.com

Da Umbra Shifts, banco
Coiled, inspirado nas
tradicionais técnicas de
cestaria das Filipinas, design
de Harry Allen 244.43€,
www.umbrashift.com

Da La Redoute, cama,
299€ (preços sujeitos
aos descontos em
vigor no site),
www.laredoute.pt

Casinha para piqueniques, uma ideia
fresca da Fermob, para crianças que
adoram brincar lá fora, sob consulta, na
loja Fermob de Lisboa, lisboa.fermob.com

Allaperto Camping Chic, design
de Matteo Thun & Antonio

Rodriguez para a Ethimo, procure
na Eco-Lar, eco-lar.com

Cadeira lounge da BOLD Soluções de iluminação Kube,
Collection, a primeira linha sob consulta, na Alaire, alaire.pt
de mobiliário de exterior
do estúdio Lagranja para
a Parla Design,
lagranjacollection.com

Da Water Air, a piscina Lisa, novo
modelo oval, o equilíbrio entre
modernidade e sobriedade, e a

perfeita integração no seu jardim,
sob consulta, www.waterair.com

34 | CASAS DE PORTUGAL



CASA

GIARD
36 | CASAS DE PORTUGAL

Uma villa de luxo
com três quartos na
povoação histórica
de Spello, na região
italiana da Umbria,
a Casa Giardino está
aninhada no meio das
muralhas da antiga
vila e oferece vistas
incríveis para o vale e
montes circundantes.

FOTOGRAFIAS: KRISTIAN SEPTIMIUS KROGH/
PHOTOFORPRESS.COM

TEXTO: FG/PHOTOFORPRESS.COM

INO CASAS DE PORTUGAL | 37

38 | CASAS DE PORTUGAL

UM REFÚGIO NUMA
DAS ZONAS AINDA
INTOCADAS DE ITÁLIA

Localizada na região da Umbria, mais concretamente
na vila de Spello, uma das zonas mais verdes e ainda
intocadas de Itália, pouca massificada e com um nú-
mero reduzido de turistas, a Casa Giardino destaca-se
pela sua localização central que permite aos convida-
dos deslocarem-se a pé até ao comércio local e, ao mesmo
tempo, viverem a experiência da Umbria rural.
Lá dentro, a casa é fresca e contemporânea, decorada com
peças do mundo inteiro. A atenção ao detalhe e uma mistu-
ra eclética de estilos dão à casa um carácter e um calor rara-
mente encontrados numa casa de férias. O local ideal para
descansar com a família e amigos.
De acordo com a proprietária, Spello faz parte da prestigiada
organização “Borghi più Belli D’Italia”, o que significa que é
uma das mais bonitas villas do país transalpino.
A compra da casa deu-se em 2012, depois de um namoro an-
tigo com os ex-proprietários, pois a casa estava vazia há mais
de 30 anos, mas tinha um grande valor sentimental para eles.
Assim que pôde adquirir a propriedade, a atual dona pôs
mãos à obra e desenvolveu um grande trabalho de recuper-
ação, pois a casa estava praticamente em ruínas. Quase mais
de metade teve de ser reconstruída e o telhado foi totalmente
renovado.
A decoração é simples mas muito alegre, e foram utilizadas
várias peças adquiridas em diferentes viagens à Ásia – Tailân-
dia, Cambodja, Vietname, Laos e Myanmar -, assim como às
ilhas do sul de Itália – Pantelleria, Stromboli, Panarea e Lipari.

CASAS DE PORTUGAL | 39

DECORAÇÃO DA COZINHA A casa divide-se em três níveis: o piso central com a cozinha
VERSÁTIL, COM PEÇAS aberta e a sala de estar. A decoração da cozinha é bastan-
PROVENIENTES DE VÁRIAS te versátil. A mesa foi comprada na feira de Pissignano (que
ORIGENS acontece no primeiro domingo do mês) e as cadeiras também
foram adquiridas noutras feiras da Umbria. Os candeeiros de
40 | CASAS DE PORTUGAL tecto foram copiados de um reconhecido designer e o tecido
Khadi foi trazido da última viagem à Índia. As almofadas foram
feitas com tecidos trazidos de Istambul e do mercado russo
de Phnom Penh, no Cambodja. O tapete rústico cinzento é da
Hungria e foi comprado num mercado em Viena. O quadro
foi comprado a um negociante de arte em Banguecoque e o
candeeiro foi trazido de uma feira de rua em Paris.
No primeiro piso, encontramos a suite principal com casa de
banho. Na casa de banho foram utilizados azulejos de cimen-
to cinzentos trazidos de Marrocos, enquanto que o quarto foi
revestido de cimento pintado. Os tecidos são muito simples, a
colcha branca da cama é da Índia, a manta vermelha de lã é da
Áustria e as almofadas são de design italiano. Os cestos por
cima da cama são de Marrocos e o quadro é do mesmo autor
do da cozinha.
Por último, no piso térreo encontramos o quarto azul e o quar-
to amarelo. Nos quartos azul e amarelo foram colocados azule-
jos no chão e nos outros pisos utilizou-se cimento em cinzento
claro. Para o quarto azul, a proprietária foi buscar inspiração ao
azul profundo do mar Mediterrâneo do sul de Itália. As almofa-
das são de Tricia Guild e os candeeiros da Artemide. As mesas

CASAS DE PORTUGAL | 41

AZUL E BRANCO COMPÕEM O AMBIENTE DESTE QUARTO,
NUMA LIGAÇÃO AO MAR

42 | CASAS DE PORTUGAL

No quarto azul, a proprietária foi buscar inspiração ao
azul profundo do mar Mediterrâneo do sul de Itália. As
almofadas são de Tricia Guild e os candeeiros da Artemide

de cabeceira são de uma feira e foram pintadas todas de branco.
O lavatório de mármore antigo foi comprado numa loja de antigui-
dades em Città di Castello, que tem uma grande quantidade deste
tipo de lojas e de peças antigas. Os candeeiros da casa de banho
vieram do Cambodja e originalmente são usados como cestos nos
mercados, mas foram transformados em candeeiros pela decora-
dora. No quarto amarelo, a colcha antiga foi comprada em Jodhpur
na Índia. As almofadas vieram de Istambul e as mesas de cabeceira
são de Gervasgni, assim como a cama. Os espelhos foram compra-
dos em feiras.
As cores e o ambiente relaxante fazem com que as visitas se sintam
de férias todo o ano. O jardim convida a refeições demoradas no
alpendre, de onde se pode admirar também a vista deslumbrante
para a paisagem bucólica. No verão, pode igualmente desfrutar da
piscina, que apesar de pequena tem uma localização fantástica e é

CASAS DE PORTUGAL | 43

NO PRIMEIRO PISO ESTÁ
LOCALIZADA A SUÍTE PRINCIPAL,
DOMINANDO O BRANCO E
REVESTIMENTOS EM CIMENTO

feita toda em pedra, o que permite que a água esteja sempre fresca,
mesmo com as temperaturas altas.
No entanto, a melhor época para visitar esta zona são a primavera e o
outono. A região da Umbria tem um ótimo clima durante todo o ano,
mas é particularmente agradável de abril a junho e de setembro a
novembro, pois julho e agosto podem ser meses demasiado quentes.
A Casa Giardino pode também ser o ponto de partida ideal para de-
scobrir a Umbria e as suas bonitas e famosas vilas medievais como
Perugia (35km), a capital da Umbria e Assis, com a sua histórica Cat-
edral de São Francisco de Assis e Santa Maria degli Angeli, que dis-
ta apenas a 8 km. Outros locais de interesse como Spoleto, muito
conhecida pelo Festival dei Due Mondi, que acontece durante duas
semanas entre fim de junho e início de julho, Todi, Orvieto, Città di
Castello, Montefalco (onde se produz o famoso vinho tinto Sagranti-
no), ou Foligno, onde se celebra o Quintana Festival, podem ser vis-
itados facilmente. l

44 | CASAS DE PORTUGAL

Ver catálogo

Encontre tudo o que precisa para cuidar
do exterior da sua casa e aproveitar mais
a vida ao ar livre. Seja um jardim, terraço
ou uma varanda, juntos concretizamos
o seu projeto de exterior. MÃOS À OBRA!

www.leroymerlin.pt

ANIMAIS

PERDIGUEIRO
PORTUGUÊS

Usado para a caça a salto, meigo e muito afetivo, o Perdigueiro Português
necessita de algum espaço e atividade física, mas adapta-se muito bem
a viver em casa, com as pessoas e crianças.

Operdigueiro português é um natos da Europa e do Mundo em Primavera viver em casa, juntamente com as pessoas
‘cão de parar’, que integra o e Caça Prática, tendo obtido notas eleva- e crianças.
7º Grupo da Federação Ci- das. Não necessita de grandes cuidados, sendo
nológica Internacional (FCI) Atualmente são registados cerca de 200 apenas os necessários: alimentação equili-
- cães de parar. É o descen- cachorros/ano. A Monográfica do Perdi- brada, vacinas, desparasitações. A sua ver-
dente do antigo perdigueiro peninsular. gueiro Português teve, em 2018, 132 inscri- dadeira paixão é a natureza, correr, brincar
Um cão resistente, ágil, rápido, de exce- ções em provas de trabalho e 64 na exposi- e caçar. l
lente capacidade olfativa, bom instinto de ção de morfologia, o que atesta a dinâmica
mostra, a cobrar as peças com naturalidade que esta Associação imprime na utilização Para mais informações consulte o site da
e alegria e adaptado às várias orografias, e divulgação deste património cultural vivo. Associação do Perdigueiro Português:
vegetação e temperaturas. www.perdigueiroportugues.com
A sua origem está devidamente documen- ALGUMAS CARACTERÍSTICAS DA RAÇA
tada a partir do séc. XII, aparecendo o ter- Cão mediomorfo, retilíneo, tipo bracóide,
mo perdigueiro no século XVI, no reinado robusto mas de conformação harmónica
de D. Sebastião. aliada a manifesta elasticidade de movi-
Durante vários séculos foi usado por no- mentos. Extremamente meigo e afetivo,
bres, clero e plebe. Muitas vezes mal apro- resistente, dotado de grande capacidade
veitado e selecionado, os Ingleses viram de sofrimento e entrega. Calmo e bastante
nas suas qualidades o que lhes faltava aos sociável mas um tanto petulante para os da
seus cães. Foi levado para Inglaterra por vá- sua igualha. Curioso por natureza, trabalha
rias ocasiões, estando na base da criação e com persistência e vivacidade. Nada egoís-
fixação da ração Pointer. ta, tem sempre em vista servir o caçador.
No século XIX e início do séc. XX foi prete- O pelo deve ser curto, forte, bem assente,
rido a favor de raças estrangeiras que esta- pouco macio e denso, distribuído natural-
vam na moda. mente por todo o corpo e quase por igual.
Foi a partir de 1931, com a elaboração do Não tem subpelo.
Estalão Morfológico do Perdigueiro Por- A cor da pelagem é amarela nas varianets
tuguês e com um grupo de entusiastas e clara, comum e escura, unicolor ou malha-
criadores que se empenharam na sua se- da de branco na cabeça, pescoço, peito,
leção, que este cão de parar iniciou a sua calçado e ponta da cauda quando inteira.
recuperação.
Em 1984 é fundada a Associação do Perdi- Muito meigo e afetivo, inteligente e com
gueiro Português, e passado uns anos deu- boa capacidade de aprendizagem e adap-
-se início às provas de trabalho. tação, o Perdigueiro Português é um cão
Entretanto, já foram campeões do Mundo que necessita de algum espaço e ativida-
de St. Huberto, selecionados para campeo- de física. Contudo, adapta-se muito bem a

46 | CASAS DE PORTUGAL

ESCAPE AO CALOR
DE VERÃO

VAMOS AO DESERTO

Deixa a luz entrar mas não o calor. Para A CASA
demonstrar que a Guardian Glass pode criar DO
interiores exemplares em qualquer lugar,
construímos uma casa de vidro num dos DESERTO
ambientes mais difíceis da Espanha, o deserto
de Gorafe.

Saiba mais sobre este projeto e faça parte de
acasadodeserto.pt

A Casa do Deserto é uma iniciativa da Guardian Glass

COMO É BOA
A VIDA
NO CAMPO

48 | CASAS DE PORTUGAL

Abandonada ao tempo e a vários
anos de ocupação indevida, esta casa
aguardava melhores dias e uma família
que dela cuidasse com amor e dedicação.

Sofia Costa é a autora do projeto de
recuperação e de interiores. A família

que dela faz uso encontrou aqui um
reduto de paz, de muitos e prolongados

momentos de reunião.

FOTOGRAFIA: ANTÓNIO MOUTINHO
TEXTO: IF

CASAS DE PORTUGAL | 49

ESPAÇOS PENSADOS E EQUIPADOS PARA MOMENTOS
DE ENCONTRO E CONVÍVIO

Quando Sofia Costa pela pri-
meira vez entrou na casa,
em visível estado de de-
gradação, teve o mesmo
impacto que muitos de nos
teríamos, ao visitar um casebre perdido
no meio do campo: o potencial estava lá,
e o desafio afigurar-se-ia grande. Melhor
ainda! Mais prazer nos daria, seguramente.
Uma das premissas? Assegurar espaços
interiores e exteriores pensados e equi-
pados para momentos de encontro e
convívio, porque esta família adora re-
ceber. Logo, o alpendre de apoio à cozi-
nha é hoje a área mais utilizada da casa.
O casal, com três filhos, de idades com-
preendidas entre os 13 e os 33 anos, exigia
uma decoração que se adaptasse a esta di-
ferença de idades, algo muito bem conse-

50 | CASAS DE PORTUGAL


Click to View FlipBook Version
Previous Book
Perspectiva Ed. 280 | Maio 2018
Next Book
RTL 2138 WK1822 MS PC FF