The words you are searching are inside this book. To get more targeted content, please make full-text search by clicking here.
Discover the best professional documents and content resources in AnyFlip Document Base.
Search
Published by hmilheiro, 2018-04-11 08:07:09

Urbana_50

Urbana_50

www.urbana.com.pt

Cidade Interiores Pessoas Lugares Imobiliário N.º 50 - Maio 2018 | Portugal Continental 3.95

PARIS, MEU AMOR INSPIRAÇÕES
Hotel Le Roch & SPA
A nova coleção Azul forever!
de Christian Tortu Marinho, Klein,
para a Costa Nova
céu, noite...

As boas energias
da primavera

invadem a casa

ESPECIAL
SALAS DE ESTAR
Mobiliário
e acessórios
para momentos
de pausa

NOVA SECÇÃO
IMOBILIÁRIO

NOVO LUXO
viver na cidade
com arte e design



FICHA TÉCNICA Editorial

FOTOGRAFIA DE CAPA SHIBORI BUTTERFLY, MIND THE GAP
Pedro Mendes
DIRETORA A vida é bela
Amparo Santa-Clara Chegada a primavera, a estação mais aguardada, depois do frio e chuva, que
[email protected]
Telefone: +351 910 512 800 nos remetem para dentro de casa, e porque com ela parecem abrir-se todas
FOTOGRAFIA as perspetivas, a nossa edição acompanha o ‘mood’ e abre-se à energia da
António Moutinho nova temporada.
Francisco Almeida Dias O azul é sempre bem vindo, e as suas variantes prometem apontamentos nas
Max Rommel nossas casas a não menosprezar. Por seu turno, padrões vegetais, acessórios para
Pedro Mendes usar no exterior, entre outros, fazem parte desta edição, na qualidade de (muitas)
PRODUÇÃO ideias para abrir as portas a esta estação renovadora.
Amparo Santa-Clara As casas que aqui mostramos tão pouco ficam atrás em matéria de criatividade.
REVISÃO EDITORIAL Assinadas por nomes conhecidos do setor da arquitetura e dos interiores, eviden-
Carla Ferreira ciam a paixão pela melhor combinação de peças de mobiliário de várias épocas,
DESIGN EDITORIAL acessórios de design, obras de arte e outros elementos chave, em poucos ou mui-
Ana Silva tos metros quadrados. Qualquer que seja a área, tudo encaixa em prol das neces-
COLABORADORES EDITORIAIS sidades e gostos dos seus habitantes.
Isabel Figueiredo Por último, nota de destaque para o dossier temático, em que as salas de estar
Mafalda Galamas ganham uma importância vital em qualquer casa, por pequena ou maior que seja,
PUBLICIDADE E ASSINATURAS consagrando-se definitivamente como o espaço onde as atividades de lazer, ou tão
Paula Vasconcelos (Diretora) só o merecido descanso, têm lugar cativo. Boas leituras.
[email protected]
Telefone: +351 910 512 802
SECÇÃO IMOBILIÁRIO
Margarida Pereira
[email protected]
Telefone: +351 918 829 082
Rua Manuel Inácio nº8B
2770-223 Paço de Arcos
PROPRIEDADE E EDITOR DO TÍTULO
“Urbana”
MoonMedia - Comunicação, Lda.

MOONMEDIA
Rua Manuel Inácio nº8B
2770-223 Paço de Arcos
Telefone: 910 512 800 / 802
NIPC: 508980186
ADMINISTRAÇÃO
Amparo Santa-Clara
IMPRESSÃO
Jorge Fernandes, Lda
Rua Quinta do Conde de Mascarenhas, 9
Vale Fetal
2820-652 Charneca da Caparica
DISTRIBUIÇÃO
VASP - Distribuidora de Publicações, S.A.
TIRAGEM
16.000 exemplares
DEPÓSITO LEGAL
86460/09
Nº DE REGISTO NO ICS
126793
MEMBRO DE

www.urbana.com.pt fInstagram: revista_urbana Facebook: Revista Urbana

ESTATUTO EDITORIAL
1. A Urbana é uma revista mensal, de informação geral que aborda temas de decoração, arquitetura de interiores e reabilitação, conselhos e sugestões na área de decoração e
reabilitação e outros de interesse geral, através de um tratamento privilegiado da imagem, do texto da entrevista e da reportagem. 2. A Urbana, para além da responsabilidade de
informar, pretende ser uma referência de bom gosto e inspiração para os seus leitores. 3. A Urbana rege-se pelo escrupuloso cumprimento das normas éticas e deontológicas que
regulamentam o jornalismo. 4. A Urbana é independente de qualquer tipo de poder, económico ou politico, ou de qualquer grupo de pressão.

3

Sumário 6

sumário

10

46 6 - 8 Inspirações O azul é sempre uma boa 58 - 72 Casa Histórias, vivências e a criati-
fonte de criatividade, veja as propostas vidade de Salvador Corrêa de Sá ao serviço
86 10 - 13 Inspirações Chegada a primavera, de um estilo invulgar
importa ter a casa vestida em consonância 74 - 84 Casa Projeto residencial com inte-
4 14 -16 Hotel O Le Roch & Spa tem interiores riores de luxo, assinado pelo gabinete de in-
de Sarah Lavoine e promete uma estadia de luxo teriores de Matteo Nunziati
18 - 19 À Lupa Chama-se Riveira a cole- 86 - 98 Especial Salas de estar convidam
ção desenhada por Christian Tortu para a a momentos de pausa, convívio ou recolhi-
Costa Nova mento. Há espaço e soluções para tudo, e para
22 - 23 Entrevista À conversa com Salvador todos os estilos
Corrêa de Sá, artista e decorador 98 - 106 Imobiliário
24 - 27 Trending Novidades para si e para
casa 14
28 - 44 Casa A designer Sheila Moura
Azevedo devolve o brilho e graça a uma casa
em Leça da Palmeira
46 - 56 Casa A arquiteta Cristina Jorge de
Carvalho reinterpreta um andar na Lisboa
pombalina

ERRATA: Por lapso, na última edição, pág. 96,
foi publicado o preço errado da lata de tinta Hague Blue
(Farrow Ball). O PVP (2,5L) é 87€



Inspirações 1

Navy, Klein, índigo, azul 3
noite, azul céu... 4
a lista continua e as
nossas inspirações
também. Pintadas de
muitos tipos de azul.

aEfzeituo l

2

6

5 7
6

8 1 Sugestão da SPAL Porcelanas, coleção Catchy, padrão geométrico

em tons de azul-cobalto, perfeita para uso diário, www.spal.pt 9

2 Da coleção por várias vezes premiadas ONO, para a Thomas

(Rosenthal), pelo designer alemão Kilian Schindler,

www.thomas-porzellan.de 3 Inspirada nos contos das Mil e Uma

Noites, a base para velas da Lladró Lab, exibe uma elaborada cúpula

que protege a cera, decorada e pintada à mão e coroada com um

pináculo ornamentado a ouro de 22 quilates, aplicado segundo uma

técnica artesanal. A vela é feita de cera natural e contém 15%
de perfume, com duração de 80 horas. Por 390€ (aprox.),

www.lladro.com 4 Consola em azul Klein, pelo estúdio de design

Britto Charette, inspirada no sítio arqueológico Inca em Moray

(Peru), feita artesanalmente. Compreende duas formas elíticas

independentes e é encimada por um tampo luxuoso em mármore

Carrara. A elipse 3D evoca a ligação entre o yin e o yang. Aprox.

25.000€, www.brittocharette.com 5 “Indigo Marvel” da marca Mind

The Gap, para a Pedroso & Osório, painel com 3 rolos de 52cm x 3m,

114,15€ (+ iva), disponível na Companhia do Campo 6 Jarra e centro

de mesa Midnight, da Vista Alegre, design do alemão Mendel Heit, foi

nomeado para o German Design Award 2017, sob consulta, nas lojas

Vista Alegre 7 Candeeiro Reed, uma das novas estrelas da Koziol,
para salas de estar futuristas, procure no El Corte Inglés 8 Cadeira

e pousa-pés Spring, em faia, com revestimento de tecido, pele e
eco-pele, design de Ellen Bernhardt e Paola Vella, a partir de 1.797€,

www.bernhardt-vella.com 9 Da Fratelli Guzinni, jarro para água On

The Go, em vidro azul cobalto, 26€ (aprox.), www.fratelliguzzini.com

7

Inspirações 2

1

3 1 Rocky, móvel buffet escultural, 5

8 por Charles Kalpakian, que brinca

com as sensações e os volumes,

95 x 140 x 36cm, www.lachance.paris

2 Da coleção Geronimo by Zinc textiles

para Forma&Enredo, sob consulta, à venda

na Carmim d’Ourique 3 Proposta da Leonardo,
www.leonardo.de 4 Caixa de feltro da Hey-Sign,

design de Bernadette Ehmanns, 50 x 35 x 35cm,

www.hey-sign.de 5 Cadeira de baloiço da Maison

Dada, em madeira sólida com acabamento mate,

revestimento em pele, disponível em duas cores,

www.maisondada.com 6 Aparador lacado na cor

midnight blue, portas deslizantes, interior lacado

no mesmo tom, tampo de cerâmica Calacata,

pés gold metal, mede 240 x 48 x 83cm,

na Ana Roque Interiors, ana-roque.com

4

6



Inspirações 1

sceogUrlemodroido 4
Cores, formas e padrões que
assinalam a chegada da estação
que nos desperta e acorda em
nós uma vontade irreprimível
de pintar tudo de outras cores.
2

5

3

10

7

6

9

11

8 10 1 Bloom, da SkLO, composições esculturais, em três tamanhos, cada

12 um com uma cor, vidro soprado artesanalmente na República Checa,

www.sklo.com 2 Cor 279, lima-limão, proposta da Barbot, barbot.pt
3 Floris, pratos decorativos, nas versões Íris e Peónia, obras de

arte com o selo da Manufatura Vista Alegre, integralmente pintados
à mão (envolvem cinco dias de pintura manual), 1800€, nas lojas

VA, vistaalegre.com 4 Da Ikea, Flottebo, sofá-cama, Lysed verde

499€ /ud, molas ensacadas individualmente que funcionam de forma
independente e seguem de perto os contornos do corpo. Nas lojas

Ikea Lisboa e Porto 5 Coleção de fragrâncias para a casa da Portus

Cale, Blooming Garden, a alta perfumaria combinada com design
cuidado, 22€ (100ml) e 37€ (250ml), nas lojas Castelbell de Lisboa e

Porto 6 Cabe na maior parte das portas dos frigoríficos e faz parte da

coleção Arctic Blue, da Eva Solo; a proteção mantém o líquido quente
ou frio, 49,95€ (PVP recom.), na loja Inexistência, loja.inexistencia.com

7 Da Harmony, toalha de praia dupla face, 100% algodão, lavável
a 60°C, procure na Rhino home, rhinohomestore.com 8 Almofada
da Kasa, à venda nas lojas Continente 9 Capa para almofada da

Marimekko, padrão Unelma, design de Maija Louekari, 50x50cm,

32.50€, www.marimekko.com 10 Cerâmica de Maria Castel-Branco,
procure na Pura Cal, [email protected] 11 Alva, suporte para jarra

em feltro (3mm), inclui vaso de vidro, aprox. 30 x 20,5cm, design de

Sonja Zilz para a HEY-SIGN, www.hey-sign.de 12 Tábuas para cortar

alimentos, da HAY, a partir de 29€ (PVP recom.), em polietileno,
procure na Nord, www.lojanord.com

11

Inspirações 12

3

5 7

4
6

12

8 9
10

11 12

1 Da Guzzini, o Mediterrâneo à mesa, segundo a reinterpretação de duas novas designers, Eva 13

Mancuso e Jolita Manolova, dos repertórios decorativos e técnicas tradicionais da cerâmica siciliana.

guzzini.palermo.it 2 Jarra Scarabee, duas formas que se encaixam uma na outra, pelo designer
distinguido pela feira Maison & Objet, Jean-Baptiste Fastrez, www.jeanbaptistefastrez.com 3 Minimal

e elegante, a jarra Nicole 126 tem design de Ilaria Marelli para a marca italiana Plust. www.plust.it

4 Cadeira da coleção Week-End, pelo Studio Brichet Ziegler para a Petite Friture, várias cores,
229€ (PVP recom.), www.petitefriture.com 5 Regador, da Eva Solo, 44,95€ (PVP recom.), na Loja
Inexistência, loja.inexistencia.com 6 Pratos mate verde, da Kasa, 2,50€ (raso), 2,20€ (sopa) e 2€
(sobremesa), nas lojas Continente 7 Da marca Inspirações Portuguesas, guardanapos ‘Azulejos’,
29.90€, www.inspiracoesportuguesas.pt 8 Da colaboração entre a Helinox e a Maison de Vacances
resultou esta cadeira, com tecido Mimi Vichy, disponível em três cores, www.helinox.eu 9 ‘Flesh and
Flowers’, lã e contas de vidro, pela artista Mallory Zondag, www.mallorymakes.com 10 Da Rosenthal,
coleção Brillance, padrão Fleurs des Alpes, em cerâmica, www.rosenthal.de 11 Uma nova série muito

exclusiva de pratos, pela Rosenthal para a Sambonet. A coleção Kyma foi desenhada por Serena

Confalonieri, reinterpretando as decoração de tecidos e papel de parede, sambonet.it 12 Coleção

Toadstool, pelo estúdio valenciano Masquespacio, para a Missana, inclui pufes, uma mesa e um sofá,
www.missana.es

Hotel

Le Roch
Hotel & Spa

O boutique hotel de 5 estrelas deve os seus interiores
exclusivos a Sarah Lavoine, um ícone do estilo

parisiense, e propõe, além de uma estadia memorável,
a cozinha exclusiva do Chef Arnaud Faye, detentor
de 2 estrelas Michelin. IMAGENS CEDIDAS

14

LE ROCH HÔTEL & SPA Onovo endereço incorpora o melhor do estilo parisien-
28, Rue Saint-Roch, 75001, Paris se, está tão só a poucos passos da Ópera Garnier e
www.leroch-hotel.com dos Jardins das Tulherias, é membro da cadeia De-
Tel.: +33(0)170 830 000 sign Hotels e a última adição da Compagnie Hôte-
lière de Bagatelle. Le Roch Hotel & Spa é, desde a sua abertura,
um dos destinos preferidos de todos os que querem desfrutar
de uma autêntica experiência parisiense, com um registo de re-
fúgio, longe de casa.
Localizado no número 28 da Rue Saint-Roch, o boutique hotel
oferece, a poucos minutos a pé, o melhor de Paris, da eferves-
cente vida cultural com os museus Louvre e Comédie Française
ao lado, a maravilhosa Rue Saint-Honoré, para os fãs das com-
pras, a atmosfera única da Place Vendôme e o melhor da restau-
ração gourmet da Place du Marché Saint-Honoré.
Neste ambiente de requinte, o pequeno paraíso condizente com
a atmosfera circundante, tem interiores desenhados por Sarah
Lavoine, que quis para aquele espaço uma experiência acolhe-
dora, luxuosa e exclusiva.

O CONCEITO
A talentosa designer de interiores, e um ícone do estilo parisien-
se, conhecida pela forma como usa a cor, é ainda uma expert
no que toca a Saint-Honoré, bairro que conhece bem, e onde
vive. Para o Le Roch Hotel & Spa, Sarah pensou em interiores
que fossem um reflexo do bairro onde o hotel se insere, dotan-
do-o de uma atmosfera acolhedora, quase como uma grande
residência privada, equipando cada área com materiais, cores e

15

Hotel

padrões que nos conferem a sensação de estarmos em casa. O uma subtil combinação de elegância e estilo contemporâneo,
preto, combinado com cores pastel e o vermelho tijolo vivo são intemporal. Nas casas de banho, os revestimentos ‘zellige’ mar-
dominantes. O bar-restaurante, o terraço, a biblioteca recebem roquinos são um twist no cenário. No quarto, as cabeceiras das
luz exterior, filtrada, tornando-os ainda mais restritos. camas estão revestidas a tecido de dois tons, especialmente
Todo o mobiliário foi desenhado à medida, com materiais quen- desenhadas por Sarah Lavoine. Uma composição cerâmica de
tes e naturais. A biblioteca é um espaço tranquilo, onde os livros grãos de arroz decora as paredes e define o estilo do espaço.
e acessórios contribuem para um toque de vida. Em contraste, a Espelhos de madeira nobre, da Maison Sarah Lavoine, ampliam
luz do dia invade o bar e o restaurante, graças ao pavilhão envi- o espaço e refletem a luz ténue; no chão, tapetes da Chevalier
draçado que dá acesso ao jardim e à grande claraboia. No bar, Édition, desenhados por Lavoine, sobre parquet de madeira de
nota de destaque para os candeeiros em latão; adjacente a este, nogueira. As cortinas de veludo, em cores quentes, misturam-se
está o restaurante, com uma mesa buffet em mármore e bancos com outras, como o rosa pó, o amarelo açafrão, o pistácio e o
em azul navy ao longo das paredes. adorado azul. Em toques discretos, este diálogo das cores com
Os quartos e suítes foram concebidos como pequenos aparta- as cabeceiras e almofadas tem grande impacto gráfico. Ao nível
mentos: 32 quartos e 5 suítes oferecem amplas áreas, de 20 a dos materiais, a mesma harmonia acontece entre os jogos de
47m2, e a suíte Saint-Roch com o seu terraço privado propõe veludo e madeira nobre, as cerâmicas coloridas e o mármore
uma zona panorâmica e privada. As suítes estão equipadas Carrara preto ou branco nas casas de banho. Nestas, destaque
com cabines de vapor, para momentos de bem-estar, e algu- para equipamento da Kaldewei e os móveis da Cassina, Gam-
mas delas têm grandes vestiários. Cada suíte e quarto oferece fratesi e da Maison Sarah Lavoine.

16

Distribuída por
www.pedrosoeosorio.com Pedroso&Osório @pedrosoeosorio

À lupa de viAvearratemesa

Em exibição pela primeira vez em janeiro de 2018,
na Maison & Objet (Paris), a coleção Riviera,
da Costa Nova, tem a assinatura
do designer floral Christian Tortu.

IMAGENS CEDIDAS TEXTO: IF

Com uma paisagem recortada por enseadas, casarios e Tortu através de um amigo comum. Já sabíamos da sua notorie-
montanhas, mar de temperatura convidativa, parques na- dade em França, Nova Iorque e Tóquio, aliás podemos comprová-
turais e ruinas romanas, a somar à sensação de estarmos -la, desde então. Motivou-nos, sobretudo, a sua expressão floral,
sempre de férias, a região da Riviera inspirou, como a tantos outros a criatividade e a escolha das flores de acordo com os ambientes
artistas, o famoso designer floral francês Christian Tortu na cria- e públicos. Os arranjos têm um cariz muito próprio”, revela. Para
ção de ‘Riviera’, a coleção para a marca portuguesa Costa Nova. este responsável da Costa Nova (grupo Grestel), a colaboração
O serviço de jantar completo é complementado por diversas pe- entre a empresa e o designer floral decorreu sempre numa base
ças decorativas projetadas pelo designer francês, com quem es- de grande fluidez. “Foi sempre tudo muito construtivo, exigente
tivemos na última edição da feira ‘Ambiente’ (Frankfurt) e que ti- também. Facilmente encontrámos uma via de entendimento en-
vemos o prazer de conhecer pessoalmente. tre a criatividade, a sua exequibilidade, em termos produtivos, e a
O especialista em arranjos florais apaixonou-se também ele pela vertente comercial. Tarefa, normalmente, difícil e que exige muitas
qualidade e profissionalismo da portuguesa Costa Nova e imagi- cedências”, acrescenta.
nou, para esta coleção fresca, momentos de partilha à mesa, da- ‘Riviera’ foi feita “em tempo recorde”, conta-nos. “Demorou cer-
queles que ficam para sempre, de um almoço que se prolonga ca de três meses, embora tivessem sido necessários pequenos
até ao cair da noite a conversas e risos, em dias de festa. ajustes, posteriormente à sua primeira apresentação em Paris, em
A mistura de formas e cores da paisagem da Riviera está bem re- Janeiro”. Podemos encontrar a coleção Riviera à venda em muitos
fletida neste ‘set’, e faz justiça à qualidade e criatividade, dos dois países da Europa, e na Rússia, mas também no Japão, Coreia do
nomes, Tortu e Costa Nova. Sul, Estados Unidos da América, Canadá, Austrália, Hong Kong
Para Carlos Ruão, da Costa Nova, a escolha não foi difícil. “Conheci e na América do Sul.

18

Sobre
Christian Tortu

É sobretudo conhecido pela forma como subli-
memente combina plantas, vegetais, flores em
arranjos únicos que interpretam toda a magia e
força da Natureza. A sua história começa no jar-
dim dos pais, camponeses da região de Anjou,
em França. Chegar a Paris fê-lo perceber a falta
que a natureza real ali fazia, nos parques orga-
nizados e bem planeados, levando-o a repen-
sar o uso de plantas e flores, oferecendo-nos
um cenário mais selvagem e livre, no fundo, as
memórias da sua infância.
Com Christian Tortu, o universo vegetal con-
duz-nos numa viagem imaginária; longe dos
caminhos conhecidos, em direção a paisagens
sem preconceitos ou fronteiras. Rapidamente, os
seus cenários de todas as cores foram apresen-
tados no Festival de Cannes e nos desfiles da
Chanel, Dior ou Valentino e hoje Christian Tortu
é uma assinatura conhecida em todo o mundo.
Christian e a sua equipa desenvolveram entre-
tanto algumas coleções de jarras, objetos de
decoração, produtos perfumados e acessórios
para a casa, sempre recorrendo aos elemen-
tos naturais.
À venda em várias lojas nos quatro cantos do
mundo, as experiências e universo de Tortu le-
vam-nos a redescobrir a natureza através da
combinação dos sentidos. Mais do que ‘bou-
quets’, Tortu propõe-nos sonhar e tirar partido
da arte de viver, em que os jardins são elemen-
tos vivos, que podem tornar a vida mais leve
e bonita.

Christian Tortu Création SAS
194 rue de Rivoli 75001 Paris France
www.christiantortu.fr

19

Simplicidade…

é sempre a melhor
aposta!

Sugestões à venda em
www.laredoute.pt

Tela 9886710 | Base de candeeiro 6525008 | Vaso em papel machê 8626537 | Espelho entrançado 6508065 |
Cadeirão 6670881 | Aparador 8858756 | Espelho 8041059 | Candeeiro 6672205 | Tapete 8948305

by

Entrevista

SALVADOR CORRÊA DE SÁ

“DEIXO
A VIDA CORRER”

Natural de Lisboa, Salvador Neste tipo de trabalho, quais são os projetos mais
Corrêa de Sá é, desde cedo, desafiantes, aqueles em que faz tudo desde o momento
um amante da Arte. Trocou zero... ou outros?
Gestão, que estudou nos anos Todos são divertidos e desafiantes, desde os que se acompanha
80, pela aguarela, e hoje é um desde o início, até àqueles em que temos de lidar com materiais
nome reconhecido na pintura ou projetos já existentes. Os que acompanhamos desde a primeira
decorativa e na decoração de conversa, à partida, resultam sempre melhor, e até por isso são
interiores. muito mais fáceis de concretizar, não há sobressaltos, nem sur-
presas... Mas os outros também são quase sempre um desafio, e
FOTOGRAFIA: ANTÓNIO MOUTINHO TEXTO: IF divertidos!
Quais os materiais e cores com que mais gosta de trabalhar?
Tem o atelier desde 1990, com um espaço primeiro Não existe uma preferência, tratando-se da minha casa, normal-
em Setúbal, depois no Príncipe Real, em Lisboa, e mente acabo por gostar de cores quentes e misturas de textu-
agora, desde há cinco anos, na 24 de julho, também ras, nas paredes ou nos tecidos, ou em ambos! Depende muito
na capital. dos projetos e dos clientes, da situação da própria casa. Se for
O seu gosto pela arte, e em particular pelas aguarelas, surgiu na praia, na cidade, no campo, depende ainda da arquitetura do
naturalmente. “Desde cedo que estive rodeado de gente ligada projeto e dos materiais que já existiam.
às artes, gente que pintava, tocava, desenhava. Nomeadamen- Como é um dia na vida do Salvador?
te pessoas da minha família que, como hobby, se dedicavam a É corrido e divertido, entre clientes ou no atelier. Nunca para.
várias disciplinas artísticas, e eu fui um bocado atrás desta at- O que lhe falta ainda fazer?
mosfera, que já me apaixonava, e comecei também eu a pintar, Não faço ideia, nem tenho grandes planos, deixo correr, e tem sido
no início aguarelas”. Mais tarde, Salvador passou das aguarelas sempre o que me aconteceu.
para outros trabalhos. “Comecei a pintar molduras, ‘passepar- Um lema de vida.
touts’, e daí surgiram os convites para começar a fazer pinturas Deixar correr naturalmente.
decorativas. Tudo foi acontecendo gradualmente”, desvenda. Um conselho que daria aos mais novos ou a quem está a
Paralelamente, Salvador começou a fazer projetos de interiores, iniciar carreira.
decoração de casas, sobretudo depois de colaborar com uma Ouçam, vejam, aprendam.
loja de decoração. Começa assim, segundo ele, uma fase di- Nomeie três nomes das artes plásticas que hoje atraem a
vertida da sua vida. sua atenção.
Há tantos, e tão bons! Não é fácil... Muita pintura, muita escultura,
22 muita fotografia... O Barahona Possolo, pelo seu rigor e realismo, a
Carmo Posser, pelo atrevimento na pintura, na escultura, nos vídeos,
a Eduarda Rosa, pelas suas colagens, pela sua paleta de cores.

23

Trending DESIGN

A Baobab Collection acontece O fascínio do
em 2002, nas paisagens da ouro, cintilante
Tanzânia, país rico em cores e e espetacular,
intenso em cheiros. A coleção numa abordagem
Trano, que significa ‘casa’ em contemporânea
Malagasy, celebra o design e os com a assinatura da
interiores e colhe inspiração nas italiana Bugatti. A linha
mulheres Ndebele da África do Sul. Kiss, com design de
Esta é agora a terceira coleção de Teseo Berghella, lembra
velas revestidas a ráfia da Baobab, um beijo e apela ao
em que a fibra é trabalhada à mão romance e ao amor.
por uma cooperativa experiente Preços: 29,60€ (pinça
nesta arte. Cinco velas e três para salada) e 36€
difusores compõem a coleção. (quebra-nozes),
www.baobabcollection.com em revestimento
a ouro 24 quilates.
Para levar a mesa
esplendorosas.
www.casabugatti.it

Arquiteto e designer, João Faria (Emotional
Objects) é ainda autor de conceitos, produtos, mobiliário,
espaços, edifícios e interiores. Um facilitador entre o melhor dos dois
mundos, às vezes tão diferentes, como a tecnologia mais moderna e
as tradições ancestrais. Em 2013, as colunas ‘bluetooth’ “We Love Our
Music” (396€) e “Old Friend” foram finalistas num concurso de design
promovido pelo Museu de Serralves. www.emotionalobjects.com

Vega 175, com design de Isaac Piñeiro (2017) aborda de novo o objeto Os fotógrafos Hufton+Crow documentaram o primeiro projeto
decorativo e funcional. Compõe-se de uma série de jarras, bandejas da arquiteta Zaha Hadid em Nova Iorque, ‘520 west 28th’. O
e candelabros de linhas arredondadas, um piscar de olho às formas edifício contém 39 apartamentos, com várias valências, entre
orgânicas. lacartujadesevilla.com elas tecnologias integradas e elevadores privados. O edifício
inclui ainda várias ‘amenities’, caso de um piso com SPA e uma
24 piscina, um jardim escultórico e uma sala de cinema IMAX.
www.huftonandcrow.com

O coletivo finlandês Feathr Para a edição deste ano da Milan Design Week, a marca de moda
prossegue a sua missão COS apresentou uma instalação escultural de larga escala, criada
em tornar as nossas casas pelo artista americano Phillip K. Smith III, assinalando o sétimo ano
mais bonitas, colaborando consecutivo da marca londrina no Salone del Mobile e, a sua primeira
com artistas de arte
contemporânea para a colaboração com Smith.
criação de papel de parede Inspirado na arquitetura
e tecidos exclusivos, renascentista italiana, no céu
e alternativos. A última milanês e na simplicidade
colaboração foi com a discreta da estética do projeto
americana Kiki Slaughter e COS, Phillip K. Smith III criou
trata-se de uma coleção de uma escultura arquitetónica
papel de parede baseada ao ar livre, no pátio do século
em dois novos trabalhos XVI e no jardim Inglês do
da artista plástica, Safari e Palazzo Isimbardi, oferecendo
Dreamboat. uma experiência individual
www.feathr.com a cada visitante, através da
interação com luz e tempo.

TECNOLOGIA

A Even (Israel) é uma A marca de tecidos
startup especialista em sistemas
áudio que desenha headphones feitos Timorous Beasties
à medida. Dos testes de som que medem as frequências foi convidada pelo
segundo um algoritmo específico, até ao design, os fabricante de sistemas
auscultadores da marca elevam as experiências do som a áudio Linn (Glasgow)
um outro patamar. www.geteven.co para revestir uma
série de colunas, da
gama ‘Series 5’. Esta
gama compreende 10
desenhos, aplicados nos
modelos 530 System
e 520 System, feitos
à mão no estúdio da
Timorous Beasties ou
impressos digitalmente
na School of Art’s Centre
for Advanced Textiles,
em Glasgow.
www.linn.co.uk

A Mazda fez a estreia mundial da mais recente
evolução do Mazda CX-3, no Salão Automóvel
de Nova Iorque. Esta versão 2018 adopta um
design KODO mais maduro, motores SKYACTIV
amplamente modificados e um conjunto mais
abrangente de tecnologias de segurança
i-ACTIVSENSE, estando apto a dar continuidade ao
sucesso da geração anterior, ao mesmo tempo que
prepara a sua chegada ao mercado europeu, no
próximo Verão.
Trata-se da segunda evolução feita no modelo
desde seu lançamento em 2015, sendo que, uma
vez mais, o Mazda CX-3 2018 reflete a filosofia
de design da Mazda centrada no ser humano,
proporcionando ao condutor e passageiros uma
experiência mais madura e de maior qualidade em
todas as áreas. In Autosport, automais.autosport.pt

25

Trending VAIDADES

O fascínio pela beleza inspirou a Zara Home A marca de papel
a apresentar a sua Signature Collection, uma de parede e tecidos
linha de produtos marcada pela consciência De Gournay fez
material, que é tão escultural como funcional. uma parceria muito
Ambientador em sticks, vela e cerâmica exclusiva com a
perfumadas, com pimenta rosa, pinheiro, marca de calçado de
incenso, acordes verdes, mirra e madeiras luxo Aquazzura,
secas. www.zarahome.com do designer visionário
nascido em Florença
Edgardo Osorio.
A inspiração veio
depois de Osorio
aplicar papel de
parede da marca na
sua própria casa,
daí resultando um
projeto que combina
as áreas de atuação
e ‘expertise’ das duas
empresas.
www.aquazzura.com

A Hublot prossegue a sua
colaboração com a banda
Depeche Mode e propõe o relógio
Big Bang Greatest Hits, uma edição
de colecionador limitada a 55
peças, cujas vendas revertem a
favor da organização Charity Water.
charitywater.org

Emma Stone, fotografada por Craig McDean, dá a cara pela No centro empresarial de
campanha publicitária da Louis Vuitton, que viaja até ao Lisboa, o salão Slash
deserto californiano, revelando uma paisagem que mistura um Lisbon Hairdresser,
espaço selvagem com a arte de viajar. A produção retrata a com interiores do UMA
procura pela liberdade e aventura em espaços longínquos, que é, Collective Architecture,
no fundo, o espírito de viagem inerente à Louis Vuitton. destaca-se pela
diferença, promovendo,
26 a par dos trabalhos
do salão, instalações
artísticas, workshops,
projetos de arte, sessões
fotográficas, tudo isto
numa atmosfera muito
especial, com interiores
futuristas. www.slash.pt

BOA VIDA

Time Capsule é uma viagem pela
história da Maison Louis Vuitton, que
revisita as inovações em tecnologia
e design ao longo da sua história.
Um percurso desde os primeiros
passos, em 1854, até aos dias de
hoje, expondo-se objetos raros e
especiais dos arquivos da marca.
Time Capsule estará patente
em Madrid, no museu Thyssen-
Bornemisza, até 15 de maio.
Segundas, das 12h às 16h, terças
a sábado, das 10h às 19h, sábado,
das 10h às 21h. Entrada livre.
www.museothyssen.org

A primavera pede uma incursão pelos melhores terraços do país; nesta
edição escolhemos o do Less Baixa, no topo do edifício da Pollux,
que é, segundo muitos, a melhor vista da cidade. Vale a pena ir até lá
e provar o conceito Less, criado pelo chef Miguel Castro e Silva em
2015 para o projeto Gin Lovers, na Embaixada, Príncipe Real: produtos
portugueses, interpretados com sabor, requinte e simplicidade. Pollux,
Rua dos Fanqueiros, 276, 8º Piso, tel.: 218 811 200

Mala de fim de semana Avesso (215€), com dimensões
50x35x20cm, em linho e lã burel, e mala de mão Afinado
(160€), dimensões 40x27x18cm, em linho e lã burel, pela
Sennes, fundada em 2010, por Nele De Block, belga, em
colaboração com Pedro Franco. A marca combina as
tradições belga e portuguesas, recorrendo a materiais
altamente sustentáveis (lã da Serra da Estrela e linho belga),
materiais nobres e ecológicos que se revelam em acessórios
de grande beleza. www.sennes.org

A cadeia francesa Com o contributo do atelier oï e design
de Matthieu Visentin, o livro ‘How Life
MOB Hotel Unfolds’ lança um olhar na abordagem,
anunciou a abertura
de mais cinco hotéis métodos e processos do conhecido
até 2022, levando o atelier oï, com sede em La Neuveville,
seu conceito, muito Suíça. Arquitetura, design de produto
característico, aos
quatro cantos do e cenografia, têm ao longo dos anos
mundo. A empresa levado este atelier a experimentar muitas
do alquimista,
fundador e CEO, texturas e dimensões. 384 páginas,
Cyril Aouizerate, aprox. 500 imagens, 39€. O livro é
prepara para já uma
primeira abertura lançado como projeto independente
(em Pittsburgh) por ocasião da exposição ‘Oïphorie’
com interiores de no Musem für Gestaltung (Zurique),
Philippe Starck. Vale
a pena conhecer o patente até 30 de setembro, 2018.
movimento.
www.mobhotel.com 27

28

NVOIDVAA Naquela rua, em Leça da Palmeira,
a casa devoluta mostrava bem que a
beleza e nobreza de outros tempos
tinham-lhe sido roubadas pelos anos
sem cuidados ou manutenção.
Muitos olhos já a ignoravam, tão
habituados a vê-la assim todos os dias.
Foram, contudo, necessários os olhos
treinados da designer Sheila Moura
Azevedo para lhe devolver o brilho.

FOTOGRAFIA: PEDRO MENDES TEXTO: SHI STUDIO

29

No seu comentário, com uma ponta de excitação,
“tem pano para mangas”, a designer Sheila Mou-
ra Azevedo (Shi Studio) já reconhecia naquela casa
uma boa dose de potencial. De facto, os 200m2 e as três
frentes da casa fizeram sonhar os seus olhos treinados. An-
tevia já dias de renovado orgulho para a propriedade, dias
de cheiro de tinta nova nas paredes, de novas madeiras
no chão, de uma funcionalidade atual, de um passado de
maus tratos deixado lá mesmo – no passado – e um futuro
de novos habitantes, de crianças a correr pela sala, de vida
nova!
Depois do contrato assinado, e a chave entregue, foi feito
o levantamento de medidas – primeiro passo para o projeto
de reabilitação.
O atelier Shi Studio, liderado por Sheila, desenvolveu o pro-
jeto de recuperação da casa, cuja premissa assentava na

30

31

32

promessa de trazer a modernidade à casa sem, contudo,
esquecer a traça antiga e o caráter, que é fundamental res-
peitar. Foram mantidas as características de época – caso
do soalho corrido de madeira de Riga, o mosaico hidráuli-
co, o desenho de alguns pormenores.
É que para Sheila Moura Azevedo, “uma casa antiga é tão
válida quanto uma casa construída no ano passado”. A
designer acredita também que “estas casas com memória
merecem uma nova oportunidade, que se convidem novas
famílias a vir habitá-las, desde que as casas consigam res-
ponder às necessidades da vida de hoje – e esta é a minha
função”.
Surge, entretanto, uma cliente que quer habitar a casa. Ao
projeto de arquitetura é preciso juntar agora o de decora-
ção, a definição pormenorizada de cada móvel, de cada
candeeiro, de cada cor, do local de tudo e para tudo – e
que possibilite que a nova habitante do espaço ali viva con-
fortável e segura. É então feita a análise desta nova perso-
nagem, a interpretação de quem é, do que gosta, do que
lhe dá prazer e do que não gosta de todo. É preciso ver
como juntar as memórias da vida que traz consigo, dos ob-
jetos que transportará para esta casa, com as coisas novas
de que necessita. É preciso transformar esta “casca” que é
a casa num lar onde deve ser feliz e onde vai receber filhos
e netos. Neste cuidado de misturar memória com novidade
assegurou-se a harmonia, a qualidade, a durabilidade, a

33

34

35

36

facilidade de manutenção e limpeza, os aspetos técnicos
aos estéticos, resultantes em funcionalidade e conforto.
Entre o início e o fim da história feliz desta casa fica uma
obra de reabilitação interior completa.
No resultado final, salienta-se a luz, que é aproveitada ao
máximo, o espaço sala-cozinha, que tanto se pode abrir
como fechar através de portas de correr em ferro e vidro, a
casa de banho poética do rés-do-chão, onde foi feita uma
ilustração diretamente na parede, o quarto intimista e de
meditação, a lavandaria com muita arrumação e acesso
direto pela zona de estacionamento, o espaço de música
e leitura no topo das escadas, a máster suíte, com um es-
paçoso closet, a casa-de-banho da suíte, com banheira e
duche onde pontifica o mármore Carrara, o escritório de
toque oriental, e o aconchegante espaço exterior ligado di-
retamente à sala de estar.
Outros desafios estão já em curso e novas famílias irão ter
“casas novas com memória.”
www.shistudio.pt
[email protected]

37

38

39

40

41

42

43

44



46

eFeinmteinminpooral

Localizado em Lisboa, numa das suas zonas
mais nobres, o apartamento caracteriza-se
pela memória histórica da arquitetura
pombalina preservada na abordagem
contemporânea do design de interiores
definido por Cristina Jorge de Carvalho.

FOTOGRAFIA: FRANCISCO ALMEIDA DIAS TEXTO: IF

47

Acliente, uma executiva de sucesso, pedia ambien-
tes que consolidassem as suas preferências, ne-
cessidades e estilo de vida. Até memórias. Como
tal, o projeto assenta numa estética feminina e eclética mui-
to bem conseguidas.
Coube à arquiteta e designer de interiores Cristina Jorge
de Carvalho (CJC) conduzir esse desafio com toda a sensi-
bilidade que só uma mulher tem, refletindo no apartamento
de traça pombalina com 125m² o estilo de vida cosmopolita
da sua cliente.
O estilo arquitetónico do edifício foi o ponto de partida para
a inspiração da decoração, sustentado pelos gostos e ne-
cessidades pessoais de quem o habita.
Além da arquitetura de interiores, Cristina Jorge de Carva-
lho é responsável pelo design de grande parte do mobiliá-
rio. É ainda da sua autoria a seleção das obras de arte e
das peças de design que integram este espaço, imprimin-

48

49

50


Click to View FlipBook Version
Previous Book
Arctic Blast : Eliminate The Joint Pain In Our Body
Next Book
TMT Plus - Dynex - PRESENTATION