The words you are searching are inside this book. To get more targeted content, please make full-text search by clicking here.

Jornal Vila do Príncipe - Março de 2018

Discover the best professional documents and content resources in AnyFlip Document Base.
Search
Published by Atelier Online, 2018-03-15 10:29:24

Jornal Vila do Príncipe - Março de 2018

Jornal Vila do Príncipe - Março de 2018

Keywords: Jornal Vila do Príncipe - Março de 2018

jornal www.jornalviladoprincipe.com.br

VILA D PRÍNCIPE Teófilo Ottoni,
Patrono da Imprensa Mineira

CIRCULAÇÃO: Alvorada de Minas, Conceição do Mato Dentro, Couto de Magalhães de Minas, Datas, Diamantina, Dom Joaquim, Gouveia, Guanhães, MARÇO de 2018 • Edição 13 • Ano II • TIRAGEM: 10.000 EXEMPLARES
Materlândia, Presidente Kubitschek, Rio Vermelho, Sabinópolis, Santo Antônio do Itambé, Serra Azul de Minas, Serro

Parabéns Diamantina:
305 Anos de História

Página 03

8 de março, Dia Internacional da Mulher

São Gonçalo do Rio das Câmara DE Conceição DO MATO
Pedras - serro/MG DENTRO Recebe Ciro Gomes

GOUVEIA RECEBE SELO Página 07 Página 05 Página 8
DE QUALIDADE

Coluna Petrônio SOUZA GONÇALVES ............ pÁGINA 02 Prefeito José Fernando Página 4
Diamantina ............ pÁGINA 03 em Reunião de trabalho
no Almoxarifado Página 06
Saúde: Dr. Sebastião Gusmão ............ pÁGINA 03
Turismo: Paulo Queiroga ............ pÁGINA 04
Gouveia ............ pÁGINA 07
Divertindo ............ pÁGINA 10
Alvorada de Minas ............ pÁGINA 11
Guanhães ............ pÁGINA 11

GRUPO PLANO
ASSISTÊNCIAL FAMILIAR
SUA FAMÍLIA EM BOAS MÃOS!
R. PADRE JOÃO MOREIRA, 60 FONE:
SERRO - MG - CEP: 39150-000 (38) 3541-2162
(38) 3541-2666
(38) 3531-1906

www.gruporenascermg.com

2 jornal VILA D PRÍNCIPE

EDITORIAL O dia em que Brasília chorou
Petrônio Souza Gonçalves
Março, o mês da Mulher
Quando morreu o eterno presidente
Muitos eventos marcam o mês de saber que essa violência avança do Brasil moderno, Juscelino Deus o poupou do sentimento do medo,
março. Mas nenhum deles é mais Brasil afora, tanto nos grandes Kubitschek de Oliveira, no distante ano Juscelino saiu de sua fazendinha em um
importante que a data histórica do centros quanto nos mais distantes de 1976, foi encontrado no bolso de seu velho Ford, sabia que dentro de um
Dia Internacional da Mulher. O Dia rincões. Podemos armar que o paletó o recorte de um artigo de jornal caminhão seria um caminhoneiro, um
da Mulher é todo dia, mas um, em Brasil é um país que não respeita a assinado pelo jornalista Carlos Chagas, brasileiro, um peão. E peão não é gente,
especial, nos faz lembrar do que é a mulher, que não as reconhecem e intitulado “Brasília não vê JK chorar”; o é um esquecido, um ignorado. Para
vida e o martírio de nossas mães não lhes dão o valor devido e Brasil também não. aumentar a guração, colocou um
mineiras e brasileiras, desde sempre. necessário. Parece mesmo que nós, chapéu de palha. Juscelino passou pelo
É preciso ter uma hora para como povo, não gostamos das Juscelino foi um clandestino em seu Palácio da Alvorada, foi à Catedral, que
pararmos e pensarmos sobre o que mulheres. É isso que ca suben- próprio país. Viveu seus últimos anos ainda não conhecia - não teve tempo de
temos feito do mundo e da vida à tendido nas manchetes que são um exílio permitido, consentido, ver sua estátua suspensa no ar, acima de
nossa volta e lembrarmos das estampadas a cada dia nos jornais do monitorado; um martírio diário. Quando tudo, com seus braços estendidos para
mulheres se faz mais que necessário. país inteiro. voltou ao Brasil em 1967, era um exilado eternidade - passou pela Praça dos Três
na Europa, foi proibido de ir a Brasília. Poderes até ver ao longe a esnge de seu
A socialização da informação O Vila do Príncipe não poderia Estava condenado a viver no “pau de rosto. Ali, pediu ao motorista que
trouxe para o centro dos debates a deixar de fazer esse registro em arara” da saudade, sem ver sua própria parasse. Desceu despido de seu disfarce,
verdadeira situação das mulheres, e momento tão oportuno. Somos, mais lha – assim ele se referia a Brasília: era ele mesmo, o menino Nonô de
nos fez ver o quanto é difícil ser uma vez, o jornal que defende a “minha lha”. Havia um sadismo militar Dimantina que sonhou um novo Brasil,
mulher no Brasil e dona de casa. São mulher, por que é na gestação de no ar. E a intransigência era tanta que, sentou-se a um canto e se pôs a chorar.
muitos os relatos dolorosos que cada uma delas que nasce a espe- durante o governo Médici, ele voava Chorou compulsivamente. Naquele
vemos e lemos por aí, muitos, e nos rança de um país, de um povo. certa vez próximo a Brasília quando o exato momento começou a chover.
faz pensar que é preciso dar voz e vez avião entrou em pane por superaqueci- Brasília chorou ao ver Juscelino, era a
para essas que são o esteio e a força Dando seguimento a esta edição, mento. Era uma situação de risco e o saudade do que não existia mais. JK
motriz de uma sociedade. Por isso o nos juntamos à Associação das piloto pediu à torre de comando a chorou por ele, por nós, pelo futuro, por
Vila do Príncipe faz esse registro em Cidades Históricas de Minas Gerais permissão para pousar no aeroporto do tudo, por todos. Ali, pai e lho, criador e
suas páginas, deixando claro que ele na divulgação dos eventos que capital federal. Perguntaram quem criatura se tornaram um só, e as gotas das
é, sobre tudo, uma tribuna diuturna envolvem nossas cidades associadas estava a bordo. O piloto falou com lágrimas dos homens e dos céus se
das mulheres e de seus direitos. a ela, sendo presidida pelo prefeito convicção: “o presidente JK”. A fundiram e foram levadas pela enxur-
Defender a mulher e garantir seus de Conceição do Mato Dentro, Zé autorização foi negada. O avião teve que rada, para a vala comum das grandes
direitos é, além de tudo, garantir o Fernando. descer em uma pista improvisada, frustrações humanas, para a sarjeta da
direito da família e assegurar a particular, dentro de uma fazenda. Ainda história.
integridade moral, cívica e cultural Com o site no ar e a seção de assim, JK escolheu como última morada
dos lhos das mulheres. cartas, aguardamos sugestões de os arredores de Brasília, o município de Petrônio Souza Gonçalves é
pautas e matérias, além de notícias Luziânia. Queria sempre estar no jornalista e escritor
Os números da violência contra a que podem ser enviadas diretamente coração do Brasil.
mulher assustam. Ainda mais em à redação. Vêm novidades por aí!
De lá mirava o clarão noturno de
Petrônio Souza Gonçalves Brasília e divagava sobre o país que só
existia nos seus sonhos. O Brasil trocara
correspondências os brindes das noites modernas pelas
e mensagens RECEBIDAS noites das cancelas, o sorriso pelo medo,
o aceno fraterno pelo puxar do gatilho.
Brasília é uma obra do tempo. Se fosse
construída hoje, simplesmente não
existiria, pois o IBAMA não daria
autorização para a sua construção.

Em 1972, quando não suportava mais
tamanha saudade, Jk foi visitar Brasília,
dentro da boleia de um caminhão. Como

Gostaria de parabenizar a direção do Jornal Vila Diretor: Colaboradores:
do Príncipe pelas excelentes matérias do Jornal Vagno Ribeiro - Maira Buarque - Jornalista
que acompanho mensalmente. Gostaria ainda, de
Diretor Comercial: Colunistas: Jornal Vila do Príncipe é uma publicação da
pontuar a brilhante Iniciativa, de lançar a Geraldo Ribeiro - Dr. Sebastião Gusmão V.A.R. Dinâmica Assistência e Comunicação,
campanha para eleger Teolo Otonni Patrono da - Paulo Queiroga CNPJ 26.916.918/0001-79 - R. Manhuaçu, 210,
Imprensa Mineira. Jornalista Responsável: - Petrônio Souza Gonçalves Sala 4 - Bairro Santa Inês, Belo Horizonte/MG,
Marcelo Devanir (MG 04227 JP) CEP: 31.080-400. As opiniões e conceitos
Henrique Nunes emitidos em artigos assinados, mesmo que
Diagramação: Atelier Online sob pseudônimo, podem não representar o
pensamento da direção e dos editores deste jornal.
jornal

VILA D PRÍNCIPE

Assistência 24 horas em todo território nacional

Tranquilidade para você e sua família

www.aspvemg.com.br

(38) 98807-0002 Escritório Serro:
(38) 99971-4907
(31) 3486-4657 R. PADRE JOÃO MOREIRA, 60
SERRO - MG - CEP: 39150-000

Proteja seu veículo contra roubo, furto, incêndios e colisões

SERRO • MARÇO / 2018 HOJE É A VIDA 3
Sebastião Gusmão
DIAMANTINA natureza real determina o sofrimento.
A morte pauta nossa procura de A solução seria eliminar o desejo para
A cidade que um sentido para a vida. Epicuro nos bloquear o sofrimento, e a felicidade
faz história adverte que é tolice aigir-se com a seria igual a realidade menos a
espera da morte, pois trata-se de algo expectativa. Ou como aconselha
Muitas cidades são históricas, antiga ladeira da rua São Francisco. Xica que, uma vez vindo, não causa mal e Aristoteles: não perseguir o prazer,
algumas poucas fazem a história. da Silva ainda está lá, no badalar do sino não signica nada. Enquanto mas a ausência de sofrimento, pois
Diamantina é assim, uma cidade que fez da improvável torre da igreja. O vivemos, ela não existe, e quando este é o grande inimigo da felicidade.
e faz a história de Minas e do Brasil, contratador João Fernandes nunca saiu chega, não existimos mais. E o não
desde sempre. Neste ano de 2018, de lá, está nas ruas, na riqueza deixada mais existir não causa qualquer mal. Não existe qualquer sentido
Diamantina comemora 187 anos de pelos diamantes. O passado de glórias É como o sono sem sonhos. estabelecido para a vida. Entretanto,
emancipação política e 305 anos de ainda está lá, com suas igrejas e seus como arma Nietzsche, se temos uma
história. passadiços. Suas noites em serestas Se o ontem não mais existe e o razão para viver, conseguimos
ainda estão lá, nas vesperatas das noites amanhã é apenas uma possibilidade, suportar quase tudo. Por outro lado, a
De arraial a distrito, de cidade a cheias de saudade e belezas. a sabedoria é dar à vida o sentido do vida sem signicado é fardo difícil,
Patrimônio da Humanidade, tudo é trabalho do dia de hoje. Este pensa- mesmo se repleta de conforto.
preciosidade em Diamantina, a começar Diamantina é isso, dada em neblinas, mento está na Mensagem da Aurora, Portanto, cada um deve criar sentido
pelo seu povo, que está registrado nas a cidade que amanhece bem ao pé da velho poema sânscrito: para sua vida. E neste processo é
páginas da história do Brasil. Juscelino colina. aconselhável conar na razão e nas
menino ainda está lá, em sua casa, na Cuida deste dia. / Este é a vida, a evidências. Isso nos permite abrir
própria essência da vida. Eis que o mão de ilusões reconfortantes e
MAIS SAÚDE PARA DIAMANTINA ontem é apenas um sonho, / E o enfrentar o signicado da existência
amanhã é somente uma visão. temporária, ao mesmo tempo
No último dia 1º de março de 2018, região para que eles também repas- fantástica (pela alta complexidade
mês de aniversário de Diamantina, a sassem recursos para o hospital, como já O objetivo fundamental na vida é evoluída do nada) e trágica (pelo
população do município, e também de fazia Diamantina e também Presidente alcançar a felicidade. Dois caminhos inevitável retorno ao nada). A vida,
toda a região, ganha um grande presente: Kubtischek. Mas foi o depósito extra de nos levariam a tal objetivo: o prazer e esta curta ponte entre o nada (antes do
a garantia de mais recursos para a saúde R$ 330 mil pela Prefeitura Municipal de o sentido da vida. nascimento) e o nada (após a morte),
com o Convênio de Aporte Financeiro da Diamantina, em dezembro, que evitou a deve ser realizada em seus próprios
Prefeitura Municipal de Diamantina com paralisação e, portanto, a abertura do A felicidade geralmente traduz-se termos, valendo por si mesma. Somos
as Casas de Saúde. O Hospital Nossa hospital. em experimentar agradáveis sen- afortunados por poder morrer. A
Senhora da Saúde (HNSS) passa a sações corporais. Como nossa maioria das incontáveis possíveis
receber mensalmente R$ 350 mil. Já a ELEVAÇÃO DO TETO DA SAÚDE siologia limita a intensidade e a pessoas nunca vai morrer, porque
Santa Casa de Caridade de Diamantina duração destas sensações, a busca por nunca vai nascer. Somos os ganha-
tem R$ 250 mil por mês da adminis- O aporte de recursos para a saúde a prazeres cada vez maiores termina no dores na loteria do nascimento e não
tração municipal, totalizando R$ 600 mil partir deste ano foi fruto de um longo vazio ou no sofrimento. justica lamentar o inevitável retorno
mensais ou R$ 7,2 milhões ao ano para as trabalho e da ação conjunta da Prefeitura ao estado anterior, do qual a enorme
duas Casas de Saúde. Este valor é um Municipal de Diamantina, Câmara A procura de sentido para a vida é possível maioria jamais nem saiu.
acréscimo aos recursos que já recebem e Municipal de Vereadores, Secretaria também caminho incerto, pois, do
há, ainda, o repasse em dia pelos Municipal de Saúde, Ministério Público, ponto de vista da natureza, tudo São os prazeres simples das
procedimentos realizados. Casas de Saúde e do arcebispo Dom ocorre por acaso ou necessidade, e a relações com as pessoas e o meio no
Darci José Nicioli, presidente da vida de um ser humano é tão signi- qual vivemos que dão algum sentido
A conquista foi ocializada ao Irmandade Nossa Senhora da Saúde . cativa quanto a de uma gramínea. à existência e tornam a vida um bem
público no início da manhã do dia 1º de Como arma Shakespeare: o homem, precioso. Com o trabalho constante
março, em um evento no Centro Cultural A verba de R$ 600 mil por mês é sem os artifícios da civilização, é só de cada dia poderemos tornar a vida
David Ribeiro (Mercado Velho), em decorrente da elevação do teto da saúde um pobre animal. Somos o resultado grande, pois ela é muito curta para ser
Diamantina. Já foram depositadas duas de Diamantina de R$ 2,8 milhões para de processos evolutivos cegos e sem pequena. E, quando chegar nosso
parcelas na conta dois hospitais, R$ 3,4 milhões. Esse aumento, um feito propósitos, determinados pelo acaso último dia, sairmos da vida como o
referentes a janeiro e fevereiro de 2018, o único no país, foi pleiteado diretamente das mutações e pelas necessidades da convidado que deixa o banquete
que somou R$ 700 mil para o HNSS e R$ junto ao presidente Michel Temer pelo adaptação ao meio ambiente. Temos saciado e agradecido. O m do
500 mil para a Santa Casa. “O que nós prefeito Juscelino Brasiliano Roque, em que aceitar a insolúvel contradição banquete da vida não causará nenhum
zemos foi uma batalha. Mas estamos Brasília, no ano passado. Diante da entre nossa mente racional em uma mal, pois nenhuma saudade pode-
apenas começando. Vem muita boa situação das Casas de Saúde e visando a natureza irracional. O que existe é a
notícia por aí”, declarou o prefeito de melhoria no atendimento e prestação de realidade objetiva (natu- remos ter da existência.
Diamantina, Juscelino Brasiliano serviços para a população, a Prefeitura reza) captada por nossos Aprender a morrer é
Roque, que há anos atua na saúde de Municipal de Diamantina decidiu sentidos e as histórias que aprender a viver bem cada
Diamantina. repassar o dinheiro para o HNSS e a nossa mente racional dia. O dia de hoje é o
Santa Casa. inventa para adaptar-se à presente, sem manual de
Juscelino foi provedor da Santa Casa natureza. utilização, que a natureza
por vários anos e atualmente é diretor da nos oferece.
instituição de saúde. É também presi- A busca da felicidade em
dente do Consórcio Intermunicipal de um sentimento subjetivo de Dr. Sebastião Gusmão
Saúde do Alto Jequitinhonha (CISAJE) e prazer ou em uma sensação Professor Titular de
diretor do Consórcio Intermunicipal de subjetiva de que a vida tem
Saúde da Rede de Urgência e Emer- um signicado acima da Neurocirurgia da Faculdade
gência Macro Nordeste e Jequitinhonha de Medicina da UFMG
(CISNORJE/SAMU). GESTÃO PLENA
para a saúde da macrorregião de
ENTENDA O CASO Mas antes de conseguir mais Diamantina. O prefeito Juscelino
recursos, o município precisou se tornar recebeu a Homenagem de “Prefeito da
A Prefeitura Municipal de Dia- gestão plena em saúde. Um trabalho Saúde” das mãos dos provedores da
mantina já repassava recursos para as proposto e efetivado pelo secretário Santa Casa, Fernando Almir, e Themis
duas Casas de Saúde, que atendem a municipal de Saúde, Rogério Pontes, e Mandacaru. O promotor de Justiça Luís
população de toda a região. O HNSS sua equipe. “Logo no início deste Gustavo Patuzzi Bortoncello foi o outro
recebia R$ 40 mil por mês, valor que teve governo apresentamos a proposta de homenageado e também recebeu, das
um acréscimo de 750%. Já para a Santa plenagem da saúde, recebendo o aval do mãos do prefeito Juscelino Roque, uma
Casa eram destinados R$ 55 mil por mês, prefeito e das autoridades do município placa pela sua contribuição pela saúde da
sendo esta quantia elevada em 354%. envolvidas na área. A nossa primeira macrorregião de Diamantina. “Cheguei
Esse aumento nas receitas dos hospitais reunião em Brasília foi em maio de 2017. aqui em agosto de 2016 e encontrei o
deixa para trás problemas como a De lá para cá foi um longo processo que Hospital Nossa Senhora da Saúde
paralisação frequente no atendimento do resultou neste marco histórico para a Fechado. Pedi a intervenção do hospital,
HNSS, e a consequente sobrecarga na saúde da macrorregião de Diamantina”, que tinha uma dívida de R$ 15 milhões e
Santa Casa, como ocorrido no início de declarou Rogério Pontes. Como gestão uma receita menor que o décit.
dezembro. Naquele mês, Juscelino plena, o município passou a ter mais Qualquer um diria: ‘Fecha porque não
propôs uma mobilização dos prefeitos da autonomia na administração dos tem solução’.Afastamos a administração
recursos e contratos com os prestadores, e o hospital passou por intervenção
sem intermediário. Além disso, con- judicial”, declarou. Também foi
seguiu a elevação do teto da saúde. ressaltado pelas autoridades o trabalho
realizado pelo secretário de Saúde de
HOMENAGENS Diamantina, pelos provedores das Casas
de Saúde, pelo arcebispo Dom Darci e
No evento realizado neste 1º de pelo diretor administrativo da Santa
marco, no Mercado Velho, vários Casa, Dalgésio João dos Santos.
agentes foram citados por esta conquista
Fonte: ASCOM

ANIVERSÁRIO DE DIAMANTINA TERÁ SHOW DE SAULO LARANJEIRA DIA 24 NA PRAÇA DO MERCADO VELHO

4 jornal VILA D PRÍNCIPE

Cusco e Machu Picchu: Excelente roteiro para nosotros
Paulo Queiroga

Não é à toa que a cidade de Cusco e as Cusco foi construída sobre bases riquíssimo em nutritivos, que dos incas. Ao chegar a este monumento
ruínas de Machu Picchu, no Peru, são das edicações da cultura inca. lembra o milho. declarado Patrimônio Mundial pela
considerados os mais destacados As misteriosas e impecáveis UNESCO, é impossível não se emoci-
destinos turísticos do planeta. Envol- amarrações das pedras gigan- Destino mundial onar. A cidade foi construída no século
vidas em mistérios e lendas, a região de tescas garantiam a segurança nos Passear a noite pelo centro XV e apenas foi redescoberta em 1911,
Cusco e Machu Picchu impressiona pela freqüentes abalos sísmicos. histórico de Cusco, sob a pelo antropólogo norte-americano
altitude - Cusco está a 3450 acima do iluminação pública em tom Hiram Bingham.
nível do mar – pela beleza do artesanato Ao chegar à cidade, todos os amarelado, tem um charme especial. Na
e pelo testemunho da incrível capa- hotéis oferecem o chá de coca, que não agitada vida noturna é como estar na A área edicada em Machu Picchu
cidade humana de construções em pedra tem nada de narcótico, Seu efeito salutar Torre de Babel. Você vê turistas do tem cerca de 500 metros de compri-
com dimensões gigantescas. é aliviar possíveis dores de cabeça e mundo inteiro. Nas lojas, a pechincha é mento por 200 metros de largura. A
enjôo causados pelo mal da altitude, parte do negócio. Os táxis são baratos, cidade é dividida em área agrícola
Cusco, capital arqueológica das chamado soroche. mas combine antes as tarifas. Começa- formada por terrenos de cultivo e área
Américas. se com um preço para turistas, até se urbana, constituída pelo Templo do Sol e
Arte e arquitetura chegar à famosa frase: “Quanto quieres da Lua, a Residência Real, o Templo das
Cusco é a cidade mais antiga do A Catedral de Cusco é um exemplo pagar?” Três Janelas e o Templo Principal, entre
continente americano e sua capital de majestade da cultura espanhola. No Machu Picchu. Nada se compara a outras edicações.
arqueológica. A cidade é considerada o interior da igreja, a pujança dos detalhes estar presente de corpo e alma neste
berço da civilização inca, que dali em ouro e prata impressiona até mesmo local sagrado. Em julho de 2011, a Direção
expandiu seu império para os territórios os brasileiros acostumados com as Para ir a Machu Picchu sai-se bem Regional de Cultura de Cusco (RDC),
que formam hoje o Peru, Bolívia, nossas ricas igrejas do período colonial cedinho de Cusco, em ônibus, até a introduziu novas regras reduzindo a
Equador, o norte do Chile e aArgentina. português. A cerâmica, a joalheria inca e cidade de Ollantayatambo, onde se pega entrada para 2.500 pessoas por dia, em
pré inca e os tecidos encantam pela um trem panorâmico, que serpenteia o Machu Picchu, para amenizar o impacto
A cidade colonial espanhola de técnica e riqueza de detalhes. rio Urubamba por entre vales e enormes do turismo.
A enorme Praça das Armas é o centro montanhas com os topos cobertos de
da cidade, onde ca a catedral e os neve. Só este espetáculo da natureza já O roteiro Cusco Machu Picchu é uma
principais prédios públicos e edifícios valeria a viagem. A estação nal do trem experiência única de cultura, gastro-
históricos. Ali estão as melhores lojas e é em águas Calientes, de onde saem os nomia e arqueologia e um roteiro com
restaurantes. Aliás, o Peru é considerado micro ônibus em viagem de 30 minutos custo relativamente baixo para nosotros
o país com a segunda melhor gastro- pela sinuosa subida até as ruínas de brasileños.
nomia do mundo. (O primeiro lugar é a Machu Picchu.
França) Entre os pratos típicos estão a Machu Picchu signica “velha Inclua este roteiro inesquecível na
Alpaca, uma carne extremamente leve e montanha” em quéchua, a língua nativa sua agenda de viagens.
livre de colesterol, o cuy, uma espécie de
porquinho da Índia e a quinoa, um cereal

Carnaval no Serro
foi de tranquilidade

Polícia Militar salva A cidade do Serro teve o segundo cidade de Conceição do Mato Dentro
a vida de suspeito carnaval mais movimentado na região, para raticação dos agrantes. Cinco
perdendo apenas para a cidade de veículos apreendidos e um veículo
Conhecido por praticar pequenos furtos na cidade Diamantina. Nos três primeiros dias de recuperado de furto.
de Serra Azul de Minas foi salvo pela PM quando se folia o Serro reuniu mais de vinte mil
pessoas na praça do evento e nos Parabéns a todos os militares
escondia de uma multidão que queria linchá-lo arredores da cidade. envolvidos no policiamento, pelo
excelente desempenho e resultados
Com as ações da Polícia Militar o alcançados na segurança dos foliões na
balanço do feriado foi o seguinte: Sete cidade do Serro.
pessoas presas e conduzidas para a
Tenente Júlio César

A ocorrência de alta complexidade Foi necessário que militares do Serro PM realiza apreensão de drogas
ocorreu no mês de fevereiro e se passou deslocassem com urgência para o O pacato distrito de Milho Verde foi Após denuncia, militares do Serro
na pacata cidade de Serra Azul de Minas, atendimento da ocorrência. Chegando palco da apreensão de 20 pés de deslocaram até a pousada, onde encon-
onde Diego Silva Santos, indivíduo ao local os PMs tiveram que negociar maconha que estavam plantados em traram no fundo do estabelecimento os
conhecido pela prática de vários furtos com a população enfurecida, como vasos na Pousada Sempre Viva. vasos com as plantas, quando foi feita a
na cidade, foi visto e perseguido por também convencer o suspeito a se prisão e condução do proprietário da
populares na rua, quando ele correu e se entregar, visando a sua integridade pousada.
escondeu na casa onde mora com os física.
pais. Os populares não satisfeitos
cercaram a residência de Diego com o Após muitas negociações, Diego
objetivo de linchá-lo. Ele se trancou entregou as facas e se entregou, sendo
dentro de um dos cômodos da casa, algemado e retirado rapidamente do
armado com duas facas. No momento local para evitar qualquer agressão. O
não havia qualquer policiamento na suspeito foi conduzido para a cidade do
cidade, tendo sido o fato comunicado à Serro e entregue ao Delegado da
sala de operações da PM de Serro, por Comarca.
vários moradores, dizendo do perigo de
ocorrer na cidade um linchamento.

SERRO • MARÇO / 2018 5

SERRO

São Gonçalo do Rio das Pedras, História viva da colônia
portuguesa no Serro Frio
Paulo Queiroga

Iniciamos uma série de matérias Na esteira deste espírito serrano de Longe de ser um destino barulhento, frango, que, até hoje, enche as mesas
sobre Serro e Região com o objetivo de preservação, vive também o distrito de lá ouve-se, tranquilha e claramente, mais tradicionais e retrata a essência da
divulgar suas belezas e particularidades. São Gonçalo do Rio das Pedras resis- passarinhos cantando nas árvores e os cultura mineira.
tindo às pressões violentas e desumani- galos à distância. Todos ali reconhecem
Nesta edição, abordaremos o distrito zadoras da vida atual nos grandes e valorizam o silêncio, inclusive e, Eventos culturais
de S. Gonçalo do Rio das Pedras, sua centros. especialmente, para o turismo.
arquitetura singela, sua cultura preser- Festival de férias
vada, suas belezas naturais e a hospita- No desordenado mundo de hoje, No decorrer de sua história, os Todos os anos, no mês de janeiro, a
lidade da comunidade local. onde as pessoas valem menos do que as valores e costumes locais foram programação do Festival de Férias conta
coisas e tudo se destrói em nome do preservados, talvez, até mesmo por com ocinas de artes plásticas e cênicas,
Assentada a 1.150 metros de altitude, “deus” dinheiro, esta pacata vila do necessidade de autodefesa e armação percussão, dança, construção de
entre Serro e Diamantina, São Gonçalo século 18 representa o que poderíamos de sua própria identidade. Essas instrumentos musicais e literatura nas
do Rio das Pedras, distrito de Serro, é um chamar de paraíso da resistência ativa. características marcantes e o cuidado escolas, praças e ruas.
cenário vivo de lme de época do Brasil Uma testemunha consciente e guardiã de que se tem com a sua cultura e hábitos À noite, o visitante é brindado com
colonial. A comunidade leva a sério sua nossa história. locais são sinais de consciência e de exibições de lmes e documentários,
cultura e mantém viva a missão de senso de cidadania da população local. além do tradicional forró, que orgulha a
resgate de sua história bravamente Em São Gonçalo se preserva a população local e mexe com as energias
gravada nas pedras da Serra do Espi- delicadeza do convívio harmônico e As pousadas charmosas e aconche- o visitante.
nhaço. respeitoso entre as pessoas. A hospita- gantes, os festivais de gastronomia, as
lidade se mostra espontânea, desde o festas religiosas, as cachoeiras no seu Eventos religiosos
Serro soube preservar o sorriso de um simples bom dia, até a entorno, restaurantes e bares disputando
respeito às origens. profunda sabedoria e alto grau de a excelência da melhor cozinha regional, Festa do Rosário
religiosidade dos anciãos deste antigo o artesanato de capim, os doces, vinhos, Em outubro, acontece a Festa do
A trincentenária cidade de Serro, ponto de pouso de tropeiros. as cachaças de frutas, são produtos que, Rosário. O evento, de origem afro-
uma das comarcas mais antigas de de tão regionais e singulares, alcançam o brasileira, resgata o tempo em que se
Minas, preserva tradições que hoje são o Passear pelas suas ruas singelas é universal, trazem riqueza e guardam um perpetuava a historia e as lendas dos
orgulho de sua população e compõem viajar no nosso passado colonial e faz- imenso potencial de emprego e renda no povos por meio de danças e celebrações
um dos mais autênticos acervos da nos lembrar da grandeza que existe na distrito. religiosas, fundamentais na formação da
cultura colonial mineira. vida simples e calma, que, infelizmente, história de Serro e região.
estamos perdendo hoje. As enormes pedras nas ruas, ainda
Os casarões do município sede em que desconfortáveis para os automóveis Festa de São Gonçalo.
harmoniosas sequências de janelas, A lenda, a História modernos, são para a população, um Realizada todos os anos no segundo
beirais e telhados fazendo uma unidade precioso testemunho da história das nal de semana de janeiro, a celebração
arquitetônica ímpar; as igrejas e Conta-se que havia na vila um famílias locais. Alí está o registro religiosa atrai eis e visitantes de toda a
escadarias, testemunhos do poder e da menino solitário, sem família, que histórico das mãos de antigos moradores região. Novenas, procissões, fogos de
fé; o calçamento de pedras nas ruas sempre brincava no pé de uma goiabeira, de famílias tradicionais, que tornaram artifício e hasteamento do mastro são os
reinventando o brilho do tempo em que no alto do morro. Um dia, foi encontrada esta vila tão singular e que fascina principais atrativos. Completa a alegria
não existiam os automóveis; as festas do na goiabeira uma imagem de S. Gonçalo visitantes nacionais e estrangeiros. os shows e os forrós, atividade de lazer
folclore afro brasileiro; as famílias e foi levada a Milho Verde, pois somente fundamental para a população.
tradicionais; a lembrança viva da lá havia uma capela que pudesse guardá- Gastronomia de raiz atrai
escravidão negra; as cavalgadas; o la. visitantes de várias regiões Atrativos naturais
queijo; o artesanato miscigenando as
culturas africana e indígena; os qui- Misteriosamente, a imagem re- Festival de tira-gosto. Além da riqueza de sua cultura, S.
lombos em persistente luta para pre- tornava repetidas vezes ao pé da No mês de maio, S. Gonçalo já é Gonçalo complementa o prazer do
servar sua forma de vida tradicional e a goiabeira no alto do morro. Associando conhecido pelo Festival De-tira-em-tira, visitante com atrativos naturais, como a
resistência consciente da população ao a milagrosa imagem de S. Gonçalo ao atração que incrementa o turismo com Cachoeira do Cadete, Serra e Pico do
frenético mundo da velocidade de tudo. menino, a comunidade resolveu iguarias típicas, que vão desde a linguiça Raio, pinturas rupestres, Cachoeira do
homenagear o santo português e erigir caseira com tiras de banana, passando Bananal, Cachoeira do Retiro,
Este rico conjunto é o que cria ali uma igreja, hoje, a Matriz de S. pelos rolinhos de taioba ao molho de Cachoeira do Comércio, Cachoeira do
singularidades na cultura da região de Gonçalo, possivelmente construída jabuticaba, ao cupim recheado, o Pacu, Cachoeira da Grota Seca, Rio
Serro e a faz diferente de tudo o que antes de 1732. Os registros indicam que delicioso frango com mandioca e Jequitinhonha, Pedra da Rapadura e
conhecemos. Por isso, encanta todos de em 1732 já existiam casas, roças e alecrim e outras surpresas de sabores cachoeiras subterrâneas.
todo o mundo. engenhos. que encantam quem participa.
A população de São Gonçalo,
Em função do garimpo de diamante, Festival do frango caipira atualmente, mantém rme a posição de
a região era duramente vigiada pela Nos meses de outubro e novembro, o que seu patrimônio maior como destino
Coroa Portuguesa. Quem viesse de festival que homenageia o cardápio do turístico reside, exatamente, nessas
Diamantina em direção ao Serro e de frango caipira já se xou no calendário particularidades culturais, suas ruas de
Serro à Diamantina passava por uma regional. Desde o famoso frango com pedra, as casas bem caiadas e na sua
rigorosa scalização em Milho Verde. quiabo, o disputado frango ao molho singela arquitetura religiosa.
Se alguém fosse pego fora da Estrada pardo, até as mais inusitadas combi-
Real, se submetia a duros interrogatórios nações gastronômicas tem como Desta forma, o povo de São Gonçalo
e vistorias da scalização. principal personagem, o mineiríssimo admira, reconhece, preserva e prestigia
seu valor cultural e paisagístico com
O silêncio como patrimônio uma pacata vila do século XVIII.
cultural turístico
A comunidade tem por objetivo
Diferente da maioria das pequenas perpetuar este patrimônio e atrair o
vilas, que buscam seu modelo de turista sensível, aquele visitante que,
desenvolvimento nos grandes centros fugindo dos frenéticos e barulhentos
urbanos, em S. Gonçalo, pelo contrário, centros urbanos, busca paz e tranqui-
preserva-se a cultura e a tradição locais, lidade para os seus sagrados dias de
autênticas. A pacata vila guarda pratica- descanso.
mente intacta sua cultura ancestral e
mantém viva a consciência da preser-
vação de seu modo de vida tradicional,
sua arquitetura e paisagens.

6 jornal VILA D PRÍNCIPE

CONCEIÇÃO DO MATO DENTRO

PROJETO
JOVENS EMPREENDEDORES

NAS ESCOLAS

Foi dada a largada do Projeto do A primeira etapa aconteceu do dia
SEBRAE "Jovens Empreendedores", 15 a 17 de fevereiro, com carga
que está capacitando os professores horária de 24 horas e participação de
para posterior implantação nas 320 professores das redes municipal e
escolas municipais e estaduais. estadual.

Esse projeto estará em vigor até o A educação empreendedora
nal do ano, com grade de mais de 60 estimula a auto-conança, a
horas de capacitação, que culminará criatividade e a capacidade de geração
numa feira para exposição dos de renda e emprego, o que repercute
produtos que serão produzidos pelos em toda a sociedade.
alunos durante o período.
Gestão 2017 | 2020 - Juntos por
um novo tempo.

Prefeito José Fernando
recebe visita do

presidenciável Ciro Gomes

Durante a visita em seu gabinete, o Lembraram boas histórias do tempo
prefeito autografou e presenteou Ciro do saudoso governo do presidente
Gomes com a biograa “O melhor Itamar Franco, do qual Ciro Gomes
mineiro do mundo”, sobre a vida e foi ministro da Fazenda, e da época da
obra de José Aparecido de Oliveira. Câmara Federal, quando foram
deputados na mesma legislatura.

REVITALIZAÇÃO Prefeito José Fernando
DO CANTEIRO CENTRAL em Reunião de trabalho

no Almoxarifado

REVITALIZAÇÃO DO CANTEIRO 40 palmeiras foram instaladas
CENTRAL: mais um jeito da no canteiro central próximo à
gente dizer seja bem-vindo. rodoviária, na entrada da cidade. As
palmeiras já foram adquiridas num
estágio adulto, com cerca de 8 Com o pensamento e reconheci- Esta visita é de grande relevância,
metros de altura, com o objetivo de mento de que uma boa administração uma vez que promove a interação do
evitar atos de vandalismo e furto. não se faz sozinho, o prefeito José prefeito com os funcionários daquele
Fernando na companhia do Secretário local bem como traz mais conheci-
Além disso, o fornecedor Municipal de Infra Estrutura e mento do trabalho realizado.
contratado prestará manutenção Transportes, Ricardo Guerra,
das plantas durante um ano, e realizaram uma visita ao almoxa-
ofertará um curso para que servi- rifado da Prefeitura Municipal.
dores possam continuar cuidando
das palmeiras da maneira correta.

Cuidar da cidade é cuidar
também dos detalhes. Pequenas
ações podem fazer muita diferença.

Gestão 2017 | 2020 – Juntos
por um novo tempo.

SERRO • MARÇO / 2018 7

GOUVEIA

Prefeitura de Gouveia em Ação

CARNAVAL 2018 EM GOUVEIA Prefeito Toninho
participa de Encontro
município, manteve com a ONG
Caminhos da Serra e o Grupo Mário de Prefeitos em BH
Maria a mesma parceria que foi
sucesso em 2017. Sendo assim, O Prefeito Toninho participou no dia 02 os, aconteceu na Cidade Admi-
mesmo não realizando o “Kobu de fevereiro de 2018 em Belo Horizonte, nistrativa e o objetivo foi cobrar
Folia 2018” que era a vontade de de um grande encontro com prefeitos de do governo uma solução imedia-
todos, não mediu esforços para que todo o estado. ta para o atraso nos repasses de
os gouveanos, visitantes e foliões em recursos para os municípios. No
geral, pudessem ter a opção de car O evento, que foi promovido pela caso de Gouveia, como todos já
em Gouveia e brincar o carnaval. AMM, Associação Mineira de Municípi- sabem, esse tem sido um grande
entrave na administração, neste
Nossos agradecimentos e congra- início de 2018.
tulações a todos que prestigiaram o
evento com sua presença, aos patro- Estiveram com o Prefeito
cinadores, organizadores e colabora- Toninho neste evento, os Vereadores
dores: Municipais Jacyzinho, Rudson, Geral-
dinho e Lebão.
Prefeito Toninho, Vice Leninha,
Primeira Dama Dra Helga, Alex Prefeitura Municipal de Gouveia
Mendes, Douglas e Patricia da Cami- Adm 2017/2020
nhos da Serra, Grupo MM, Secretá-
ria Sueli, Grasiele, Tião e equipe É Tempo de Trabalhar e Cuidar!
CELT, Secretaria de Obras, compo-
Fotos: Wallace Ottone nentes da Bateria e da Charanga,
inclusive os participantes de Datas e
Desde a sexta-feira, quando aconte- Tijucal, Ladinho de Deus e família,
ceu a chamada pelos bairros e esquenta Baratinha, Mestre Nicão, Dj´s Edu e
com a Bateria Kobu Folia e a Charanga Higão, Bloco Vem Quem Qué, Bloco
Local, depois com o Vem Quem Qué da Carretinha Cabulosa, Bloco “Se
Kids no sábado, e os desles do Bloco Reclamá, Toma Seis”, Grupo Ami-
Vem Quem Qué no domingo e terça, as gos no Samba, Professor Chicão e dan-
pessoas compareceram e se divertiram! çarinas, Wallace Ottone (fotos), Eduar-
do Jesus (locução), Stillus Som (Aná-
Adultos, idosos, crianças e jovens, vel), barraqueiros, foliões fantasiados,
todos curtindo em clima de muita paz e Afrânio Gomes (divulgação), Equipe de
harmonia o carnaval! Plantão (Saúde), Equipe de Bombeiros
Civis, Polícia Militar, Câmara Munici-
É bom ressaltar, que a atual pal enm, a todos que ajudaram e parti-
administração Municipal mesmo com ciparam, o nosso muito obrigado!
todas as diculdades devido à atual Na Terra do Cobu, alegria e animação
situação nanceira do estado e não faltaram não!

Prefeitura Municipal de Gouveia
Adm 2017/2020

É Tempo de Trabalhar e Cuidar!

UNIDADES DE SAÚDE RECEBEM SELO UPS

No dia 23 de fevereiro, aconteceu na Estavam presentes no evento o Prefe- Prefeitura Municipal
sede da Secretaria Muncipal de Sáude a ito Toninho, a Primeira Dama Dra Hel-
entrega do Selo de Qualidade “Unidade ga, o Secretário Municipal de Saúde de Gouveia
Promotora de Saúde”, que homenageia e Alvimar, os Vereadores Jacyzinho e Adm 2017/2020
qualica as unidades de saúde que Léio e funcionários da Secretaria de
implantarem todas as etapas do “Projeto Saúde. É Tempo de Trabalhar
Unidades Promotoras de Saúde”. e Cuidar!
Parabéns a todos os prossionais da
Todas as Unidades Básicas de Saúde saúde em Gouveia, pelo prossionalis-
de Gouveia foram agraciadas com o mo, dedicação e competência no exercí-
selo, o que demonstra o pleno reconheci- cio da função!
mento para o ótimo trabalho realizado
em toda a área da saúde municipal. Prefeitura Municipal de Gouveia
Adm 2017/2020
A entrega foi feita pela representante
do Regional de Saúde de Diamantina, É Tempo de Trabalhar e Cuidar!
Dominick Santos.

Fotos: Wallace Ottone

SMART
HUB

RASTREAMENTO

Soluções inteligentes para Monitoramento e Gerenciamento de Frotas

8 jornal VILA D PRÍNCIPE

CONCEIÇÃO DO MATO DENTRO

Ciro Gomes é convidado da ACAM para evento
na Câmara de Conceição do Mato Dentro

O pré-candidato à presidência da República do PDT foi a atração principal do II Seminário da

Associação das Câmaras Municipais e Vereadores, que aconteceu na Câmara de Conceição.

No dia 22 de fevereiro, quinta-feira, momentos de palestra com períodos de dity, o preço foi reduzido para 38 esse enriquecem muito o debate sobre
a população de Conceição do Mato perguntas e respostas. Em sua fala, dólares o barril. A partir dessa política em nossa cidade”, celebrou o
Dentro e vereadores de toda região Ciro fez uma análise do atual cenário mudança drástica, a economia presidente.
puderam participar de um evento his- político buscando contextualizar tudo do país acabou sofrendo e se
tórico na Câmara Municipal de Conce- o que foi feito da política econômica desestabilizou, não conseguindo Na sequência o prefeito Zé Fernan-
ição; a palestra do presidenciável Ciro do país desde os anos 1980. Para o pré- atingir o mesmo patamar até os do e um dos idealizadores da palestra,
Gomes (PDT). A convite da Associa- candidato, o Brasil vem errando há dias atuais. O pré-candidato foi o também pedetista Danilo Seabra,
ção de Câmaras Municipais, o ex- muitos anos ao não apostar na forma- enfático ao dizer que é chegado o foram chamados para receberem jun-
ministro palestrou para, aproximada- ção de uma indústria nacional forte, momento de o Brasil ter um tos o convidado especial do primeiro
mente, 250 pessoas que ouviram aten- que possibilite ao Estado estrutura governo corajoso que encare as dia de Seminário daACAM.
tamente a um discurso voltado princi- para não ter apenas que exportar maté- reformas necessárias para um
palmente para o esclarecimento da ria prima, mas sim o produto nal. crescimento sustentável, que
situação nanceira do Brasil fazendo não que a mercê das variações
um resgate histórico que passou pelas Estando em uma cidade que vive do mercado.
décadas de 1980 e 1990 até chegar nos um processo de mineração crescente,
governos do PT. Ciro aproveitou para contextualizar a A cerimônia foi aberta pelo
importância desse tema para o declínio presidente da Câmara de Conce-
Além de vereadores de Conceição e econômico vivido pelo país nos últi- ição e da ACAM, João Marcos
das cidades liadas à ACAM, estive- mos anos. Segundo ele, a exportação que falou um pouco sobre a satisfação
ram presentes importantes nomes da de minério para a China a um valor de de receber um político com essa traje-
política nacional, como o ex-senador mercado fora dos padrões (1 tonelada tória em Conceição do Mato Dentro e
Tildren Santiago e os deputados Alen- por 190 dólares) mascarou durante um agradeceu a todos envolvidos para que
car da Silveira Jr e Carlos Pimenta, bom tempo a real situação nanceira esse dia pudesse estar acontecendo. “É
ambos do PDT. do Brasil e fez com que tudo parecesse um prazer muito grande receber o Ciro
estar no caminho certo, porém com a Gomes em Conceição. A Câmara de
Para uma paleteia atenta, Ciro diminuição da procura dessa commo- Conceição sonha alto e eventos como
Gomes falou por 3 horas mesclando os

Câmar Municipa d Conceiçã d Mat Dentr
É p síve f er mai .
É p síve f er diferent .

SERRO • MARÇO / 2018 9

CONCEIÇÃO DO MATO DENTRO

Vereadores de Conceição fazem reunião com
Secretarias para prestação de contas

Reuniões foram convocadas pela Câmara Municipal para fiscalizar
todas as atividades desenvolvidas pelas Secretarias Municipais em 2017.

Na última quarta-feira, dia 7 de turismo Rejane Ottoni todos os dados Juliana Rajão, que durou aproxima- a secretária reconheceu ser necessá-
março, os vereadores de Conceição referentes ao ano de 2017 foram apre- damente 4 horas, diversos pontos rio criar mais rotas para os ônibus e
do Mato Dentro se reuniram com a sentados e alguns questionamentos foram abordados tanto pela represen- melhorar a qualidade dos veículos,
Secretaria de Educação do municí- foram feitos. Do encontro, ações tante do Poder Executivo do Municí- porém salientou que não é viável
pio. Essa foi a última de uma série de foram propostas como a necessidade pio quanto pelos vereadores e dentre buscar todos os alunos na porta de
reuniões com secretários municipais de se fazer um rodízio de trabalho aos eles se destacaram a vinda de uma suas casas e que, em algumas situa-
que começaram no dia 21 de feverei- ns de semana e feriados entre os Universidade para a cidade e a neces- ções, algum deslocamento por parte
ro, quando a Secretária de Desenvol- servidores desta Secretaria para que sidade de melhorias no serviço de da população será necessário.
vimento Social, Beatriz Madureira turistas tenham sempre um ponto de transporte escolar em Conceição.
compareceu à Câmara para prestar apoio quando chegarem a Conceição. Sobre o primeiro Juliana Rajão ar- A secretária de saúde, Marizélia
contas de todas ações realizadas pela Sobre essa demanda a secretária mou que as conversas para a chegada Ferreira Radichi, compareceu à
Assistência Social em 2017 garantiu já estar se planejando para já estão em um estágio avançado e Câmara para reunião no dia 28 de
realizar nesse ano. que o plano da Prefeitura é fazer uma fevereiro e apresentou uma prestação
Nessas últimas 3 semanas estive- pesquisa de opinião pública para de contas de 2017 aos vereadores
ram presentes na Câmara Municipal Uma das pastas de maior interesse decidir quais cursos deverão ser ofe- antes de responder aos questiona-
os secretários de Assistência Social, dos representantes do Legislativo recidos. Já sobre o questionamento a mentos dos mesmos. A principal
Turismo, Administração, Esportes, nessa série de reuniões foi a Educa- respeito do serviço escolar prestado, cobrança dos vereadores e que foi
Educação, Saúde, Obras e Desenvol- ção. Na reunião com a secretária imediatamente acatada pela secretá-
vimento Rural. Apenas as Secretarias ria foi a implantação de programas
de Planejamento e Meio Ambiente para os distritos, como campanhas
ainda não se reuniram com os verea- odontológicas nas escolas da sede e
dores. distritos.

Apontada pelos vereadores conce- Os encontros entre vereadores e
icionenses como essencial para uma secretários municipais são uma mane-
melhor scalização do Poder Execu- ira ecaz de aproximar os poderes
tivo, principal atribuição dos verea- executivo e legislativo e essa oportu-
dores, as reuniões com as secretarias nidade de integração poderá gerar
serviram para uma melhor compre- bons frutos para a administração do
ensão de todas as pastas e novas município. As duas secretarias res-
ações foram sugeridas à Prefeitura tantes deverão se reunir na Câmara
como forma de oferecer a toda popu- Municipal de Conceição do Mato
lação melhores condições de vida. Dentro até a próxima sexta-feira, dia
16 de fevereiro.
Na reunião com a secretária de

Câmar Municipa d Conceiçã d Mat Dentr
É p síve f er mai .
É p síve f er diferent .

10 1 jornal VILA D PRÍNCIPE
5
DIVERTINDO 2 34
6

7

CRUZADINHA DE CONHECIMENTOS GERAIS

8

Horizontais VERTICAIS 9 10

2 - Trabalhador rural que recebe pela 1 - Apreender.

jornada diária de trabalho. 3 - Aquele que fugiu, que 11

5 - Quantia paga mensalmente aos está escondido. 12 13
militares. 4 - Liberdade do estado de

6 - Aumento da temperatura da Terra. escravidão. 14 15 16
7 - Astro sem luz própria que gira em 8 - Trajetória de um corpo

torno de outro maior. celeste. 17
9 - Voltar à vida. 10 - Prova rotineira de

13 - Grande rio africano que desagua conhecimentos.

no Mar Mediterrâneo. 11 - Fábrica de tecidos de

15 - Filme onde navio de grande porte algodão. 18

afunda. 12 - Local onde se trabalha o

17 - Que é contrário ao progresso. preparo do couro.

18 - Cilindo de madeira com grate 14 - Ato ou efeito de

no seu interior. prejudicar.

19 - Bebida muito consumida, 16 - Vegetal que apresenta 19

principalmente após as refeições. seu aparelho reprodutor

20 - Estado em que alguma coisa se em forma de cone.

receia. Risco.

20

OS HÁBITOS DA FELICIDADE QUECBURCAA Teste de Visã

QUAL O RESULTAD0?

ACORDE RECEBA FALE COM COMA SIGA SEUS A é irmã de B.
CEDO O SOL DEUS SAUDÁVEL SONHOS C é a mãe de B.

MFEADÇIATASÇU~AAO CRIE SE TIRE TEMPO SORRIA D é pai de C.
HÁBITOS PRESENTEIE PARA SUA E é mãe de D.
DIÁRIA SAUDÁVEIS FAMÍLIA
Então,
TENHA LEIA A DAR, TRABALHE NO CELEBRE qual é a relação
FÉ BÍBLIA RECEBER QUE VOCÊ AMA AS SUAS
E AGRADECER E AME O QUE FAZ VITÓRIAS de a com d?

DIAMANTINA CANTINHO DA HISTÓRIA

ALVORADA DE MINAS

Inauguração da primeira estação. 1913 ou 1914? (Acervo Zé da Sé) Vista parcial da cidade (1978)
http://www.estacoesferroviarias.com.br/efcb_mg_ramais/diamantina.htm

Teste de Visã 14 - Prejuízo
16 - Conífera
Resposta: 30 (Cada sapato
vale 5, cada chinês vale
3 e cada apito vale 2.
CRUZADINHA

QUEBRA
CUCA
Vamos analisar cada frase: A é irmã de B. C é mãe de B. Se A e B são irmãs 4 - Alforria 6 - Efeito Estufa 15 - Titanic 20 - Perigo
e C é mãe de B, podemos concluir que C também é mãe de A. D é pai de C.
Se D é pai de C e C é mãe de B e A, concluímos que D é avô de A. A última 3 - Foragido 12 - Curtume 13 - Nilo 19 - Café 5 - Soldo Respostas do
frase: E é mãe de D. Não tem utilidade para o que queremos descobrir.
Sendo assim, já temos a resposta. Resposta: A é neta de D 1 - Conscar 11 - Cotonifício 2 - Bóia Fria 9 - Reviver 18 - Lápis ‘‘DIVERTINDO’’:

8 - Órbita 7 - Satélite 17 - Retrógrado VERTICAIS Horizontais
10 - Sabatina

SERRO • MARÇO / 2018 11

ALVORADA DE MINAS

Uma Alvorada mineira Câmara Municipal de Alvorada
de Minas a pleno vapor
História do município se mistura com a história do Estado
O mês de março começou com tudo em Alvorada de Minas, no dia 2, uma
IPHAN, é um importante exemplar da sexta-feira, reuniões e apresentações de projetos fizeram a pauta do dia.
arte barroca. A construção se iniciou em
Tudo começou há muito tempo, nos 1746, havendo registros de reedicações Os vereadores que integram a Câmara de Alvorada são:
primeiros anos do século XVIII, quando em 1763 e 1771/1787, possuindo bela João Dércio Simões, Deyvson Cau de Oliveira, Ludovico dos Santos Silva,
a povoação se formava lá para as bandas portada, altares com talhas e uma pintura Geraldo da Consolação da Paz Miranda, Antonio Marques da Lomba,
do Rio do Peixe. Naquela época o de lindos painéis no forro com os dizeres: Renilson Aparecido de Miranda, Joaquim Jose Pereira do Porto,
pequeno arraial era denominado de “No ano de 1787, pintou esta pintura Ivan Daniel Simões, Antonio Marcos Camelo.
Santo Antônio do Rio do Peixe, ou Manoel Antônio da Fonseca, por
simplesmente Rio do Peixe, e era ligada mandado do Capitão José Pereira A Câmara de Alvorada de Minas não do papel desempenhando pela ACAM e
às atividades mineradoras do Serro Frio. Bonjardim, que por sua devoção deu as mede esforços para realizar o seu da importância da ACAM para a
A antiga povoação foi elevada a distrito tintas”. Outro importante exemplar trabalho, sempre visando o bem da sociedade: “A Associação tem como
em 1836 e, depois, a freguesia em 1841, barroco é a Igreja de N. S. do Rosário, família alvoradense. Foi esse o senti- objetivo central q qualicação dos seus
tendo como primeiro vigário o padre também com pinturas, provavelmente do mento que norteou os trabalhos na vereadores e servidores, como forma de
Silvério Teixeira Coelho. A paróquia é mesmo Manuel Antônio da Fonseca e de entidade no último dia 2, que avançaram conscientizá-los para uma atividade
datada de 1846 e foi restaurada em 1857. algum discípulo do Mestre Ataíde. tarde adentro. parlamentar mais ecaz, voltada para a
Itapanhoacanga foi um antigo pouso da ética, a probidade e a independência do
O antigo Rio do Peixe foi progre- Estrada Real, que ligava o Serro Frio a Muitos projetos voltaram à pauta do Poder Legislativo”.
dindo e em 1962 foi emancipada, Ouro Preto, passando por onde hoje se dia, sendo os mais importantes apro-
desmembrando-se do Serro e tornando- encontra a rua principal do distrito. Por lá vados, além de alguns requerimentos Ao m de sua fala, João Marcos fez o
se sede de município, com a atual transitaram governadores, tropas, aprovados pelos vereadores. convite ocial para que a Câmara de
denominação de Alvorada de Minas. Era garimpeiros e tropeiros, além de Alvorada de Minas possa se Associar a
um novo amanhecer naquela porção de viajantes como John Mawe, em 1808; e Na ocasião, o presidente da Asso- ACAM, integrando ainda mais a cidade
Minas nascida da mineração e que Saint-Hilaire, em 1816; entre vários ciação de Câmaras Municipais e com o Estado e aglutinando força ao
buscava agora novos caminhos. Com outros pesquisadores. Vereadores – ACAM - e presidente da papel desenvolvido pelos vereadores e
uma área de 374,9 km², o novo município Câmara Municipal de Conceição do suas reivindicações.
passou a ter além sede o distrito histórico Hoje Alvorada de Minas é um Mato Dentro, João Marcos, participou
de Itapanhoacanga, com seu folclore município que anda junto com seu da sessão, fazendo uso da palavra. João
riquíssimo nas tradições de Bumba Meu tempo, sem esquecer sua história, que Marcos abordou o importante trabalho
Boi, Folia de Reis e Marujada. está traduzida nas ruas da cidade e de seu da vereança para os municípios mineiros
distrito. Vale a pena conhecer essa parte e brasileiros, destacando “que é o
O distrito de Itapanhoacanga foi um de uma Minas que quase não existe mais. vereador que está todos os dias nas ruas,
dos mais ricos garimpos de ouro do Serro nas casas dos moradores, dialogando
Frio. João Simões, antigo negociante do com a população”. Na oportunidade,
lugar, gurou entre os homens mais João Marcos fez uma explanação geral
abastados da Capitania no século XVIII. para os vereadores de Alvorada acerca
A Igreja de São José, tombada pelo

GUANHÃES

Guanhães / MG Carteiras de Identidade
na Casa de Cultura

A população respondeu
ao chamado e todas as
carteiras de identidade que
seriam confeccionadas no
mutirão realizado na
manhã do dia 08 de março
em Guanhães se esgo-
taram!

A prefeitura de Gua-
nhães agradece a grande
parceria da Polícia Civil
nesta ação, tão importante
para toda a população!

12 jornal VILA D PRÍNCIPE


Click to View FlipBook Version
Previous Book
ebook ajennah
Next Book
Olympiad 2016-17