The words you are searching are inside this book. To get more targeted content, please make full-text search by clicking here.
Discover the best professional documents and content resources in AnyFlip Document Base.
Search
Published by dronemag.pt, 2018-12-14 07:39:42

Drone Mag Numero 0

Drone Mag Numero 0

REVISTA ON-LINE PARA UTILIZADORES E CURIOSOS

Nº0

Dezembro | 2018 Dr nemag
ON-LINE MAGAZINE

Comunidades
dronista

em Portugal

Legislação Qual escolher?
em Portugal

o que devemos saber?

VOE EM

SEGURANCA

Foco Entidades Vantagens Parcerias

Segurança Estudo Economia Particulares
Legislação Colaboração Prevenção Empresarial
Formação Desenvolvimento Divulgação Institucional

IsenOçfãeortdaedJaoiCaoptaardaeo2s0419Sócios

www.apdrone.pt apdrone.pt

cádentro

dezembro 2018
edição 0

06 Drontek 1.0
Um grande evento onde os veículos
comandados à distância foram reis e senhores.
Se não foi a Cervães, Vila Verde,
não sabe o que pedeu.

16 APANT
Esta é uma associação que está a dar
os passos para uma melhor compreensão
do mercado das Aeronaves não Tripuladas.
Com o Outlook 2018 vamos todos saber
um pouco mais sobre a utilização
profissional dos drones.

36 Comunidades Dronistas
Marco Santos é o administrador de um dos
50 mais importantes grupos de discussão sobre
drones em Portugal.
O mercado de emprego nos O DJI Portugal é sem dúvida o forum onde
Drones. se tem de estar presente.
Muito se tem falado sobre o assunto,
mas a verdadeira revolução surgirá Publicado por: DroneMag para uma audiência de curiosos e entusiastas
não com os pilotos, mas com os de sistemas remotamente pilotados
trabalhos que giram à volta dos
drones. Direção: [email protected]
Redação / Publicidade: [email protected]

Editor: Miguel Angelo

Grafismo: DroneMag Imagem de Capa: Skyphoto.pt

Contribuições: Gonçalo Madureira, Pedro Malaia

Não somos responsáveis por links ou conteúdo fora desta publicação.
Nenhuma parte desta publicação pode ser copiada ou distribuída sem autorização do editor
Esta publicação é gratuita e não pode ser vendida.

Não sendo equipamentos recentes, as aeronave não tripuladas Faça da DroneMag um ponto de encontro. Queremos as vossas
tiveram uma verdadeira revolução nos últimos anos. Este boom criou, melhores imagens, os vossos melhores vídeos, contem-nos as vossas
por parte dos utilizadores, novas oportunidades, criaram-se novas melhores histórias e curiosidades, dêem-nos as vossas melhores
profissões, novas empresas e a economia, para tudo o que se relaciona notícias, queremos testar os vossos equipamentos.
com esta área, floresceu.
Optamos por um formato de revista e não apenas de um feed de
No entanto, para os menos preparados, há situações que começam página de internet porque achamos que que esta será uma forma mais
a ter consequências para toda a comunidade. apelativa de ler as noticias.

A DroneMag quer vir a ajudar os utilizadores por hobby, profissionais Colocámos links que poderá «carregar» e ir diretamente para outras
e restantes players a terem um local comum de informação e discussão, informações ou para os criadores das imagens que aqui mostramos.
seja de informações sobre novos equipamentos, novas tecnologias,
métodos de fazer as coisas, o que vai surgindo sobre as leis, cuidados a Vamos já a partir do próximo número colocar, os settings das
ter com os equipamentos, ou quais os processos de segurança. câmeras e com que equipamentos foram captadas as imagens.

Mas para poder levar este projeto mais longe, necessitamos de Critique, seja interventivo! Acompanhe, subscreva, siga a nossa
ajuda de todos. A DroneMag é um projecto on-line, com uma equipa pagina de Facebook e o Forum do Facebook que disponibilizamos para
ainda muito reduzida e será grátis. Pretende-se, desta forma, que esta si. E, seja por hobby ou profissionalmente, divirta-se a voar!
revista on-line em Português possa contribuir de uma forma positiva
para o conhecimento dos pilotos, contribuir para a segurança do ar, e Miguel Angelo, Editor
para criar uma opinião mais positiva na opinião publica.

Dr nemag 03
ON-LINE MAGAZINE

imagens

A DroneMag deseja a todos um
excelente Natal.
Com o aproximar de um novo ano,
novas oportunidades vão surgir,
assim como novas dificuldades.
As novas regras europeias para
esta área vão criar mudanças que
temos saber interpretar.
Cabe-nos a nós contribuir para que
o clima entre pilotos, operadores,
entidades e população em geral,
seja o mais amistoso possível.

Boas Festas

02648 Dr nemag
OONN--LLIINNEE MMAAGGAAZZIINNEE

imagens

skyphoto.pt

Dr nemag 01195
ON-LINE MAGAZINE

DRONTEK v1.0 Pouco depois do início do Outono e apenas O evento contou com várias centenas de
seis meses da sua fundação, a APDRONE, participantes que se deslocaram ao pavilhão de
Associação de Pilotos e Operadores de Veículos Cervães para visitarem os vários de stands,
não Tripulados realizou o seu primeiro evento disponibilizados às Instituições e empresas
nacional, o Dronetek 1.0 em Cervães, Vila particulares. O Dronetek V1.0 contou ainda com
Verde. vários intervenientes presentes em tertúlias, dos
quais se destacam nomes como o Presidente da
Sendo a Apdrone uma associação de Comissão Agricultura e Mar, Deputado Joaquim
veículos não tripulados, e não apenas de Barreto, Ilda Novo (CDS) Rui Silva (PSD) José
drones, este evento teve como objetivo reunir as Carpinteira (PS), elementos do exército, Marinha
várias modalidades desde o modelismo com os e Proteção Civil, o o presidente da AF Cávado,
TT e Crawler, ao aeromodelismo, com aviões e presidente da ATAHCA, representantes da
os drone Racers e de Lazer. ANAC, o segundo comandante dos Bombeiros
de Vila Verde, um mergulhador dos Bombeiros
Este setor tem vindo a sofrer uma de Taipas, entre outros.
massificação nos últimos anos com um
crescimento muito acentuado dos VANTs Nas tertúlias que se realizaram sobre os
(veículos aéreos não tripulados), que se têm mais diversos temas como a segurança, a
depois transmitido a todas as outras vertentes. proteção, a regulação e politica, a utilização
Agro-florestal e sobre o potencial dos drones,
Com o evoluir das tecnologias, os retornos foram muitas as questões colocadas e
económicos tem vindo a ser cada vez mais respondidas por estes intervenientes, com
significativos e o setor é, atualmente, bastante particular destaque para legislação referente a
ativo e interessante, seja a nível do hobby ou de Aeronaves Não Tripuladas, a tecnologias
aplicações mais profissionais. inovadoras e aos métodos utilizados por estes.

06 Dr nemag
ON-LINE MAGAZINE

Na sexta-Feira, o primeiro dia, foi dedicado
às visitas escolares onde os mais pequenos
puderam ver demonstrações em todos os
stands, corridas de «drone racing» e de TT.

O IPCA (Escola de Tecnologia) realizou um
workshop, e demonstrou as diferentes
tecnologias relacionadas com as aeronaves
não tripuladas. Poderia ser visto no stand da
Escola, um monitor com imagens térmicas que
um drone preparado para inspeções técnicas
estava a transmitir.

A escola demonstrou ainda exemplos de
controlo de voo autónomo através da
identificação e localização de objetos,
interatividade em ambientes de realidade
virtual e simuladores de voo FPV para treino de
precisão.

A Parrot também esteve presente, com um
stand generoso e animado, mostrando toda a
sua gama de drones que tem atualmente no
mercado. O público pôde interagir e pilotar os
vários drones desta marca que estavam
disponíveis para o efeito. Embora esta
expediência tenha tido muito sucesso com
todas as camadas etárias, os grupos escolares
tiveram sem dúvida um dia em cheio...

Com várias actividades e provas a decorrer
em simultâneo nos vários pontos exteriores,
destacavam-se: uma pista para Drone Racer
que foi utilizada durante o dia e durante a noite
com as típicas luzes coloridas que caracterizam
estes equipamentos, três pistas para carros,
onde estiveram inseridas as categorias de TT,
pista e Crawler, e ainda no interior pistas de
carros slot, uma modalidade bastante antiga de
veículos comandados remotamente, mas que
têm vindo ultimamente a ganhar fulgor.

A APDRONE destacou o feedback muito
positivo por parte do público presente e das
entidades convidadas, manifestando o
interesse em que este evento se repita noutros
pontos do país, algo que esta associação
pretende fazer ao longo do próximo ano.

No entanto, sendo uma associação jovem
e com um número ainda limitado de sócios, a
realização deste tipo de eventos tem de
obrigatoriamente contar com patrocínios,
assim como com a boa vontade das pessoas,
seja em cedência de espaços, ou em apoios
logísticos.

mag 07

ON-LINE MAGAZINE

Day one Day two

DRONTEK v1.0 Gonçalo Madureira da APDRONE referiu que Assim, com o evento para Cervães já quase
este evento teve uma despesa efectiva de agendado para o próximo ano, a associação está
15.000€, maioritariamente suportado pelas a reunir esforços para que haja boa vontade
entidades locais sem os quais não seria possível empresarial e política para que o evento se possa
a realização de um evento com estas dimensões. vir a realizar também mais a sul.

No entanto revelou ainda à DroneMag, que Coimbra, Lisboa e Algarve são as zonas
devido ao sucesso que esta primeira edição apontadas como as mais prováveis para o
usufruiu, a associação já teve contactos de DronTek 2.0, mas não são de descartar outras
empresas que gostariam de participar num localizações. A vontade dos sócios e a capacidade
próximo evento. dos mesmos de ajudar a elaborar um evento
semelhante será fundamental.

08 Dr nemag
ON-LINE MAGAZINE

Comunidades

Dr nemag 2493
ON-LINE MAGAZINE

Legislação

em Portugal

O que devemos saber?

Uma das questões mais colocadas aos Mas quereria isto dizer que poderíamos Em Portugal pode fotografar-se quase
pilotos de Aeronaves não Tripuladas é sempre; voar sem regras? Não. Embora não houvesse tudo, apenas a divulgação é proibida. Aliás, de
O que necessito para poder voar o meu drone? necessidade de autorizações para voar, havia uma forma até mais genérica, não existe uma
e há ainda algumas regras que tínhamos de proibição de se fotografar (filmar) em locais
As respostas variam depois conforme respeitar. A primeira é o “Senso Comum”. públicos. Mas, como em tudo, há algumas
quem está do outro lado, e qual o nível de Como este varia de pessoa para pessoa, há a restrições mais específicas.
conhecimento que tenha sobre o assunto e que necessidade de regular mais eficazmente.
vão desde o curioso que diz que o drone é um Assim, o mais importante era o “Direito à Temos, e tínhamos na altura também, o
brinquedo e que não necessita de autorização Imagem” Artigo 192 relativo à reserva da vida privada. .
nenhuma até quem lhe elenca uma quantidade
infindável e necessárias autorizações para O desrespeito desta lei pode acarretar Havia ainda a questão da CNPD
poder voar. multas elevadas, no entanto pressupõe (Comissão Nacional de Proteção de Dados)
sempre uma ação por parte do lesado. em que esta Autoridade tinha poder para
Mas, de um modo gera,l TODOS os aplicar sanções aos pilotos que recolhiam
drones, sejam eles pequenos, ou grandes, imagens. Havia a necessidade de
voem até 30m ou até 3000m, de profissionais cumprimento do regime jurídico constante da
ou por hobby, necessitam SEMPRE de pelo Lei n.º 67/98, de 26 de outubro, que aprovou a
menos uma autorização da Autoridade Aérea Lei de Proteção de Dados Pessoais.
Nacional… SEMPRE!
Ou seja, embora não houvesse uma
Mas vamos voltar um pouco atrás. Até “obrigatoriedade” de pedir autorizações,
meados de 2013 não havia realmente qualquer sempre houve leis ou regulamentação de
necessidade de autorizações para voar com tínhamos que cumprir, fosse com um drone ou
drones. As autoridades nacionais não com uma vulgar câmera fotográfica. A
reconheciam estes equipamentos como existência de fiscalização dessa regras/leis é
sistemas aéreos como os conhecemos hoje, outra coisa.
quando muito equiparavam-nos a
aeromodelos e, desta forma, sob a alçada da Depois, em meados de 2013 o INAC,
Federação Portuguesa de Aeromodelismo. (agora ANAC) emitiu uma Circular

10 Dr nemag
ON-LINE MAGAZINE

Aeronáutica, a CIA 29/13, em que considerava E se estivessemos todos à espera das leis da indicados como de voo livre na aplicação «Voa
as seguintes atividades aeronáuticas, Assembleia, bem podaríamos esperar. na Boa» e afastados de grupos de mais de 12
temporárias e potencialmente perigosas para o pessoas.
voo, os festivais aeronáuticos, as voltas aéreas, Então em 2016, a ANAC colocou à consulta
o lançamento de paraquedistas, os voos pública a proposta de regulamento para Se expressamente autorizado pela
acrobáticos, os voos de paramotor, os voos de «auscultar» todos os interessados, e que ANAC poderá voar-se:
balão de ar quente e… VEÍCULOS AÉREOS resultou no Regulamento n.º 1093/2016, de 24
NÃO TRIPULADOS, vulgo drones. de novembro de 2016, publicado no Diário da Dentro das áreas assinaladas como
República, 2.ª Série, n.º 238, de 14 de dezembro, restritas, nas proximidades de aeroporto,
Ou seja, depois de setembro de 2013 e que entraria em vigor na segunda metade de aerodromos e sobre instalações onde se
começou a ser necessário, por parte do INAC, a janeiro de 2017. encontrem sedeados órgãos de soberania,
obrigação de pedir a autorização de utilização embaixadas e representações consulares,
do espaço aéreo, sempre que se voava com Nessa altura, foi também disponibilizada a instalações militares, instalações das forças e
drones. página «Voa na boa» e o código drone que serviços de segurança.
alertava para os procedimentos do voo com
Nessa altura, e devido ainda ao número drones, assim como a aplicação «Voa na Boa» Locais onde decorram missões policiais ou
reduzido de pilotos ou empresas que se para IOS e para Android. de proteção civil, estabelecimentos prisionais e
dedicavam a voar com drones, não era centros educativos da Direção-Geral de
atribuída uma importância muito grande ao Basicamente o que este regulamento faz, é Reinserção e Serviços Prisionais não é
assunto. No entanto, devido ao aumento dizer aos pilotos onde e como podem voar com o permitido voar sem expressamente autorização
exponencial de drones, a ANAC viu-se drone e que em linhas gerais é: das entidades competentes.
“forçada” a fazer um regulamento específico
para estes equipamentos. -Podem voar até 120m de altura, durante o dia, e -Em zonas de sinistro onde se encontrem a
em linha de vista com o drone, nos locais decorrer operações
E porquê um regulamento e não uma lei?
Porque está nas competências da ANAC que
pode fazer regulamentações e apenas a
Assembleia da República pode fazer as leis.

«s3.eh.u0.jNodammbeambacouyeiuo,mlaennauseamttéclpo…eoer3sdiqS0zsou0aiEte0açgMnmmãeoPor,saSRd,lEdoEeTMau»OpgPrADorRaufiOEnstSodsdreioeiosdnsp,aaveddiolsoereoommnuAeeaépnstroé,oersa

Dr nemag 11
ON-LINE MAGAZINE





imagens

14 Dr nemag
ON-LINE MAGAZINE

imagens

@Pedro Jorge Morais

For life Fotografia

Dr nemag 15
ON-LINE MAGAZINE







APANT 2018

2018APANT Outlook

O presente questionário surge no
seguimento do “APANT Outlook 2017”, o
Barómetro do setor das aeronaves não tripuladas em
portugal publicado em 2017 – uma iniciativa da Associação
Portuguesa de Aeronaves Não Tripuladas (APANT), com o
apoio da QSR.

A APANT é uma associação portuguesa sem fins
lucrativos, criada com o objetivo de promover nacional e
internacionalmente todas as atividades relacionadas com as aeronaves não tripuladas e de contribuir ativamente para o
desenvolvimento seguro, eficiente e sustentado deste setor de atividade.

A QSR é uma empresa de consultoria estratégica que desenvolve soluções no âmbito do capital humano e especializada
em indústrias com alta intensidade tecnológica como o Aeroespacial e Defesa.

Tal como na primeira edição, o estudo de 2018 qualifica e quantifica os aspetos mais relevantes relativos à aviação não
tripulada, procurando promover uma observação objetiva e realista da situação atual do setor em Portugal e, de certo modo,
prever o seu crescimento.

Este questionário é destinado a pessoas e organizações que realizam ou pretendam vir a realizar atividades profissionais
no setor das aeronaves não tripuladas (ANT).

Os objetivos deste questionário são os seguintes:
1. Identificação, no mercado português, dos setores de atividade onde atualmente são utilizadas aeronaves não
tripuladas e a dinâmica destes setores num prazo de cinco anos.
2. Identificação dos tipos de missão ou propósito do voo realizados com aeronaves não tripuladas, pelas empresas
portuguesas, e a sua estimativa daqui a cinco anos.
3. Caracterização detalhada dos tipos de voo, realizado com aeronaves não tripuladas, mais comuns em Portugal.
4. Caracterização das entidades / operadores neste setor em Portugal.
5. Caracterização da perceção dos utilizadores / operadores quanto à interação com algumas entidades e autoridades.

As respostas dadas não serão nominalmente atribuídas às pessoas ou organizações que as tenham fornecido, sendo
tratadas para fins estatísticos e de análise de mercado. Garantimos a confidencialidade das respostas.

Todas as pessoas e organizações Convidamos todos os
que participarem neste estudo utilizadores de ANT a
através deste questionário, participar neste estudo
receberão o relatório por email. através desta ligação

https://bit.ly/2E7ZRY3
procurando o contínuo

incremento da
representatividade da

amostra.

imagens

@Luís Prates

20 Dr nemag
OONN--LLIINNEE MMAAGGAAZZIINNEE

imagens

Luís Prates

@Luís Prates

Dr nemag 21
ON-LINE MAGAZINE





imagens

@Bruno Ferreira

246 Dr nemag
OONN--LLIINNEE MMAAGGAAZZIINNEE

imagens

@Bruno Ferreira

Voa Aky

@Bruno Ferreira

Dr nemag 2115
ON-LINE MAGAZINE







Cartões de Memória

Qual a melhor opção?

Já tem o seu drone. Agora a gravação não vai retirar todas as procurar cartões com o logo V10 Tenha particular atenção ao
pergunta seguinte é: potencialidades da câmara do seu ou melhor. Este número depois do seguinte embora parta do princípio
drone. V é a garantia da gravação em que as marcas mais conhecidas (
Qual o cartão de memória que megabytes por segundo (MB/S)s. Samsung, SanDisk, Lexar,
devo utilizar? Depois, outro factor a ter em No entanto poderá ser superior a Kingston, Integral and Verbatim,
mente é a capacidade máxima este valor. entre outras), lhe darão mais
Embora atualmente os valores que o seu equipamento aceita. segurança, na hora da compra,
dos cartões tenham descido Uns não suportam mais de 32GB, Tenha sempre mais cartões tenha em mente que há muitos
significativamente, por vezes é outros suportam 64GB e outros que o que necessita para o cartões contrafeitos.
uma má opção ir pelo mais barato. mais ainda, podendo ir até uns seu trabalho.
impressionantes 2TB. Uma avaria num cartão Se encontrar um «negócio» na
Fisicamente iguais, os cartões poderá significar uma nova Amazon ou Ebay bom de mais para
Micro SD tem características Aqui também deverá ter deslocação ou perder ser verdade, é porque normal-
diferentes e, ao contrário do que atenção a outra coisa. Um cartão alguns planos. mente não será original.
possa pensar, não é a capacidade com mais capacidade suporta
dos mesmos o dado a ter em mais dados, no entanto em caso Se vai gravar em 4K, então Mantenha-se em lojas físicas
conta. de avaria do cartão ou se o perder, deverá comprar pelo menos os ou virtuais conhecidas e com bons
também perde mais dados. cartões V30, no entanto, comentários.
O mais importante ao escolher sugerimos cartões V60 ou mesmo
o seu novo cartão de memória é a Um drone atual voa em média os V90.
velocidade de leitura e, entre 15 a 30 min, em que um
principalmente, a velocidade de cartão de 32GB a gravar em 4K
escrita. tem mais que capacidade
suficiente para fazer todo o voo.
Isto ganha relevância se Depois, ao mudar de bateria,
estiver a gravar vídeo HD ou 4K. também poderá mudar o cartão.
Um cartão com baixa taxa de
Assim, a não ser em casos
especiais, um cartão de 32 ou
34GB será mais que suficiente.

Agora vamos ao mais
importante. Se vai utilizar o seu
cartão para filmar video, deverá

Dr nemag 29
ON-LINE MAGAZINE

imagens

figueira from the sky

2306 Dr nemag
OONN--LLIINNEE MMAAGGAAZZIINNEE

imagens

@Nuno Vicente Photography

Dr nemag 311
ON-LINE MAGAZINE

imagens

@Nuno Vicente Photography figueira from the sky

2326 Dr nemag
OONN--LLIINNEE MMAAGGAAZZIINNEE

imagens

@Nuno Vicente Photography

@Nuno Vicente Photography

Dr nemag 3131
ON-LINE MAGAZINE













imagens

flyingvisionspt

4206 Dr nemag
OONN--LLIINNEE MMAAGGAAZZIINNEE

imagens

@Daniel Martins

@Daniel Martins

Dr nemag 411
ON-LINE MAGAZINE









nacional

https://youtu.be/_gH_ZGJ5yq4
https://youtu.be/aQePI9_5E2c

https://youtu.be/JG1MswpARpU
https://youtu.be/oGO1DkvS780

www:// encontrámos na net

*Os direitos dos conteúdos pertecem aos proprietários das páginas indicadas

46 Dr nemag
ON-LINE MAGAZINE








Click to View FlipBook Version
Previous Book
IDA magazine
Next Book
document