The words you are searching are inside this book. To get more targeted content, please make full-text search by clicking here.
Discover the best professional documents and content resources in AnyFlip Document Base.
Search
Published by Avanço Informática, 2019-10-24 14:59:48

Avanço News (Set/2019)

AVANÇO NEWS FINAL ESPELHADO

Keywords: avanconews

REMETENTE 42.790.097/0001-23
Avanço Informática SE/MG

Av. Brasil, 131 Sta. Efigênia Avanço Informática
Bhte - MG

Cep:30.140-000

NFC-e
EM MG: a Avanço mais uma vez
se consolidando no mercado.
Páginas 04 e 05

8º ENCONTRO SUPERMINAS 2019:
DE GESTORES A vitrine para negócios

SUPERMERCADISTAS do varejo
Veja como foi:
Página 20
Páginas 12 e 13

Ficha Técnica
Escritório Avanço Informática: Av. Brasil, 131 - Santa Efigênia - Belo Horizonte/MG Fotografia: César Brito, Luiz
Vasconcelos e domínio público Designer Gráfico: César Brito Redação e Revisão: Jéssica Correia, Maria Luíza, Luiz
Vasconcelos Contatos: [email protected] - 31 3025.1188 - avancoinfo.com.br
LEGISLAÇÃO

Como implementar a NFC-e em sua loja

As datas para a adequação à NFC-e já começaram. A seguir, você verá como fazer para implementar
essa modalidade em sua loja e ficar em dia com a SEFAZ.

EDNA ABREU ze o A1, pois ele é gerado e armazena- em que não houver retorno do arquivo
Contadora, especialista em Contabilidade Fiscal e Tributária, com do no computador pessoal ou até mesmo enviado, deve-se estudar a possibilidade
atuação na área fiscal e empresarial e ênfase em tributos. Trabalha na nuvem, dispensando o uso de cartões de emitir em contingência. Caso seja
inteligentes ou tokens. É possível utilizar o autorizada, basta você finalizar a compra
Ana Avanço, fornecedora de software de gestão para o varejo. mesmo certificado digital da matriz para as e entregar o comprovante para o cliente.
NFC-e é um padrão nacional de filiais, desde que possua a mesma raiz do Explicaremos, a seguir, o conceito de
documento fiscal eletrônico que CNPJ, que são os 8 primeiros dígitos do rejeição e contingência.
serve para registrar as transações CNPJ. Rejeição
comerciais realizadas entre uma
empresa e o consumidor final. Após o en- Apesar do documento transmitido à Rejeição da NFC-e são erros no
vio da NFC-e para a SEFAZ, ela pode ser SEFAZ ser eletrônico, é necessário que o processo de transmissão da mesma
autorizada, rejeitada ou enviada em con- varejista mantenha o arquivo digital da NF- NFC-e que podem ser ocasionados
tingência. C-e por, no mínimo, cinco anos, devendo pelo não cumprimento das regras de
disponobilizar à fiscalização quando soli- validação estabelecidas pela SEFAZ,
Os prazos de obrigatoriedade da im- citado. publicadas através da Nota Técnica. São
plementação da NFC-e já estão correndo, Dois conceitos que você precisa en- diversos os fatores que podem levar a
certo? Neste artigo, falaremos sobre o que tender antes de implementar a NFC- rejeição, vão desde cadastros fiscais e
você deve fazer para implementar a NFC-e -e: Rejeição x Contingência comerciais incorretos a falhas nos sistemas
em seu estabelecimento. operacionais e ERP.
Ao implementar a NFC-e na sua loja,
Requisitos para implementar a NFC-e: você deve tomar alguns cuidados! Uma As rejeições podem trazer transtornos
Para implementar a NFC-e você das principais diferenças da venda com para a operação da loja e atendimento ao
cupom fiscal para a NFC-e é que, para cliente. Caso uma NFC-e seja rejeitada no
precisa de um equipamento local com o finalizar as vendas, é necessário enviar o PDV, não será possível finalizar a venda.
software instalado (computador, tablet ou arquivo digital para validação das infor- Imagine seu operador de caixa diante de
smartphone), o Certificado Digital e tam- mações pela SEFAZ. um cliente com o carrinho cheio e a NFC-e
bém uma impressora para realizar a im- rejeitada?
pressão do DANFE-NFC-e. Ao enviar a NFC-e para a SEFAZ, a
nota fiscal pode receber duas respostas: Resumindo, a rejeição pode gerar
O modelo de Certificado Digital usa- autorizada ou rejeitada. Para as situações o aumento de filas e, consequentemente,
do para implementar a NFC-e pode ser
o A1 ou o A3. Recomendamos que utili-

2

acarretar a perda de clientes e gerar re- gatoriedade, não há como desistir. A partir LEGISLAÇÃO
trabalhos para a correção dos erros. Não desse momento, intervenções e novas au- Enquanto alguns processos como a leitura
é isso que você quer, na sua loja não é torizações de ECF não serão permitidas. X não existem mais, outros, como a contin-
mesmo? Passo 2: O segundo passo para imple- gência e a rejeição, passarão a fazer parte
Contingência mentar a NFC-e consiste em verificar os do dia a dia;
sistemas.
A emissão da NFC-e em contingên- Certificado Digital • Saber lidar, principalmente, com
cia ocorrerá quando existir algum pro- • A1 ou A3? Recomendamos o certificado as contingências e rejeições é fundamental
blema técnico de comunicação, seja nos A1, visto que o mesmo certificado pode ser para a operação dos caixas da loja. Por
servidores da SEFAZ, caso estejam indis- replicado nos PDV’s (caixas). isso, certifique que sua equipe esteja trei-
poníveis, ou problemas técnicos em sua Software emissor de NFC-e nada para lidar com cada situação, e, até
empresa, como internet fora do ar. Essas Recomendações na hora de avaliar um mesmo, para situações inesperadas;
situações fazem com que não seja possível software emissor de NFC-e:
autorizar os arquivos de forma online. • Por exemplo, na situação do cliente
• Fazer backup automático das NF- com o carrinho cheio e a NFC-e rejeitada,
Nesse caso, para conseguir realizar C-e’s; qual é o procedimento a ser adotado pelo
as vendas, a SEFAZ permite que as NFC-e’s operador de caixa? Como ele deve lidar
sejam emitidas em modo contingência, ou • Operar em contingência off-line; com o cliente?
seja, os arquivos serão emitidos de forma • Tratar as rejeições de NFC-e, Passo 6: O 6° passo para implementar a
offline, sem realizar a validação das regras como, por exemplo, ser possível excluir do NFC-e também consiste em treinamento,
pela SEFAZ. Após resolvido os problemas carrinho o item que esteja sendo rejeitado, mas dessa vez é o treinamento da equi-
que impediam a autorização, as vendas para que a venda possa ser efetuada; pe do escritório da loja. Se a operação
devem ser transmitidas para a SEFAZ até o • Contar com auditorias e validação do PDV muda um pouco, a operação do
final do primeiro dia útil subsequente ao da do cadastro de produtos e das obrigações escritório muda muito. A nota fiscal exige
emissão da nota. acessórias, para evitar autuações e multas. uma série de novos procedimentos, que a
Passo 3: O terceiro passo para implemen- maioria dos varejistas não está acostuma-
O não cumprimento deste pra- tar a NFC-e diz respeito à infraestrutura. da. Então a equipe do escritório deverá
zo pode acarretar multas e penalidades. • Internet – Importância da redun- se adaptar ao novo documento fiscal. São
Como a quantidade de vendas no varejo dância (backup): Contar com uma inter- necessários controles e auditorias constan-
é grande, caso não exista um acompanha- net estável é sinônimo de tranquilidade na tes para evitar multas e penalidades por
mento eficaz das notas emitidas em con- emissão de NFC-e’s. Dessa maneira, sua parte do FISCO:
tingência e posteriormente enviadas para loja minimizará as emissões em contingên-
serem autorizadas na SEFAZ, este proces- cia, que podem trazer complicações para a • Gestão de notas fiscais em contin-
so pode se tornar crítico, aumentando as operação no dia a dia; gência;
chances de autuação por falta de oficiali- • Equipamento (PC/Tablet/Smar-
zar as vendas junto ao orgão. tphone); • Gestão do cadastro de produtos
• Impressora (opcional): Apesar da para evitar rejeições;
Caso seu estabelecimento não entre emissão do DANFE NFC-e não ser obri-
nos critérios de obrigatoriedade de adesão gatória, caso o cliente solicite, o varejista • Gestão das NFC-e’s canceladas e
à NFC-e, é interessante analisar o custo deve imprimi-lo. Além disso, entregar o inutilizadas.
x benefício em aderir à NFC-e de forma cupom impresso está na cultura de alguns DICA: atenção à sequência numérica das
voluntária. A emissão de NFC-e exige que setores, como supermercados; notas. Fique atento aos prazos para imple-
você mantenha em operação uma boa • Antivírus: Uma vez que os caixas mentar a NFC-e.
estrutura de hardware e internet, além de estarão comunicando continuamente por
fazer necessário o treinamento de pessoal. meio da internet, a exposição à riscos é 3
Lembre-se também que na NFC-e existe o majorada. Por isso, contar com um bom
processo de rejeição, podendo acarretar o antivírus pode evitar dores de cabeça.
atraso das vendas. Passo 4: O 4° passo para implementar a
Passo a passo para implementar a NFC-e na sua loja é cadastrar todos os da-
NFC-e: dos fiscais necessários para sua emissão.
• O cadastro de produto é importan-
Após todos os esclarecimentos aci- te para o bom funcionamento da NFC-e.
ma, mostraremos o passo a passo neces- Caso algum produto esteja com cadastro
sário para adotar o sistema em sua loja. incorreto, a nota fiscal poderá ser rejeita-
Passo 1: O primeiro passo para imple- da, causando transtornos na sua loja;
mentar a NFC-e na sua loja é verificar o • Um simples NCM inexistente será
cadastro do seu estabelecimento com o motivo para a rejeição de toda a NFC-e.
estado. Para isso, você deve: Agora, imagine se isso ocorre diante de um
cliente com um carrinho cheio de produtos!
• Obter o Credenciamento (Código Passo 5: O 5° passo para implementar
de Segurança do Contribuinte -CSC) junto a nota fiscal consiste no treinamento dos
à SEFAZ; operadores de caixa.
• O processo de venda da NFC-e
• Estar em dia com a Inscrição Es- tem diferenças relevantes em relação ao
tadual; processo da ECF (emissor de cupom fiscal).

• Verificar o cronograma de obriga-
toriedade com as novas datas e identificar
em qual sua loja se enquadra.
DICA: Prepare-se para a adoção da NF-
C-e, mas, atenção para não se precipitar.
Uma vez que sua empresa optar por emitir
a NFC-e, mesmo que não esteja na obri-

www.avancoinfo.com.br

GESTÃO

NFC-e em MG: a Avanço Infomática mais uma vez se
consolidando no mercado

NFC-e em Minas Gerais: A Avanço Informática sempre se empenhando para facilitar o dia a dia dos varejistas.

EQUIPE REDAÇÃO emitindo as Notas Fiscais de os impactos da migração pela Avanço quanto aos
Consumidor Eletrônica pelo para a NFC-e, mas, em equipamentos necessários, e
NAVANÇO INFORMÁTICA Software da Avanço. Desde contrapartida, podem contar preocuparam-se em verificar
os últimos meses, a o início da obrigatoriedade, com toda a infraestrutura que a qualidade da internet, para
NFC-e protagonizou são mais de 20.000.000 a Avanço tem para os seus que tudo caminhasse sem
todo o cenário do de requisições atendidas. clientes. sobressaltos.
varejo em Minas E não é só isso, além da
Gerais, isso porque as própria Avanço, outras duas Caio, representante O representante do
datas de obrigatoriedade empresas desenvolvedores do Supermercado Silveira, Supermercado Pais e Filhos
movimentaram os lojistas para de software para o varejo de Eugenópolis, falou um garante que tudo funciona
a adequação ao novo modelo pouco sobre o processo de com tranquilidade no que se
de notas: a Nota Fiscal de terceirizam o processamento refere ao sistema, ele reforça
Consumidor Eletrônica. desses documentos utilizando que se a infraestrutura estiver
o NovoNFC-e. Todos apta, o bom funcionamento
O Estado foi um dos esses dados corroboram a implantação da NFC-e em do sistema é garantido. “O
últimos a aderir a essa credibilidade da Avanço com sua loja. Segundo ele, em Software da Avanço, para
modalidade. E com toda a nova forma de emitir as seu estabelecimento, ela nós, no geral, traz uma
a bagagem que a Avanço notas no varejo. tem fluído bem, funcionando grande agilidade e facilidade
já tinha com a emissão de perfeitamente. Ele acrescenta nos processos, sendo eficaz
NFC-e em outros estados, Percebe-se que a Avanço que a emissão de notas e eficiente na nossa gestão.
em Minas, a implantação foi Informática é autoridade pelo software da Avanço E, além disso, quando temos
ainda mais efetiva. A Software quando o assunto é NFC-e. E é descomplicada, o que algum problema, encontramos
House mais premiada de para comprovar isso, ouvimos assegura uma rotina sem sempre o apoio necessário na
Minas Gerais empenhou-se aqueles que vivenciam dificuldades na sua loja. Avanço para solucioná-los
em apresentar soluções que diariamente as soluções da e minimizar os transtornos”.
conseguissem acompanhar Software House, tendo, então, Declara Gustavo.
a nova forma de emissão de propriedade para falar sobre
notas fiscais. Neste período, o assunto: os clientes. Seguindo o intuito de
buscou-se aprimorar as suas contribuir para ratificar a
técnicas para se adequar à Pegamos depoimentos competência da Avanço no
NFC-e e, assim, melhorar as daqueles que sentem na pele mercado com a emissão
práticas de auxílio aos quase de NFC-e, Mauro Rezende,
mil varejistas que utilizam as do Supermercado Valente,
suas soluções. também falou sobre a
migração. Ele afirma que em
Adequando-se às suas lojas não teve nenhum
exigências, a Avanço problema com a implantação,
desenvolveu o NovoNFC-e, Além do Supermercado e ainda ressalta a importância
Silveira, ouvimos também da automatização do
um emissor de NFC-e fácil, um representante do sistema, fator que otimiza
seguro e eficaz em atender significativamente o tempo do
as demandas dos varejistas. Supermercado Pais e Filhos, varejista: “O sistema faz tudo
Gustavo Carvalhido. Gustavo automático, só preciso entrar
Da primeira implantação disse que a implantação foi caso seja erro no cadastro
até hoje, são mais de 100
lojas, que, juntas, somam muito tranquila. Eles seguiram
as orientações dadas
aproximadamente 600 caixas,

4

de produtos, não tem me dado trabalho. essencial para os varejistas. Isso posto, GESTÃO
Estamos muito satisfeitos com o que tem enquanto outras software houses fazem todas as NFC-e’s emitidas em modo
sido feito, tudo tem funcionado muito a armazenagem local, o que gera risco offline. E além disso, o processamento
bem.” significativo ao armazenamento da das notas emitidas em contingência
notas, visto que, nesta opção, os dados é feito automaticamente após o
Então, o que está por trás dos podem ser perdidos, a Avanço opta pela restabelecimento da comunicação,
casos e experiências dos clientes? O que segurança neste processo. regularizando a situação delas. O
a Avanço oferece de diferencial para Então, pensando na confiabilidade da software, mais uma vez, contribuindo
que ela se torne referência na emissão guarda das notas, a Avanço Informática para que a gestão seja feita de maneira
de NFC-e? O pioneirismo da Avanço faz a armazenagem das informações na eficaz e garanta o controle do andamento
com os clientes de outros estados, como Amazon Web Service, o servidor da do negócio.
Paraná, Goiás, Espírito Santo e Bahia, de maior empresa de comércio eletrônico Notas rejeitadas
fato ,garantiu experiência suficiente para do mundo, a Amazon. A AWS é presente
que a implantação em Minas Gerais fosse em mais de 22 regiões geográficas, com Outro aspecto importante é saber
mais eficiente. Diante disso, apontaremos 69 zonas de disponibilidade e, preza pela como o software se comporta com a
um pouco de toda a estrutura que segurança, conformidade e resiliência rejeição das notas. Pensando em inibir
sustenta a busca constante para facilitar nos mais de 160 serviços oferecidos. São as rejeições, o que causa diretamente o
o dia a dia dos varejistas, de modo com milhares de clientes ativos e parceiros impedimento da sua venda, a Avanço faz
que sempre estejam aprimorando os seus no mundo todo. Ela possui experiência, toda a orientação necessária aos seus
métodos para atender melhor àqueles maturidade e desempenho incomparáveis clientes antes mesmo que a implantação
que confiam em suas soluções. há mais de 12 anos no mercado. E é por da NFC-e inicie. Assim, fazendo a
A experiência como diferencial isso que a AWS é a escolhida da Avanço revisão do cadastro de produtos antes
para caminhar garantindo segurança e de começar a operar com a NFC-e, o
A experiência é o maior diferencial demais vantagens aos seus clientes. varejista consegue evitar que as rejeições
da Avanço quando se fala em aconteçam e, assim, não perderá venda
consolidação no varejo com a NFC-e. Dessa maneira, com o backup por esse motivo.
A implantação do NOVONFC-e é automático feito na maior data center
baseada em evitar as rejeições e orientar do mundo, além de poder ser acessado Além disso, o NOVONFC-e cria
os clientes a adotarem melhores práticas de qualquer lugar, o varejista pode se relatórios de validação fiscal para os
no seu dia a dia, de maneira que, assim, sentir tranquilo ao confiar que suas notas clientes, disponibilizando para os clientes
eles consigam diminuir os impactos da estarão guardadas no sistema. Dessa as divergências de NCM, tributação
nova obrigação e consigam reduzir riscos forma, é eliminado os riscos de perdê- Estadual e Federal, Alíquotas e CST. Para
fiscais. A Avanço conta com ferramentas las e, também, de ter problemas futuros as notas já emitidas, o software tem a
de apoio, prevenção de rejeições e, com a fiscalização, caso seja exigida a ferramenta de conferência para o controle
ainda, gestão de notas emitidas. Além apresentação de alguma NFC-e. Mais de sequenciais, tanto para as rejeições
disso, as ações são voltadas para prevenir uma vez, a Avanço Informática escolhendo como as emitidas em contingência. Todas
erros de cadastros, fundamentado nas o melhor para os seus clientes, sempre à essas opções visam a otimização do
Regras de Notas Técnicas da Sefaz e em frente do mercado, garantindo a fluidez tempo dos operadores, e, ainda, garantir
cases de sucessos. A experiência faz com dos negócios daqueles que confiam em que não tenha eventuais problemas com
que a segurança e confiabilidade em suas soluções. a emissão de NFC-e’s na loja.
suas soluções cheguem até os clientes.
Software Notas emitidas em contingência Além de todos os aspectos
offline aludidos, a Avanço se preocupa em
As soluções da Avanço Informática acompanhar a legislação para manter o
prezam por apresentar meios que facilitem Sabe-se que, caso haja um sistema em conformidade com as regras
o dia a dia do negócio dos seus clientes. problema de comunicação com a fiscais e as Notas Técnicas do Governo,
E, como dito acima, a experiência SEFAZ, o operador pode continuar e ainda disponibiliza a opção de realizar
adquirida pela empresa permitiu com que emitindo a nota, mas, a mesma será auditorias do cadastro de produtos,
ela fosse desenvolvendo produtos que emitida em contingência. Dessa forma, garantindo a fluidez na emissão de notas.
conseguissem atender satisfatoriamente com o software da Avanço Informática,
os varejistas. Abaixo, mostraremos as existem, hoje, duas formas de emissão São muitos os diferenciais que a
principais ferramentas do software da nessa modalidade: a forma manual e Avanço oferece aos seus clientes. E
empresa que simplifica a rotina dos seus a forma automática. A primeira permite isso só é possível porque a empresa
clientes: que seja definido o momento em que leva com afinco a missão de contribuir
o operador deseja operar em modo de para a simplificação da rotina dos
• Armazenagem segura das Notas ( emissão offline, e no modo automático, varejistas. São mais de 25 anos de muita
Backup na Nuvem); é possível definir um “time-out”, também seriedade e experiência, conhecendo
conhecido como tempo de espera, para e compartilhando meios para tornar a
• Automatizado, identifica que o sistema, automaticamente, habilite gestão que seus clientes realizam em seus
a ausência de comunicação e, a emissão de notas em contingência caso negócios mais eficaz, potencializando os
automaticamente, vê a alternativa para não receba retorno da SEFAZ. seus resultados.
que não pare a venda;
Mas é possível manter o controle E com a NFC-e não seria diferente.
• Estabilidade no software com das notas emitidas? Sim! O diferenciativo A Avanço Informática mostra, mais
controle de versões e segurança. da Avanço Informática nesse quesito uma vez, o porquê se ser especialista
Armazenamento Seguro é a gestão da contingência com um em software para supermercado, sendo
painel de notas que permite visualizar reconhecida por levar a solução mais
Diante da exigência do FISCO, completa do varejo.
que pode ser exercida a qualquer
momento no período de 5 anos, pensar
no armazenamento das Notas Fiscais
de Consumidor Eletrônica emitidas é

www.avancoinfo.com.br 5

TLEECGNISOLLAOÇGÃIOA

Impressora não scal térmica: quais os tipos e como escolher

Com a NFC-e, as impressoras são primordiais no processo. Veja todas as informações necessárias
para escolher qual impressora não fiscal térmica utilizar.

MARCUS VINÍCIUS C. VICTORINO se você for utilizar a impressora não fiscal transporte do
térmica como uma impressora de cozinha, equipamento serão feitos pelo seu
CDiretor Comercial da S&I Automação e Refrigeração por exemplo, que receberá os pedidos de um operador de caixa. É importante que você
ertamente você já ouviu falar sobre computador distante, a comunicação será procure um modelo que facilite a atividade do
a NFC-e. Com a implementação feita via rede, o mais aconselhável seria uma colaborador, além de promover treinamentos
da Nota Fiscal do Consumidor Ele- impressora com saída ethernet. regulares para eles realizarem os processos.
trônica, os varejistas precisam se
adequar a algumas alterações no processo Velocidade Reaproveitamento de impressoras
de emissão da nota, a escolha da impressora A velocidade também é um ponto De acordo com a SEFAZ, a implemen-
não fiscal térmica é um ponto essencial nesse
processo. muito importante a se analisar. Ela varia tação da NFC-e exige uma impressora não
de 150 mm/seg. a 300 mm/seg. Pode não fiscal térmica. Esse tipo de impressora difere
Aqui, falaremos sobre as características parecer muito, mas pense em uma situação em alguns aspectos da impressora fiscal. Des-
e diferenças que você precisa saber na hora concreta do dia a dia. sa forma, se faz necessária a troca das im-
de escolher a impressora. pressoras. O reaproveitamento, é contestável
Entradas e saídas Imagine seu frente de caixa atendendo tecnicamente e financeiramente um processo
um cliente em um dia de grande movimento. A inviável.
Ao escolher qual impressora não impressora não fiscal térmica é quem fornece
fiscal térmica utilizar em sua loja, tenha em a NFC-e no momento de finalizar a compra. É muito importante que você siga os 5
mente qual o local do estabelecimento ela Isso faz com que seja necessário um tempo passos ao definir qual impressora utilizar em
ficará. Além disso, confira as saídas do seu curto para emitir as notas, evitando filas no seu estabelecimento. Lembre-se que por ela é
computador e o software da sua loja. Evite PDV da sua loja e atritos para o consumidor. uma das partes mais importantes no seu PDV.
gastos desnecessários com equipamentos Por isso, a velocidade da impressora faz toda Além de otimizar o tempo gasto no fecha-
extras. a diferença. mento da venda, também garante a melhor
satisfação dos seus clientes.
Hoje, existem no mercado 3 tipos de Tamanho
interface de comunicação, USB, SERIAL e As impressoras não fiscais térmicas Verifique se a impressora escolhida
ETHERNET. Alguns modelos de impressoras já está homologada com seu software PDV.
não fiscais térmicas possuem as três saídas, não se diferem em relação ao tamanho Sempre entre em contato com sua software
mas não são todas. Fique atento ao modelo quanto ao espaço ocupado no PDV. Porém, house antes de fazer sua escolha, não corra
que melhor atenderá a sua loja. elas se diferem em relação à quantidade de o risco de aumentar o custo da sua loja sem
caracteres dispostos em cada linha da NFC-e necessidade.
Normalmente, no caixa, a saída mais impressa.
indicada é a USB, uma vez que a conexão Ao término do prazo de encerramento
se dá diretamente no computador. Porém, Podendo variar entre 24 e 64 caracteres da impressora fiscal, a SEFAZ faz, automati-
por linha, isso pode trazer uma economia camente, o cancelamento de todas as ECFs,
AUTOMAÇÃO E REFRIGERAÇÃO significativa ao analisar o montante de notas após 6 seis meses de prazo. Fique atento aos
COMERCIAL impressas em um determinado período. prazos para a implementação da impressora
Quanto mais caracteres dispostos por linha, não fiscal. Caso o governo faça a cessação,
ASSISTÊNCIA TÉCNICA S&I menos papel de impressão sua empresa embora não tenha nada previsto no decreto,
gastará. pode existir alguma sanção feita pelo FISCO.
Suporte Técnico
Equipe altamente treinada Homologação das impressoras É importante que você fique atento ao
Infraestrutura completa Durante a escolha da impressora, é prazo para a mudança, não deixe para fazer
a migração para a impressora não fiscal na
(31) 3489-3300 fundamental que ela seja homologada. Para última hora. Pode ser que você tenha algum
www.siautomacao.com.br isso, é indispensável que sua software house imprevisto durante a migração, diante disso,
esteja envolvida nesse processo. fazendo com antecedência, você terá tempo e
não precisará ficar com a loja parada.
A não homologação desses
equipamentos pode acarretar algumas
consequências futuras ou imediatas para
sua loja. Uma delas é o risco do não
funcionamento da impressora.

O ideal é realizar a compra e a
instalação das impressoras não fiscais com
um fornecedor experiente no mercado, para
que seu estabelecimento receba a garantia.
Além disso, é importante contar com um
fornecedor que garanta o pós venda. Assim,
no caso de eventuais problemas e dúvidas
que surjam no dia a dia, a fornecedora
resolverá seu problema.

Operação
A adoção da impressora térmica

não significa apenas colocá-la no PDV, são
necessários processos, que podem contribuir
para a conservação da mesma. Durante o uso
da impressora não fiscal, faz-se necessário a
troca da bobina. A operação diária e o

6

o emissor de NFC-e fácil e seguro!

COM O NOVO NFC-E
VOCÊ TEM:

SEGURANÇA

Backup automático na nuvem

A transição para a NFC-e é CONTINGÊNCIA
um momento que necessita de
atenção para evitar caixa Vendas sem internet
parado no momento da
emissão da nota. ECONOMIA

Disponível na versão Linux e Windows

SIMPLICIDADE

Fácil utilização

AGILIDADE

Velocidade no checkout

Implemente a legislação de forma
segura e sem dor de cabeça em sua loja.

Entre em contato e converse 7
com um de nossos consultores

wwwa.vaavnacnocoininffoo..ccoomm.b.brr (31) 3025 1299 [email protected]

GESTÃO

Programa de delidade no varejo: Insights da NRF 2019

O Avanço esteve presente na NRF 2019 e trouxe pontuações importantes sobre programa de fidelidade.
Veja abaixo tudo a respeito desse tema.

GABRIEL JUNQUEIRA final das contas, somente 7% dos con- dor em comprar em apenas uma loja, as
Editor do InfoVarejo, maior portal focado no dia a dia do varejo sumidores gastam mais de 90% do seu ofertas e a facilidade da internet têm cau-
do Brasil. Economista e administrador de empresas, especialista orçamento, destinado a esse tipo de des- sado o efeito contrário. O cliente é asse-
pesa, em apenas uma loja. diado constantemente e o resultado não
P em gestão. poderia ser outro. Segundo estudo da
ara quem não conhece, a NRF Re- Qual a conclusão desse estudo? Cambridge Group, baseado em dados
tail Big Show é uma das maiores Os consumidores são leais e querem, ou da Deloitte e da Nielsen, nos últimos 10
feiras de varejo e tecnologia do preferem, ser leais, mas por várias razões anos, 60% dos varejistas perderam par-
mundo. Realizada anualmente no acabam tendo que frequentar outras lo- ticipação no orçamento de seus clientes
mês de janeiro, em Nova Iorque, a fei- jas. E quais são essas razões? (share of wallet). Em paralelo, 66% das
ra conta com a participação de milhares 1. Não adianta ter programa de compras foram influenciadas pelo digital
de varejistas e especialistas do setor. E, fidelidade se o básico não está em 2016, a expectativa é que esse nú-
na edição deste ano, o InfoVarejo esteve sendo bem feito mero chegue a 85% em 2020.
presente.
Limpeza da loja, pouca fila no che- Ou seja, por causa da concorrên-
Um tema bastante abordado na fei- ckout, bom atendimento ao cliente, qua- cia e da internet, a deslealdade é uma
ra foi a gestão de clientes das empresas lidade dos produtos, promoções e preços tendência natural. Por mais que os clien-
varejistas. A razão é óbvia: o mercado na loja são os fatores básicos mais va- tes sejam leais, eles são assediados com
está cada vez mais competitivo, conquis- lorizados pelos clientes. Entretanto, são ofertas personalizadas e acabam com-
tar um cliente está cada vez mais caro. também os fatores que os varejistas, na prando em outras empresas.
Assim, aquelas empresas que contam média, não performam bem.
com métodos e técnicas para conquistar Outro ponto destacado no estudo
novos consumidores, reter e fidelizar os Ao invés disso, os varejistas inves- é a mudança do hábito em relação a lo-
atuais e recuperar os perdidos, têm uma tem em ofertas para o e-commerce, em jas físicas. No passado, um consumidor
grande vantagem competitiva. melhorias no site e no aplicativo mobile, médio frequentava 15 lojas diferentes
em publicidade, ofertas personalizadas durante o mês. Esse número caiu para 9
Segundo o estudo IDC Retail Insi- e programas de fidelidade. Todos esses lojas. Também influenciado por uma sé-
ghts, da IDC, renomada consultoria de fatores são importantes, principalmen- rie de fatores como escassez de tempo,
inteligência de mercado, 76% dos vare- te para os clientes millennials. Todavia, trânsito e compras em lojas virtuais. Esse
jistas afirmaram que a importância da para todos os clientes, são os fatores é mais um desafio para os varejistas.
lealdade aumentou. básicos, citados no parágrafo acima, os
mais importantes. Portanto, para converter o cliente
Na perspectiva do consumidor, esse em vendas e fidelizá-lo, é necessário ofe-
aspecto também faz sentido. No mesmo Ou seja, os clientes desejam o tri- recer o básico, muito bem feito, logo que
estudo, 79% dos consumidores afirma- vial bem feito, mas não o tem. Afinal, ele entrar em sua loja.
ram ser leais a um determinado super- enquanto isso, o varejista está investindo 3. Compartilhe dados dos seus
mercado. Inclusive, 58% disseram que em tudo que é “extra”. clientes com outras empresas
preferem comprar apenas em uma única 2. Deslealdade é uma tendência
loja dessa marca. No entanto, 19% dos Uma das palestras mais interessan-
consumidores compram nessa loja espe- Apesar da preferência do consumi- tes que tivemos oportunidade de partici-
cífica durante apenas uma semana. No

8

par foi “O varejista altruísta: ganhando palestras da NRF, o termo “relationship GESTÃO
clientes na era da deslealdade”. A ativi- commerce” – ou, em português, comér- boa experiência no e-commerce e no
dade foi ministrada por Julie Currie, da cio do relacionamento – foi divulgado aplicativo mobile. Esses aspectos podem
Nielsen, e Joel Percy, da empresa de tec- para explicar alguns modelos e ideias fidelizar muito mais do que programas de
nologia CiValue. possíveis. pontuação.

A mensagem deixada pelos pales- A ideia é identificar produtos e ofer- São dois os objetivos para alcan-
trantes foi de que o varejista precisa com- tas que se encaixam nesse modelo. Den- çar uma boa estratégia de lealdade. O
partilhar os dados dos seus clientes. Só tre as vantagens para os varejistas está a primeiro tem relação com entender as
assim ele conseguirá ter uma visão geral previsibilidade das margens, que normal- necessidades e desejos dos seus clientes.
do comportamento do consumidor. Utili- mente são maiores. E para seu cliente? Em seguida, criar ações consistentes e
zar apenas dados e informações advin- Conveniência, comodidade e uma expe- constantes para satisfazê-los. Normal-
das de sua loja pode ser limitador. riência fluida. mente, essas ações se referem à otimiza-
ção do sortimento dos produtos da loja,
Por exemplo, você tem dois con- Estudos revelam que é um ganha- de preços e de promoções, ao marketing
sumidores com perfis similares, com o ganha: a empresa tem resultados financeiros segmentado e à colaboração para ações
mesmo valor de compra no último mês melhores e os clientes do modelo são mais conjuntas com fornecedores.
em sua loja. Por meio do cadastro em satisfeitos que os clientes tradicionais.
seu programa de fidelidade, você sabe 5. Foco na estratégia de lealdade Tudo isso balanceando os fatores
que ambas são mulheres e que estão na dos seus clientes, não no programa emocionais e econômicos para elaborar
faixa etária de 30 a 35 anos. Para sua de fidelidade experiências e ofertas efetivas para os
empresa, essas duas consumidoras têm clientes.
o mesmo perfil de consumo em sua loja. Conquistar a lealdade dos clientes
é o objetivo dos programas de fidelida- De um ponto de vista prático, a ges-
E o que acontece quando você co- de. Ou seja, o programa é um meio, e tão de clientes, através de ferramentas
meça a compartilhar seus dados com não um fim em si mesmo. Esse é um erro como programas de fidelidade e CRMs,
outras empresas, ou, até mesmo, com que muitos varejistas têm cometido: fo- existe para um fim: aumentar as vendas.
varejistas de outros segmentos? Bom, cam no programa em si e engessam o As vendas crescem por meio da atração
você pode ter muito mais insights e uma atendimento e as políticas com os clien- de novos clientes, pelo aumento do ticket
visão melhor de cada perfil. Sua análise tes. médio, pela retenção dos clientes atuais
não estará limitada ao comportamento e pela reconquista dos clientes perdidos.
de consumo em sua loja. Mas será base- Na palestra de Greg Girard, diretor
ada em seus comportamentos de consu- da IDC Retail Insights, os princípios da le- É fundamental que o varejista não
mo em geral: o que elas assistem, quais aldade dos clientes foram elencados. deixe de perceber que no centro dessas
carros dirigem, quais outras lojas elas Veja o que o varejista precisa construir: atividades está o entendimento de quem
frequentam, quanto gastam em sua loja é cliente e o que ele deseja – por isso
em relação a outras. Enfim, uma visão • Tratamento justo; a importância da informação. Além de
muito mais ampla acerca do cliente. Por • Sortimento de produtos personali- lembrar constantemente que são os ele-
isso, o varejista precisa ser altruísta e não zados – “produto certo para mim”; mentos básicos que constroem a boa ex-
reter seus dados. • Percepção de personalização de periência do cliente.
ofertas – “isso foi feito para mim”;
Enquanto isso, no Brasil, o movi- • Conveniência – destaque nesse Em outras palavras, o desafio é fa-
mento de gestão de clientes e de captura ponto para a experiência mobile; zer o básico muito bem feito para, então,
de seus dados no ponto de venda, ape- • Economia – ter ótimo custo bene- partir para as iniciativas que proporcio-
sar de ainda ser incipiente e bem tímido, fício, vantagens. nam conhecer melhor seus clientes e,
está cada vez ganhando mais força. Se O programa de fidelidade é apenas desse modo, interagir de forma persona-
sua empresa ainda não tem nenhuma uma parte da estratégia de lealdade. Os lizada e eficiente.
iniciativa neste sentido, provavelmente consumidores querem personalização,
está ficando para trás. ofertas diferenciadas na loja, serviços,

4. Busque ofertas recorrentes
O modelo de negócios do varejo é

transacional. Ou seja, o dinheiro entra a
partir de transações realizadas. No caso
deste setor, por meio da venda para o
cliente final. Isso significa que, mensal-
mente, o enredo é o mesmo: começar
do zero e esperar os clientes entrarem na
loja para comprar.

Imagine agora se sua loja tivesse
a garantia que uma determinada quan-
tidade de produtos será vendida no mês.
Seria uma segurança e tanto, não é mes-
mo? Essa é a proposta do modelo de
negócios de recorrência. Basicamente,
seu cliente “assina” uma compra regular
de determinados produtos. Em uma das

www.avancoinfo.com.br 9

GESTÃO

Pilares da Prevenção de Perdas

As perdas representam uma parte significativa nos supermercados.
Entenda, então, quais são elas e como pode ser feita a prevenção.

BRUNO SILVA rem identificados, é mais fácil encontrar a • Inexistência das metas de perda
Superintendente de Operações do Superluna Supermercados. causa e definir soluções para essas per- — Após a mensuração das perdas, você
das. deve definir a meta pretendida pelo pro-
Conselheiro Deliberativo ABRAPPE. Quais são os pilares da prevenção cesso;
de perdas?
SConselheiro Comitê de Prevenção de Perdas AMIS. Departamento de prevenção de
egundo a Associação Brasileira de Para um bom e eficiente processo de perdas subordinado a loja — Todos os co-
Prevenção de Perdas (ABRAPPE), prevenção de perdas, você precisa seguir laboradores e gestores precisam entender
as perdas representam 2,05% do alguns passos. Veja em quais pontos você e aceitar que os profissionais de preven-
faturamento bruto dos supermerca- deve ficar atento para a prevenção de ção de perdas possuem autoridade para
dos nacionais. E isso significa que se você perdas da sua loja: definir os melhores processos, essa é a
não aderir processos agora, esse número função deles. Se os outros colaboradores
aumentará, e, por conseguinte, o prejuízo • Envolver todos os gestores e co- ficarem negando a fazer tais processos ou
da sua loja será cada vez maior. Seguin- laboradores — A cultura da prevenção interferindo nos mesmos, a prevenção de
do esta linha, faz-se necessário pensar em de perdas deve ser geral, não só dos fun- perdas não adiantará nada;
meios de diminuir essas perdas, Logo, a cionários destinados a esse processo. Eles
prevenção de perdas envolve normas e devem ter consciência de que as medidas • Ausência da cobrança da per-
procedimentos que tem por objetivo dimi- preventivas não devem ser feitas apenas da — Definida a meta e os processos de
nuir as perdas do varejo. Assim, você con- por um ou dois funcionários, mas por to- prevenção, cobre do departamento os
seguirá aumentar seu lucro e evitar gastos dos da empresa resultados. O processo de Prevenção de
desnecessários, mas expressivos. Perdas precisa surtir efeitos nos resultados,
• Profissionais focados na prevenção se isso não acontecer, faça uma revisão
O que são as perdas no varejo? de perdas — ter uma equipe dedicada, ou na estratégia das práticas adotadas.
Perda é tudo o que uma empre- um profissional cuja única responsabilida-
de e meta é estabelecer e acompanhar os A má gestão de compras, o excesso
sa perde, direta ou indiretamente e que processos para prevenção de perdas; de estoque, a falta de treinamento dos co-
tenha como resultado a diminuição do laboradores, temperaturas inadequadas
lucro. Assim, antes de tomar qualquer • Processos — ter definido e co- das máquinas refrigeradas, lançamentos
medida no varejo, é necessário que você municado os processos de prevenção de errados e erros nos inventários, todos es-
identifique e defina suas perdas. perdas da empresa, com treinamentos ses fatores são pontos que aumentam e
constantes aos funcionários da loja e sua interferem nas perdas da sua empresa.
Em uma organização empresarial, responsabilização pelo resultado; Por isso, envolva toda a empresa nas boas
existem as perdas desconhecidas e a que- práticas de prevenção e inicie, agora mes-
bra operacional. Perdas desconhecidas • Inventários — Estes são indispen- mo, o Programa de Prevenção de Perdas.
são todas as perdas identificadas apenas sáveis no processo de prevenção de per-
por meio de inventários. São os produtos das. Caso seu supermercado não tenha
que entram na loja, mas não são localiza- pessoas qualificadas para tal função,
dos. Ou seja, o produto entrou no esto- terceirize o trabalho. Tenha a certeza de
que, mas não está na empresa e nem há que seu inventário não possuirá erros. Isso
registros de baixa do mesmo. porque se for fazer um inventário com da-
dos errados, é melhor que não o faça.
Já a quebra operacional é definida Quais são os erros mais comuns
com o número de produtos identificados durante a prevenção de perdas?
como impróprios para o uso ou para co-
mercialização. Isto é, produtos com em- Veja abaixo alguns erros comuns co-
balagens deterioradas ou com a data de metidos que interferem nos resultados:
validade vencida. Como os produtos da
quebra operacional são possíveis de se-

10

GESTÃO

Roubo e furto no varejo, qual a
diferença e como evitá-los?

Roubo e furto são situações encontradas no varejo e que podem interferir diretamente na loja.
Veja abaixo a diferença entre eles e como podem ser evitados.

EQUIPE ras? Ou aquelas caixas que ficam em um tos e roubos é a instalação de cofres inte-
corredor mais isolado? Então, produtos ligentes. Isto é, o cofre inteligente é uma
S INFOVAREJO dessas áreas são um alvo fácil para fur- ferramenta que traz inúmeros benefícios
e você é varejista e é ativo na sua tos. para a segurança e para a administra-
empresa, com certeza já passou ou ção financeira da sua empresa. Com a
já viu alguém passando por uma si- Colaboradores que têm acesso a automatização da gestão do dinheiro, a
tuação envolvendo roubos e furtos. ambientes internos da empresa aprovei- sua empresa eliminará riscos de perdas
Ambos são crimes contra o patrimô- tam o descuido dos gestores e a falta de e os seus prejuízos com furtos e roubos
nio, mas possuem algumas diferenças. segurança para cometer esses atos. Além dificilmente acontecerão. Além da me-
Dessa forma, se você não quer ter preju- disso, o que também é muito comum, é lhoria do processo de tesouraria, ele traz
ízos, fique muito atento a essas situações a troca de etiquetas e o furto de merca- segurança para a empresa e para as in-
e procure formas de evitá-las. Afinal, você dorias manipuladas para uso. formaçôes, dado que o gestor consegue
não quer colocar os seus clientes e cola- Roubo ter acesso aos dados em tempo real.
boradores em risco e nem falir devido aos
furtos no seu estabelecimento. O roubo também é a subtração de Os cofres inteligentes, além de ex-
um bem, porém, envolve violência ou tremamente seguros, passam a seguran-
A importância do roubo e furto no ameaças. Exemplo, quando uma pessoa ça da certeza do recebimento dinheiro.
resultado da loja ou um grupo entra armado na empresa, As empresas de segurança asseguram
ameaçando e pegando produtos, é rou- que, mesmo que consigam arrombar o
Esse assunto é particularmente im- bo. Houve o contato direto com os as- cofre, algo considerado muito difícil, o
portante para a gestão do seu negócio, saltantes? Houve ameaça e violência? É dinheiro é depositado na conta do clien-
uma vez que essas situações entram nas roubo. te. O valor dentro do cofre é assegurado
perdas da sua loja. Sendo assim os rou- na sua conta, independente de agentes
bos e furtos interferem nos resultados da Agora, que você já entendeu a di- externos.
sua empresa. ferença entre furto e roubo, vamos para
o próximo ponto, a solução. Os roubos Mais que cofre. É CompuSafe.
Entre 2017 e 2018 os roubos no e furtos podem trazer grandes prejuízos
varejo tiveram um aumento de 19%. Bas- para a sua empresa, o que acha de co- brinks.com.br
tante, não é mesmo? Se não quer que es- meçar a fazer práticas para evitar essas
ses resultados sejam a realidade da sua ações?
empresa, você precisa tomar atitudes. Como evitar furtos e roubos

Como dito anteriormente, roubo O primeiro passo é você entender
e furto são crimes contra o patrimônio, quais os tipos de furto acontecem na sua
mas você sabe qual a diferença? loja. Você irá perceber os furtos ao fazer
o inventário da sua empresa, por exem-
Furto plo. Outro ponto que pode te ajudar a
A diferença entre roubo e furto é identificar furtos é o investimento em con-
trole de estoque. Assim, com os números
bem simples. Furto é a subtração de um das perdas, ficará mais fácil fazer a men-
bem de algum local e os envolvidos não suração dos investimentos e a criação de
fazem o uso da violência. Por exemplo, estratégias para solucionar os furtos e os
imagine que alguém esconda uma peça roubos.
de picanha na bolsa e leve para casa,
sem que você veja, isso é furto. Não hou- Uma solução possível que diminui-
ve violência, interação e ameaças feitas ria os furtos internos são o maior contro-
pelo bandido. Esses furtos são chamados le das pessoas que circulam no estoque.
de furtos externos, feitos por pessoas que Além do aumento da segurança nestes
se passam por clientes. Outra situação locais e instalação de câmeras. Evite com
que pode acontecer, e que não é rara, é que as pessoas entrem com bolsas nes-
invadirem a sua empresa em um horário sas áreas, assim, você diminuirá a proba-
não comercial e levarem o dinheiro do bilidade dessas ações acontecerem.
caixa e materiais com um valor maior,
como computadores e celulares. Essa Para furtos externos, a tecnologia
ação também é entendida como furto. também será uma boa solução. Antenas
anti furto seriam o ideal para evitar essas
Furto é um crime mais comum do ações.
que você imagina, inclusive pode acon-
tecer por parte dos seus colaboradores. Mas outro método de prevenir fur-
Sabe o seu estoque que não tem câme-

www.avancoinfo.com.br 11

EVENTOS

8º ENCONTRO
DE GESTORES

SUPERMERCADISTAS

Veja tudo o que aconteceu no último Encontro de Gestores Supermercadistas.

FOTOS DO EVENTO: CÉSAR BRITO de perdas nas empresas. Ele exemplificou • Entender que o cliente busca pre-
EQUIPE REDAÇÃO que o faturamento líquido total do varejo ço e qualidade.
no ano de 2017 foi de 1,52 trilhões de
OAVANÇO INFORMÁTICA reais. Diante da média de perdas no va- Ainda falando sobre a centralização
8º Encontro de Gestores, rejo, de 1,29%, significa que o setor teve de compra dos produtos, Ricardo Du-
evento referência em boas um prejuízo no total de 19,58 milhões de tra expôs como foi o processo no Super
práticas para os supermerca- reais. Seguindo, Bruno Silva apresentou Sô. Para ele, a sua gestão do estoque
distas, realizou mais uma edi- quais são os motivos responsáveis por es- melhorou muito, porque fica mais orga-
ção no último dia 25 de junho. Este ano, sas perdas. Dentre elas, o principal fator nizado para todos os funcionários aces-
inovando, os assuntos abordados foram contribuinte é o produto vencido, repre- sarem. Além disso, é uma estratégia de
escolhidos pelos supermercadistas no In- sentando quase 43% de participação no mercado, principalmente para aqueles
foVarejo. Foi um dia inteiro dedicado às mapa das avarias. Ao analisar o tipo das que estão localizados no interior e têm
palestras, cases de sucesso e network de perdas, Bruno destacou que os principais dificuldade de acesso. Ademais aumen-
alto nível, proporcionando aos partici- são as quebras operacionais, os furtos ta a capacidade, visto que consegue-se
pantes um momento de muito aprendiza- externos e os erros de inventário e admi- comprar um volume maior do fornecedor.
do para o seu negócio. nistrativos. Juntos, eles representam mais Como complemento disso, ele falou so-
de 80% do cenário de perdas atual do bre a importância da automatização dos
O que aconteceu no 8º Encontro de varejo. Para ele, pequenas ações dentro processos para ajudar na gestão.
Gestores? desses tópicos podem mudar muito o ce-
nário de perdas de cada loja. Leonardo, ainda, falou sobre o
Na abertura, Gabriel Junqueira, Novo Cotação, ferramenta que visa me-
diretor da Avanço Informática, abriu o Bruno fala que o cenário ideal para lhorar as possibilidades de compra do
evento falando sobre os temas que se- uma prevenção de perdas com eficácia comprador. Com o Novo Cotação, que
riam abordados e seus respectivos pa- deve conter: gestão de riscos, auditoria, chega cheio de melhorias para atender
lestrantes. Gabriel falou sobre o portal gestão de estoques, controles internos, melhor o supermercadista, o processo
Infovarejo, o maior portal do varejo da conformidade e, segurança. se torna mais ágil, consegue-se comprar
internet. Ele disse que a ideia do Infova- Como comprar melhor? melhor e mais barato, além de controlar
rejo é levar até o varejista informações de maneira mais eficaz o seu estoque.
e conhecimentos que podem facilitar o Trazendo maneiras para melhorar o Farol de preços
seu dia a dia. Depois, Adilson Bada- setor de compras, Ricardo Dutra, gerente
ró, gerente de atendimento da Avanço, comercial da Rede de Supermercados Su- Apresentando o Farol de Preços,
fez um reforço sobre a base de conhe- per Sô e Leonardo Machado, gerente de Gabriel Junqueira falou sobre a necessi-
cimento da Avanço Informática, onde projetos na Avanço Informática, mostra- dade de o mercado estar mais conecta-
está concentrado os documentos relacio- ram experiências reais vivenciadas pelos do entre si. Ele mostrou o resultado da
nados aos produtos, como as principais varejistas no seu dia a dia. pesquisa feita pelo InfoVarejo, em que
dúvidas, manuais e documentação. São foi perguntado aos supermercadistas se
mais de 1.600 documentos que ajudam Veja os aspectos comentados por saber o preço médio de compra dos pro-
os clientes, fornecendo informações que eles para conseguir otimizar o processo dutos que ele tem em sua loja poderia
os auxiliam na utilização dos softwares. de compra: contribuir no processo de compra dele.
Além disso, Badaró falou sobre os treina- A ideia é pensar na força que mais de
mentos que a Avanço Informática oferece • Comprar com melhor preço é 600 lojas de supermercados que a Avan-
aos seus clientes sobre suas ferramentas. fundamental para o supermercadista, ço tem em sua base de clientes e, a par-
“O intuito é fazer com que os clientes e sobretudo para aqueles que atendem a tir disso, tornar o varejo cada vez mais
fornecedores potencializem o uso das fer- públicos como C, D e E; forte, trazendo inúmeros benefícios para
ramentas com a capacitação, facilitando o setor. Para exemplificar como pode ser
o dia a dia em sua loja”, reforçou Adilson. • Fortalecer a relação com os for- útil ter essas informações em mãos na
necedores, isso permite ao supermerca- hora da compra, Hugo Marconi, Dire-
Prevenção de perdas dista maior flexibilidade na negociação; tor do Almeida Atacarejo, se juntou ao
Bruno Silva, superintendente de ope- Gabriel para falar sobre as dificuldades
• Não permitir falta de produto; enfrentadas no dia a dia dos compra-
rações do Supermercado Superluna, ini- • O excesso de estoque também dores. Para Marconi, a ferramenta Farol
ciou o ciclo de palestras sobre prevenção pode gerar problemas; de Preços consegue fornecer ao compra-
• Centralizar os produtos pode fa-
zer com que se tenha mais condições co-
merciais com os fornecedores;

12

EVENTOS

dor informações detalhadas sobre a sua dois tipos de mercado deste ramo, que número diminuir é fundamental no negó-
compra, de modo com que ele saiba se é o mercado cativo e o mercado livre. O cio. E a melhor forma de começar a fazer
está comprando bem ou mal e, ainda, primeiro, tem apenas a distribuidora e o isso, é conhecer o cliente que frequenta
se o preço oferecido a ele é a média do consumidor cativo. Nesse segmento, os a loja.
mercado. Gabriel acrescenta que, hoje, consumidores são cobrados por tarifas
utilizar toda a facilidade de acesso às in- de energia da distribuidora da região que Para diminuir o valor mencionado
formações pode agregar muito mais ao ele pertence. No mercado livre, existe o acima, Fernanda fez alguns apontamen-
negócio. consumidor que busca a alternativa que tos como solução: prevenção de perdas,
Veja o que é o Farol de Preços: mais se enquadra ao seu perfil. Nele, os de categorias, de ruptira de gôndola e
consumidores negociam livremente com estoque, controle e corte de custos e Per-
• Informação de compra do merca- os fornecedores os preços e as condições da de rotatividade.
do, filtrada por região; do fornecimento da energia.
E como proposta, ela mostra como
• Aplicativo mobile para consulta Ronaldo destacou que, para reduzir a gestão de clientes pode solucionar essa
de preços; os custos, é importante buscar alternati- dificuldade enfrentada pelo mercado. En-
vas no mercado, pois as possibilidades tender quem é o cliente, o que ele com-
• Consulta no ERP (Integral); são várias. Escolher um profissional para pra, com qual frequência, onde ele mora,
• Relatório web, consulta das últi- fornecer orientações e ajudar a escolher contribui na montagem de um trabalho
mas compras com preço. o meio mais adequado para o negócio é mais objetivo para fazê-lo comprar mais.
Basicamente, é uma ferramenta que fundamental. Fernanda colocou três pontos para reali-
disponibiliza as informações de compra NFC-e em Minas Gerais zar a gestão de clientes: construir a base,
do mercado, filtradas por região, e con- gerar análises/insights e propor ações.
segue entregar a referência do preço de Seguindo o 8º Encontro de Gesto-
compras do produto. res, Alcides Junqueira e Ronaldo Lucinda, Para mais, ela levanta aspectos im-
Sobre novos hábitos financeiros… diretores da Avanço, falaram sobre a im- portantes para que a gestão de clientes
Guilherme Belotto, sócio da Troco plantação da NFC-e em Minas Gerais e seja efetiva:
Simples, abordou durante o evento sobre como os supermercadistas podem evitar
as novas maneiras de troco no varejo. De quaisquer prejuíz os ao iniciar sua opera- • Cadastro do cliente;
acordo com o Banco Central, 35% das ção na loja. Alcides pontua a necessida- • Engajamento dos colaboradores;
moedas emitidas no país estão fora de de de se ter uma infraestrutura preparada • Tem que ser fácil e ágil para o
circulação. Isso faz com que o varejista para emitir a NFC-e e discorre sobre as cliente;
se sinta preocupado com a forma de dar obrigações necessárias para que ela seja • Tem que ter uma alta percepção
troco ao seu consumidor. Então, diante implantada, como aquisição de impres- de valor para o cliente.
da falta de moedas no mercado, foi ne- sora, credenciamento, instalação do cer- Fernanda mostrou uma opção para
cessário ver meios que pudesse resolver tificado digital no PDV e armazenamento a captação de clientes, o clube de des-
as duas questões. Ele mostrou que, em dos dados XMLs. contos. Ele funciona com dois tipos de
uma sociedade cada vez mais conectada, preço, um para quem não faz parte do
pensar em meios digitais para se resolver Os dois também ressaltaram a ne- clube, o outro, para quem faz. Dessa
a questão do troco pode descomplicar cessidade de investir em uma internet de forma, o objetivo principal é cadastrar
muito a vida do varejista. Para isso, ele qualidade para que não haja problemas o máximo de clientes que conseguir, e,
apresenta a ideia da Troco Simples, que com a emissão da NFC-e e precise ope- para realizar isso, é preciso mostrar o
traz a digitalização do dinheiro com o in- rar em contingência ou ter notas rejeita- quanto é vantajoso estar dentro do clu-
tuito de simplificar as transações financei- das. Por fim, eles pontuaram a necessida- be. Oferecer vários meios como alter-
ras entre o varejo e os consumidores. de de ter um software de gestão eficaz, nativa de cadastro pode fazer com que
Guilherme destacou as principais que consiga garantir desde a emissão rá- um maior número dos consumidores seja
vantagens com a adesão a essa ferra- pida das notas até à guarda das mesmas. alcançado. Esse último é bem simples e
menta: tecnologia, solução, economia e consegue trazer retorno significativo para
inovação. Alcides e Ronaldo falaram sobre o comércio. Fernanda ressaltou a neces-
A Troco Simples pensou em fazer onde deve estar concentrado os princi- sidade de treinar os colaboradores. “Ter
com que a ferramenta fosse simples, de pais cuidados do varejista: Certificado profissionais treinados faz total diferença
modo que o seu principal objetivo seja Digital, Infraestrutura (Internet e nas práticas para conhecer o cliente, afir-
cumprido: sempre facilitar a relação entre capacidade de processamento do ma Fernanda.”
varejo e consumidor. PDV) e Armazenamento do XML. Por fim, a consultora alertou ainda
O processo para recebimento do Como aumentar as vendas? sobre a necessidade de interligar os da-
troco é bem simplificado, veja: dos dos clientes ao ERP da loja para que,
1. O consumidor informa o CPF ao final Terminando o 8º Encontro de Ges- assim, a coleta de dado seja feita de ma-
da compra; tores, Fernanda Pedroso, consultora de neira eficaz. “Esse é um ponto importante
2. Escolhe o valor do troco; Vendas da Mercafácil, falou como a Ges- na hora de mapear os dados colhidos”,
3. Pronto, o troco já é digital. tão de Clientes pode aumentar as vendas declarou Fernanda. Outrossim, ter um
O troco pode ser convertido em re- do varejista. Fernanda pontuou a necessi- especialista dentro da loja para organizar
cargas para celulares, transferido para a dade de conhecer qual é o perfil do clien- todas as etapas de gestão de clientes tor-
conta bancária ou ficar acumulado no te que frequenta a loja. Ela trouxe uma na esse processo mais fácil e objetivo, o
aplicativo. O cliente consegue escolher pesquisa da Mercafácil. que teve como que possibilita que o lojista alcance me-
entre várias possibilidades. objetivo identificar qual o percentual da lhores resultados rapidamente.
Como reduzir despesas? perda de clientes no comércio varejista. O 8º Encontro de Gestores foi um
Seguindo, Ronaldo Ferreira, gestor De acordo com os dados apresentados, dia intenso de muita troca de conheci-
de energia da Siemens Brasil, fala sobre em média, o varejo perde 32% de seus mento. Acreditamos em um varejo mais
as possibilidades para reduzir a conta clientes ao ano. Em números, uma loja forte, e isso só é alcançado por meio da
de luz da loja. Ronaldo falou sobre os de 500m² à 1.500m², isso representa troca de informações e experiências.
a perda de R$750.000 a R$2.300.000
por ano! Logo, ver ações que façam esse

www.avancoinfo.com.br 13

TECNOLOGIA

Comprando melhor: Vantagens em usar um software
para fazer o pedido de compras

Veja quais as vantagens pode-se ter utilizando um software para fazer um pedido de compras.

PAULO NANI Situação prática: fornecedor ofere- cia. Essas informações serão necessárias
Especialista no setor supermercadista e fundador da Avanço, ce o sabonete A, pois o estoque da loja na hora de determinar se a compra de
está baixo. No entanto, ao realizar o pe- determinada mercadoria estará dentro
fornecedora de software de gestão para o varejo. dido, o software avisa que o sabonete B, da sua política de compra e venda.
produto similar ao sabonete A, está com
Opedido de compras é um do- uma grande quantidade de estoque. Evi- Situação prática: ao selecionar de-
cumento que formaliza quais ta-se uma compra desnecessária. terminado produto, o comprador per-
foram os produtos, quantida- 3. Outros fornecedores do mesmo cebe que o preço da concorrência está
des, preços, entre outros. No produto muito baixo, talvez estejam realizando
geral, o principal benefício de usar um uma promoção. Neste momento, não faz
sistema para realizar o pedido é o poder Usar um bom software de gestão sentido comprar esse produto que, ou fi-
de negociação que este oferece. Isso, para realizar seu pedido de compra tam- cará encalhado no estoque, ou não terá
porque ele consegue ofertar informações bém dará a você informações sobre os margem. É preferível sacrificar a margem
importantes que colocam o comprador fornecedores possíveis para a compra de dos produtos diferentes do da concorrên-
em posição favorável no ato da compra. determinado produto. Logo, você não cia, atraindo a atenção do cliente.
terá que ficar preso a apenas um forne- 6. Planejamento Financeiro
Abaixo, você verá um levantamento cedor, pois saberá onde encontrar outras
das principais vantagens que um software opções para atender suas necessidades Outra vantagem da utilização de
de gestão consegue oferecer à equipe de de compra. um software para fazer um pedido de
compra. compra é a possibilidade de estabelecer
Situação prática: fornecedor ofe- uma integração com a área financeira.
1. Giro do produto rece um produto, o comprador, com um Consolidando um pedido de compra, é
O sistema fornecerá informações clique, consulta o preço de outros forne- possível você já inserir esse pedido no
cedores que já atenderam a loja. Se o fluxo de caixa da sua empresa.
sobre o giro do produto pesquisado, ofe- preço proposto não estiver competitivo,
recendo, assim, dados que vão determi- o comprador pode mostrar o preço para Assim, você constrói um planeja-
nar se é o momento certo para fazer uma negociar uma condição melhor. mento financeiro, fazendo com que o
compra, além de proporcionar acesso a 4. Sugestão de Preço pagamento esteja programado, mesmo
dados que indicarão qual a quantidade antes da nota chegar até sua empresa.
sugerida para determinado produto. O sistema terá todas as informa- Outras características do Software
ções sobre a compra, isso será de grande
Situação prática: fornecedor oferece ajuda na hora de precificar seu produto. O software de gestão deve se tornar
uma condição especial de preço se sua Ele fornece sugestão de preços de venda uma ferramenta de trabalho do compra-
loja comprar uma grande quantidade. para o produto, com base no preço de dor. Para isso, ele deve fornecer as in-
Você precisa consultar no momento qual compra e a forma de cálculo definida no formações e atalhos de maneira fácil e
o giro do produto, pois, dependendo, o sistema (parâmetros). intuitiva.
mesmo pode ficar encalhado ou até per-
der a validade, em caso de produtos pe- Situação prática: com o preço ofe- Ter um software de gestão focado
recíveis. recido pelo fornecedor, o preço de ven- em supermercados é a dica principal
da do produto não ficará competitivo. O para uma boa escolha. Além de ter as re-
2. Produtos similares comprador mostra para o fornecedor sua gras do negócio, ele evoluirá com o tem-
Na hora de fazer uma compra, é situação, negociando melhores condi- po e introduzirá as melhores práticas re-
ções para fechamento. alizadas no mercado. Não só o produto
fundamental que o responsável saiba qual 5. Concorrência escolhido, mas as pessoas envolvidas na
a real necessidade do supermercado. Sa- prestação de serviços, todos estão acos-
bendo disso, o comprador terá acesso Dentro do software, é possível ter tumadas e capacitadas no seu segmento.
aos produtos similares ao negociado, de acesso ao preço coletado na concorrên-
modo com que ele não compre produtos
que a loja tenha no estoque.

14

Você compra bem ou mal?

Para não perder dinheiro, consulte o melhor
preço de compra do produto na sua região.

FAROL

Por meio do Farol de Preços InfoVarejo, é possível ter
uma referência do preço médio de compra das mercadorias.

Utilize a tecnologia para comprar melhor e aumentar os
resultados da sua loja!

Quer saber mais? Entre em contato. 15

www.avancoinfo.com.br 31 3025-1299 | [email protected]

GESTÃO

Relatórios Financeiros, quais são essenciais na sua empresa?

Veja como os Relatórios Financeiros podem contribuir significativamente para a saúde financeira da sua loja.

EQUIPE de conferir as taxas e serviços cobrados. caixa é fundamental contar com um bom
Assim, você terá certeza de que todas as software de gestão, que projete as contas
V INFOVAREJO vendas em cartões estão conciliadas e se do futuro, e, no caso, que seja possível
ocê sabe a importância de fazer estão sendo recebidas corretamente. fazer a simulação de recebimento em
Relatórios Financeiros? Pense dinheiro. Com essa previsão, você
bem! É quase certo que o seu Veja, abaixo, os dois tipos de controla e antecipa o movimento do
fluxo de dinheiro é intenso, como relatórios básicos para acompanhar a caixa, além de conseguir otimizar o
você compra e vende mercadorias, o giro realidade financeira da sua loja. dinheiro.
da sua empresa é alto. Assim, para que Contas a Pagar e Receber Relatório de Plano de Contas
você não perca o controle financeiro, é
muito importante que dê, sempre, uma O que você não pode deixar de O plano de contas é uma maneira
atenção especial à área financeira da analisar na sua empresa é o relatório de bem simples e completa de enxergar toda
sua loja. contas a pagar e receber. Com ele, você a operação financeira da sua loja. Isto é,
conseguirá fazer um relatório organizado você conseguirá ver para onde está indo
Dessa forma, para que você essas contas. Dessa forma, é possível saber o dinheiro, quais são as despesas da sua
tenha controle sobre seu negócio, é o que deve ser pago em um determinado loja e, além disso, ver a evolução das
indispensável que conte com relatórios período e os valores previstos para entrar despesas por setor.
financeiros. Eles são essenciais para no caixa, como as compras parceladas
uma boa administração, isso porque, pelos clientes. Se você tem mais de uma loja,
com eles, você consegue acompanhar a um relatório de plano de contas pode
saúde financeira do seu negócio. Com esse relatório financeiro, você te auxiliar, e muito, na redução de
se certifica de que todas as contas estejam despesas. Além de você conseguir
Atividades operacionais básicas quitadas, consegue analisar se alguma ver o relatório consolidado, também
Para que consiga uma visão conta foi paga com juros e verifica se conseguirá comparar as contas entre as
existe alguma conta em aberto. Além disso, lojas da sua rede, em determinado tipo
financeira da sua loja, você deve executar contar com um bom software de gestão de gasto. Dessa forma, você encontrará
algumas atividades operacionais básicas. pode contribuir para organizar todas as maneiras de padronizar e estabelecer
Dentre elas, está o fechamento de caixa. contas. melhores práticas nos estabelecimentos.
Ao fazer o fechamento de caixa, você Relatório de Previsão de Fluxo de
terá uma garantia de que todas as Caixa A parte financeira é o oxigênio da
conferências dos recebimentos estão empresa. É o dinheiro que fará com que
sendo feitas. Esse relatório é, basicamente, uma você consiga pagar os fornecedores, será
previsão futura de como será sua situação com ele que seu empreendimento não
Uma segunda operação básica para financeira em períodos mais longos. É o fechará as portas. Afinal, sem dinheiro
a gestão financeira da sua empresa é a resumo financeiro das entradas e saídas do não existe estabelecimento que sobreviva.
conciliação bancária. Ter as informações capital da sua empresa. Ele faz a análise Ter a certeza de que esse dinheiro está
do seu sistema 100% conciliadas com as baseada em um período, que pode variar sendo muito bem alocado é fundamental
informações do seu banco, significa que de um dia a meses. para você ter a sustentabilidade do seu
todos os lançamentos financeiros estão negócio e não correr risco de perder o
registrados no seu sistema, portanto, Com o relatório de fluxo de caixa, controle.
estarão presentes nas suas análises e você, ou seu agente financeiro, conseguirá
relatórios. agir de forma estratégica, de modo a Com os relatórios financeiros,
otimizar o caixa da sua empresa. Dessa a tomada de decisões envolvendo o
A última operação básica que forma, você evita a falta de dinheiro e a aspecto econômico da sua empresa
você não pode deixar de fazer é a necessidade de recorrer a empréstimos. ficará mais fácil.
conciliação de cartões. Esse processo
é, particularmente, importante para o Assim, você também conseguirá
varejo, uma vez que os recebimentos em saber se existe uma sobra de caixa. Com
cartões tem grande volume e são, de certa isso, pode destinar esse dinheiro para
forma, complexos. Você não pode deixar um fim, como, negociar descontos com
fornecedores, caso antecipe o pagamento.

Para se ter uma previsão de fluxo de

16

Não está em sua loja? Não se preocupe!
Você pode acompanhá-la de qualquer lugar.

Planilhas Gráficos

Confira os principais resultados da sua loja
de onde você estiver:

Vendas Rentabilidade
Curva ABC Plano de contas financeiro

Envie um e-mail para [email protected] 17
www.avancoinfo.coamva.bnrcoinfo.com.br | (31) 3025 1299

TECNOLOGIA

Arredondar o troco, por que pode ser um péssimo negócio?

Arredondar o troco é uma prática habitual no varejo, mas ela pode trazer prejuízos ao seu negócio. Veja abaixo o porquê.

ANDERSON LOCATELLI O valor das moedas de 0,01 centavo os seus clientes. Esses centavos perdidos
Diretor executivo da Troco Simples, possui mais de 13 anos de também foi um fator decisivo, em torno de podem gerar um prejuízo em larga escala
0,16 centavos por cada unidade. para seu comércio. Já pensou no quanto de
experiência em negociações e consolidação de alianças dinheiro você deixaria de ganhar?
estratégicas entre empresas renomadas de tecnologia e meios de O governo decidiu, então, parar com
pagamento. Fundou a Troco Simples e foi Diretor de Alianças e a produção das mesmas. O entesouramen- Outra prática comum utilizada pelos
to é outro fator que contribui para a escas- comerciantes é o ato de dar troco em balas
Ade Mercado da NDD liderando times em 05 países. sez de moedas no mercado. E, por isso, em quando o estabelecimento não possui as
rredondar o troco, uma prática que 2017, o Banco Central lançou uma campa- moedas. Essa também é uma prática con-
acontece no varejo em quase todas nha para incentivar o uso de moedas. denada pelo Código de Defesa do Consu-
as compras efetuadas, e, ainda que midor, pois, além do cliente não receber o
seja comum, pode trazer prejuízos Comerciantes também lançam cam- troco em dinheiro, esse ato também pode
para seu estabelecimento. Não só isso, o panhas e promoções a fim de conseguirem ser entendido como a venda casada de
arredondamento do troco é uma prática mais moedas. Ademais, uma prática muito produtos. E vale lembrar que a venda ca-
ilegal e pode trazer problemas desneces- utilizada pelos comerciantes é o arredonda- sada de produtos é proibida, por lei, desde
sários. mento do troco. Essa não é uma solução 1990, e o estabelecimento que a praticar
muito aconselhável, dado que pode trazer estará sujeito a sofrer as devidas penalida-
A falta de moedas no mercado prejuízos financeiros e legais ao varejista. des.
A escassez de moedas, é um proble- Você verá o porquê, abaixo! Solução
Arredondar o troco para baixo
ma frequente no comércio. No Brasil, o Não existe regulamentação específica
problema é ainda maior, grande parte dos As pessoas pensam que com preços relacionada aos preços quebrados nos es-
produtos no varejo possuem preços que- terminados em número decimal entre 6 e tabelecimentos. O comerciante tem a livre
brados. Além disso, as moedas de 0,05 e 9, o troco será arredondado para baixo. iniciativa na hora de estipular os preços e
0,01 centavos quase não são encontradas. Assim, na compra de um produto de 9,98, optar por estabelecer preços quebrados.
Uma pesquisa, feita pelo governo naciona, caso entregue 10 reais, o troco não é obri- Dessa forma, é de total responsabilidade
concluiu que a população não utilizava e gatório. Dessa forma, o estabelecimento do comerciante, providenciar dinheiro em
não sentia falta das moedas de 1 centavo. terá um lucro de mais 0,02 centavos sobre quantias pequenas, a fim de suprir a neces-
essa compra. sidade, de modo que o consumidor receba
o troco sem maiores problemas.
Contudo, não é bem essa a regra. De
acordo com o Código de Defesa do Con- Uma possível solução é colocar pro-
sumidor e com o Código Civil, essa prática dutos menores no caixa, produtos que fa-
é entendida como enriquecimento ilícito. çam o cliente pensar: “Olha, eu não preciso
Se o estabelecimento não tiver os centavos dessa bala, mas por que não levar?”. Sendo
para dar de troco, você deve entregar ao assim, você pode conseguir um valor cheio
cliente 0,05 centavos. Caso não o fizer, o da compra e evitar problemas em conseguir
estabelecimento estará sujeito a punições devolver o troco correto. Essa é uma forma,
tanto pelo Código de Defesa do Consumi- mas não tão eficiente, dado que o cliente
dor quanto pelo Código Civil. O arredon- pode muito bem não comprar nada do que
damento de troco para baixo, além de ser está disponível no frente de caixa.
ilegal, também pode ter uma interferência
direta na visão da loja pelos clientes. Essa Se você acompanha as tendências do
situação pode gerar um desgaste para o mercado, já deve ter reparado que a auto-
consumidor. O cliente pode não voltar na mação e os métodos digitais e eletrônicos
loja e ainda fazer propagandas negativas no varejo são uma tendência para o futuro.
do estabelecimento. A outra solução que supre a falta de moe-
Arredondar o troco para cima das e faz com que você não precise arre-
dondar o troco são os aplicativos de troco
Arredondar o troco, seja para baixo digital.
ou para cima, trará benefícios a algumas
das partes envolvida na operação. A con- Troco digital é uma forma de você
sequência negativa em arredondar o troco entregar o troco para o cliente sem utilizar
para cima é a razão por quase nenhum dinheiro em papel ou moedas. O aplicativo
comerciante fazê-la, a quebra de caixa. De consiste na transferência do troco via apli-
0,02 em 0,02 centavos, da mesma forma cativo. O valor do troco se torna um crédito
que você pode lucrar, você também pode virtual. Com os métodos de troco digital,
ter prejuízos. o valor fica disponível na conta do cliente,
que pode utilizar como pagamento em ou-
Pensemos em uma situação concre- tros estabelecimentos, fazer transferências
ta e real! A maior parte dos produtos nos ou até mesmo pagar contas pelo aplicati-
comércios não possuem um valor cheio, vo, além de tudo isso, o valor pode render
dessa forma, para estar na legalidade, você anualmente
deveria dar um troco redondo para todos

18

LEGISLAÇÃO

LGPD – Lei Geral de Proteção de Dados: entenda de uma vez
por todas porque é relevante para sua empresa

Conheça mais sobre a Lei Geral de Proteção de Dados e como preparar a adequação da sua empresa.

LARISSA TEIXEIRA quais fins os dados estão sendo coleta- a ANPD (Autoridade Nacional de Prote-
dos, se serão repassados a terceiros e ção de Dados), responsável por fiscalizar
AGerente de Marketing e Relações Públicas na Brunsker Tecnologia. qual a forma de suspender o uso de seus o cumprimento da LGPD em organiza-
Lei Geral de Proteção de Dados, dados. ções públicas e privadas.
LGPD (Lei 13.709/2018) tem
como principal ponto o Trata- As implicações para as empre- Outra prática essencial que deverá
mento de Dados Pessoais, que sas que descumprirem a LGPD irão va- ser adotada pelas empresas é o investi-
consiste em toda e qualquer operação riar conforme a gravidade da situação, mento em cibersegurança, ferramentas
realizada por organizações públicas e podendo ir de advertências até multa com criptografia de dados e implementa-
privadas que envolvam essas informa- equivalente a 2% do faturamento da ção de ferramentas de compliance, que
ções. Por exemplo: uma empresa de pes- empresa, limitada ao valor máximo de tem a função de monitorar e assegurar
quisa coleta dados dos clientes que estão R$50.000.000,00 (cinquenta milhões de que todos os envolvidos com uma em-
fazendo compras em uma determinada reais). Por esse motivo, em caso de va- presa estejam de acordo com as práticas
loja, depois repassa esses dados para zamento de dados, esse fato deverá ser de segurança de dados. A adoção dessas
uma empresa de análise de dados, que reportado imediatamente às autoridades práticas, além de proteger os dados, é
vende essas informações para indústrias para que as providências legais sejam um critério atenuante em caso de penas.
de diversos segmentos. Nessa situação tomadas.
exemplo, todas as empresas envolvidas, Como preparar sua empresa para o É muito importante não deixar para
mesmo que indiretamente, fizeram trata- período que se iniciar a vigência da a última hora a adequação do seu negó-
mento de dados e são todas responsáveis LGPD? cio às orientações da Lei Geral de Pro-
pelo uso, manipulação e proteção dessas teção de Dados. É preciso reforçar que
informações. A LGPD entra em vigor em agosto a LGPD irá trazer segurança e benefícios
de 2020, mas para não serem pegas de para toda a sociedade, pois, estabelece
As atividades que envolvem o uso surpresa e sofrerem as punições de des- limites e regras sobre como organiza-
desses dados se tratam de tudo que en- cumprimento da Lei, as empresas devem ções públicas e privadas tratam dados
volve coleta, produção, recepção, classi- começar a se adequar desde já. Empre- de todos os indivíduos, garantindo que
ficação, utilização, acesso, reprodução, sas de qualquer porte deverão ter um os direitos fundamentais e liberdade de
transmissão, distribuição, processamen- profissional encarregado de proteção de escolha sejam respeitados. Trata-se de
to, arquivamento, armazenamento, eli- dados, que terá como principal função um avanço para o Brasil, pois, a LGPD
minação, avaliação, controle, modifica- realizar o monitoramento e disseminação segue as tendências globais de proteção
ção, comunicação, transferência, difusão de boas práticas de proteção de dados, de dados.
e extração. Resumindo: se sua empresa além de responder em nome da empresa
realiza coleta de dados pessoais e os uti-
liza para qualquer fim, você deve ficar
atento aos impactos e mudanças que a
LGPD irá provocar na sua estratégia mer-
cadológica.

Mas afinal de contas, o que são con-
siderados dados pessoais e quais
as consequências de não cumprir o
que a LGPD determina?

A LGPD considera como dados
pessoais todas as informações relaciona-
das a uma pessoa, como nome, profis-
são, formação, endereço, CPF, RG, es-
tado civil, etc. A coleta desses dados só
poderá ser realizada mediante ao claro
consentimento do indivíduo. Além disso,
ele também precisa ser informado para

www.avancoinfo.com.br 19

EVENTOS

SuperMinas 2019: a vitrine para os negócios do varejo
A Avanço Informática confirma presença mais uma vez na Superminas 2019.

EQUIPE REDAÇÃO E este ano, com o intuito de contribuir para a troca de
saberes, a Avanço leva para a feira o assunto do momento
A AVANÇO INFORMÁTICA no varejo, sobretudo em Minas Gerais, a NFC-e. A Avanço
contecerá, nos dias 15, 16 e 17 de outubro, o evento Informática, com toda a sua bagagem com a emissão de Notas
mais completo do ramo supermercadista e panificador de Consumidor Eletrônica, mostrará como as suas ferramentas
do país, a SuperMinas. E como já é tradição, a Avan- podem contribuir significativamente no dia a dia do varejista,
ço Informática, com toda a sua experiência no merca- simplificando a sua rotina e tornando a sua gestão muito mais
do, estará presente mostrando as suas soluções e contribuindo eficaz. Mais uma vez, a Avanço garante presença em um dos
para a troca de conhecimento, vivências e boas práticas. São maiores encontros do varejo do Brasil!
mais de 15 anos participando da SuperMinas, que, em toda
edição, promove mais de 40 atividades, incluindo palestras, E você não pode ficar de fora! Estaremos na ExpoMinas
reuniões, fóruns, oficinas, talk shows, entre outras. esperando por você, para que possamos construir juntos um
varejo ainda mais forte!

FOTO: ACERVO PESSOAL FOTO: LUIZ VASCONCELOS

Na foto, Adilson Rodrigues, Paulo Nani, Alcides Junqueira e Paulo Parma na SuperMinas 2002 Na foto, parte da Família Avanço na Superminas 2018.

20


Click to View FlipBook Version
Previous Book
Brochure_SOHOOfficeTowers_Tetrapak
Next Book
Today's Real Estate | October/November 2019