The words you are searching are inside this book. To get more targeted content, please make full-text search by clicking here.

Jornal Vila do Príncipe - Julho de 2018

Discover the best professional documents and content resources in AnyFlip Document Base.
Search
Published by Atelier Online, 2018-07-17 08:02:29

Jornal Vila do Príncipe - Julho de 2018

Jornal Vila do Príncipe - Julho de 2018

Keywords: Jornal Vila do Príncipe - Julho de 2018

jornal www.jornalviladoprincipe.com.br

VILA D PRÍNCIPE Teófilo Ottoni,
Patrono da Imprensa Mineira

CIRCULAÇÃO: Alvorada de Minas, Conceição do Mato Dentro, Couto de Magalhães de Minas, Datas, Diamantina, Dom Joaquim, Gouveia, JULHO de 2018 • Edição 17 • Ano II • TIRAGEM: 10.000 EXEMPLARES
Guanhães, Materlândia, Presidente Kubitschek, Rio Vermelho, Sabinópolis, Santo Antônio do Itambé, Serra Azul de Minas, Serro.

Câmara dO Serro RECONHECE quem faz a diferença

entrega de Títulos de cidadania honorária

Página 08

MG-010 SERÁ ASFALTADA CONCEIÇÃO DO MATO
ENTRE SERRO E DENTRO RECEBERÁ MAIS
DIAMANTINA EM AÇÃO conceição do mato 13 MILITARES
Página 10 Página 06 Página 06

Coluna Petrônio SOUZA GONÇALVES ............ pÁGINA 02 Serro TEM NOVO Parlamento Jovem na
Deputado Alencar da Silveira Júnior ............ pÁGINA 03 SECRETÁRIO DE câmara de conceição
AGRICULTURA
Deputado MARCELO ARO ............ pÁGINA 03 do mato dentro
DIVERTINDO ............ pÁGINA 05
serro ............ pÁGINA 07

Saúde: Dr. Sebastião Gusmão ............ pÁGINA 11
Turismo: Paulo Queiroga ............ pÁGINA 11

Página 07 Página 04

GRUPO PLANO
ASSISTÊNCIAL FAMILIAR
SUA FAMÍLIA EM BOAS MÃOS!
R. PADRE JOÃO MOREIRA, 60 FONE:
SERRO - MG - CEP: 39150-000 (38) 3541-2162
(38) 3541-2666
(38) 3531-1906

www.gruporenascermg.com

2 jornal VILA D PRÍNCIPE

EDITORIAL Um dia; sem adeus
Petrônio Souza Gonçalves, jornalista e escritor

Uma Minas diferente! Hoje voltei ao bar no samos, conversamos,
centro de Belo Horizonte conversamos, nos embre-
Quando olhamos para as notícias Como as boas notícias não param, para ver se ela ainda estava nhamos em nossos segredos,
de Minas e do Brasil, imaginamos o prefeito do Serro deu posse ao lá; me esperando. Estava! em nossos mistérios. Na
um país e um Estado parados. Secretário de Agricultura que já se Dezesseis anos depois ela verdade, estamos conver-
Quando olhamos para as notícias do comprometeu com o programa de ainda estava lá, com seus sando até hoje, divagando
Médio Espinhaço, mais precisa- associativismo em todo município. olhos de menina fumegando sobre os signos do zodíaco e
mente para a Minas histórica, Muitas coisas boas vêm por aí. No as coisas que trazia por os equívocos da vida de
descortinamos outro cenário. Para Serro ainda, reportamos a bela dentro. Nas mãos os mesmos quem vive sem céu. Nos
chegar a essa conclusão, basta uma homenagem prestada pela Câmara ideais e o livro com os 12 questionávamos, nos
leitura simples desta edição do Vila Municipal aos cidadãos serranos signos do zodíaco estam- indagávamos, e nossa tarde
do Príncipe, a começar pela redenção desde sempre, agora com o devido pados na capa, em nossa juvenil busca se foi como um mergulho nas mazelas
da parte nal da Estrada Real, a MG- reconhecimento ocial. Como já cosmológica tentando saber uma pouco da pobre alma humana, em nossa surda
10 de sempre, que agora, de forma registramos por aqui, o trabalho na mais sobre nós mesmos. Estava busca por nossa paternidade, inspi-
denitiva, terá seu trecho asfaltado Câmara Municipal do Serro não confuso naquela tarde primeira, para o rados por um estranho desejo de sermos
entre as cidades do Serro e Con- para! De Diamantina vem os bons encontro em local improvável, com ela diferentes, de não sermos daqui,
ceição do Mato Dentro. Para isso, resultados da Equipe de Vigilância repetindo o endereço pelo telefone, nalizando junto com o dia que não era
como nosso Jornal acompanha essa em Saúde, que apresenta resultados para minha parca compreensão de mais luz. Foi o nosso último encontro.
verdadeira guerra política e histórica mais que satisfatórios no menino vindo do interior sem saber os Muito tempo se passou e eu bus-
desde sempre, destacamos o PROMAVS. De Conceição vem a caminhos dos encontros no centro da cando seus sinais nas noites sem lua,
empenho, liderança e prestígio notícia do aumento do efetivo da capital de todos os mineiros. Era no seus passos sem vestígios marcados na
político do prefeito Zé Fernando, que Polícia Militar na cidade, uma antiga segundo andar. palma de minha alma. A última notícia
teve atuação determinante para esse reivindicação dos Conceicionenses. que tive é de que estava morando em
desfecho alvissareiro, que vem ao E para alegrar a leitura, a prosa Subo as escadas do tempo e me Recife, talvez trabalhando em sua área,
encontro dos sonhos de milhares de poética do Paulo Queiroga no texto deparo com o seu sorriso, como na engenharia química. Quando penso que
mineiros, espalhados entre o Médio Vila Deputado Augusto Clementino: primeira vez, pairando por sobre as a esqueci, sonho com ela, como na
Espinhaço, o Vale do Jequitinhonha e A Montanha dos Bem-Aventurados. horas, por sobre as eras. Era o mesmo imagem que primeiro vi, a menina de
a área central de Minas Gerais. As Vale a pena conferir! riso. Ela estende os braços, me toma olhos verdes e cabelos loiros encaraco-
obras devem começar no prazo de 90 pela mão e descortina a paisagem, lados, com um gorro na cabeça, se
dias, com a participação maciça da Com votos de uma boa leitura a apontando com o dedo o horizonte protegendo do frio mundo moderno.
Anglo American. todos, até a próxima edição. concreto: "Viu como é bonito, é Hoje, tantos anos depois, me
diferente!". Como poderia ver algo se reencontro com ela, na verdade,
Diretor: Colaboradores: apenas via a sua beleza à minha frente, comigo mesmo, na tola tentativa de me
Vagno Ribeiro - Maira Buarque - Jornalista se apenas enxergava seu sorriso resgatar, encontrar com o que cou de
reetido dentro de mim?! Ela espera mim naquela mesa de bar, sem bebida.
Diretor Comercial: Colunistas: Jornal Vila do Príncipe é uma publicação da por um segundo, sabendo que fui no Sei do muito que cou ali, no mesmo
Geraldo Ribeiro - Dr. Sebastião Gusmão V.A.R. Dinâmica Assistência e Comunicação, mais fundo de mim para emergir e lugar, implorando para viver o que não
- Paulo Queiroga CNPJ 26.916.918/0001-79 - R. Manhuaçu, 210, poder voltar à realidade, à lucidez do existe mais. Ela está na minha frente,
Jornalista Responsável: - Petrônio Souza Gonçalves Sala 4 - Bairro Santa Inês, Belo Horizonte/MG, dia que me embriagava, que me linda, divina, exatamente como na
Marcelo Devanir (MG 04227 JP) CEP: 31.080-400. As opiniões e conceitos aprisionava, para todo o sempre: última vez... Pena; hoje não vamos
emitidos em artigos assinados, mesmo que "Érica" - esse era o nome dela - "como poder conversar.
Diagramação: Atelier Online sob pseudônimo, podem não representar o você descobriu isso aqui?". "Pois é, Petrônio Souza Gonçalves é
pensamento da direção e dos editores deste jornal. aqui estamos no centro e podemos
jornal conversar sossegados". E conver- jornalista e escritor

VILA D PRÍNCIPE

Assistência 24 horas em todo território nacional

Tranquilidade para você e sua família

www.aspvemg.com.br

(38) 98807-0002
(38) 99971-4907
(31) 3486-4657

Escritório Serro:

R. PADRE JOÃO MOREIRA, 60
SERRO - MG - CEP: 39150-000

Proteja seu veículo contra roubo, furto, incêndios e colisões

SERRO • JULHO / 2018 3

Deputado Alencar da Silveira Jr. Pré-candidato, Alencar da Silveira recebe apoio de
marca presença na Festa do Rosário lideranças políticas em Alvorada de Minas

O deputado estadual Alencar da O deputado Alencar da Silveira Jr. se reuniu com manifestaram o apoio ao nosso pré-candidato. Neste
Silveira Jr., como faz todo ano, esteve lideranças políticas e comunitárias de Alvorada de momento de crise que o país inteiro vive, é hora de
presente na tradicional Festa de Nossa Minas no início deste mês para apresentar sua pré- união. Com a união e a força de todos poderemos
Senhora do Rosário, que aconteceu na candidatura à reeleição como deputado estadual. Em fazer mais para nosso município”, disse.
primeira semana desse mês no Serro. O uma reunião histórica para a cidade, pessoas de
deputado não perde a celebração da fé diversos grupos políticos declararam apoio à pré- O deputado Alencar da Silveira Jr. já trabalha há
que reúne milhares de pessoas todos os candidatura do parlamentar. Entre eles, o prefeito muitos anos para Alvorada de Minas na Assembleia
anos. Alencar da Silveira é majoritário Vitor, o ex-prefeito Walter, o ex-candidato à Legislativa. Foi responsável por diversos recursos
no Serro e representa o município na prefeitura Cleber Padilha, o presidente da Câmara, nas áreas de saúde, educação, esportes, segurança e
Assembleia Legislativa há mais de 20 Renilson, o vereador Ivan Simões e o ex-vereador lazer. Recentemente liberou por meio de emenda
anos. Nesses anos, viabilizou vários Gabiru, representante da Fazenda da Ponte, além de parlamentar mais R$ 100 mil para a compra de
recursos e melhorias para diversas outras lideranças políticas e comunitárias. A reunião medicamentos.
áreas do município. aconteceu na casa do presidente do PDT de Alvorada
de Minas, Philippe Campos e sua esposa, Fernanda
“Tenho um carinho e uma gratidão Simões.
enorme com o Serro e toda a região.
São cidades que me acolheram e me Para Philippe, a reunião marcou um momento
deram vários amigos. Todo ano venho importante para Alvorada de Minas. “Conseguimos
a essa festa, não só para agradecer à reunir diversas lideranças em torno de um objetivo
Nossa Senhora do Rosário, mas comum, apoiar a pré-candidatura do deputado
também para rever os amigos”, disse. estadual Alencar da Silveira Jr. Além disso, muitas
pessoas que não puderam estar presentes na reunião

Deputado Federal Marcelo Aro participa da Festa do Rosário

Junto com Alencar da Silveira Jr. o deputado federal visitou a região do Serro

O deputado federal Marcelo Aro esteve rever amigos, desfrutar da culinária típica marca de um milhão e quinhentos mil reais Marcelo Aro em um dos maiores desta-
presente na tradicional Festa do Rosário, da cidade. Também foi momento para para a Casa de Caridade Santa Tereza. ques no Congresso Nacional. É um
uma das maiores manifestações culturais e prestar contas do trabalho que tenho feito deputado jovem, que possui trânsito nos
histórica da cidade. Em agenda pela região pelo Serro e pelas cidades próximas.” Sobre Marcelo Aro, o deputado órgãos do Governo Federal e acumula
do Serro, acompanhando o deputado comentou. O deputado ainda acrescentou estadual Alencar da Silveira Jr. armou: ainda mais prestígio após conquistar a
estadual Alencar da Silveira Jr., Marcelo que começou o trabalho na região dando “É um jovem, um deputado federal que eu presidência nacional do Partido
Aro visitou as cidades de Diamantina, continuidade a atuação do ex-deputado admiro, pois eu acredito muito na força do Humanista da Solidariedade. Além da
Datas e Presidente Kubitschek, encerran- Vítor Penido. “Tive a honra de ser trabalho e na juventude. Juntos nós causa municipalista, o deputado também
do o circuito no Serro. De acordo com o escolhido pelo meu amigo Vítor Penido estamos trabalhando dia e noite, para obter milita pelos direitos das pessoas com
deputado, a vinda à região foi motivada para continuar o seu trabalho por aqui. conquistas para a região do Serro e deciência e com doenças raras.
pelo reencontro com a população: "Mais Desde o primeiro dia do meu mandato me entorno.”
uma vez pude ver de perto as demandas de dediquei a trazer recursos e soluções para
cada um dos municípios." essa região que tanto merece.” O DEPUTADO

Marcelo Aro comentou sobre sua vinda O vereador Paulinho de Zé da Marcelo Aro tem 31 anos e é natural de
à região: “Fico muito satisfeito em voltar Farmácia, que hospedou o deputado Belo Horizonte. Foi eleito vereador da
ao Serro em um nal de semana com uma Marcelo Aro em sua casa, agradeceu em capital mineira em 2012 com 9.412 votos
festa tão linda e que renova a fé católica. É nome da comunidade serrana a visita do aos 25 anos, sendo o vereador mais jovem
uma oportunidade única acompanhar esse deputado e aproveitou a oportunidade para de Belo Horizonte. Em 2014 chegou à
evento cheio de cores e cultura. Mais do enaltecer o apoio dado por Marcelo à Câmara dos Deputados após obter uma
que isso, é importante para ouvir das saúde do Serro, através de emendas votação expressiva (87.113 votos). A
pessoas as principais necessidades locais, parlamentares que somadas superam a articulação para a conquista de recursos
para cidades mineiras transformou

4 jornal VILA D PRÍNCIPE

CONCEIÇÃO DO MATO DENTRO

Câmara de Conceição realiza
Plenária Municipal do Parlamento Jovem

Jovens participantes do projeto Municipal os coordenadores munici- muito alto, o que poderá render fru- programa na Assembleia Legislativa
Parlamento Jovem de Minas 2018, pais do projeto, cidadãos e alguns tos ainda melhores nas próximas de Minas Gerais (ALMG).
de Conceição do Mato Dentro, reali- vereadores. O encontro municipal é fases do projeto para Conceição.
zaram na segunda-feira, dia 2 de a primeira de 3 etapas principais que Sobre o Parlamento Jovem
julho, a Plenária Municipal do pro- compõem o projeto: as plenárias A partir de agora, os estudantes se
grama. Cerca de 20 estudantes parti- municipal (Conceição do Mato Den- preparam para a Plenária Regional, O Parlamento Jovem é um progra-
ciparam das discussões e votações tro), regional (João Monlevade e que será em agosto, em João Monle- ma de educação política dirigido aos
no plenário da Câmara Municipal, estadual (Belo Horizonte). vade, com a participação de todas as estudantes do ensino médio de esco-
que culminaram na escolha de 6 Câmaras que integram o Polo Metro- las públicas e particulares. Ele está
propostas que irão para a próxima Para os coordenadores do PJ em politano II. Nesta última etapa, na 15ª edição e é desenvolvido e
etapa do projeto; a Plenária Regional Conceição e para os alunos remanes- jovens parlamentares das cidades de coordenado pela Assembleia Legis-
que será realizada em João Monleva- centes do ano passado (ano de estreia Conceição do Mato Dentro, São lativa de Minas, através da Escola do
de, no princípio de agosto. do Parlamento Jovem no município), Gonçalo, Itabira, Catas Altas, Sabi- Legislativo, e pela PUC Minas, por
a Plenária Municipal evidenciou que nópolis e João Monlevade irão ele- meio do Curso de Ciências Sociais.
Além dos estudantes, também o nível de maturidade dos estudantes ger as melhores propostas do Polo, Esta é a segunda vez que a Câmara de
estiveram presentes na Plenária neste segundo ano de projeto está que seguirão para a última fase do Conceição participa do projeto.

Câmar Municipa d Conceiçã d Mat Dentr
É p síve f er mai .
É p síve f er diferent .

SERRO • JULHO / 2018 CRUZADINHA 5
10
DIVERTINDO 12
8 4 15
1. Saudades de algo que se deixou de ter; desejo de voltar ao passado.
2. Fazer trepidar ou trepidar; fazer estremecer ou estremecer; tremer. 5
3. Trazer à memória; recordar.
4. Para satisfazer seus próprios interesses, é falsamente sociável com aqueles 14 2
13 1 3
que lhe possam ser úteis.
5. Cujo movimento se dá a pouca altura do chão. 11
6. Peça contendo elementos letras, números ou guras em relevo, usada para 7

marcar ou autenticar documentos. 9
7. De altura superior à média; de grande dimensão vertical 6
8. Terreno onde se cultivam ores e plantas ornamentais para lazer ou estudo.
9. Que tem fama; renomado, célebre.
10. Algo que oferece proteção ou refúgio contra exposição, dano físico,

ataque, perigo etc.
11. Quieto, sossegado; não apresenta agitação, perturbação
12. Valor denido pelo Estado para ser cobrado por serviços públicos.

(água, energia elétrica etc.)
13. Recipiente de gargalo e boca estreitos, destinado a conter líquido.
14. Desprovido de beleza, de aparência desagradável.
15. Que existe há muito tempo.

CANTINHO DA HISTÓRIA Participe

desta página!

A próxima foto ou atividade desafio
dessa página pode ser a sua.
Quantos Quadrados existem abaixo?
Envie sugestões de atividades para a
página do Divertindo e fotos antigas para

o Cantinho da História para o e-mail:

[email protected]

Serro. Vista do casario na Rua Governador Valadares CHARADAS
e conjunto de Santa Rita ao fundo.
Fotograa: Eric Hess, s/d. (década de1940).

Fonte: IPHAM

SUDOKU

3268 47

52 6 R__Ó___ D_ P____ B____ F__Í___

72

25 8 94 B____ D_ D____ G_____ F___

68 9 21 cHARADAS SUDOKU 9 - Famoso 1 - Nostalgia Respostas do
14 10 - Abrigo 2 - Vibrar
2 19 Relógio de Ponto 326815947 11 - Calmo 3 - Lembrar ‘‘DIVERTINDO’’:
86 9751 Banco de Dados 571294836 12 - Tarifa 4 - Interesseiro
Bolsa Família 948637512 13 - Garrafa 5 - Rasteiro
Guerra Fria 712568394 14 - Feio 6 - Carimbo
459173628 15 - Antigo 7 - Alto
desafio 683942175 8 - Jardim
197456283
40 quadrados 235781469 CRUZADINHA
864329751

6 jornal VILA D PRÍNCIPE

ÚLTIMO TRECHO DE TERRA DA MG-010
ENTRE conceição do mato dentro E

SERRO COMEÇA A SER ASFALTADO NESTE ANO

Prefeito de CONCEIÇÃO DO MATO DENTRO, Zé Fernando, participou de
audiência com o governador Fernando Pimentel quando foi dada a ordem

de serviço para a obra que irá interligar toda a região por asfalto

DIA HISTÓRICO: O prefeito de Conceição do Mato como forma de compensação ambiental
Dentro, Zé Fernando, participou de pela implantação do projeto do minero-
MAIS 13 MILITARES PARA audiência com o governador Fernando duto Minas-Rio.
CONCEIÇÃO do mato dentro Pimentel, na manhã de quarta-feira, dia
4 de julho, quando foi dada a ordem de Já o DEER-MG cou encarregado de
Após uma grande articulação especial ao deputado Sávio Souza serviço para o asfaltamento do trecho de promover, em outros 24,6 quilômetros,
realizada entre a Prefeitura, através Cruz pelo apoio denitivo nessa terra da MG-010, entre Conceição do melhorias que incluem a construção da
do prefeito Zé Fernando, o Governo empreitada e também à Anglo Mato Dentro e Serro. “Este é um sonho ponte sobre o Rio do Peixe, o alargamen-
do Estado, através do Deputado American e ao CONSEP". antigo que se torna realidade. Teremos to e a restauração das pontes sobre os
Sávio Souza Cruz, e a Anglo toda a região interligada por asfalto, Córregos Campinas, Zalu, Pereira,
American, o município de Autoridades participaram da impulsionando o turismo e o desenvolvi- Passa Sete e das Pedras 1. Este trecho
Conceição do Mato Dentro recebeu, recepção dos novos policiais, como mento da região”, armou o prefeito. será asfaltado agora por meio de convê-
no dia 20 de junho, mais 13 policiais o prefeito Zé Fernando, a vice- nio entre o DEER-MG, a Setop e a Code-
militares. Com isso, o efetivo prefeita Ivete, o tenente Raul, o O governador determinou ao Depar- mig, com repasse de R$ 10 milhões.
policial quase dobrou, indo de 18 presidente da Câmara João Marcos, tamento de Edicações e Estradas de
para 31 militares. o vereador Zoião, o chefe da Guarda Rodagem de Minas Gerais (DEER-MG)
Municipal Clesley, o representante que priorize as obras de melhoramento e
O acontecimento representa um da Anglo American Aldo Souza e a pavimentação asfáltica no trecho de 24,6
grande ganho para a população Presidente do CONSEP, Rosalva quilômetros da MG-010. As obras serão
conceicionense e também para toda Souza Moraes. iniciadas ainda neste semestre, segundo
região que passará a ter mais o secretário de Estado de Transportes e
segurança. Obras Públicas, Murilo Valadares. A
ligação vai beneciar cinco dos mais
Para o prefeito, "estabelecer importantes circuitos turísticos de
parcerias é fundamental para o Minas: os Circuitos da Serra do Cipó, do
desenvolvimento da cidade. Diamante, das Grutas, das Trilhas do Rio
Estamos construindo uma ótima Doce, além da rota do Queijo do Serro.
relação com o Governo do Estado,
que nos dá abertura para isso. HISTÓRICO Prefeito de CMD, Zé Fernando, em
Agradeço de maneira muito audiência com o governador Pimentel
Até 2012, a extensão de terra da MG-
010 era de 48,4 km, mas 23,8 quilôme- Foto: Marcelo Sant’anna / Imprensa MG
tros foram asfaltados por meio do convê-
nio entre o DEER e a Anglo American,

SERRO • JULHO / 2018 7

SERRO

Prefeito dO Serro dá posse a Secretário de
Agricultura com programa de associativismo

O prefeito do Serro, Guilherme se criar condições de acesso ao conjunto tradição na agricultura familiar. Com
Simões, empossou o secretário Waldeir de políticas públicas de crédito, assistên- esse apoio poderemos mudar o perl
Isabel Ferreira (Dico) para a pasta cia técnica e produção para nossa socio-econômico do município,
municipal de Agricultura, com proposta comunidade. O Dico tem experiência e considerando ser esse o segmento mais
de valorização da agricultura familiar, liderança sucientes para levar a frente signicativo, social e economicamente
por meio do cooperativismo e associati- esse programa e atender os consumido- em Serro, englobando toda a comunida-
vismo solidário. res e o comércio, inclusive supermerca- de. “Estamos trazendo uma grande
dos,” declarou o prefeito. inclusão produtiva”. Completou o
Será criada uma cooperativa para prefeito.
gestão e fomento da produção familiar, “Inicialmente será criada uma central
que garantirá renda para um maior de beneciamento para produção da A agricultura familiar responde por
número de famílias no município do farinha de mandioca com apoio da 70% dos alimentos que chegam à mesa
Serro. prefeitura, como primeiro passo no do brasileiro, de acordo com a Secretaria
fortalecimento da agricultura familiar Especial de Agricultura Familiar e do
“Além de promover o fortalecimento no município, que irá oferecer melhor Desenvolvimento Agrário do Governo
econômico da população de baixa renda, qualidade à produção, já que o Serro tem Federal.
o associativismo é o melhor modelo para

Vila Deputado Augusto Clementino.
A Montanha dos Bem-Aventurados.

Por Paulo Queiroga

Distrito de Serro, a vila guarda a Igreja de Nossa Senhora das Dores mente assentada no pico Pedra Redonda
lembrança dos desbravadores bandei- Serra do Caroula que, hoje, se transformou no
rantes e religiosos. Ambos ocuparam Santuário de Nossa Senhora Pedra Lisa
essas montanhas da Serra do Espinhaço A propagação da fé e o aumento da das Dores. Foto: Paulo Sérgio
em busca de riquezas e propagação da fé movimentação de peregrinos estimula-
católica. O local se destaca, hoje, na ram os devotos Expedito e José O chão batido, o fogão de tabatinga Torres Procópio
agricultura e na tradição do artesanato e Nicodemus a somarem esforços com o no lado de fora, algumas sem reboco,
da carpintaria e respira religiosidade. Sr. Osvaldo e, juntos, construíram a outras caiadas em branco e os variados
capela em uma área doada por Romão enfeites em homenagem a Nossa
A partir de 1966, a antiga Vila de Eduardo dos Santos. Senhora formam um cenário místico em
Mato Grosso mudou seu nome para torno da capelinha e criam uma aura de
Distrito Deputado Augusto Clementino, Há décadas é realizado ali o jubileu magia a este singelo conjunto arquitetô-
em homenagem ao médico e deputado anual em homenagem a Virgem. O local nico.
serrano. preserva ainda hoje a religiosidade da
população e dos visitantes, em busca de No restante do ano, fora da tempora-
Mato Grosso, como é ainda chamado paz interna e do espírito religioso. da do jubileu, as casinhas permanecem
pelos antigos, foi talhado nas serras de fechadas e conferem à vila um ar de
Minas como um auto de fé. A vila é Barraquinhas de cidade fantasma. Hoje, as construções
composta por dois núcleos urbanos: o devoção e descanso estão sob os cuidados da Diocese, que,
núcleo central onde ca a Capela de São ocialmente, é sua proprietária. O
Sebastião, e o núcleo da Capelinha. No Com muitas graças acumuladas nas espírito de fé e religiosidade que emana
núcleo central são realizadas as festas do celebrações anuais do Jubileu, que daquele ar montanhoso e sagrado
Padroeiro, no mês de abril e a de N. S. do acontece entre o segundo e o terceiro encanta o visitante.
Rosário, em setembro. domingo do mês de julho, alguns
peregrinos construíram pequenas Vale a pena visitar esse lugar para
O núcleo da capelinha é pura devoção casinhas ao longo da trilha, que eles uma breve parada no tempo. Além de
a Nossa Senhora das Dores. O morro, chamavam de barraquinhas. Elas uma vista deslumbrante do alto da Serra,
com aproximadamente 930 metros de serviam de alívio para o cansaço das os visitantes de fé ainda recebem as
altitude, preserva um cenário sagrado e subidas e descidas diárias pela ladeira graças de Nossa Senhora das Dores. Isso
misterioso, marcado pelas graças íngreme e um modesto lugar de pouso sem contar o seu entorno com rios,
alcançadas na Capelinha da Serra do para as famílias dos eis durante os sete cachoeiras e uma rica ora e fauna.
Carola, na montanha dos Bem- dias da festa.
Aventurados. Uma vez por ano, romei- Outros atrativos próximos cam por
ros movidos pela fé celebram o jubileu, o As barraquinhas foram construídas, conta da Cachoeira da Pedra Lisa, com
que transformou esse pequeno lugarejo inicialmente, de forma simples, em um paredão majestoso, piscina natural,
em uma das mais singulares comunida- madeira ou sapé, com apenas um grande volume de água, uma vista
des de Minas. cômodo, para serem usadas apenas privilegiada e matas nativas; Cachoeira
durante o jubileu. do Buraquinho, Cachoeira do Sítio
Origens do jubileu Riacho das Pedras, Cachoeira do
Com o tempo, alguns ergueram Malheiros e Pedra Redonda.
A população local conta que um paredes em pau-a-pique, adobe ou tijolo.
devoto chamado Osvaldo de Gulim As dezenas de minúsculas casinhas A Vila Deputado Augusto
assentou um cruzeiro de madeira no pico torneiam a montanha e compõem um Clementino, (Mato Grosso) ca a 15 km
da montanha. No início do século traçado em espiral, em direção à capela do Serro, pela MG 010, estrada que liga
passado, eis passaram a enfrentar uma de Nossa Senhora das Dores, solene- Serro a Conceição do Mato Dentro e a
dura caminhada de 3 km na trilha capital, Belo Horizonte.
íngreme em direção ao cruzeiro, como Serra do Caroula - Capelinha
penitência e súplica de graças a Nossa A singela Vila conta com uma
Senhora das Dores. Com o tempo, diminuta estrutura de serviços regulares
correu a notícia de que muitas graças e de turismo. Mas, denitivamente, isso
milagres eram alcançados nesse lugar, o não faz falta alguma. Talvez, até mesmo
que atraiu também pessoas de outras por esta razão é que este pequeno lugar
regiões. tem se mantido praticamente intacto e
faz parte dos destinos de interesse
turístico mantidos pela Prefeitura
Municipal de Serro.

Serra do Caroula - Capelinha Serra do Caroula

8 jornal VILA D PRÍNCIPE

SERRO

Câmara Municipal dO Serro:
O trabalho não para!

entrega de Títulos de cidadania honorária

Em solenidade realizada na noite do dia 28 de junho,
a Câmara Municipal de Serro entregou o título de Cidadão
Honorário à senhora Margarida Carvalhais Barroso e aos
senhores Franco Bouchard e o Cabo PM Diogo Henrique de Souza

À solenidade aconteceu no plenário públicas e privadas do Serro, no
da Câmara e foi muito concorrida, com a combate às drogas, por meio do Proerd-
presença do prefeito Guilherme Simões Programa Educacional de Resistências
Neves, a vice-prefeita Guilhermina às Drogas.
Simões, além de autoridades, familiares
e amigos dos homenageados. Ronivon armou que a prova da
dedicação do militar é a forma como ele
O presidente da Câmara Municipal, é tratado pelos alunos dessas escolas.
Ronivon Simões, autor do projeto que “Ele é visto como amigo e não como
concedeu o título de Cidadão Honorário policial”, destacou o Presidente da
ao Cabo PM Diogo Henrique de Souza, Câmara. O Proerd existe no Brasil desde
justicou a indicação destacando o 1983 e em Minas Gerais desde 1992. No
trabalho realizado pelo Cabo junto às Serro está implantado há oito anos.
crianças e adolescentes de escolas

Vereadores da
Câmara do Serro

Prefeito Guilherme Simões e Presidente
Iª Dama Rosimara Mesquita Nunes Simões da Câmara
Ronivon com
SGT . Barbosa

SERRO • JULHO / 2018 9

CABO PM DIOGO HENRIQUE DE SOUZA Franco Bouchard

O Cabo PM Diogo Henrique de Entre 2011 e 2013, foi o instrutor com Indicado pelo vereador Dílson Associação Cultural e Comunitária de
Souza nasceu em Diamantina, no dia 19 o maior número de alunos no Proerd em Lourenço Carmindo, o empresário do Milho Verde; membro do Conselho da
de agosto de 1988, tendo ingressado na Minas Gerais. ramo de hotelaria e alimentação Franco Criança e do Adolescente de Serro, entre
PMMG em 2008. Bacharelando em Bouchard também recebeu o título de outras atividades. Hoje é proprietário da
Direito pela PUC-Serro, foi reconhecido Cabo Diogo Henrique Cidadão Honorário do Serro, pelos bons Pousada Milho Verde e do Restaurante e
com a Ordem Tosão de Ouro pela Casa com o presidente da Câmara serviços prestados à comunidade do Pizzaria Ovelha Negra, todos em Milho
Real de Espanha, na pessoa do Rei Município. Verde.
Felipe VI e com os títulos de Conde e Ronivon Simões
Príncipe pelas Casas Reais e Imperiais Hoje estabelecido em Milho Verde, Para o vereador Dílson Lourenço
antigas da Rússia. É Doutor Honores Franco é nascido em Pinerolo-Itália, em Carmindo a homenagem é um reconhe-
Causa em Ciências da Religião e 21 de junho de 1962. Durante a solenida- cimento a quem acreditou nas belezas e
Teologia pela Salvar Cursos e Treina- de ele declarou que há 25 anos veio a potencialidades de Milho Verde,
mentos Educacionais. passeio visitar o distrito de Milho Verde deixando para traz seu país, negócios,
e se encantou com a beleza do lugar. De familiares e amigos.
Atualmente realiza trabalho junto ao volta à Itália, tratou de encerrar os
PROERD com alunos da APAE Serro e negócios que tinha por lá e retornou a Franco Bouchard
do Cedia Criaser, onde há crianças e Milho Verde para car.Após alguns anos com o vereador
adolescentes em situação de vulnerabili- se casou com Maria Aparecida, morado- Dilson Lourenço
dade social. ra do Quilombo. Logo após o casamento
voltou com a mulher para a Itália, lá
Foi o idealizador e levou para o Serro cando por mais quatro anos. Mas a
ao COMAD - Conselho Municipal Anti- saudade falou mais alto e os dois
Drogas. No momento articula junto à voltaram para Milho Verde onde estão
diretoria do NA - Narcoticos Anônimos até hoje ao lado das três lhas.
de Diamantina para levar uma unidade
do grupo de apoio para o Serro. Como voluntário, ajudou a implantar
o projeto Gemas da Terra – Tele Centros
Comunitários no alto da Serra do
Espinhaço, com o objetivo de identicar
características locais e determinar um
modelo de adoção das novas tecnologias
de informação e comunicação pelas
comunidades rurais. A metodologia de
ação da Rede Gemas da Terra inclui
pesquisa, divulgação, conscientização,
capacitação e gestão da rede de Tele
Centros. Foi também, vice-presidente da

Cabo Diogo com
familiares e amigos

Margarida Carvalhais Barroso

A terceira agraciada com o titulo de cação e relações humanas, saneamento de destacar as qualidades dos homena- Franco Bouchard com
Cidadão Honorário do Serro foi a sra. básico, agroindústria e mão de obra não geados, agradecendo o carinho e familiares e amigos
Margarida Carvalhais Barroso, natural agrícola. Ingressou na EMATER-MG empenho deles em ajudar no crescimen-
de Sabinópolis, em 15 de julho de 1956. em oito de setembro de 1980, onde to e desenvolvimento do município e Sra. Margarida Carvalhais
trabalha até hoje. seus distritos. com familiares e amigos
O projeto de concessão da honraria
foi da vereadora Silvana Aline Dumont Dedicou-se principalmente à Ao nal da solenidade os novos Por Marcelo Devanir – MG 04227 JP
Hallack, afastada por licença médica e organização rural, mobilização e Cidadãos Honorários do Serro recebe-
representada no ato pelo seu suplente, dinamização de comunidades por meio ram os cumprimentos dos presentes.
Júnior dos Santos Figueiredo. de grupos de mulheres, jovens, produto-
res e associações, levantamentos da
Margarida Carvalhais é diplomada realidade dos municípios do Serro,
em Pedagogia pela Faculdade de Alvorada de Minas, Santo Antônio do
Filosoa e Letras de Diamantina. Tem Itambé, Serra Azul de Minas e Rio
diversos cursos de aperfeiçoamento na Vermelho.
área de nutrição aplicada e saúde,
dinâmica de grupo e liderança, comuni- Como Extensionista de Bem Estar
Social, realiza atividades de dinamiza-
Margarida Carvalhais com o ção de comunidades; planejamento,
vereador Júnior Figueiredo implantação, orientação, execução de
programas e projetos nas áreas de
produção familiar de alimentos,
educação e segurança alimentar;
saneamento ambiental e domiciliar;
habitação rural; agroindústria familiar e
artesanato e turismo rural.

Ao falar sobre a homenageada, o
vereador Junior dos Santos Figueiredo
fez questão de ressaltar a importância do
trabalho desenvolvido por Margarida
Carvalhais junto à comunidade serrana.
Para ele a dedicação e competência com
que a ela desenvolve seu trabalho, por si
só justicam toda a homenagem.

Após a entrega dos Títulos, o prefeito
de Serro, Guilherme Simões, elogiou os
vereadores autores dos projetos pelas
escolhas dos agraciados e aos demais
pela aprovação da Câmara. Fez questão

10 jornal VILA D PRÍNCIPE

diamantina Prefeitura de Diamantina
promove cidadania e dignidade
aos moradores do bairro Prata

GCM de Diamantina é capacitada
sobre patrimônio cultural

Dando sequência ao Programa celebrações, festas e danças populares, A prefeitura de Diamantina, num feito para todos e é assim que trabalha-
Municipal de Educação Patrimonial “De músicas, costumes e outras tradições. O esforço conjunto com o Ministério mos”, revelou o prefeito em seu discur-
Olho no Patrimônio”, a Secretaria patrimônio pertence à comunidade que Público Estadual, deu início no dia 28 de so. Juscelino Roque também garantiu
Municipal de Cultura, Turismo e produz os bens culturais que o com- junho à formalização para regularização que outras regiões da cidade serão
Patrimônio, através da Diretoria de põem. É importante conhecer e reconhe- fundiária do bairro Prata. A partir de beneciadas com o mesmo projeto de
Patrimônio Cultural, promoveu no dia 3 cer o patrimônio, para que os cidadãos se agora, os moradores daquela comunida- regularização fundiária.
deste mês a última etapa do curso de identiquem com a cultura local. Por de poderão obter a Certidão de Número
capacitação “Conhecer e Reconhecer o esse motivo, torna-se relevante ter ações dos seus imóveis, o que permitirá acesso Além do bairro Prata, a Serra dos
Patrimônio”, voltado aos agentes da de educação patrimonial. Sendo essas às redes de água, esgoto e energia Cristais será a próxima região a ser
Guarda Civil Municipal. Na oportunida- indispensáveis para a preservação de elétrica, além de outros benefícios agraciada com o TAC, proporcionando
de também foi feita a entrega dos bens culturais. urbanos, como asfaltamento ou calça- assim mais dignidade aos moradores e
certicados de conclusão do curso, mentos das vias públicas. O prefeito frear a ocupação irregular da serra, que
evento que teve a presença do prefeito Na observância de capacitar os Juscelino Brasiliano Roque, a promoto- emoldura o conjunto arquitetônico
Juscelino Brasiliano Roque e da Guardas Civis Municipais, a Prefeitura ra de Justiça, Luciana Teixeira reconhecido pela Unesco como
secretária municipal da Cultura, de Diamantina vem promovendo desde Guimarães Christófaro, e o presidente Patrimônio Cultural da Humanidade e é
Turismo e Patrimônio, Márcia Betânia o mês de abril deste ano curso de da Associação de Moradores do Bairro tombado pelo Instituto Estadual do
de Oliveira Horta, além dos demais capacitação para servidores da GCM Prata, Itamar Silva Pires, assinaram, na Patrimônio Histórico e Artístico
coordenadores. intitulado “Conhecer e Reconhecer o presença de dezenas de pessoas, o Termo (IEPHA).
Patrimônio”. Pensou-se na necessidade de Ajustamento de Conduta (TAC) que
O evento teve início às 8h30, no dos mesmos terem um pouco de permite a regularização fundiária dos Também moradores do bairro Cidade
Teatro Municipal Santa Izabel, com café conhecimento formal sobre a história da imóveis daquele bairro. Nova, da área já consolidada, serão
da manhã e credenciamento. Logo após cidade, visto que um dos entraves beneciados com a regularização
houve palestra da historiadora Márcia identicados por eles que estão em “O dever de todo político é trabalhar fundiária. Na manhã desta sexta-feira,
Dayrell França Botelho, que abordou o contato diretamente com a população em benefício da população, já que é ela dia 29, o prefeito Juscelino Roque esteve
tema “Guardar o Patrimônio: um ato de local e visitantes se tratava da ausência que te garante poder para tomar viável em Belo Horizonte para a assinatura do
cidadania”. Às 13h30 aconteceu visita de ações educativas voltada para a algumas ações comunitárias. Este é um Termo de Cooperação Técnica com a
técnica ao centro histórico de corporação e adequada à sua necessida- fato histórico para Diamantina, pois Secretaria de Estado de Cidades e
Diamantina, evento coordenado pela de. estamos garantindo à população seus Integração Regional para repassar a
turismóloga e guia de turismo, Taysa direitos básicos. Um governo deve ser documentação dos imóveis para os
Godinho. O encerramento do curso foi Atualmente, a guarda civil municipal moradores.
no Mercado Velho, com a entrega dos é composta por 49 integrantes, por se
certicados de conclusão. tratar de funcionários que trabalham Equipe de Vigilância em
com escalas de trabalho e não ser Saúde de Diamantina apresenta
Diamantina é uma cidade histórica possível todos interromperem suas resultados positivos no PROMAVS
conhecida por manter vivas suas atividades, participam do curso 24
manifestações culturais, preservar as guardas civis municipais e os professo-
belezas naturais e arquitetônicas. O res do Programa Municipal de Educação
patrimônio cultural de Diamantina é rico Patrimonial. O restante da equipe da
em bens culturais e imateriais que guarda realizará o curso de capacitação
podem ser vistos através das manifesta- em sua segunda etapa, que acontecerá
ções artísticas populares, os saberes, os ainda neste mês de julho.
fazeres, as formas de expressões, lendas,

MEDALHA IMPERADOR DOM PEDRO II

Corpo de Bombeiros presta homenagem
ao prefeito Juscelino Roque

O prefeito de Diamantina, Juscelino ria de Execução Operacional, após a No dia 27 de junho foi realizada Neste programa, Diamantina tem
Brasiliano Roque, recebeu em Belo assinatura do Comandante-Geral do reunião da Equipe de Vigilância em cumprido em média 80% dos indicado-
Horizonte, no dia 29 de junho, a Corpo de Bombeiros, Coronel Cláudio Saúde com o secretário municipal de res, recebendo 100% dos recursos
Medalha da Ordem do Mérito Imperador Roberto de Souza. Saúde, Rogério Pontes, para a apresen- destinados ao mesmo. Estiveram
Dom Pedro II. Criada em 2002, a tação dos resultados alcançados pelo presentes na reunião Luciana Miranda
comenda homenageia personalidades A 6ª Companhia Independente do município no Programa de Monitora- (Diretora de Vigilância em Saúde),
civis ou militares, além de instituições Corpo de Bombeiros, instalada em mento das Ações de Vigilância em Samuel Rosário (Gerente da Vigilância
que, com as atividades prossionais, Diamantina, atua na cidade desde o ano Saúde (PROMAVS) em 2017. O Epidemiológica), Juliano Pedro da Silva
contribuem para o engrandecimento do de 1984, e vem prestando excelentes PROMAVS foi criado pelo Governo de (Gerente de Vigilância ambiental),
Corpo de Bombeiro Militar de Minas serviços à população de 50 cidades das Minas em 2012, contendo um elenco de Geraldo Denemar (Gerente da
Gerais (CBMMG). regiões Central, Norte e Alto 36 indicadores relacionados à vigilância Vigilância Sanitária), Roseane da Matta
Jequitinhonha. Com a ascensão, a em saúde que são avaliados de 4 em 4 (Promoção à Saúde), Paulo Coelho
Dezenas de personalidades foram unidade passou a ter mais autonomia, meses por funcionários da Superinten- (Gerente de IST/AIDS Hepatites
agraciadas com a honraria, em comemo- equipamentos e potencial humano para dência Regional de Saúde de Diaman- Virais).
ração ao Dia Nacional dos Bombeiros, ampliar e melhorar ainda mais os tina.
que é celebrado anualmente no dia 2 de atendimentos.
julho. Durante a solenidade, realizada no
Auditório JK, na Cidade Administrativa,
em Belo Horizonte, também foi
entregue a Comenda Bombeiro
Honorário 2018.

No dia 19 de junho foi realizada em
Diamantina a solenidade de elevação da
Companhia Operacional à 6ª
Companhia Independente. A cerimônia
marcou a elevação da unidade à catego-

SERRO • JULHO / 2018 11

diamantina

TRÂNSITO MAIS SEGURO INCENTIVO À QUALIFICAÇÃO

Prefeitura sinaliza via públicas para Servidoras da Prefeitura de Diamantina
facilitar tráfego de veículos e pedestres concluem curso de especialização
em Gestão Pública
O prefeito de Diamantina, Juscelino é a criação da Comissão de Trânsito,
Brasiliano Roque, e o secretário de integrada por representantes de vários O prefeito de Diamantina, Juscelino trabalho já realizado pelas servidoras no
Governo, Thiago Rocha Bellico, segmentos da sociedade. “O trânsito é Brasiliano Roque, recebeu em seu município. Márcia é lotada na Secretaria
estiveram no m de junho vistoriando in responsabilidade de todos. Envolver a gabinete, no dia 26 de junho, a diretora de Cultura, Turismo e Patrimônio e
loco os trabalhos de sinalização horizon- população é fundamental para termos administrativa Helen Cristina Pereira de Helen, na Secretaria Municipal de
tal das vias do município. Uma empresa uma cidade melhor “, declarou Thiago Oliveira Silva e a historiadora Márcia Planejamento e Gestão. “Agradecemos
terceirizada foi contratada pela adminis- Bellico. Dayrell França Botelho. As duas ao prefeito Juscelino o apoio durante a
tração municipal para fazer o serviço. O servidoras efetivas da Prefeitura de realização do curso”, declarou Helen.
trabalho inclui também a sinalização VIAS QUE ESTÃO SENDO SINALIZADAS Diamantina realizaram o curso de pós-
vertical do Centro Histórico. “Diamanti- graduação - Especialização em Gestão O artigo de conclusão de curso de
na é patrimônio da humanidade e precisa Ÿ Praça Sagrado Coração Pública e Controle com Foco em Márcia foi “A Evolução da Cobrança da
ter um trânsito organizado e sinalizado Ÿ Avenida Sílvio Felício dos Santos Resultados – pela Escola de Contas e Dívida Ativa e seu Reexo diante do
para a população e turistas. Estamos Ÿ Avenida Barão de Paraúna Capacitação Professor Pedro Aleixo, do Orçamento Público no Município de
trabalhando diariamente na melhoria do Ÿ Alto do Jacuba Tribunal de Contas de Minas Gerais. “O Diamantina”. Já Helen abordou o tema
tráfego para motoristas e pedestres. Na Ÿ Rua do Bicame progresso do funcionário afeta não “Restos a Pagar no Final de Mandato e o
nossa gestão, nosso maior patrimônio Ÿ Acesso ao distrito do Guinda apenas a vida prossional dele, mas Impacto no Planejamento Municipal.
são as pessoas”, declarou o prefeito. Ÿ Acesso ao distrito de Senador também contribui para a boa gestão de
toda a administração. Estamos aqui para O assessor da Presidência do
Esta ação de sinalização do trânsito Mourão incentivar a capacitação, mas cabe a Tribunal de Contas, Pedro Henrique
em Diamantina, da forma como está Ÿ Centro Histórico cada servidor sair da sua zona de Magalhães Azevedo, que participou da
sendo feita, nunca aconteceu no conforto e buscar sua qualicação e cerimônia de conclusão de curso, em
município. Outra iniciativa da Prefeitura progresso”, declarou Juscelino. Belo Horizonte, segundo Márcia e
Helen, ressaltou que o Tribunal tem
Márcia Dayrell disse que ela e Helen muito orgulho deste curso, pois o mesmo
souberam da oferta do curso por meio do percorre várias áreas do saber e tem
edital publicado no Diário Ocial do como objetivo principal formar servido-
Estado “Minas Gerais”. “Participamos res mais capacitados para atender o
do processo seletivo e fomos seleciona- munícipe de forma efetiva.
das. O curso foi concluído no mês de
junho e é com grande satisfação que
comunicamos ao prefeito”, declarou a
historiadora.

Além de contribuir para a formação
dos prossionais, o curso irá agregar ao

DIAMANTINA: PIONEIRA NO TRATAMENTO Riga, o espírito dos Países Bálticos
HOSPITALAR EM MINAS GERAIS Paulo Queiroga

Dr. Sebastião Gusmão

Em Diamantina foram Minas Gerais. Tinha por objetivo A Letônia ca entre a Lituânia, ao A Praça da Prefeitu-
fundados o primeiro hospital, a cuidar da grande maioria da Sul, e a Estônia, ao Norte. Faz limite, a ra é rica em contrastes.
terceira Santa Casa e o primeiro população pobre e escrava e era Leste com a Rússia e a Bielorrússia e a Duas casas chamam a
hospício de Minas Gerais. mantida por esmolas e donati- Oeste, com o Mar Báltico. atenção: a Casa dos
vos. Na segunda metade do Cabeças Pretas e a
A primeira notícia que se tem século 19, com a cidade de O país, famoso pelo “pinho de Riga”, Casa Schwab. Elas
de um hospital em Minas é no Diamantina elevada à condição ainda mantém 40% de seu território foram sede de uma irmandade de
meio da década de 1740, quando de centro econômico, cultural e religioso preservado por orestas. Hoje, esse mercadores estrangeiros solteiros, que
para o Distrito Diamantino se dirigiu o do Vale do Jequitinhonha, a Santa Casa pequeno país é o coração dos países terminou por ordem de Hitler. As duas
cirurgião José Gomes Ferreira para transformou-se no centro médico da Bálticos, que incluem a Estônia e a casas foram destruídas na II Guerra
exercer o ofício de cirurgião no Hospital região, ocorrendo expansão de suas Lituânia. Mundial e reconstruídas em 1999.
do Contrato Diamantino, quando o instalações.
Sargento-mor João Fernandes de O primeiro hospício de alienados de A fundação da capital, Riga, é O prédio da prefeitura, construído em
Oliveira se tornou o primeiro contrata- Minas Gerais foi o Hospício da atribuída a comerciantes germânicos e 1334, juntamente com o Castelo de Riga
dor dos diamantes (1739-1747 e 1753- Diamantina, construído e administrado soldados das Cruzadas, com o pretexto e a Catedral do Domo formavam o
1770). pela Santa Casa de Caridade de de conversão dos Livônios ao centro do poder da Letônia. Na praça
Diamantina e funcionou de 1889 a 1906. Cristianismo. funcionava um mercado, onde aconteci-
Outro cirurgião, José Antônio Trata-se de construção grandiosa para a am festivais e eram feitas as execuções.
Mendes, atuou por mais de trinta anos época e projetada de acordo com as A cidade conviveu com o Sacro
como médico do Hospital do Contrato modernas concepções médicas. Império Romano Germânico, os A Catedral do Domo, construída no
Diamantino. Publicou, em 1770, o Durante seu funcionamento, atendeu negócios da Liga Anseática, o Império início do século XIII, já foi a maior
Governo de Mineiros, guia prático pacientes de várias cidades do Vale do Austro Húngaro, a Rússia Imperial, até igreja da região báltica. Destruída pelas
destinado aos pobres e sobretudo aos Jequitinhonha com diferentes diagnósti- sua independência em 1991, com o m guerras, a igreja acabou misturando
senhores de escravos. Seu livro tornou- cos de distúrbio mental. O Hospício da da União Soviética. vários estilos. Os vitrais são do século
se a principal fonte para se conhecerem Diamantina foi fechado em 1906 em XIX. Também é dessa época o órgão
os hábitos de vida, as condições de decorrência da retirada dos recursos A paisagem urbana fascina. O verde alemão, que já foi considerado o maior
trabalho e as doenças dos escravos públicos. Depois de vários anos sendo nos jardins, lagos e os canteiros de ores do mundo.
durante o século XVIII. Era contratador progressivamente consumido pela ação nas janelas retratam o respeito da
na época o Desembargador João do tempo, o velho prédio foi recuperado, comunidade à natureza. A Casa dos Gatos é um edifício
Fernandes Oliveira (1720-1779), mantendo a dignidade e imponência do amarelo, em estilo Art Noveau, com
concubino de Chica da Silva, que velho Hospício da Diamantina. No centro histórico, as ruas estreitas estátuas de gatos pretos no telhado. A
assumiu o contrato (1753-1770) após a Os dois hospitais pioneiros (Hospital em pedra, muralhas e símbolos maçôni- lenda é que o proprietário do prédio não
mudança de seu pai e homônimo para do Contrato Diamantino e Hospício) cos nas pedras registram o poder oculto foi aceito na congregação de mercadores
Lisboa. desapareceram. Mas a Santa Casa de desta cidade fervilhante. A arquitetura da Grande Guilda. Então, como protes-
Diamantina continua imponente e, medieval eArt Noveau, bares, restauran- to, colocou as estátuas dos bichanos
José Vieira Couto (1752-1827), desde 1790, evoluindo para se adequar tes e cafés, com mesas ao ar livre, são eriçados.
médico, mineralogista e escritor, às transformações da sociedade na sua pontos inesquecíveis para visitantes,
formado na Universidade de Coimbra, secular missão de dar assistência de onde, claro, jorra muita cerveja. A comida típica da Letônia é delicio-
também trabalhou no Hospital do s a ú d e à p o p u l a ç ã o d o Va l e d o samente pesada: Carne de porco, frutos
Contrato Diamantino. Não sabemos a Jequitinhonha. Atualmente, ela é do mar, repolho e muita batata. O vinho
data de fechamento deste Hospital, mas moderno centro hospitalar com todas as quente temperado com canela, laranja
documentos indicam seu funcionamento especialidades médicas e referência para completam os sabores.
até o nal do século 18. a região do Vale do Jequitinhonha.
A melhor época para visitar a
A Santa Casa de Caridade de inesquecível Riga é entre Maio e
Diamantina foi fundada em 1790, Setembro, por conta de três meses de
apenas um ano após a Incondência Inverno com muita neve e gelo.
Mineira, sendo a terceira do gênero em

12 jornal VILA D PRÍNCIPE


Click to View FlipBook Version
Previous Book
All About Product CBD Alley
Next Book
http://atozsupplement.com/creme-des-palmier-uk/