The words you are searching are inside this book. To get more targeted content, please make full-text search by clicking here.

Edição 1175 do Jornal Folha de Embu

Discover the best professional documents and content resources in AnyFlip Document Base.
Search
Published by Rodaike, 2019-02-20 07:38:54

Folha de Embu - 1175

Edição 1175 do Jornal Folha de Embu

O jornal que nasceu junto com Embu

Circulação em Embu das Artes, Taboão da Serra, Embu-Guaçú e Itapecerica da Serra Edição nº 1175 de fevereiro de 2019

7
Embu das Artes completa 60 anos
REPORTAGEM ESPECIAL: Embu das Artes teve somente 8 prefeitos até o momento

Em toda a sua histó- 8 prefeitos eleitos, alguns dos Prefeitura. eleição do primeiro prefeito, conhecido, era vinculado a por um longo período, tan-
ria de 60 anos (1960-2019), quais cumprindo dois e até Embu tem uma histó- em 1959. Até aquele ano, o Itapecerica da Serra, sede to Itapecerica como M’Boy
Embu das Artes teve apenas três mandatos à frente da distrito de M’Boy, como era da Comarca. Curiosamente, (Embu)
ria política que antecede a

Sucateamento

Moradores
reclamam
do abandono
no esporte

Mato cobre a quadra do Jardim Nossa Senhora de Fátima Manutenção está

sendo feito pelas

próprias pessoas

Moradores de Embu das
Artes reclamam do aban-
dono de quadras esportivas
na cidade e denunciam que,
além da má conservação, os
locais viraram ponto de uso
de drogas devido à falta de
iluminação.

A quadra do Jd. Nossa
Senhora de Fátima está sem
cobertura, estruturas enfer-
rujadas e os alambrados ar-
rancados. O vereador Edvâ-
nio Mendes fez a denuncia
nas redes sociais e cobrou a
explicações. “Cadê o secre-
tário de educação? Ele não
tem noção da importância de
uma quadra para a comuni-
dade”. Página 7

Licitação Entrevista

Tarifa poderá ser de R$ 4,21 com licitação Annis Bassith, pioneiro da
Subsídio para empresa pode chegar a R$ 11,5 milhões por ano Administração de Embu

Vereadores alteram lei para garantir pagamento de subsídio previsto na licitação do transporte público de Embu Annis Bassith foi o primeiro prefeito de Embu

Emprego Estupros crescem
quase 40% em 2018
Taboão foi a 4ª cidade que mais na região
gerou emprego; Embu ficou na 51ª
página 6
GERAÇÃO DE EMPREGO - DADOS DO CAGED - MINISTÉRIO DO EMPREGO
Prefeito recusa
Cidade Contratações Demissões Saldo Rank Cidade Contratações Demissões Saldo Rank dinheiro para nova
São Paulo 1.625.741 1.567.384 58.357 1º Juquitiba 1.875 1.225 650 42º quadra no Vazame
Ribeirão Preto 6.958 2º Itapecerica 8.383 7.739 644 43º
Campinha 96.236 89.278 4.973 3º Embu das Artes 16.217 15.641 576 51º página 7
Taboão da Serra 146.923 141.950 4.872 4º São Lourenço 3.154 2.831 323 84º
35.936 31.064 Moradores de Embu
e Taboão recebem
água suja da Sabesp

página 6

Política página 2

Jorge Costa busca implementação de Fatec Foto: Divulgação

O prefeito Jorge Costa Governo, Ciência e Tecnolo- com ETEC e possibilita pré-
se reuniu nesta semana com gia, Carlos Calado, e a dire- dios próprios para abrangê-
representantes do Centro tora municipal de Indústria -la.
Paula Souza. Em pauta, a im- e Comércio, Andreza Souza.
plantação de uma FATEC – “Nossa Administração
Faculdade de Tecnologia de De acordo com estudos está muito atenta às dificul-
São Paulo em Itapecerica da apresentados na reunião, dades enfrentadas pelos jo-
Serra. Itapecerica da Serra reúne vens para ingressar ou se
uma série de requisitos que recolocar no mercado de
Os diretores Prof a coloca como propícia para trabalho em meio à atual
Dr.Geraldo da Silva (uni- sediar um nova unidade. crise econômica do País. Se
dade Zona Sul), Profa. Dra Além de posição geográfica conseguirmos concretizar
Márcia Araújo (unidade Ca- estratégica (está afastada de esse projeto da FATEC, tenho
rapicuíba) e Vanessa Lopes, outras unidades e abrange- certeza que vamos melho-
diretora acadêmica unidade ria a população de municí- rar consideravelmente esse
Carapicuíba, estiveram no pios vizinhos, como Embu- quadro; a parceria irá gerar
gabinete do prefeito avalian- -Guaçu, São Lourenço da grandes benefícios à nossa
do a possibilidade de parce- Serra e Juquitiba), a cidade população”, disse o prefeito
ria. Também participaram possui quantidade adequa- Jorge Costa.
do encontro o secretário de da de moradores, não conta
Prefeito Jorge Costa em reunião

Educação

Fernando Fernandes entrega creche para 200 alunos
Foto: Divulgação
A creche recém-inaugu- Prefeito Fernando Fernandes nasci em um lar pobre, de poder participar da inaugu- Índice de Desenvolvimento
rada no Parque Pinheiros uma famíla humilde, e lá vida”, relembrou. ração de um “importante da Educação Básica (Ideb),
recebeu nesta segunda-fei- reafirmando assim a impor- atrás entrei numa escola pú- A deputada estadual equipamento”. “A creche vai que alcançou a nota 6.8 no
ra, 11, primeiro dia de aula, tância deles na participação blica que tinha um bom en- permitir que 200 crianças ensino básico, também ex-
cerca de 200 crianças de 6 da vida escolar dos filhos. sino e me formei médico, e a Analice Fernandes também possam ser recebidas e fica- plicou que a parceria é como
meses a 3 anos que aguar- educação e a minha profis- esteve na cerimônia e para- ram em segurança enquanto “se a prefeitura estivesse pa-
davam na fila de espera por Ele também ressaltou o são transformaram a minha benizou o prefeito “por prio- as mães vão trabalhar tran- gando escola particular para
uma vaga. poder da educação na vida rizar a educação”. Ela ainda quilamente. Nós estamos as crianças”.
das pessoas e usou seu pró- disse estar muito feliz por aqui comemorando a possi-
A PAC (Programa de prio exemplo para isso. “Eu bilidade destas crianças te- “Para cada criança ma-
Atendimento a Criança) foi rem a suas vidas pelo proces- triculada no berçário, a
entregue na manhã de do- so educacional”, destacou. prefeitura repassa 274,52.
mingo, dia 10, e é fruto de Mensalmente nós vamos re-
uma de um convênio firma- “Nós temos uma bela passar esse convênio aqui
do entre a prefeitura e a Cá- parceria feita, e através dela, para a igreja mais de R$ 50
ritas São Pedro Apóstolo. O muitas pessoas têm sido pro- mil reais [...] esse dinheiro
equipamento é 7º da educa- fissionalizadas aqui, por isso será para pagar todos os fun-
ção infantil inaugurado na Taboão atingiu agora recen- cionários da escola, comprar
gestão de Fernando Fernan- temente no ranking estadu- os alimentos para merenda
des e, com ele, Taboão atinge al o 4º lugar da cidade que e equipamentos”, disse.
a marca de 14º PACs conve- mais empregou. O nosso
niadas com instituições so- projeto Lado a Lado profis- Para ele, a gestão mu-
ciais. sionalizou só no ano passado nicipal está “construindo
mais de 3 mil pessoas”, disse uma base nacional com um
“O filho é a coisa mais ainda Analice em relação às bom currículo na educação
importante na nossa vida, escolas profissionalizantes infantil” e ressaltou que o
por isso a presença e a par- gratuitas criadas pela ges- trabalho também é feito “no
ticipação de vocês na forma- tão municipal. João Medei- campo das experiências, em
ção destas crianças vai fazer ros, secretário da Educação, que a criança é estimulada, a
a diferença lá na frente”, dis- além de ressaltar os resulta- partir de todas essas experi-
se o prefeito durante a ceri- dos obtidos pela cidade no ências, a aprender”, finaliza
monia aos pais presentes, o secretário.

Transparência Serviços

Em plenária, Geraldo Cruz ressalta 3 leis de Analice Fernandes solicita Ganha Tempo
sua autoria e emendas para Embu
para Embu-Guaçu e Itapecerica Foto: Divulgação

O deputado estadual Ge- mandato parlamentar deve na Assembleia leis que be- A deputada estadual Analice Fernandes e presidente do Detran.sp
raldo Cruz (PT) realizou no ser analisado pelo conjun- neficiam a população do Analice Fernandes parti-
dia 9 de fevereiro, na Câmara to das atividades realizadas, Estado de São Paulo, den- cipou de uma reunião na municípios economizem Dentre os serviços ofe-
Municipal de Embu das Ar- mas também pela sua capaci- tre elas destacamos: Nota tarde desta quarta-feira, recursos financeiros ao in- recidos é possível realizar a
tes, às 15 horas, uma Plenária dade de diálogo com a popu- Fiscal da Saúde (329/2017), dia 23, com o novo presi- cluírem diversos serviços expedição do RG e a emis-
de Prestação de Contas dos lação, tanto na construção e que garante reembolso de dente do Detran.SP, Paulo prestados pela prefeitura são e renovação da carteira
seus oito anos de mandato realização quanto na presta- gastos com medicamentos e Roberto Falcão. Segundo a em um único local”. nacional de habilitação.
na Assembleia Legislativa de ção de contas das ações”, afir- exames; Transporte Gratui- assessoria da parlamentar,
São Paulo. ma Geraldo. to para maiores de 60 anos um dos assuntos tratados
(69/2013), garante a gratui- foi a abertura de unidades
O evento teve como foco Com a Câmara lotada o dade no transporte coletivo do Ganha Tempo em Embu-
apresentar a atuação do man- deputado falou com a popu- para pessoas que possuam -Guaçu e de Itapecerica da
dato no legislativo paulista, as lação presente da atual situ- idade igual ou superior a 60 Serra.
emendas enviadas aos mu- ação política do país, a prisão anos; e a Lei para a Juventu-
nicípios, os projetos de leis, arbitrária do ex-presidente de (304/2013), implementa, Em sua rede social,
as comissões parlamentares Lula e a má gestão que o mu- no âmbito do Estado de São Analice Fernandes disse
e expor o papel do deputado nicípio está enfrentando. Paulo, políticas públicas des- que “este importante pro-
no parlamento. tinadas à juventude. grama do Governo do Esta-
Com um mandato pro- do, semelhante ao Poupa-
“O desempenho de um positivo o deputado criou tempo, traz agilidade para
a população que faz uso
Foto: Divulgação dos serviços públicos, além
de contribuir para que os

Deputado Geraldo Cruz durante evento na Câmara de Embu

CNPJ: Folha de Embu - 59.926527/0001-94 Todas as matérias e anúncios deste jornal são
Site: www.folhadeembu.com.br de responsabilidades de seus idealizadores
Fundado em: 04/10/59
Fundador: Dr. Mário Osassa
Fale com a Folha de Embu: [email protected]

página3 Transporte
Tarifa poderá ser de R$ 4,21 e ter menos ônibus

Licitação pode mudar empresa que faz o transporte público em Embu das Artes
Foto: Alexandre de Oliveira
Documentos da licita-

ção do transporte público

mostram que a tarifa em

Embu deverá ser no míni-

mo de R$ 4,21 (Anexo 4.2 da

licitação). No custo já está

incluído a aquisição de no-

vos veículos com os requisi-

tos da licitação. A prefeitura

exige ônibus com rastrea-

dor, internet embarcada e

sistema de armazenamen-

to e identificação facial dos

passageiros (Anexo 6 da li-

citação). Nas especificações,

não foi encontrado a exi-

gência de ar-condicionado,

mas sim de janelas com vi-

dros deslizantes e sistema

de ventilação no teto (Ane-

xo 6 e item 3.1.1 da licita-

ção).

A empresa que ganhar

a licitação poderá fazer o

reajuste anual da tarifa au-

tomaticamente (Anexo 4

e item 5.1.1 da licitação) e

prevê menos ônibus que a

frota atual, sem a obrigação

de aumento de frota duran-

te 20 anos. Os veículos po-

derão ter no máximo 7 anos

de uso (Anexo 6 item2). A

nova frota terá 75 ônibus e

6 microônibus.

Problemas no sistema atual

O sistema de transpor-

te público em Embu enfren-

ta problemas decorrente

da forma de contrato atu-
al, que é temporário e de Licitação pode mudar empresa e aumentar o valor da tarifa

emergência, o que dificulta

e até impossibilita a com- ANEXO 4.2 DA LICITAÇÃO: PLANILHA DO ESTUDO DE VIABILIDADE
pra e renovação de ônibus.

As fábricas oferecem veícu- Plano de negócio sugerido pela Prefeitura Cálculo da tarifa sugerida
los a preço reduzido e com Totalização dos Custos
manutenção diferenciada Despesas de Operação R$ 1.142.687,41 Média de Passageiros Pagantes (¨) R$ 4.042.009,72
para empresa de transpor- Tarifa sugerida 959.387
te que possuem contrato Despesas de Combustível 786.429,30 R$ 4,2131
de longo prazo. A precária Sobreposição das linhas no sistema viário
infraestrutura da cidade Despesas de Lubrificantes 126.811,73

Despesas c/ Mater. Rodagem 43.862,70

Despesas c/ Peças e Acess. 185.583,68

gera custos elevados de ma- Despesas de Operação Pessoal R$ 2.023.381,77
nutenção dos veículos e os Despesas Pessoal Operação 1.267.664,86
repasses financeiros legais Despesas Pessoal Manutenção 171.134,76
e obrigatórios que a Prefei- Despesas Pessoal Admin. 93.901,10
tura deveria repassar não Despesas com Benefícios 459.431,06
estão sendo feitos. Despesas com Remun. Diretoria 31.250,00
R$ 326.883,88
A empresa atual do Despesas Administrativas 163.087,02
transporte afirmou que irá Despesas Gerais e Admin.
participar da nova licita-

ção pois o contrato oferece Despesas com Sist. Tecnológico 55.013,02

melhores condições de tra- Despesas com Seguros e Licenc. 108.783,84
balho. Afirmou que com a Custo de Capital - Depreciação. R$ 305.294,55
licitação de 20 anos poderá 294.961,51
adquirir novos ônibus, ter Depreciação de veíc. da frota 10.333,05
garantia dos repasses da Deprec. de máq., inst. equip. R$ 243.762,11
Prefeitura para manuten- Custo de Capital - Remuneração 220.954,77
ção e, principalmente, pre- Remuneração de veíc. da frota 13.032,76
servar os 500 postos de em- Remuneração Máq. , Inst., Equip. 9.774,57
pregos diretos gerados na Remuneração Mat. Almoxarifado

cidade de Embu. Total das depesas e custos R$ 4.042.009,72

: Sobreposição das linhas no sistema viário

Subsídios

Subsídio para empresa pode chegar a R$ 11,5 milhões por ano

Vereadores alteram lei para garantir pagamento de subsídio previsto na licitação
Foto: Taboão em Foco
O prefeito Ney Santos dicionado, e destinar 1 milhão tiveram do voto e questiona-

anunciou a licitação do trans- para recuperar os pontos de ram alguns pontos no projeto.

porte coletivo de Embu na ônibus no primeiro ano, tendo A oposição queria a realização

primeira sessão do ano da Câ- a obrigação de trocar 20 ônibus de uma audiência pública para

mara Municipal de Embu das a cada ano”. debater as mudanças.

Artes. A licitação irá ocorrer Após anuncio, vereado- A mudança na lei apro-

ainda este ano e a concessão res aprovaram o Projeto de Lei vada pelos vereadores viabili-

será de 20 anos. Complementar que altera al- za o pagamento de subsídios

“A licitação já foi publicada guns pontos do transporte pú- especificados na licitação. Nos

e no próximo dia 21 vai aconte- blico. A principal mudança é a documentos da licitação, mais

cer. Mais de 21 empresas já re- previsão legal da concessão de especificamente no Anexo

tiraram o edital”, afirmou Ney. subsídio à nova concessionária 4, item 14, na parte de anali-

A concessionária vencedora, para garantir gratuidade na ta- se de viabilidade, em cená-

aindadeacordocomele,“teráa rifa de especiais. rio definido pela prefeitura, a

obrigação de investir R$ 55 mi- Apesar de ter sido apro- concessão do subsídio será de

lhões na cidade, trazer 85 ôni- vada com 13 votos favoráveis, R$ 962.761,78 ao mês ou R$

bus novos, com wi-fi e ar-con- vereadores de oposição se abs- 11.553.141,36 ao ano.

Anexo 4 da licitação: Viabilidade financiera

Prefeito Ney Santos e os vereadores Hugo Prado e Ricardo Almeida

Legislação vigente que concede gratuidade ao usuário

Categoria Tipo de Cartão Gratuidade
Estudantes Cartão BEM Escolar
Idosos acima de 60 anos Cartão BEM Melhor Idade 50%
Portador de deficiência e acompanhante Cartão BEM Especial 100%
Professores Cartão BEM Escolar 100%
Jovem aprendiz Cartão BEM Jovem Aprendiz 50%
100%

Reportagem Especial Embu completa 60 anos página 4

Márcio Amêndola de Oliveira* Foto: Divulgação Longevidade e
família
Aos 91 anos - ele nasceu Annis Bassith, pioneiro da
em 1927 - Annis Neme Bassi- Com relação à longevi-
th ainda se mantém lúcido e Administração de Embu dade, tendo vivido quase um
fiel às suas origens, lembran- século, Annis diz que enca-
do com saudades, alguns or- relação à rua. “Eu cometi um Antes de atuar no Embu atribui a derrota, Annis diz Freitas, Annis diz que “se eu ra isso com otimismo: “Eu
gulhos e arrependimentos, crime”, lamenta. em seu próprio negócio, que “é a evolução; a política não fizesse isso (Embu) fica- administro isso muito bem;
como contou em entrevis- onde fundou as Organiza- é uma dinâmica; eu derrotei va estagnado, o IPTU era fra- você tem saudades de algu-
ta exclusiva aos repórteres “Eu sou culpado de uma ções Contábeis Bassith (Con- o Oscar na primeira (1968), quinho”. Uma polêmica en- mas fases, mas você tem que
Márcio Amêndola, Olmaro coisa importante, de cortar tabilidade e Imobiliária), An- ele veio com tudo na segun- volveu a tentativa de Annis encarar o futuro, não o pas-
Bebiano e Alexandre Olivei- aquelas árvores, tinha umas nis lembra que trabalhou em da (1972), tinha recursos, de criar o Distrito do Pira- sado, o passado não adianta
ra, realizada no dia 9 de fe- árvores de cem anos. Burri- São Paulo por 14 anos, como veio pra cima”. juçara, que seria o primeiro nada. Estou com 91 anos, e
vereiro, pouco mais de uma ce, burrice... falta de expe- vendedor numa empresa de passo para a eventual futura graças a Deus a cabeça fun-
semana antes do aniversá- riência, eu queria alinhar peças para automóveis, a Perguntado sobre o fato emancipação da periferia de ciona bem”.
rio de 60 anos da Emancipa- o jardim, é um pecado, um Companhia Importadora de de ter sido de um grupo e um Embu. Muito criticado pelo
ção de Embu das Artes, cujo crime que foi cometido por Produtos Americanos - CI- partido conservador (Arena/ projeto, apresentado por Annis lembra do passa-
principal artífice foi ele, An- mim, pegar uma árvore cen- PRA. A partir do início dos PDS/hoje PP) que apoiou a di- volta de 1990, quando era do e da família, seu pai, mãe
nis, entre 1958 e 1959. tenária e cortar, sem razão. anos 1950, quando foi eleito tadura, e depois de ter apoia- vereador na época da gestão e três filhos. “Perdi meu ir-
Foi o maior erro da minha vereador pelo Município de do em 2000 a candidatura de do prefeito Joaquim Mathias mão jovem, Neme Bassith,
Annis conta que: administração, um crime Itapecerica da Serra por dois Geraldo Cruz (PT) e Roberto de Moraes (1989-1992), An- de câncer, sofreu pra bur-
“foi fundada a Asso- que não me conformo de ter mandatos, para defender Terassi (PL), Annis sorri e nis Bassith se defende das ro. Perdi um irmãozinho de
ciação Cívica de Embu cometido. Hoje eu não te- os interesses do distrito de diz que “eu não apoiei aber- críticas da imprensa na épo- cinco anos, Feres, que ficou
pela união de interes- ria feito de jeito nenhum, a M’Boy (Embu), ele passou a tamente, mas porque eles ca (inclusive do Jornal Fato internado no Hospital Emí-
ses de vários setores consciência é outra”, afirma dedicar seu tempo cada vez eram os melhores, então eu Expresso), que dizia que o lio Ribas e morreu de uma
embuenses da época Annis. mais a Embu das Artes, onde só tinha que escolher, eu não mapa do novo distrito dei- doença de ocasião, perdi o
(1958), então formou-se vive até hoje, mas já afas- tinha mais vínculo nenhum xaria os bairros mais pobres Neme com trinta e poucos,
um grupo de trabalho, e Annis também diz que: tado dos negócios. Porém, com partido, nem a política sem o Parque Industrial, foi muito triste, mas a vida
as reuniões eram feitas seu escritório comercial ain- me interessava mais, então mas Annis afirma que seu é assim mesmo. Meu pai, Sa-
na casa do Carlos Koch, “o que eu gostaria da funciona na Rua Solano eu optei pelos melhores, e projeto deixava as indústrias lim Neme Bassith veio de Bei-
e devagarinho nós vi- de ter feito e não con- Trindade. os melhores eram o Teras- no lado do distrito do Piraju- rute (Líbano), com 12 anos, e
mos o movimento cres- segui (como prefeito), si e o Geraldo, apesar de eu çara, usando a BR-116 como quando veio a Embu se ins-
cer até chegarmos na gostaria de ter dado Inauguração da BR- ser um adversário ferrenho ‘linha de corte’ da nova área talou naquele prédio que
mão do deputado Sca- mais escola para a mo- 116 em 1961 do Geraldo. Eu analisava: administrativa. “Essa divi- tem o Berimbau (em frente
lamandré, e ele levou à cidade nossa. O ‘Ma- você não pode ser inimigo são, eu não queria trazer ao Convento, no Largo dos
Assembleia o pedido de ria Auxiliadora’ é da Annis lembra que a via (só) porque a política é con- tudo pra cá (Centro Histó- Jesuítas), dos tios dele, ele
emancipação. Duas pes- minha época, e o pré- mais usada para acesso a trária; não tem essa história. rico), mas deixar (o Parque veio morar ali, com 12 anos,
soas (no Embu) eram dio do MOSC (Escola Embu entre os anos 1930 e Se a política é contrária, você Industrial) lá (no Distrito do ele veio garotão de tudo. Ma-
contra a emancipação: Madre Odete de Souza 1950 era a antiga Estrada tem que respeitar, a minha Pirajuçara), que seria o iní- mãe, Excândara Bechara
Domingos Paschoal e Carvalho) foi eu que do DAE (Departamento de posição é diferente da sua”. cio que dava sustentação fi- Bassith (dona Alexandrina)
Waldemar Ribeiro; eles inaugurei”. Águas e Energia), que pas- Ele conta que durante o úl- nanceira”. O projeto do novo casou-se com meu pai em Ri-
eram muito aliados de sava pelo Jd. João XXIII (às timo mandato de vereador Distrito acabou sendo arqui- beirão Pires moça, adulta, o
Itapecerica, que não Mas diz que gostaria margens da Rodovia Raposo (1989-1992) “tive que admi- vado, por falta de apoio. conheceu aqui. Ela também
queria”. de ter feito mais que isso na Tavares) até o bairro de Ita- nistrar a minha desavença era de Beirute. A história de
Mas a emancipação foi Educação do município, com tuba, passando pelos atuais com a (vereadora) Maria das Sobre seu segundo go- mamãe é muito interessan-
aprovada no plebiscito e modéstia. Santa Luzia e Jd. Silvia, com Graças (PT), ela era... petista, verno à frente da Prefeitu- te, ela veio pro Embu, não ti-
Embu tornou-se um novo acesso ao Centro pela atual mas foi indo, indo e deu cer- ra (1968-1972), Annis diz nha água, não tinha luz, era
Município paulista, em 18 de Criação da Feira de Estrada Cândido Mota Filho. to. O importante é que, com que “no segundo eu peguei vila, o Embu era uma vila,
fevereiro de 1959, há exatos Artes Foi somente em janeiro de todas as desavenças, eu saí melhor, os recursos eram não tinha nada, nada, nada.
60 anos. 1961 que a BR-2 foi inaugu- com uma boa amizade com melhores, o imposto já era E ela veio para Embu, fica-
Após a conquista da Sobre o que lhe deu rada – atual BR-116 – pelo eles”. maior, mas mesmo assim foi va no armazém, e não podia
Emancipação por um ple- mais prazer ao administrar próprio presidente Jusceli- difícil”. Sobre as brigas situ- falar a língua (árabe) com o
biscito eleitoral, Annis can- a cidade, o maior orgulho de no Kubitscheck de Oliveira, Bassith atribui esse res- ação x oposição no Embu, e papai, porque o pessoal dos
didatou-se a prefeito pelo Annis Bassith foi a criação que veio à divisa de Embu peito que recebe de todas as o conturbado período mais sítios achavam que estavam
PTN (Partido Trabalhista por ato administrativo, da com Itapecerica da Serra, ao correntes políticas, inclusive duro da ditadura, Annis é falando mal deles. E eu fi-
Nacional) e venceu a pri- Feira de Artes de Embu, em lado do atual posto da Polí- às de esquerda, “porque eu reticente ao falar sobre este quei sem apreender o árabe
meira eleição da história da 1969, oficializando o que já cia Rodoviária Federal, para conduzia a minha vida po- assunto, mas admitiu que por estupidez minha”.
cidade, em 4 de outubro de vinha de forma fragmenta- a inauguração. lítica pautada em coisas sé- houve muita discussão se
1959, tomando posse, jun- da sendo organizado por al- rias, por Embu”. deveriam ou não ser cassa- Mensagem aos que
tamente com seu vice, Dr. guns artistas locais, entre os “Com meu carrinho dos ou perseguidos vereado- aqui estão
Carlos Koch, também eman- quais Mestre Gama, Josefina fui até São Paulo acom- Caminhão novo e res opositores, por exemplo,
cipador, no dia 1º de janeiro Azteca, Cirso Teixeira, Age- panhar o presidente na um “gigante” mas que segundo ele, nin- Como mensagem para
de 1960. nor, Claudionor Assis, entre caravana (até Embu). guém foi perseguido. quem vive hoje na cidade,
outros. “A criação da feira de Ele veio de avião (de Continuando, Annis diz após esses 60 anos de admi-
Primeira sede da artes de Embu, foi importan- Brasília) até (o aero- que “Embu era uma criança “Aqui não se pen- nistração, Annis Bassith diz
Prefeitura te, deu projeção para Embu”, porto de) Congonhas, e e cresceu, hoje é um gigan- sava em fazer políti- que:
afirma Annis. A oficialização até aqui, de comitiva, te. Embu era um distrito, e ca contra a ditadura, “eu deixaria de mensa-
Da casa onde nasceu, no da feira de artes e artesana- de carro”... “Naquele por ser um distrito, tinha se resguardavam (a gem é que não houvesse
Largo 21 de Abril, hoje agên- to, por Annis, completa tam- tempo o Embu era uma um freio forte; veio a eman- oposição), porque eles tanta política, houvesse
cia do Banco do Brasil, Annis bém 50 anos agora, tornan- gostosura, não tinha cipação, se soltou. Quando eram vingativos, o mais trabalho, menos
tem belas e más lembran- do Embu num dos núcleos ninguém”. você é um distrito, fica pre- pessoal do exército era politicagem e mais tra-
ças. Lembra que em frente à mais famosos de arte popu- so à sede, e não sendo mais vingativo, e você ficava balho; é o que precisa,
praça havia algumas vacas, lar do país. Brigas ‘situação’ x distrito, sendo um municí- resguardado”. sem trabalho você não
pertencentes a Indalécio do ‘oposição’ pio, você começa a ser dono avança, não é?”.
Espírito Santo Gonçalves, e Annis lembra também da (sua) vida. Mas o início Para ele, “o passo que
que quando alguém queria do incentivo à indústria. Nos No que se refere aos da administração foi difícil Embu deu entre a emancipa- Sobre a qualidade da
leite, bastava pedir ao Sr. In- anos 1960 Embu tinha três embates políticos de Embu pra burro; o caminhão Ford ção (1959) e hoje é enorme. política de Embu hoje, ele
dalécio, que ele conduzia o ou quatro fábricas, quase nos primeiros anos de go- comprei no meu nome, por- (Embu) tem vida própria, disse: “Vou falar do pouco
animal ali mesmo ao lado da todas ligadas à produção de verno, Annis lembra da di- que o gerente da Ford mora- e isso representa muito, a que eu conheço um pouco
praça, e da ordenha saía um papel e papelão: Fibracaixa, cotomia entre Arena (situa- va aqui no Embu, e o primei- administração. Voltando de Embu: muito ruim. Por-
balde de leite fresco e quen- Cia de Papéis e Papelão Yaz- ção) e MDB (oposição), com ro caminhão foi engraçado, à emancipação, os benefí- que eles não fazem adminis-
te, que logo era bebido pela bek, Solipel, todas instaladas o bipartidarismo imposto eu comprei com o meu aval, cios que vieram com ela são tração para o bem da cidade,
molecada. na atual Avenida Elias Yaz- pelo regime militar. “O MDB mas como eu tinha certeza enormes; só o fato de você eles pensam muito no bem
bek (antiga Estrada de Itape- surgiu (no Embu) com a opo- da minha força administra- ser dono do seu nariz, não deles; essa é a realidade”.
Foi também na mesma cerica da Serra, no Centro) e sição do Oscar Yazbek, que tiva, eu acabei avalizando e depender de Itapecerica...
casa, no Largo 21 de Abril a de componentes elétricos fundou o partido. Era ele, trazendo o caminhão novo; porque havia uma rivali- Sobre ter recebido o tí-
que funcionou a primeira Mallory (Jd. Sadie). Depois o Benedito (Lourenço de foi uma festa trazer o cami- dade grande entre Embu e tulo de “Cidadão Embuen-
sede da Prefeitura, em sala veio o Parque Industrial Ra- Moraes), e outros. Em 1972 nhão novo!”. Itapecerica... sair da teta da se” mesmo tendo nascido no
cedida pela família Bassi- mos de Freitas, nome de um Oscar ganhou a eleição”. vaca e tomar leite sozinho” Embu (destinado a pessoas
th, porque a cidade recém- antigo proprietário de terras Perguntado sobre a que ele Sobre a industrializa- (risos). de fora que vieram para a ci-
-emancipada não tinha di- às margens da BR-116, onde ção de Embu e a criação do dade e se destacaram), Annis
nheiro para nada. Quando hoje também está instalada Parque Industrial Ramos de se diverte: “Eles não imagi-
Annis assumiu a prefeitura, a Câmara Municipal. nam o que é ser cidadão em-
ele diz que “não tinha um lá- buense, eles dão título a tor-
pis, uma caneta”. to e a direito”, criticando o
grande número de homena-
Annis confirma uma gens entregues pela Câmara.
história engraçada, de uma Quanto à vida pública, Annis
das primeiras leis de Embu, acha que “valeu a pena, por-
autorizando a compra de que eu consegui alguns obje-
um arreio novo para o bur- tivos; o duro é quando você
ro da carroça que recolhia o fica numa luta e não con-
lixo das casas do Centro. Até segue nada, é ruim, mas eu
para isso era necessária au- consegui. Eu só tenho a agra-
torização legislativa, e Annis decer e fazer votos que o
não titubeou: mandou o pro- Embu continue na caminha-
jeto, aprovou a lei e comprou da do progresso”, concluiu o
homem que é a história viva
o arreio novo para o burro. de Embu das Artes.

Maior *Márcio Amêndola de
arrependimento Oliveira é Executivo Públi-
co na Secretaria de Gover-
Uma história triste que no do Estado de São Paulo
Annis conta em relação à sua e graduado em História na
vida como administrador de USP. Agradecimentos a Annis
Embu foi o que ele chama Neme Bassith, que forneceu
seu maior arrependimento informações preciosas para
como prefeito: mandou cor- esta matéria. Dados estatísti-
tar várias árvores centená- cos da reportagem retirados
rias que se enfileiravam ao em arquivos históricos dos
lado do campinho de terra jornais Folha de Embu, Gaze-
no mesmo Largo, porque as ta do Embu, Tribuna do Embu
árvores eram muito grandes e Fato Expresso.
e estavam desalinhadas em

página 5

Embu completa 60 anos Reportagem Especial

Embu teve somente 8 prefeitos em 60 anos

Embu: 1958 a 1987 Galeria de Prefeitos Embu: 1988 a 2015

Márcio Amêndola de Oliveira* Terceiro mandato

Em toda a sua histó- (Embu) eram distritos de Em 1988 Orlandi ten- tos (26,4%), contra 15.823 de
ria de 60 anos (1960-2019), Santo Amaro, município tou eleger seu Secretário de Puccini (24,2%). Mas, o fator
Embu das Artes teve apenas que desapareceu, sendo in- Saúde, Dr. Geraldo Puccini que ‘derrubou’ o PMDB foi a
8 prefeitos eleitos, alguns dos corporado à cidade de São (PMDB) para sua sucessão, divisão interna. A vereadora
quais cumprindo dois e até Paulo. Em meados do século mas Joaquim Mathias de Brígida Sacramento decidiu
três mandatos à frente da XIX Itapecerica emancipou- Moraes, o Quinzinho levou rachar e candidatar-se a pre-
Prefeitura. -se de Santo Amaro, tor- a melhor e elegeu-se prefei- feita pelo PV, obteve só 5.038
nando-se sede da Comarca to pela terceira vez, ficando votos (7,7%), mas foi o sufi-
Embu tem uma histó- e abrigando os distritos de no cargo entre 1989 a 1992. ciente para derrotar seu ex-
ria política que antecede a Embu, Taboão, Juquitiba, Quinzinho obteve 17.247 vo- -partido, o PMDB.
eleição do primeiro prefeito, Embu-Guaçu e São Louren-
em 1959. Até aquele ano, o ço da Serra. Já no século XX, Annis Neme Bassith Joaquim Mathias Puccini insiste e vence
distrito de M’Boy, como era nos anos 1940 e 50 a Câmara 1ºPrefeitoePrefeitoeleito1958 Prefeitoem1963,1977e1989
conhecido, era vinculado a de Itapecerica chegou a ter
Itapecerica da Serra, sede representantes (vereadores) Candidato novamente, ex-mentor Nivaldo Orlan-
da Comarca. Curiosamente, de Embu, um dos quais An- Puccini acabou sendo elei- di (PDT), ficou apenas em
por um longo período, tan- nis Neme Bassith. to pelo PMDB em 1992, com terceiro lugar, com 7.315
to Itapecerica como M’Boy 23.341 votos (30,6%), tendo votos (9,6%). Curiosamen-
como vice Sadao Nagata. te, em sua primeira tentati-
Emancipação e o 1º Prefeito Na ocasião o ex-prefeito va para o cargo Executivo,
Oscar Yazbek (PSD), seu o atual deputado estadual
Em 1958 surge o movi- em 1959. No dia 4 de outubro principal concorrente, ob- Geraldo Cruz (PT), ficou em
mento cívico de M’Boy, que se daquele ano foram realizadas teve 10.254 votos (13,4%). quarto lugar, com 6.010 vo-
transformaria na Associação as primeiras eleições, e An- Rompido com Puccini, seu tos (7,9%).
Cívica de Embu, fundada em nis Neme Bassith foi eleito o
17 de março de 1958, na casa primeiro prefeito da história Yazbek: vitória apertada
do Dr. Carlos Koch (imóvel de Embu, pelo PTN, com 480
que ainda existe, em frente à votos, batendo João Marques Oscar Yazbek Nivaldo Orlandi No final do governo de o ex-vereador Josmar Be-
Caixa Econômica Federal, em Maurício, do PSP (com 327 vo- Geraldo Puccini, em 1996 galli de Figueiredo como
cuja fachada está localizado o tos) e Domingos de Paschoal, Prefeito em 1972 e 1996 Prefeito em 1982 dois de seus secretários se vice. Só para se ter uma
Despachante Zanella). O ob- do PDC (com 219). Annis to- dividiram e saíram candi- idéia, Paulo Martins ob-
jetivo da entidade era a reali- mou posse juntamente com datos: Paulo César Martins teve 21.967 votos (24,6%),
zação de um plebiscito sobre seu vice, Dr. Carlos Koch em (PMDB) e Brígida Sacra- apenas 111 (0,1%) votos a
a Emancipação do distrito, 1o de janeiro de 1960 e per- mento (na época no PSDB), menos que Yazbek. Orlan-
idéia que acabou triunfando maneceu por 4 anos no cargo. além do ex-prefeito Nival- di foi impugnado a apenas
do Orlandi, a essa altura uma semana da eleição, e
Annis elege Quinzinho filiado ao PDT, que numa sua esposa, Alba o substi-
aliança com o PT tentou tuiu, obtendo 18.014 vo-
Em 6 de outubro de apenas dois: Arena - Alian- Geraldo Puccini Júnior Geraldo Cruz a volta à prefeitura. Com tos (21,1%). Numa eleição
1963, com o apoio de Annis ça Renovadora Nacional (si- toda essa divisão, o resulta- extremamente dividida, o
Bassith, foi eleito pela coliga- tuação) e MDB - Movimento Prefeito em 1992 Prefeito em 2000 e 2004 do acabou sendo uma der- quarto lugar de Brígida Sa-
ção PDC/PTN e PTB o nosso Democrático Brasileiro (opo- rota dos outros para o ex- cramento, com seus 7.466
segundo prefeito, Joaquim sição). Quinzinho optou pela -prefeito Oscar Yazbek, que votos (8,3%) foram mais
Mathias de Moraes, mais co- Arena, na qual permaneceu voltou a administrar a cida- que suficientes para tirar
nhecido como Quinzinho, por muitos anos, até a nova de entre 1997 e 2000, com seus antigos aliados, Mar-
tendo como vice o Dr. Pas- reforma partidária, ocorrida 22.078 votos (24,7%) tendo tins e Orlandi, da disputa.
choal Nunziato. Sua posse no início dos anos 1980.
foi em 1o de janeiro de 1964 Aliança: trabalhador e empresário
(ano do golpe militar) e ele Quinzinho ainda foi elei-
permaneceu no governo até to prefeito de Embu por mais O governo Yazbek so- dupla obteve 45.013 votos
1968. Com o regime mili- duas vezes: no segundo man- freu forte desgaste após vá- (42,3%), superando Paulo
tar, todos os partidos foram dato, entre 1977 e 1982, e no rias denúncias de corrup- Martins (PMDB), que che-
extintos, sendo permitidos terceiro e último, entre 1989 ção e ataques da oposição. gou a 30.079 (28,3%), se-
e 1992. Em 1999 um processo levou guido de Nivaldo Orlandi
ao afastamento temporário (PDT), com 15.761 (14,8%).
Quinzinho elege Annis de 18 dos 19 vereadores de
Embu. O único vereador A dobradinha Cruz/Te-
Em 15 de novembro de sia Souza Pinto, alcançaram Chico Brito Ney Santos que sobrou, Geraldo Lei- rassi reelegeu-se em 2004,
1968, com o apoio de Quinzi- 1.256 votos. te da Cruz (PT), acabou se derrotando Paulo Martins
nho, Annis Neme Bassith foi Prefeito em 2008 e 2012 Prefeito em 2016 tornando quase uma ‘cele- nas duas eleições. No re-
novamente eleito, juntamen- Até então, as três elei- bridade’ e, no ano seguinte sultado final, Geraldo Cruz
te com o vice-prefeito, João ções de Embu foram ‘tran- (2000) acabou sendo eleito obteve 62.438 votos (48,7%)
Penteado Rocha, com 1.472 quilas’ para os governantes prefeito, numa aliança com contra 46.585 (36,3%) de
votos, já pela Arena, derro- do momento. Porém, a partir o presidente da ACISE (As- Paulo Martins. A eleição foi
tando o partido da oposição, dali, por mais de quarenta sociação Comercial, Indus- totalmente polarizada, já
o MDB, cujo candidato, Os- anos, nenhum prefeito con- trial e Serviços de Embu), que a terceira colocada, Nei-
car Yazbek e sua vice, Ané- seguiu eleger seu sucessor, Roberto Terassi (PSB); a de Orlandi (PDT) atingiu mo-
ao menos até 2008. destos 4.580 votos (só 3,6%).
Oposição no Poder
2008, novo desafio

Nas eleições de 1972 o Comercial, atual ACISE). O Galeria de Prefeitos Em 2008, com o lança- Chico Brito (PT) con-
MDB (Movimento Democrá- candidato do prefeito Annis, mento do ex-secretário mu- quistou 72.723 votos
tico Brasileiro) acabou ven- João Penteado Rocha não Ex-prefeitos até 2000 nicipal Chico Brito (PT) para (59,6%), juntamente com
cendo as eleições com seu decolou. Os empresários da prefeito com o apoio de seu vice-prefeito, o ex-ve-
candidato, Oscar Yazbek e cidade escolhem a oposição Geraldo Cruz, surgiu uma reador Nataniel da Silva
seu vice, Milton Peixoto, di- pela primeira vez, desban- nova divisão no campo go- Carvalho, o Natinha, fican-
retor da ACIE (Associação cando o poder tradicional. vernista: o Vice-Prefeito Ro- do em primeiro lugar nas
berto Terassi (PSB) lançou eleições 2008, seguido pelo
Triunfo da Arena candidatura própria, apoia- candidato a prefeito Pau-
do pelo também dissidente, lo Martins (PSDB), que ob-
Em 1976 a Arena re- realização das eleições de Galeria de Prefeitos vereador Professor Toni- teve 38.649 votos (31,7%).
conquista o poder, através 1980 temendo uma derrota. nho (ex-PT, agora no PSOL). O candidato que ‘rachou’
da segunda eleição de Joa- Passados mais de 15 anos da Ex-prefeitos Paulo Martins (PSDB) tenta- com o governo, Roberto
quim Mathias de Moraes, ditadura militar, o regime va sua quarta candidatura Terassi (PSB), obteve 9.109
que derrotou o candidato desgastava-se e o MDB cres- Embu: 2016 a atual a prefeito. O ano de 1968 votos (7,5%), e o último co-
Ataíde Lúcio Moura (MDB), cia. Surge a reforma partidá- foi o último em que um pre- locado foi Pastor Leonardo
apoiado por Yazbek. Quin- ria e novos partidos voltam a Vitória de Ney Santos feito conseguiu eleger seu (PP) teve apenas 1.591 vo-
zinho permaneceu no cargo existir. O MDB se transforma sucessor (não contando a tos (1,3%).
por 6 anos, até 1982, junta- no PMBD, mas surgem ou- reeleição do atual prefeito
mente com o vice José Mar- tros partidos, o PT (Partido Geraldo Cruz, já que a ree- Chico Brito foi eleito o
ques Padilha, empresário do dos Trabalhadores), o PDT, o leição não existia até 1996). sétimo prefeito de Embu e
ramo de ônibus. Ocorre que PDS (ex-Arena), o ‘velho’ PTB Mas o prefeito Geraldo Cruz tomou posse no dia 1º de
o regime militar impediu a também volta. acabou conseguindo eleger janeiro de 2009, com man-
seu sucessor. dato até 31 de dezembro de
2012.

Orlandi triunfa Reeleição levou PT a 16 anos no poder

Em 1982 Quinzinho lan- não foi. O PMDB, apesar do No ano de 2016, com resultado da eleição ficou Em 7 de outubro de co Brito chegou ao quarto
ça o vereador Spencer Ce- direito de fazer a mesma coi- a crise da esquerda e divi- assim: Ney Santos (PRB), 2012 o prefeito Francisco mandato consecutivo do
sário de Oliveira Filho para sa, lançou candidato único, sões internas no Partido com 64.828 votos; Geraldo Nascimento de Brito (PT) Partido dos Trabalhadores
prefeito, juntamente com o vereador Nivaldo Orlan- dos Trabalhadores, o pre- Cruz (PT) 35.697 votos; Ju- consegue a reeleição com (PT) à frente da prefeitura
mais dois candidatos em su- di, que com mais de 17 mil feito Chico Brito abando- ninho (PSOL), 5.807 votos; um total de 80.541 votos de Embu das Artes. O pre-
blegendas: o vereador Sadao votos acabou superando a nou o PT em seu último Dr. Almir (PEN), 1.982 vo- (65,85% dos votos válidos), feito reeleito tomou pos-
Nagata e o então vice-prefei- soma dos votos dos três can- ano de governo, possibi- tos; Nivaldo Orlandi (PDT), contra seus dois adver- se no dia 1º de janeiro de
to José Marques Padilha, to- didatos do PDS, sendo eleito litando a entrada de um 1.030 votos; Toninho Sera- sários, Geraldinho Lima 2013, com mandato até 31
dos pelo PDS. As sublegendas prefeito de Embu. Orlandi novo personagem na vida pião (PMN), 239 votos. A (PSDB), com 23.795 votos de dezembro de 2016. O
poderiam somar votos, ou foi prefeito entre 1983 e 1988 política da cidade, o até princípio, Cruz teve seus (19,45%) e Antonio de Jesus vice-prefeito em sua chapa
seja, todos os três candidatos (seis anos), já que o governo então vereador e presi- votos invalidados, mas Rocha, o Professor Toninho foi o mesmo da primeira
do PDS juntariam seus votos, militar novamente adiou as dente da Câmara, Claudi- posteriormente a Justiça (PSOL), que obteve 17.981 administração, Nataniel da
e o mais votado poderia ser eleições municipais de 1986. nei Alves dos Santos, o Ney Eleitoral revalidou a vota- votos (14,70%). Silva Carvalho, o Natinha,
eleito prefeito. Poderia, mas Santos. Seu vice eleito foi o ção do ex-prefeito. do PDT.
médico Peter Calderoni. O Com esta vitória, Chi-

Região página 6

Estupros crescem quase 40% em 2018 na região
Foto: Divulgação- Portal o Dia

Em 2018, Itapecerica,

Taboão e Embu e, juntos,

registraram 214 crimes

As cidades de Taboão da estupro, Embu ficou em se- São Paulo registrou 32 casos de estupro por dia em 2018
Serra, Embu das Artes e Ita- gundo lugar. A cidade regis-
pecerica da Serra tiveram um trou 70 casos em 2017 e em
aumento de 40% no número 2018 este número subiu para
de casos de estupros em 2018. 90, gerando um aumento de
Juntos, os três municípios re- 28%. Os outros dados crimi-
gistraram no ano passado 214 nais, no entanto, ou se man-
crimes de violência sexual, tiveram, como o latrocínio
quando em 2017 este número em 3 casos, ou diminuíram.
foi de 154, segundo a Secretá- Homicidío doloso, por exem-
ria de Segurança Pública, que plo, caiu 7%, com 26 casos em
divulgou os dados das estatís- 2017 e 24 em 2018. No mesmo
ticas criminais de todo o Esta- período, Roubos foi de 1381
do na última semana. para 1052.

A cidade que liderou o Já Itapecerica da Serra
ranking foi Taboão da Serra, ocupou o terceiro lugar nos
que em 2018 registrou 83 es- casos de estupros. A cidade re-
tupros, uma média de quase cebeu 32 notificações em 2017
60% de casos a mais do que e 41 em 2018, o que significa
2017, com 52 notificações. um aumento de um pouco
O município também teve menos de 28,5%. Latrocínio,
aumento em outros crimes, no comparativo ainda entre
como homicídio doloso, que os dois anos, foi de 1 para 2 ca-
de 19 foi para 20 casos, e rou- sos, e roubo, de 951 para 979,
bos, que subiu 5%, indo de ou seja, um crescimento de
2240 casos para 2365. 2,94% (Gabriela Pereira - Jor-
nal na Net).
Com relação ao crime de

Dados Estatísticos do Estado de São Paulo

Tentativa de estupro de   Itapecerica da Serra Embu das Artes Taboão da Serra
meninas no Parque do Rizzo Crime 2017 2018 Variação 2017 2018 Variação 2017 2018 Variação

Um homem acusado de correram em direção ao pai, Homicídio doloso (2) 12 18 50,0% 26 24 -7,7% 19 20 5,3%
tentar estuprar duas crian- relatando o ocorrido. Vítimas em homicídio doloso (3)
ças de 6 e 11 anos no Parque Lesão corporal culposa 13 18 38,5% 26 32 23,1% 20 21 5,0%
do Rizzo, em Embu, foi preso Uma viatura da GCM pas- Latrocínio
pela Guarda Civil Municipal sava no momento e foi aciona- Vítimas em latrocínio 1 4 300,0% 6 26 333,3% 8 9 12,5%
na tarde do dia 9/2. da. O pai das garotas relatou o Estupros (4)
ocorrido e, em busca pelo par- Roubos (1) 2 1 -50,0% 3 3 0,0% 2 2 0,0%
Segundo informações, que, os guardas conseguiram
as meninas brincavam no localizar o suspeito. 2 1 -50,0% 3 3 0,0% 2 2 0,0%
parque quando foram abor-
dadas pelo homem, que fez Interrogado, ele confes- 41 32 -22,0% 70 90 28,6% 52 83 59,6%
gestos obscenos a elas e as sou o crime e foi levado para
tentou levar para o banheiro a delegacia central de Embu, 1046 1022 -2,3% 1490 1140 -23,5% 2366 2489 5,2%
masculino. onde o caso foi registrado
como tentativa de estupro de
As garotas, ao percebe- vulnerável (Gabriela Pereira -
rem a intenção do suspeito, Jornal na Net).

Sabesp

Moradores de Embu e Taboão recebem água suja da Sabesp

Moradores informaram que há pelo menos 15 dias o problema acontece em suas casas
Foto: Divulgação/ Facebook
Moradores de Embu das por dia”.
Artes e Taboão têm enfren- “O gasto é grande tendo Moradores divulgaram diversas fotos da agua nas redes socias
tado um grande problema
com o fornecimento hídrico. que comprar algo que paga- guém tem que fazer alguma comentários. sim. E a Sabesp nada, nenhu- res no estômago e acho que é
Segundo alegam, a água da mos tão caro para ter”, afir- coisa. Já pedi análise porque “Na minha casa também ma justificativa”, se indignou por causa da água”, apontou
torneira tem saído com co- mou uma delas. Segundo ale- todos aqui em casa tivemos outro. uma moradora. Procurada, a
loração amarelada, como se garam, os moradores estão diarreia, mas ficou constada- está assim, a torneira que sai Sabesp não se manifestou até
estivesse suja de barro. A si- tendo que comprar água com do que a água está perfeita água da rua está super suja. A publicação ainda segue a publicação desta reporta-
tuação também tem atingido dinheiro do próprio bolso para o consumo. Então, o que Moro no Capão Redondo”, com diversas reclamações. gem (Gabriela Pereira - Jornal
outras regiões de São Paulo. para consumo. é isso?”, disse uma moça nos disse outra. “Aqui no Jardim “Jardim Macedônia também na Net).
Arpoador/SP, também está as- está assim. Tenho sentido do-
Duas moradoras do Jar- A reportagem também
dim Margarida, em Taboão, recebeu de uma das muníci-
informaram que há pelo me- pes prints de pessoas recla-
nos 15 dias o problema acon- mando em diversas regiões
tece em suas casas. Uma delas de São Paulo.
chegou a ficar doente, com
dores na barriga e enjoo, e “Achei que era problema
teve suas roupas manchadas. no meu encanamento, mas
depois de 3 dias com a água
Ainda conforme infor- saindo amarela da minha
mou, um funcionário da em- torneira, resolvi postar nos
presa foi até casa, mas não grupos. Fiquei chocada ao
constatou o problema. “Veio descobrir que vários bairros
um técnico em casa e falou da minha cidade, de Taboão
que a água está apta pra uso. da Serra, Campo Limpo e até
Isso só se for para a familia Paraisópolis estavam passan-
dele”, disse indignada. do por isso também [...] rece-
bi mais de 200 comentários”,
Outra munícipe do Jar- disse.
dim Silvia, em Embu, tam-
bém relatou o problema. Em “Aqui no bairro Potuve-
sua casa, no entanto, a água rá, não está diferente. A água
suja está sendo fornecida há está horrível, com cheiro
três dias. Ela diz que é “pa- ruim e gosto péssimo, sem fa-
ciente renal” e tem que tomar lar que mancha todas as rou-
“pelo menos 2 litros de água pas por conta da cor. Não sei
se é barro ou ferrugem. Al-

Retiro

Retiro de Carnaval com Cristo da Paróquia Nossa Sra. das Vitórias e São Lucas

No próximo dia 3 de mar- rio Omar e o ministério Asaph, alimentar o espírito. É o caso a mente, participando de ativi- que deixa um vazio interior. alegre e corajosa colaboração.
ço, domingo, a partir das 8h, a que acontecerá na comunida- de jovens e adultos que apro- dades religiosas. Enfim, não dá Participar de um retiro de Desde já, nos colocaremos em
Paróquia Nossa Senhora das de São Sebastião. Após o almo- veitam o feriado prolongado pra descrever, é preciso par- oração por você, por sua famí-
Vitórias e São Lucas irá promo- ço a festa continua na Quadra para participar dos retiros es- ticipar e entender que quan- carnaval é sempre uma expe- lia e seu trabalho. Comprome-
ver o 1º Retiro de Carnaval. O do Casa Branca com muito lou- pirituais. to mais falarmos e vivermos riência transformadora e um to-me com os meus paroquia-
evento acontecerá na Comu- vor, e se encerrará com a Santa Jesus, mais pessoas serão e se meio que nós igreja na locali- nos de não nos esquecermos
nidade São Sebastião que fica Missa celebrada pelo pároco O principal objetivo do sentirão amadas. dade acima citada, encontrou de vós em nossas orações diá-
localizada na rua Nilo, S/N- Jar- padre Roberto dos Santos. retiro é promover a evange- para evangelizar e promover rias.
dim Casa Branca- Embu das lização e a união das pessoas Experimentando e viven- a paz bem longe dos males vi- Serviço:
Artes. Retiro de carnaval, o durante as orações, missas, do uma alegria que não passa ciosos que destroem a família. Dia: 3 de março, domingo
que é e para quê? pregações e momentos de re- uma experiência que não tem Horário: a partir das 8h
Será um dia dedicado à creação. É também uma ex- prazo de validade, um amor Como pároco com os mis-
oração e louvores. Na parte da Carnaval, para muitos, é celente opção para quem pre- que não se cansa. A festa que sionários de nossa paróquia é Mais informações: telefone:
manhã terá pregação com a sinônimo de curtição, bebe- tende tirar os quatros dias de se vive nos retiros não é algo a nossa esperança de levarmos (11) 4385-1266/ 9 5085-1542
missionária Deise, o missioná- deira, bastante folia... É a festa festa para refletir e descansar que acaba no dia seguinte e o evangelho a muitas famílias.
da carne. Mas há quem prefira Esperamos contar com vossa

Esportepágina 7
Moradores reclamam do abandono nas quadras

Manutenção está sendo feito pelas próprias pessoas para poderem usar equipamentos
Foto: Divulgação
Moradores de Embu das

Artes reclamam do aban-

dono de quadras esportivas

na cidade e denunciam que,

além da má conservação, os

locais viraram ponto de uso

de drogas devido à falta de

iluminação.

A quadra do Jd. Nossa

Senhora de Fátima está sem

cobertura, estruturas enfer-

rujadas e os alambrados ar-

rancados. O vereador Edvâ-

nio Mendes fez a denuncia

nas redes sociais e cobrou a

explicações. “Cadê o secre-

tário de educação? Ele não

tem noção da importância

de uma quadra para a co-

munidade, da importância

que tem uma quadra para a

escola utilizar, prefeito. A pe-

dido da própria comunidade

estou aqui mostrando para o

senhor a incompetência que

vocês tem, vocês tem secretá-

rios para quê, vocês tem en-

genheiro para quê? O povo

não aguenta a falta de gestão

de vocês”, disse Edvânio.

Na quadra do Isis Cristi-

na, o piso está rachado, não

tem cobertura e o mato to-

mou conta do lugar. Segundo

o morador do bairro, Renato,

a pouca manutenção que é
feita são os próprios mora- Quadra do Jardim Nossa Senhora de Fátima

dores que realizam, pois é o

único local para se diverti-

rem, mas quando chove as

crianças tem que ficar den-

tro de casa, porque a quadra

não tem cobertura. Já fomos

várias vezes na prefeitura co-

brar que arrumem a quadra,

mas sempre dão a mesma

desculpa. Que a quadra é do

Estado por isso à prefeitura

não pode fazer a reforma.

Não acreditamos nessa des-

culpa, e seguimos indignados

com o descaso do prefeito

com o nosso bairro.

“Para quem mora na

periferia é só Embu, porque

‘Artes’, aqui não tem nada.

Fomos esquecidos pela admi-

nistração que, só sabe fazer

festa, enfeitar o centro da ci-

dade para enganar o povo, e

deixou a periferia abandona-

da”, disse Ana, moradora do Ginásio do Jardim Independência Quadra do Isis Cristina
Jd. Santa Tereza.

Descaso

Prefeito recusa dinheiro para construção de quadra no Vazame

Dinheiro volta ao cofre do Estado. Prefeito não se interessou por quadra na Av. das Pombas
Foto: Divulgação

A construção de uma cursos e as orientações para seu gabinete notificou a dis- Localização de onde seria construida uma quadra
quadra poliesportiva na início de obras. ponibilização do recurso
Avenida das Pombas, Jar- para Prefeitura de Embu
dim Vazame, em Embu das Decorrido o prazo, mais das Artes ainda no ano de
Artes teve recursos disponi- de um ano, a Secretaria 2017, mas foi ignorado. Ge-
bilizados, por meio de emen- Estadual de Esporte infor- raldo Cruz disse que colocou
da parlamentar, para pre- mou no dia 6 de fevereiro seu gabinete a disposição da
feitura de Embu das Artes de 2019 que os cerca de R$ prefeitura para viabilização
no final de 2017. Decorrido 350.000,00 vão voltar aos co- e ajuda no tramite burocrá-
quase um ano, foi notifica- fres do governo estadual, de- tico para início da obra, mas
do pela Secretária Estadu- vido à falta de interesse e en- decorrido mais de um ano,
al de Esporte em 3/12/2018, trega de documentação por não houve qualquer interes-
por meio de Ofício GS/AP-CG parte da Prefeitura. se do prefeito.
114/2018, mas o prefeito se Verba para saúde recusada
recusou a assinar convênio A falta de interesse do
e entregar documentação prefeito de Embu, Ney San- No mesmo ano, em
para início das obras. tos, é decorrente da disputa 2017, o site Verbo Onli-
política na cidade. O recurso ne noticiou a recusa de R$
Em uma segunda tenta- financeiro para construção 200.00,00 para a saúde de
tiva de notificação da Secre- do equipamento foi disponi- Embu devido a ser emenda
taria Estadual de Esporte, foi bilizados por meio de emen- parlamentar do Deputado
publicado no Diário Oficial da parlamentar do deputado Geraldo Cruz. Porém, devi-
do Estado de SP em 29 de de- Geraldo Cruz, publicada no do à ampla repercussão do
zembro de 2018, na página Diário Oficial em dezembro fato, acabou recebendo os
18, a disponibilização dos re- de 2017. recursos.

O deputado afirma que

Fac-símile: notificação de falta de interessse da prefeitura Fac-símile: publicação da emenda no Diário Oficial de SP

Fac-símile: publicação no Diário Oficial de SP para empenho e reserva de dinheiro para inicío da obra

Emprego página 8

Taboão fica no topo de geração de empregos;

Embu entre as últimas do Estado de SP

Taboão foi a 4ª cidade que mais gerou emprego no Estado de SP; Embu foi a 51ª
Foto: Divulgação
Segundo os dados do Ca-
dastro Único de Empregados Mundaça no Plano Diretor e politíca de incentivo a instalação e criação de empresas resultou no melhor momento (2003 a 2010) de criação de emprego em Embu, sem prejuízo ao Meio Ambiente
e Desempregados (CAGED),
do Ministério de Trabalho, -prefeito Geraldo Cruz o prê- Apoio e incentivo as cooperativas ajduaram na geração de vagas em 2004 Foto: Divulgação
em 2018, Taboão da Serra foi mio Prefeito Empreendedor,
a 4º cidade que mas gerou única cidade da região a ser Fábrica de Emprego, criado em 2008, oferece cursos de qualificação
emprego em todo o Estado de premiada. A partir de 2014,
São Paulo. No munícipio, du- Embu das Artes seguiu a ten-
rante 2018, houve 35.936 con- dência do país, apresentando
tratações e 31.064 demissões, quedas seguidas e primeira
um saldo positivo de 4.872 melhora em 2018.
novos empregos.
Em uma tentativa de fa-
Embu das Artes, segun- zer crescer a geração de em-
da maior população na re- pregos na cidade, ano passa-
gião, fechou o ano de 2018 do, a Prefeitura reformulou o
com apenas 576 novas vagas, PAT e criou a Fábrica de Em-
amargando a posição 51º no pregos.
ranking estadual. A cidade, Estado de SP e Brasil
na região, só ficou à frente de
São Lourenço da Serra, que O Brasil encerrou 2018
gerou 323 vagas e Embu-Gua- com saldo positivo de 529,5
çu, que criou 67 empregos. mil empregos formais. Esse
Juquitiba, com população de foi o primeiro saldo positivo
30,6 mil habitantes, fechou desde 2014, quando houve
ano na frente de Embu, com geração de 420,6 mil empre-
650 novos empregos. Itapece- gos formais.
rica da Serra, com quase me-
tade da população de Embu, São Paulo foi o estado
gerou 644 novas oportunida- que mais gerou empregos
des. (146,6 mil), seguido por Mi-
nas Gerais (81,9 mil) e Santa
Os dados do CAGED es- Catarina (41,7 mil).
tão disponíveis do ano de
2003 até 2018. Neste período,
na cidade de Embu das Ar-
tes, a época que houve maior
crescimento na geração de
novos empregos foi de 2003
até 2010. A partir de 2012, a
geração de emprego entrou
em queda. Tendo modesta
melhora ano passado.

O melhor momento na
geração de novos empregos
de Embu das Artes, 2003 a
2010, é resultado direto de
planejamento inicado em
2001, pelo ex-prefeito Geral-
do Cruz, que alterou o Plano
Diretor, implementou uma
política de incentivo a insta-
lação de grandes empresas
na cidade e a criação de pro-
gramas de geração de ren-
da e emprego. As ações para
criação de novos empregos e
oportunidades rendeu ao ex-

GERAÇÃO DE EMPREGO - DADOS DO CAGED - MINISTÉRIO DO EMPREGO

Histórico de geração de empregos na cidade de Embu das Artes - CAGED (2004-2018)

Ano Contratações Demissões Variação (%) Saldo 30.000 Contratações Demissões

2004 16.127 12.935 7,28 3.192 25.000
2006 13.576 12.124
2008 16.724 14.666 4,17 1.452
2010 24.542 21.613 20.000

6,02 2.058

7,34 2.929 15.000

2012 20.047 18.572 3,96 1.475 10.000

2014 20.606 20.825 -0,53 - 219 5.000
2016 15.502 15.549 -0,12 -47

2018 16.217 15.641 1,43 576 2004 2006 2008 2010 2012 2014 2016 2018

Histórico de empregadores e média salarial de Embu das Artes SEADE (2006-2017) Ranking geração de emprego no Estado de SP em 2018

Ano Empregadores Salário médio Salário médio Empregadores Cidade Contratações Demissões Saldo Rank
1
2006 1604 R$ 1.136,18 São Paulo 1.625.741 1.567.384 58.357 2
3
2008 1739 R$ 1.309,29 Ribeirão Preto 96.236 89.278 6.958 4
42
Campinha 146.923 141.950 4.973 43
51
2010 1979 R$ 1.456,82 Taboão da Serra 35.936 31.064 4.872 84
186
2012 2246 R$ 1.854,54 Juquitiba 1.875 1.225 650

2014 2403 R$ 2.250,71 Itapecerica 8.383 7.739 644

2016 2414 R$ 2.512,76 Embu das Artes 16.217 15.641 576

São Lourenço 3.154 2.831 323

2017 2336 R$ 2.652,43 Embu-Guaçu 2.312 2.245 67

Desempenho das cidades da região na geração de emprego em 2018

  Embu das Artes Taboão da Serra Itapecerica da Serra Cotia Juquitiba

  Admissões Demissões Saldo Admissões Demissões Saldo Admissões Demissões Saldo Admissões Demissões Saldo Admissões Demissões Saldo

Extrativa mineral 16 27 -11 0 0 0 12 22 -10 1 1 0 4 5 -1
Indústria de transformação 2.463 2.296 167 3.733 3.231 502 1.146 1.100 46 5.436 5.266 170 752 245 507
Serviços industriais 5 -5 0 -7 2 3 -1
Construção civil 60 55 -164 59 64 -290 0 0 -172 49 56 -239 53 49 4
Comércio 684 848 19 3.366 3.656 -221 304 476 804 1.790 2.029 68 339 419 -80
Serviço 4.661 4.642 530 6.029 6.250 4.845 3.352 2.548 -11 7.744 7.676 -86 715 487 228
Administração pública 8.266 7.736 18 22.676 17.831 17 3.261 3.272 -36 12.255 12.341 -22 1 6 -5
Agropecuária 41 23 12 24 7 43 23 20 9 11 -2
Total 26 14 576 41 24 4.872 301 278 644 0 22 -96 1.875 1.225 650
16.217 15.641 32 8 8.383 7.739 167 147
35.936 31.064 27.442 27.538


Click to View FlipBook Version
Previous Book
Lap Monev TIK Semester II TA 2018
Next Book
PROGRAMA ON LINE ALICANTE GASTRONOMICA 2019 REDES