The words you are searching are inside this book. To get more targeted content, please make full-text search by clicking here.
Discover the best professional documents and content resources in AnyFlip Document Base.
Search
Published by hmilheiro, 2018-03-09 09:41:30

# ESPECIAL_OK

# ESPECIAL_OK

2,35€ (CONT.) O SEMANÁRIO DOS CAMPEÕES >> autosport.pt

DIRETOR PEDRO CORRÊA MENDES

HAMILTON VS VETTEL

OS PILOTOS / OS CARROS

GUIA 2018

O SEMANAL
NO COMPUTADOR À 2ª FEIRA

EDIÇÃO >> autosport.pt ASJSÁI!NE
DIGITAL (1 ANO)

*RELÓGIO
BMW MOTOSPORT

*(oferta limitada de relógio no valor aproxi. de 149€)

49,99€

3

I/ I N S TA N TÂ N E O SIGA-NOS EM

f l> > a u t o s p o r t . p t
facebook.com/autosportpt twitter.com/AutoSportPT

José Luís Abreu

REGRESSO Um dos pontos mais interessantes do Mundial de Fórmula 1 deste ano é o regresso do nome da Alfa Romeo às pistas, e se DIRETOR-EXECUTIVO
não será possível esperar que isso por si só permita à Sauber dar um enorme salto qualitativo, pelo menos abre-lhe as portas do futuro.
[email protected]
GRANDE PRÉMIO CIRCUITO E CIDADE DATA 1º GP KM Nº VOLTAS RECORDE TL1 TL2 TL3 QUALIF. CORRIDA
1 GP DA AUSTRÁLIA ALBERT PARK, MELBOURNE 23-25 DE MARÇO 1996 5.303 KM 58 1M24.125S - M SCHUMACHER (2004) 01:00 05:00 03:00 06:00 06:10 Caro leitor. Esta edição
2 GP DO BAHREIN BAHRAIN INT. CIRCUIT, SAKHIR 6-8 DE ABRIL 2004 5.412 KM 57 1M31.447S - P. DE LA ROSA (2005) 12:00 16:00 13:00 16:00 16:10 especial de Fórmula 1 e
3 GP DA CHINA SHANGHAI INT. CIRCUIT, XANGAI 13-15 DE ABRIL 2004 5.451 KM 56 1M32.238S - M. SCHUMACHER (2004) 03:00 07:00 04:00 07:00 07:10 Motos é sempre especial,
4 GP DO AZERBAIJÃO BAKU CITY CIRCUIT 27-29 DE ABRIL 2016 6.003 KM 51 1M43.441 - S. VETTEL (2017) 10:00 14:00 11:00 14:00 13:10 este ano ainda mais por-
5 GP DE ESPANHA CIRCUIT DE CATALUNYA, BARCELONA 11-13 DE MAIO 1991 4.655 KM 66 1M21.670S - K. RAIKKONEN (2008) 10:00 14:00 11:00 14:00 14:10 que entre as duas discipli-
6 GP DO MÓNACO CIRCUIT DE MONACO, MONTE CARLO 24-27 DE MAIO 1950 3.337 KM 78 1M14.439S - M.SCHUMACHER (2004) 10:00 14:00 11:00 14:00 14:10 nas que aqui antevemos
7 GP DO CANADÁ CIRCUIT GILLES VILLENEUVE, MONTREAL 8-10 DE JUNHO 1978 4.361 KM 70 1M13.622S - R. BARRICHELLO (2004) 15:00 19:00 16:00 19:00 19:10 (veja a contracapa e vire o jornal),
8 GP DE FRANÇA LE CASTELLET/PAUL RICARD 22-24 DE JUNHO 1971 5.861 KM ND NOVA VERSÃO 11:00 15:00 12:00 15:00 15:10 o Mundial de Fórmula 1 e o Mundial
9 GP ÁUSTRIA RED BULL RING, SPIELBERG 29 JUN./1 JULHO 1964 4.326 KM 71 1M07.411S - L. HAMILTON (2017) 10:00 14:00 11:00 14:00 14:10 de Velocidade, Motos, temos pela
10 GP GRÃ-BRETANHA SILVERSTONE CIRCUIT, SILVERSTONE 6-8 DE JULHO 1950 5.891 KM 52 1M30.621S - L. HAMILTON (2017) 10:00 14:00 11:00 14:00 14:10 primeira vez em muito tempo um
11 GP DA ALEMANHA HOCKENHEIMRING 20-22 DE JULHO 1970 4.574 KM 67 1:13.780 - KIMI RAIKKONEN (2004) 10:00 14:00 11:00 14:00 14:10 piloto, Miguel Oliveira, que é forte
12 GP DA HUNGRIA HUNGARORING, BUDAPESTE 27-29 DE JULHO 1986 4.381 KM 70 1M19.071S - M. SCHUMACHER (2004 10:00 14:00 11:00 14:00 14:10 candidato a vencer a sua categoria,
13 GP DA BÉLGICA CIRCUIT DE SPA-FRANCORCHAMPS, SPA 24-26 DE AGOSTO 1950 7.004 KM 44 1M46.577S - S. VETTEL (2017) 10:00 14:00 11:00 14:00 14:10 para já a segunda mais importante.
14 GP DE ITÁLIA AUTÓDROMO NAZIONALE MONZA 31 AGOSTO-2 SET. 1950 5.793 KM 53 1M21.046S - R BARRICHELLO (2004) 10:00 14:00 11:00 14:00 14:10 A acontecer, será um feito enorme.
15 GP DE SINGAPURA MARINA BAY STREET, SINGAPURA 14-16 DE SETEMBRO 2008 5.065 KM 61 1M45.008S - L. HAMILTON (2017) 09:30 13:30 11:00 14:00 13:10 No próximo fim de semana, arranca
16 GP DA RÚSSIA CIRCUITO DE SOCHI, SOCHI 28-30 DE SETEMBRO 2014 5.848 KM 53 1M36.844 - K. RAIKKONEN (2017) 09:00 13:00 10:00 13:00 12:10 o MotoGP, bem como o Moto2 e o
17 GP DO JAPÃO SUZUKA CIRCUIT, SUZUKA 5-7 DE OUTUBRO 1987 5.807 KM 53 1M31.540S - K. RAIKKONEN (2005) 02:00 06:00 04:00 07:00 06:10 Moto3, e os adeptos podem ligar-se
18 GP DOS EUA CIRCUITO DAS AMÉRICAS, AUSTIN 19-21 DE OUTUBRO 2012 5.513 KM 56 1M37.766S - S VETTEL (2017) 16:00 20:00 19:00 22:00 19:10 à TV e esperar que o ‘Falcão’ dê se-
19 GP DO MÉXICO A. HERMANOS RODRIGUEZ, MÉXICO 26-28 DE OUTUBRO 1986 4.304 KM 71 1M18,785S - S. VETTEL (2017) 16:00 20:00 16:00 19:00 19:10 quência ao que tem vindo a fazer no
20 GP DO BRASIL A. JOSÉ CARLOS PACE, SÃO PAULO 9-11 DE NOVEMBRO 1973 4.309 KM 71 1M11.044S - M. VERSTAPPEN (2017) 14:00 18:00 15:00 18:00 18:10 Moto2. Queremos que ganhe, e que-
21 GP DE ABU DHABI CIRCUITO DE YAS MARINA, ABU DHABI 23-25 DE NOVEMBRO 2009 5.554 KM 55 1M40.279S - S. VETTEL (2009) 09:00 13:00 10:00 13:00 13:10 remos vê-lo em 2019 no MotoGP. Na
classe principal, o MotoGP, depois
E/ Dando cumprimento ao estabelecido no n° ligados à competição automóvel, bem como pauta as suas opções editoriais por crité- de quatro títulos nos últimos cinco
1 do artigo 17° da Lei 2/99, de 13 de Janeiro, temas que versam o automóvel como bem rios de atualidade, interesse informativo e campeonatos, vamos ver quem tem
ESTATUTO Lei da Imprensa, publica-se o Estatuto de consumo, tanto na área industrial como qualidade, procurando apresentar aos seus unhas para bater Marc Márquez.
EDITORIAL Editorial da publicação periódica AutoSport: comercial. leitores a mais completa abordagem e de Por outro lado, publicamos mais
1. O AutoSport é um semanário dedicado 2. O AutoSport está comprometido com análise dos factos noticiosos, com total cedo que o costume a antevisão
ao automóvel e aos automobilistas, nas o exercício de um jornalismo formativo e abertura à interatividade com a sua comu- da F1, onde se espera novamen-
suas mais distintas vertentes: desporto e informativo e procura oferecer aos seus nidade de leitores. 4. O AutoSport pratica te uma luta entre a Mercedes e a
competição, comércio, indústria, segurança leitores uma informação atual, rigorosa e um jornalismo pautado pela isenção, sem Ferrari. E que bom seria ter a Red
e problemática rodoviária. O AutoSport de qualidade, opinando sobre tudo o que se comprometimentos ou enfeudamentos, Bull, McLaren e Renault muito por
edita, semanalmente, conteúdos sobre as passa na área do automóvel e dos automo- tendo apenas como pressuposto editorial perto, mas isso acho que para já é
mais importantes provas de desporto au- bilistas, numa perspetiva plural, recusando facultar a melhor informação e a melhor for- pedir demais.
tomóvel disputadas em território nacional o sensacionalismo e respeitando a esfera mação aos seus leitores, seguindo sempre Foram-se as Pit Girls, chegou o
e no estrangeiro, relata acontecimentos da privacidade dos cidadãos. 3. O AutoSport as mais elementares normas deontológicas. Halo, Max Verstappen está mais
velho um ano, e que falta fazia se,
PROPRIEDADE FOLLOW MEDIA COMUNICAÇÃO UNIPESSOAL, LDA. – NIPC 510430880, RUA MANUEL INÁCIO Nº8B 2770-223 PAÇO DE ARCOS REDAÇÃO RUA MANUEL INÁCIO Nº8B 2770-223 pelo menos ele, abanasse a F1. Não
PAÇO DE ARCOS GERÊNCIA PEDRO CORRÊA MENDES [email protected] DIRETOR PEDRO CORRÊA MENDES [email protected] DIRETOR-EXECUTIVO JOSÉ torço por este, ou por aquele, o que
LUÍS ABREU [email protected] COLABORADORES ANDRÉ DUARTE, FRANCISCO MENDES, MARTIN HOLMES, JORGE GIRÃO, JOÃO F. FARIA, JOÃO PICADO, NUNO BRANCO, NUNO BARRETO queria mesmo era que fosse o es-
COSTA, RODRIGO FERNANDES E GUILHERME RIBEIRO FOTOGRAFIA AIFA/JORGE CUNHA, ANDRÉ LAVADINHO, ZOOM MOTORSPORT/ANTÓNIO SILVA petáculo e a emoção a vencerem.
DESIGNER GRÁFICO HERBERTO SANTOS [email protected] IMPRESSÃO SOGAPAL, S. A.,SOC. GRÁFICA DA PAIÃ, S. A. DISTRIBUIÇÃO VASP – DISTRIBUIDORA DE PUBLICAÇÕES, No ano passado, três quartos da
S. A., TIRAGEM 15 000 EXEMPLARES REGISTO NA ERC 105448 DEPÓSITO LEGAL Nº 68970/73 – COPYRIGHT© TODOS OS DIREITOS RESERVADOS DE ACORDO COM A LEGISLAÇÃO EM época até foram bons. Os restantes
VIGOR. EMVIRTUDE DO DISPOSTO NO ARTIGO 68 Nº2, I) E J), ARTIGO 75º Nº2, M) DO CÓDIGO DO DIRETOR DE AUTOR E DOS DIREITOS CONEXOS ARTIGOS 10º E 10º BIS DA CONV. DE BERNA, SÃO 25% limitaram-se a confirmar Lewis
EXPRESSAMENTE PROIBIDAS A REPRODUÇÃO, A DISTRIBUIÇÃO, A COMUNICAÇÃO PÚBLICA OU A COLOCAÇÃO À DISPOSIÇÃO, DA TOTALIDADE OU PARTE DOS CONTÉUDOS DESTA PUBLICAÇÃO, Hamilton como um dos melhores
COM FINS COMERCIAIS DIRETOS OU INDIRETOS, EM QUALQUER SUPORTE E POR QUAISQUER MEIOS TÉCNICOS, SEM A AUTORIZAÇÃO DA FOLLOWMEDIA COMUNICAÇÃO, UNIPESSOAL LDA. A de sempre neste nosso desporto.
FOLLOWMEDIA NÃO É RESPONSÁVEL PELO CONTÉUDO DOS ANÚNCIOS. EDIÇÃO ESCRITA AO ABRIGO DO NOVO ACORDO ORTOGRÁFICO. CONTACTO [email protected] Nesta altura não se pode ter cer-
tezas, mas acho que vem aí penta
campeonato…

F1/
FÓRMULA 1

4

2018

UM ANO
QUE PROMETE

Antever o que se poderá passar numa temporada de Fórmula
1 tendo por base o que se passou nos testes é sempre um

exercício arriscado. Mas acabam por existir algumas pistas
que nos permitem desenhar uma imagem aproximada do
que se poderá esperar e, aparentemente, parece que em

2018 teremos três equipas a lutar por vitórias e um segundo
pelotão onde a batalha será intensa

Jorge Girão gir, isto sem apontar a busca gloriosa de temente, podem trabalhar de uma forma A formação de Brackley apostou numa
[email protected] um bom tempo de inverno, muitas vezes efetiva na performance dos seus novos unidade de potência completamente nova,
FOTOS: Philippe Nanchino para agradar a potenciais patrocinadores, monolugares. aliada a um chassis que é uma evolução do
e Oficiais que implique rodar com o carro abaixo do seu antecessor, esperando os homens dos
peso mínimo. TRÊS GRANDES APROXIMAM-SE 'Flechas de Prata' ter minimizado, ou erra-
Os testes de inverno sempre fo- Para além disso, hoje em dia, com as pode- Será entre as 'Três Grandes' que se verifi- dicado, algumas limitações que o W08 EQ
ram indicadores pouco fide- rosas ferramentas de simulação que, pelo carão maiores alterações entre os carros Power+ exibiu ao longo da época passada,
dignos sobre a performance menos, as equipas de topo possuem, os que apresentaram durante os testes de sobretudo nos circuitos mais sinuosos.
de cada uma das equipas, uma monolugares que vimos durante as duas inverno e a primeira corrida da tempora- Ambos os pilotos, Lewis Hamilton e Valtteri
vez que são demasiados os fa- semanas de testes serão muito diferentes da - que se realiza em Melbourne, no pró- Bottas, mostraram-se bastante agradados
tores que podem interferir nos daqueles que alinharão na grelha de par- ximo dia 25 de março - podendo criar-se com o comportamento do W09 EQ Power+,
tempos por volta sem que os observadores tida do Grande Prémio da Austrália, com diferenças relativas distintas das que se assumindo que este é um passo em frente
se apercebam que os registos dos pilotos a introdução de pacotes aerodinâmicos puderam concluir durante os oito dias de face ao material que tiveram ao seu dis-
estão a ser mascarados. concebidos e construídos até ao dia em ensaios de pré-temporada. por em 2017 – que, não nos esqueçamos,
Deste a quantidade de combustível a bor- que terão que embarcar para Melbourne. No entanto, se olharmos para a fiabilidade permitiu a Lewis Hamilton conquistar o
do, até ao uso do DRS, passando pelos mo- Ainda assim, é possível alcançar algu- que cada uma das equipas apresentou ao seu quarto título, tendo sido o carro com
dos de utilização das unidades de potên- mas conclusões, nomeadamente, através longo das duas sessões de testes, podemos mais vitórias.
cia, tudo são fatores determinantes para das voltas completadas, uma vez que as concluir que a Mercedes continua ligeira- O otimismo dos pilotos da Mercedes poderá
que uma volta extraordinária possa sur- equipas que conseguem rodar consisten- mente à frente das suas rivais. ser uma preocupação para a Ferrari, que

>> autosport.pt

5

para este ano apresentou uma evolução ficações que os membros da equipa dos ao nível do depósito de combustível e da Num campo oposto poderá estar a
do conceito do carro do ano passado, apro- 'Flechas de Prata' realizam ainda na fábrica. caixa de velocidades. Williams, que este ano apresenta no seu
ximando a distância entre eixos da exibi- No entanto, e apesar do Mercedes ser um Estes problemas foram resolvidos para a monolugar um conceito completamente
da pelo carro de Brackley, mas mantendo carro, aparentemente, bastante bem-nas- segunda bateria de testes, o que demonstra novo, afastando-se da filosofia empregue
a base do seu V6 turbohíbrido de 2017. cido, ficou a ideia de que o novo 'corcel de a capacidade técnica dos homens da Red nos seus carros anteriores.
Um dos problemas da Scuderia na tempo- Maranello' está mais perto do seu rival Bull, permitindo que a equipa recuperas- O FW41 não brilhou durante a pré-tem-
rada passada foi a falta de fiabilidade da sua germânico, podendo ser a arma de que se ao nível dos quilómetros percorridos. porada, não significando com isso que o
unidade de potência, que falhou num mo- Kimi Räikkönen e, sobretudo, Vettel, ne- Em pista, o RB14 TAG-Heuer mostrou ser bólide de Grove esteja longe da compe-
mento decisivo, deixando Sebastian Vettel cessitam para montarem uma campanha capaz de lidar com as exigências do Circuit titividade, mas com uma dupla de pilo-
numa situação difícil perante Hamilton. rumo aos títulos, que escapam à Scuderia Barcelona – Catalunya, evidenciando as tos jovem e inexperiente – Lance Stroll e
Ao longo dos testes de inverno, o SF-71H desde 2008. qualidades normalmente atribuídas aos Sergey Sirotkin – a Williams poderá estar
mostrou ser uma máquina confiável, per- Se a Ferrari parece ter realizado uma apro- chassis saídos da pena de Adrian Newey. numa posição que a impeça de alcançar o
mitindo aos seus pilotos serem presenças ximação ao nível da performance, a Red A potência dos V6 turbohíbridos da potencial do seu carro.
em pista regulares, mas ficou a ideia de Bull parece ter dado um passo ainda maior. Renault poderão ser a única contrarieda- Numa situação semelhante está a Toro
que a Ferrari não estava ainda tão à-von- No entanto, e apesar de ter mudado de fi- de que Daniel Ricciardo e Max Verstappen Rosso, que terá ao seu serviço Pierre Gasly
tade como a Mercedes – talvez porque as losofia para iniciar a temporada com um poderão ter que enfrentar para se bater de e Brendon Hartley, pilotos que se estrea-
ferramentas de simulação de Maranello carro fiável e competitivo, a formação de igual para igual com os seus adversários ram no ano passado na Fórmula 1, mas
não estão ainda ao nível das de Brackley, Milton Keynes sofreu algumas contra- da Ferrari e da Mercedes, uma vez que os só este ano completam uma temporada
obrigando os italianos a constantes veri- riedades na primeira semana de testes – franceses estão a privilegiar a fiabilidade na categoria máxima. Para além disso, a
em detrimento da performance. formação de Faenza terá unidades de po-
Ainda assim, o Red Bull RB14 TAG-Heuer tência da Honda.
parece ter as qualidades necessárias para Os V6 turbohíbridos nipónicos mostra-
incomodar desde a primeira corrida as ram durante o defeso uma subida de for-
equipas que dominaram a temporada ma notável no que diz respeito à fiabili-
passada. dade, somando quilómetros como nunca
tinham feito com a McLaren. Porém, a
A CONFUSÃO DO SEGUNDO PELOTÃO performance continua a ser um aspeto
em que fica aquém das restantes unida-
Se no grupo da frente permanecem mui- des de potência em pista.
tas dúvidas, no segundo pelotão as incóg- Sem uma subida de forma por parte dos
nitas são imensas. japoneses, dificilmente Hartley e Gasly po-
A Renault evidenciou uma excelente fia- derão fugir aos últimos lugares, até porque
bilidade, ao nível das 'Três Grandes', e isso a Sauber espera dar um salto competitivo.
poderá permitir-lhe arrancar na lideran- A formação de Hinwil aparece este ano
ça da perseguição às equipas de ponta, com uma imagem renovada, fruto do apoio
até porque o Renault RS18 parece ser um financeiro oferecido pela Alfa Romeo, o
carro muito bem-nascido e, com pilotos que lhe permite ter ao seu dispor as uni-
como Nico Hülkenberg e Carlos Sainz, os dades de potência da Ferrari deste ano.
bons resultados parecem estar garantidos. Com um conceito completamente novo,
Já a McLaren parece ter um carro com com algumas soluções técnicas interes-
bastante potencial, capaz de se bater, pelo santes, os monolugares oriundos da Suíça
menos, de igual para igual com os mono- rodaram consistentemente e mostraram
lugares da formação de Enstone, mas a um passo competitivo assinalável, pare-
fiabilidade foi o seu calcanhar de Aquiles cendo ser capazes de fugir à posição de
durante os testes de defeso. lanterna vermelha, até porque no cam-
Se a formação de Woking, que apresenta- po dos pilotos tem a solidez oferecida por
rá em Melbourne um novo pacote técnico, Marcus Ericsson e a velocidade da pro-
encontrar o caminho da confiabilidade, messa Charles Leclérc.
Fernando Alonso e Stoffel Vandoorne es- Com os mesmos motores da Alfa Romeo
tarão seguramente prontos para se bate- Sauber, a Haas, que nos seus primeiros
rem com os seus adversários da Renault anos na Fórmula 1 terminou no oitavo
e, quem sabe, criar alguns incómodos às lugar do Campeonato de Construtores,
'Três Grandes'. poderá correr o risco de escorregar na
Decididamente, estas duas equipas pa- classificação.
recem estar no topo do segundo pelotão, Contudo, a equipa norte-americana apos-
relegando a Force India para uma posição tou numa evolução do seu carro do ano
subalterna. passado, mostrando durante os testes
A equipa de Silverstone garantiu o quar- de inverno uma consistência assinalável
to posto no Campeonato de Construtores tanto ao nível da fiabilidade como da per-
nas duas últimas temporadas, mas com a formance. Seja como for, para manter o
aparente subida de forma da Renault e da oitavo lugar dos últimos anos, a Haas terá
McLaren, muito mais bem financiadas, era que também ela dar um salto competitivo
de esperar a sua queda. e permitir que Romain Grosjean e Kevin
No entanto, com uma bela dupla de pilo- Magnussen sejam candidatos frequentes
tos – Esteban Ocon e Sergio Pérez – a for- aos pontos.
mação de licença indiana, que neste mo-
mento não tem ainda confirmado o seu
nome para a temporada deste ano, poderá
estar em condições de se impor às suas
restantes adversárias e imiscuir-se, pelo
menos ocasionalmente, com os homens
da McLaren e da Renault.

6 Mercedes AMG Petronas/

MERCEDES

AMercedes vai continuar a ser a EQUIPA VOLTAS MAIS RÁPIDAS 56 WWW.MERCEDES-AMG-F1.COM
equipa a bater, já que desde que TWITTER @MERCEDESAMGF1
arrancou a era híbrida ainda PÓDIOS 154
não parou de ganhar. Por isso,
é o natural alvo das suas ad- CARRO MERCEDES W09 EQ TÍTULOS DE PILOTOS 6
versárias, já que, com maior ou
menor facilidade, tem levado a sua avante. POWER+ TÍTULOS DE CONSTRUTORES 4
Para este ano arriscaram numa unidade
motriz completamente nova, algo pen- MOTOR MERCEDES M09
sado tendo em conta a nova fasquia de
fiabilidade. PILOTOS DE RESERVA PASCAL WEHRLEIN/ DIRETOR EXECUTIVO TOTO WOLFF
Do que se viu para já, não se vislumbra
qualquer sinal de fraqueza, pelo que a GEORGE RUSSELL DIRETOR TÉCNICO EXECUTIVO
esse nível o mais provável é nada mudar.
Sendo verdade que o carro do ano passado FUNDAÇÃO 1886 JAMES ALLISON
deu algumas dores de cabeça à Mercedes,
chegando mesmo a ser apelidado de ‘diva’, PRIMEIRO GP GP FRANÇA 1954 DIRETOR EQUIPA ANDY COWELL
a verdade é que a equipa reagiu bem, e
depressa o atraso competitivo inicial que Nº DE GRANDES PRÉMIOS 168 DIRETOR ENGENHARIA ALDO COSTA
teve para a Ferrari, foi-se esbatendo, ao
ponto de permitir a Lewis Hamilton e VITÓRIAS 76 DIRETOR TECNOLOGIA GEOFF WILLIS
Valtteri Bottas poderem lutar com a Ferrari
sem desvantagem, acabando depois por
levar a melhor. Hamilton teve também um
papel muito importante já que realizou
prestações fabulosas.
Um dia, este ciclo triunfal acabará, sempre
assim foi na história, mas para já não há
qualquer sinal disso, ficando por saber
se os adversários trabalharam melhor
no defeso.

POLE POSITIONS 88 DIRETOR PERFORMANCE MARK ELLIS

44 77
LEWIS HAMILTON VALTTERI BOTTAS

TWITTER @LEWISHAMILTON TWITTER @VALTTERIBOTTAS

ENGENHEIRO DE PISTA PETER BONNINGTON ENGENHEIRO DE PISTA TONY ROSS

DATA DE NASCIMENTO ESTREIA AUSTRÁLIA 2007 DATA DE NASCIMENTO ESTREIA GP DA AUSTRÁLIA 2013

7 JANEIRO 1985 (33 ANOS) Nº DE GRANDES PRÉMIOS 208 28 AGOSTO 1989 (28 ANOS) Nº DE GRANDES PRÉMIOS 97

TEWIN, REINO UNIDO EQUIPAS MCLAREN, MERCEDES NASTOLA, FINLÂNDIA EQUIPAS WILLIAMS, MERCEDES

ALTURA 1.75M VITÓRIAS 62 ALTURA 1.73M VITÓRIAS 3

PESO 66 KG POLE POSITIONS 72 PESO 70 KG POLE POSITIONS 4

VOLTAS MAIS RÁPIDAS 38 VOLTAS MAIS RÁPIDAS 3

PÓDIOS 117 PÓDIOS 22

PONTOS 2610 PONTOS 716

TÍTULOS DE PILOTOS 3 (2008, 2014, 2015 E 2017) MELHOR CLASSIFICAÇÃO CAMPEONATO 3º

POSIÇÃO EM 2017 1º POSIÇÃO EM 2017 3º

Depois duma fase conturbada da sua vida, e de Demorou um pouco a adaptação de Valtteri Bottas
ter perdido o Mundial de 2016 para Rosberg, o à Mercedes e a este nível não se esperava outra
Hamilton de 2017 foi quase perfeito. Sem ter coisa. Foi melhorando, mas este ano tem que
no carro a mesma vantagem do passado face fazer mais, senão arrisca-se a perder o lugar,
à Ferrari, a partir de Silverstone tornou-se pouco pois a Mercedes sabe que Hamilton não é eterno e
menos que imbatível, e mesmo que Vettel não tivesse precisa de pilotos ganhadores. De qualquer forma,
cometido tantos erros, o inglês dificilmente perderia esteve muito longe de desiludir, e o seu único pro-
o Mundial. É dos melhores pilotos da história da F1, e blema é mesmo estar a ser comparado a Hamilton.
não vai ser nada fácil batê-lo.

Scuderia Ferrari/ >> autosport.pt/formula1

7

FERRARI

Depois da Ferrari ter consegui- EQUIPA POLE POSITIONS 213 WWW.FORMULA1.FERRARI.COM
do surpreender a Mercedes TWITTER @SCUDERIAFERRARI
o ano passado, ao ponto de VOLTAS MAIS RÁPIDAS 244
só muito depois do meio do
ano ter perdido o comando do CARRO FERRARI SF71H PÓDIOS 727
campeonato de pilotos, neste
momento é impossível saber se a dis- MOTOR FERRARI 063 TÍTULOS DE PILOTOS 15
tância entre ambas se esbateu ainda
mais, ou voltou a ‘abrir’. PILOTOS DE RESERVA DANIIL KVYAT TÍTULOS DE CONSTRUTORES 16
O que se viu o ano passado foi uma
Ferrari que cresceu a todos os níveis, ANTONIO GIOVINAZZI PRESIDENTE SERGIO
reagindo muito bem depois de uma
temporada de 2016 má. Em 2017 viu-se MARCHIONNE
também um Sebastian Vettel muito forte
na fase inicial do campeonato, mas que a FUNDAÇÃO 1929 DIRETOR DE EQUIPA MAURIZIO
determinado momento pareceu ter fica-
do demasiado nervoso, cometendo erros PRIMEIRO GP GP MÓNACO 1950 ARRIVABENE
que a pouco e pouco o foram afastando
da luta pelo título. A Scuderia também Nº DE GRANDES PRÉMIOS 949 DIRETOR TÉCNICO MATTIA BINOTTO
contribuiu para isso, com alguma falta
de fiabilidade, mas os números finais do VITÓRIAS 229 DESIGNER CHEFE SIMONE RESTA
campeonato não espelham a diferença
de andamentos entre as duas equipas.
Este ano deverá ser mais do mesmo. A
Ferrari espera voltar a arrancar como o
ano passado, mas desta feita sem fra-
quejar, levando até Abu Dhabi a sua luta.
Kimi Räikkönen é que parece já não
ter andamento para grandes cometi-
mentos, mas vai ser sempre um bom
fiel escudeiro. E isso é bom para Vettel
e para a Ferrari.

5 7
SEBASTIAN VETTEL KIMI RÄIKKÖNEN

TWITTER @SEBAS_VETTEL TWITTER @KIMI_RAIKKONEN

ENGENHEIRO DE PISTA RICCARDO ADAMI ENGENHEIRO DE PISTA CARLO SANTI

DATA DE NASCIMENTO ESTREIA EUA 2007 DATA DE NASCIMENTO ESTREIA AUSTRÁLIA 2001
3 JULHO 1987 (30 ANOS)
HEPPENHEIM, ALEMANHA Nº DE GRANDES PRÉMIOS 198 17 OUTUBRO 1979 (38 ANOS) Nº DE GRANDES PRÉMIOS 271
ALTURA 1.76M
PESO 64KG EQUIPAS TORO ROSSO, BMW-SAUBER, ESPOO, FINLÂNDIA EQUIPAS LOTUS, MCLAREN, SAUBER, FERRAR

FERRARI ALTURA 1.75M VITÓRIAS 20

VITÓRIAS 47 PESO 72 KG POLE POSITIONS 17

POLE POSITIONS 50 PÓDIOS 91

VOLTAS MAIS RÁPIDAS 33 VOLTAS MAIS RÁPIDAS 45

PONTOS 2425 PONTOS 1565

TÍTULOS DE PILOTOS 4 (2010, 2011, 2012, 2013) TÍTULOS DE PILOTOS 1 (2007)

POSIÇÃO EM 2017 2º POSIÇÃO EM 2017 4º

Sebastian Vettel parecia ter encontrado o antídoto Tendo em conta o carro que guia, esperava-se um
certo para bater a Mercedes na primeira metade pouco mais de Kimi Räikkönen. A verdade é que
de 2017, mas começou a baquear no Canadá, e só o finlandês tem sido um excelente segundo piloto,
na Hungria voltou aos triunfos. Depois, cometeu mas pouco mais que isso. A sua última vitória foi na
um enorme rol de erros. A Ferrari também falhou na Lotus, em 2013, e isso diz muito da sua menor produção.
fiabilidade e o campeonato foi pelo cano, à mesma A Ferrari manteve-o mais um ano, mas se nada mudar,
velocidade com que chegou a ter 35 pontos de avanço e não parece que isso vá suceder, este deverá ser o seu
face a Hamilton. Este ano, se tiver carro para isso, terá último ano na F1. De qualquer maneira, com o carro ‘certo’
que ser mais inteligente na gestão das suas provas. é ainda piloto para vencer.

8 Aston Martin Red Bull Racing/

RED BULL

ARed Bull continua como que EQUIPA VOLTAS MAIS RÁPIDAS 54 WWW.REDBULLRACING.COM
‘encalhada’ devido à Renault. TWITTER @REDBULLRACING
Sendo certo que os homens PÓDIOS 148
de Milton Keynes nem sem-
pre têm construído um chas- CARRO RED BULL RB14 TÍTULOS DE PILOTOS 4
sis à ‘prova de bala’, o do ano
passado era bastante bom (depois da MOTOR TAG HEUER (RENAULT R.E. 18) TÍTULOS DE CONSTRUTORES 4
equipa ter resolvido os problemas ini-
ciais), mas a motorização da Renault não PILOTOS DE RESERVA NÃO ANUNCIADOS PRESIDENTE DIETRICH
permitiu que a Red Bull fizesse melhor.
Mesmo que o RB14 seja competitivo MATESCHITZ
(e tem tudo para o ser porque Adrian
Newey está novamente empenhado no FUNDAÇÃO 2004 DIRETOR DE EQUIPA CHRISTIAN
desenvolvimento do carro) resta saber o
quanto a Renault conseguiu melhorar a PRIMEIRO GP AUSTRALIA 2005 HORNER
sua unidade motriz, pois se a distância se
mantiver será difícil a Max Verstappen
e a Daniel Ricciardo lutarem consisten-
temente na frente das corridas.
Se a Red Bull entrar em 2018 ao mesmo
nível com que terminou 2017 compara-
tivamente aos seus principais adver-
sários, será muito positivo, pois como
se sabe os homens de Milton Keynes
costumam evoluir bem durante a tem-
porada. De resto, a dupla de pilotos é ex-
celente, ambos podem vencer corridas,
e a luta interna vai continuar a ajudar a
equipa a crescer.

Nº DE GRANDES PRÉMIOS 244 DIRETOR TÉCNICO ADRIAN NEWEY

VITÓRIAS 55 DESIGNER CHEFE ROB MARSHALL

POLE POSITIONS 58 CHEFE DOS ENGENHEIROS PAUL MONAGHAN

33 3
MAX VERSTAPPEN DANIEL RICCIARDO

TWITTER @MAXVERSTAPPEN3 TWITTER @DANIELRICCIARDO

ENGENHEIRO DE PISTA GIAN PIERO LAMBIASSE ENGENHEIRO DE PISTA SIMON RENNIE

DATA DE NASCIMENTO ESTREIA GP DA AUSTRÁLIA 2015 DATA DE NASCIMENTO ESTREIA GRÃ-BRETANHA 2011

30 SETEMBRO 1997 (20 ANOS) Nº DE GRANDES PRÉMIOS 60 1 JULHO 1989 (28 ANOS) Nº DE GRANDES PRÉMIOS 129

HASSELT, BÉLGICA EQUIPAS TORO ROSSO, RED BULL PERTH, AUSTRÁLIA EQUIPAS TORO ROSSO, HRT, RED BULL

ALTURA 1.80M VITÓRIAS 3 ALTURA 1.80M VITÓRIAS 5

PESO 71 KG POLE POSITIONS 0 PESO 70,5 KG POLE POSITIONS 1

VOLTAS MAIS RÁPIDAS 2 VOLTAS MAIS RÁPIDAS 9

PONTOS 421 PÓDIOS 27

MELHOR CLASSIFICAÇÃO CAMPEONATO 5º PONTOS 816

POSIÇÃO EM 2017 6º MELHOR CLASSIFICAÇÃO CAMPEONATO 3º

POSIÇÃO EM 2017 5º

Max Verstappen só precisa de um carro ao nível Daniel Ricciardo tem pela frente uma temporada
dos melhores para lutar consistentemente na em que tem de impedir que ‘Mad Max’ continue
frente. Todos veem nele um pluri-campeão de a ganhar ascendente, o que não será tarefa fácil.
futuro, mas para lá chegar precisa de carro e Quanto melhor for a sua época, maior a cotação
de moderar alguns ímpetos que ainda tem. Assim que junto da Mercedes e Ferrari, que podem ter lugares
tiver carro será um osso duro de roer para qualquer piloto disponíveis a breve trecho e isso é um fator motivador
que lhe apareça pela frente. Para além disso, precisa de para o australiano. Na luta interna, tem que se superar,
melhorar em qualificação, algo em que Hamilton, num pois o desafio que Verstappen lhe vai voltar a colocar
dia normal, é imbatível. será ainda maior.

Sahara Force India F1 Team/ >> autosport.pt/formula1
9

FORCE INDIA

Ao contrário da Williams, a EQUIPA VOLTAS MAIS RÁPIDAS 5 WWW.FORCEINDIAF1.COM
Force India tem uma grande TWITTER @CLUBFORCE
dupla de pilotos, Sergio Pérez PÓDIOS 5
e Esteban Ocon, e deixou nos
testes a sensação de não ter CARRO FORCE INDIA VJM11 PONTOS 987
carro para repetir o que fez nos
dois últimos anos: obter o quarto lugar MOTOR MERCEDES M09 TÍTULOS DE PILOTOS 0
do Mundial de Construtores. Até aqui a
equipa de Silverstone tem conseguido PILOTOS DE RESERVA NICHOLAS LATIFI TÍTULOS DE CONSTRUTORES 0
tirar coelhos da cartola, batendo a con-
corrência, mas este ano os adversários PRESIDENTE VIJAY MALLYA
diretos parecem estar melhor preparados,
o que significa que se a Force India lograr FUNDAÇÃO 2007 DIRETOR DE EQUIPA ROBERT FERNLEY
conseguir novamente o quarto lugar, será
um novo grande feito. PRIMEIRO GP GP DA AUSTRÁLIA 2008 DIRETOR TÉCNICO ANDREW GREEN
Ter apenas o sétimo orçamento do plantel
e liderar o segundo pelotão da F1 é notável, Nº DE GRANDES PRÉMIOS 191 CHEFE DE OPERAÇÕES OTMAR SZAFNAUER
mas o seu principal problema nem deverá
estar dentro de casa, pois provavelmente a VITÓRIAS 0 DIRETOR DESPORTIVO ANDY STEVENSON
equipa vai continuar a produzir bem, mas
em termos práticos deve cair para trás das
adversárias, e no fim do ano pode dizer-se
que a época foi má. É assim a F1, o que
as equipas fazem é sempre medido em
função dos adversários, e esse deverá ser
este ano o maior problema da Force India.
O Force India VJM11 é uma evolução do
conceito do ano passado e nesse aspeto
não deverão perder demais, a dúvida será
mesmo até que ponto conseguem bater
a Renault e, especialmente, a McLaren.

POLE POSITIONS 1

11 31
SERGIO PÉREZ ESTEBAN OCON

TWITTER @SCHECOPEREZ TWITTER @OCONESTEBAN

ENGENHEIRO DE PISTA TIM WRIGHT ENGENHEIRO DE PISTA BRAD JOYCE

DATA DE NASCIMENTO ESTREIA GP DA AUSTRÁLIA 2011 DATA DE NASCIMENTO ESTREIA GP DA BÉLGICA 2016

26 JANEIRO DE 1990 Nº DE GRANDES PRÉMIOS 134 17 SETEMBRO 1996 Nº DE GRANDES PRÉMIOS 29

(28 ANOS) EQUIPAS MCLAREN, SAUBER, FORCE INDIA (21 ANOS) EQUIPAS MANOR, FORCE INDIA

GUADALAJARA, MÉXICO VITÓRIAS 0 ÉVREUX (FRANÇA) VITÓRIAS 0

ALTURA 1.73M POLE POSITIONS 0 ALTURA 1.86M POLE POSITIONS 0

PESO 63 KG VOLTAS MAIS RÁPIDAS 4 PESO 72 KG VOLTAS MAIS RÁPIDAS 0

PÓDIOS 7 PONTOS 87

PONTOS 467 MELHOR CLASSIFICAÇÃO CAMPEONATO 8º

MELHOR CLASSIFICAÇÃO CAMPEONATO 7º POSIÇÃO EM 2017 8º

POSIÇÃO EM 2017 7º Acontinuar assim Esteban Ocon não vai ficar
muito mais tempo na Force India. O trabalho
Sergio Pérez fez uma época regular, mas curiosa- que deu a um bom e experiente piloto como
mente teve grandes dificuldades em bater o seu Pérez diz tudo do seu talento e evolução. Para
jovem colega de equipa, com quem teve muitos 2018 espera-se ainda mais, sendo que a maior fra-
incidentes. Apesar de tudo, contribuiu muito para queza da equipa este ano face às adversárias dire-
que a equipa fosse a quarta melhor do plantel, e em tas pode ofuscar muito o seu brilho. Dificilmente a
termos pessoais, continua a tirar o máximo partido do Force India fará igual e isso pode penalizá-lo, mas
carro que tem. A sua grande fraqueza em 2017 foi mesmo se o francês bater o colega de equipa, o seu prestígio
ojovem que teve naboxeao lado, que bateuporpouco. passará incólume.
Não perder para Ocon é o seu maior desafio este ano.

10 Williams Martini Racing/

WILLIAMS

AWilliams é uma equipa que EQUIPA VOLTAS MAIS RÁPIDAS 133 WWW.WILLIAMSF1.COM
tem vindo a tentar recuperar TWITTER @WILLIAMSF1TEAM
um protagonismo que já foi PÓDIOS 312
seu por muito tempo, mas que
continua a não conseguir, por CARRO WILLIAMS FW41 PONTOS 3553
um ou outro motivo, sair do
ciclo vicioso em que se encontra. Sendo MOTOR MERCEDES M09 TÍTULOS DE PILOTOS 7
certo que dificilmente, pelo menos tão
cedo, voltará a posições semelhantes PILOTOS DE RESERVA ROBERT KUBICA TÍTULOS DE CONSTRUTORES 9
aos melhores anos da sua história -
os ‘três grandes’ estão longe demais PRESIDENTE FRANK WILLIAMS
dos ‘outros’. O quarto lugar seria um
objetivo realista, mas depois de duas FUNDAÇÃO 1975 DIRETORA DA EQUIPA CLAIRE
épocas más, essencialmente por causa
do carro, o facto de terem este ano al- PRIMEIRO GP 1975 WILLIAMS
terado radicalmente o conceito com o
FW41, dificilmente lhes valerá de muito Nº DE GRANDES PRÉMIOS 702 DIRETOR TÉCNICO PADDY LOWE
com a dupla de pilotos que escolheram,
Lance Stroll e Sergey Sirotkin. Desde
que perderam Valtteri Bottas para a
Mercedes, deixaram de ter um piloto
‘quase’ de ponta (Massa esteve longe do
que devia) e ‘desconfiamos’ que isso vai
ser por demais evidente este ano, a não
ser que os pilotos surpreendam, o que
neste momento muito poucos apostam.
Que o carro tem muito potencial, parece
claro, resta saber se os pilotos titulares,
com a ajuda de Robert Kubica, conse-
guem fazer um brilharete.

VITÓRIAS 114 DIRETOR DE PERFORMANCE ROB SMEDLEY

POLE POSITIONS 128 DESIGNER CHEFE ED WOOD

35 18
SERGEY SIROTKIN LANCE STROLL

TWITTER @SIROTKIN_SERGEY TWITTER @LANCE_STROLL

ENGENHEIRO DE PISTA PAUL WILLIAMS ENGENHEIRO DE PISTA JAMES URWIN/LUCA BALDISSERRI

DATA DE NASCIMENTO ANDREW MURDOCH DATA DE NASCIMENTO ESTREIA GP DA AUSTRÁLIA 2017

27 AGOSTO 1995 (22 ANOS) ESTREIA GP DA AUSTRÁLIA 2018 29 OUTUBRO 1998 (19 ANOS) Nº DE GRANDES PRÉMIOS 20

MOSCOVO, RÚSSIA Nº DE GRANDES PRÉMIOS 0 MONTREAL (CANADÁ) EQUIPAS WILLIAMS

ALTURA 1.84M EQUIPAS ALTURA 1.82M VITÓRIAS 0

PESO 71 KG VITÓRIAS 0 PESO 70 KG POLE POSITIONS 0

POLE POSITIONS 0 VOLTAS MAIS RÁPIDAS 0

VOLTAS MAIS RÁPIDAS 0 PÓDIOS 1

PÓDIOS 0 PONTOS 40

PONTOS 0 POSIÇÃO EM 2017 12

SPOSIÇÃO EM 2016 11º Ultrapassada que está a sua época de estreia na F1,
a Lance Stroll vai exigir-se mais este ano, espe-
ergey Sirotkin estreia-se na F1, e depois de ter cialmente se o Williams for melhor. A ‘fraqueza’ da
dupla pode ser um óbice, mas Kubica, nos ‘basti-
dado boa conta de si nos testes, resta saber dores’, poderá ajudar no desenvolvimento do carro. Fazer
novo pódio este ano e aumentar significativamente a
como evolui em corrida. Terá um bom carro, pontuação de 2017 é um bom desafio para Stroll, e, agora
sim, pode e deve exigir-se-lhe mais. Resta saber como
está numa das melhores equipas, mas é difícil responde. Não é um sobredotado, mas também não é
mau como muitos pintam.
não considerar esta dupla da Williams a mais fraca

do plantel, talvez a par da Sauber. É uma incógnita

o que conseguirá fazer o russo, mas para já há que

dar-lhe o benefício da dúvida, sendo certo que tem

qualidades. Prova disso é que ficou de fora gente

melhor, por exemplo, Pascal Wehrlein.

Renault Sport F1 Team/ >> autosport.pt/formula1

RENAULT 11

ARenault é este ano séria EQUIPA POLE POSITIONS 51 WWW.RENAULTSPORT.COM
candidata ao quarto lugar do TWITTER @RENAULTSPORTF1
Mundial de Construtores, pois VOLTAS MAIS RÁPIDAS 31
para além de ter uma dupla de
pilotos - Nico Hülkenberg e CARRO RENAULT RS18 PÓDIOS 100
Carlos Sainz - acima de qual-
quer ‘suspeita’, o seu monolugar pare- MOTOR RENAULT R. E. 18 PONTOS 1383
ce ter dado um bom salto qualitativo,
algo que, como é natural, será preciso PILOTOS DE RESERVA JACK AITKEN/ARTEM TÍTULOS DE PILOTOS 2
confirmar.
Já o ano passado a equipa de Enstone MARKELOV TÍTULOS DE CONSTRUTORES 2
melhorou bastante, mas a fiabilidade
atraiçoou muitas vezes os seus pilotos, FUNDAÇÃO 1899 DIRETOR EXECUTIVO CYRIL
sendo o sexto lugar nos construtores
um mal menor. PRIMEIRO GP GP GRÃ-BRETANHA ABITEBOUL
Este ano, apesar do nível do segundo
pelotão ter melhorado, especialmente 1977 DIRETOR TÉCNICO BOB BELL
com a ‘chegada’ da McLaren, a Renault
está obrigada a fazer bem melhor, pois Nº DE GRANDES PRÉMIOS 341 DIRETOR DE CHASIS NICK CHESTER
se assim não for o objetivo de chegar
às vitórias em 2020 fica cada vez mais
longe.
A fiabilidade é o ponto mais importante
para já, a que se seguem a performance
e desenvolvimento - e depois de dois
anos de reconstrução, essa já não ser-
virá de desculpa e a progressão tem
de ser clara. Por tudo isto a pressão é
grande, mas para já não se vislumbram
pontos fracos, pelo menos para o nível
do segundo pelotão.

VITÓRIAS 35 DIRETOR DE MOTORES RÉMI TAFFIN

27 55
NICO HÜLKENBERG CARLOS SAINZ

TWITTER @NICOHULKENBERG TWITTER @CARLOSSAINZ

ENGENHEIRO DE PISTA MARK SLADE ENGENHEIRO DE PISTA ND

DATA DE NASCIMENTO ESTREIA GP DO BAHREIN 2010 DATA DE NASCIMENTO ESTREIA GP DA AUSTRÁLIA DE 2015

19 AGOSTO 1987 (30 ANOS) Nº DE GRANDES PRÉMIOS 135 1 SETEMBRO 1994 (23 ANOS) Nº DE GRANDES PRÉMIOS 60

EMMERICH, ALEMANHA EQUIPAS SAUBER, WILLIAMS, FORCE INDIA, MADRID, ESPANHA EQUIPAS TORO ROSSO, RENAULT

ALTURA 1.84M RENAULT ALTURA 1.77M VITÓRIAS 0

PESO 74 KG VITÓRIAS 0 PESO 66 KG POLE POSITIONS 0

POLE POSITIONS 1 PÓDIOS 0

VOLTAS MAIS RÁPIDAS 2 VOLTAS MAIS RÁPIDAS 0

PONTOS 405 PONTOS 118

MELHOR RESULTADO 9º MELHOR CLASSIFICAÇÃO CAMPEONATO 9º

POSIÇÃO EM 2017 10º POSIÇÃO EM 2017 9º

Nico Hülkenberg é daqueles pilotos de quem ARed Bull sabe bem a pérola que ali tem. Andou
julgamos ser capaz de maiores cometimentos, ‘perdido’ tempo demais na Toro Rosso, e se
mas quando olhamos para o seu palmarés não Ricciardo ou Verstappen saírem, ele é a solu-
encontramos sequer um pódio. É sem dúvida ção da Red Bull. Apesar da menor experiência,
um bom piloto, mas neste momento já duvidamos vai fazer jogo igual com Hülkenberg - e não sabemos
que esteja sequer nos melhores oito do plantel. Com mesmo se não o irá bater. Do ponto de vista da Renault,
o claro crescimento da Renault este ano, tal será um é perfeito, pois vai contribuir e muito para o desempe-
excelente barómetro para o que ainda conseguirá nho da equipa, e, ao contrário de ‘Hulk’, acreditamos
fazer, mas vai ter que bater Carlos Sainz. que pode fazer ainda melhor do que o carro que ‘tem’.

12 Scuderia Toro Rosso/

TORO ROSSO

AToro Rosso passou a ter EQUIPA POLE POSITIONS 1 WWW.SCUDERIATOROROSSO.COM
este ano um novo forne- TWITTER @TOROROSSOSPY
cedor de motores, a Honda, VOLTAS MAIS RÁPIDAS 1
e aí residirá boa parte do
sucesso ou insucesso da CARRO TORO ROSSO STR13 PONTOS 382
equipa. Para já, a verdade é
que esta tem vindo a dar bons sinais, MOTOR HONDA RA618H TÍTULOS DE PILOTOS 0
pelo menos em termos de fiabilidade.
Já a dupla de pilotos, Pierre Gasly PILOTOS DE RESERVA ND TÍTULOS DE CONSTRUTORES 0
e Brendon Hartley, é inexperien-
te, portanto não será por aí que se PRESIDENTE DIETRICH
espera que a equipa possa brilhar.
Nos últimos três anos, três marcas FUNDAÇÃO 2005 MATESCHITZ
diferentes de unidades motrizes, algo
que também não ajuda a estabilizar PRIMEIRO GP GP DO BAHREIN DIRETOR DE EQUIPA FRANZ TOST
uma estrutura. Claro que, no caso da
Toro Rosso, esse não é o objetivo, sim 2006 DIRETOR TÉCNICO JAMES KEY
formar pilotos. Se isso pode ser verdade
no caso de Gasly, Hartley nem por isso,
pois tem 28 anos. E há outro dado impor-
tante. A Red Bull não está contente com
a Renault e a Toro Rosso está a servir
de balão de ensaio para uma possível
troca da Red Bull. Uma segunda equipa
na verdadeira aceção da palavra. Tendo
em conta que as lutas no meio do pelotão
deverão intensificar-se, dificilmente a
Toro Rosso terá argumentos para andar
nessa luta. Se o conseguir, será uma
temporada muito bem sucedida.

Nº DE GRANDES PRÉMIOS 226 TEAM MANAGER GRAHAM

VITÓRIAS 1 WATSON

10 55
PIERRE GASLY BRENDON HARTLEY

TWITTER @PIERREGASLY) TWITTER @BRENDONHARTLEY

ENGENHEIRO DE PISTA ND ENGENHEIRO DE PISTA ND

DATA DE NASCIMENTO ESTREIA GP DA MALÁSIA DATA DE NASCIMENTO ESTREIA GP DOS EUA 2017

2 JULHO 1996 (22 ANOS) 2017 1O NOVE. 1989 (28 ANOS) Nº DE GRANDES PRÉMIOS 4

ROUEN, FRANÇA Nº DE GRANDES PRÉMIOS 5 PALMERSTON NORTH, NOVA EQUIPAS TORO ROSSO

ALTURA 1.77M EQUIPAS TORO ROSSO ZELÂNDIA VITÓRIAS 0

PESO 68 KG VITÓRIAS 0 ALTURA 1.84M POLE POSITIONS 0

POLE POSITIONS 0 PESO 65 KG VOLTAS MAIS RÁPIDAS 0

VOLTAS MAIS RÁPIDAS 0 PONTOS 0

PONTOS 0 MELHOR CLASSIFICAÇÃO CAMPEONATO 23º

MELHOR CLASSIFICAÇÃO CAMPEONATO 21º POSIÇÃO EM 2017 23º

POSIÇÃO EM 2017 21º Brendon Hartley chega à F1 num contexto qua-
se inexplicável, em que a Red Bull se vê sem
Pierre Gasly tem talento, mas não aproveitou bem a jovens para promover na sua ‘cantera’. Com
repentinaoportunidadequelhederamoanopassado. a experiência que tem do WEC, pode fazer
Agora, mais calmo e a trabalhar focado no mesmo um bom trabalho na F1, e o seu futuro vai depender
objetivo desde o início, está obrigado a mostrar rapi- muito do que conseguir fazer este ano. Nas corridas
damenteserviço,pelomenos,algoquefaçaosresponsáveis que fez o ano passado esteve longe de surpreender,
daRedBullhesitaremosuficienteparaomanter.ARedBull mas cumpriu o seu trabalho. O que conseguirá fazer
dáoportunidades,mastambémqueimarapidamentequem este ano é uma perfeita incógnita. Não deverá sair
não ‘é’ Vettel ou Verstappen e isso é uma pressão que não facilmente lá de ‘trás’.
sabemos setem capacidadeparasuportar.

Haas F1 Team/ >> autosport.pt/formula1

HAAS 13

AHaas vai para o seu terceiro EQUIPA VITÓRIAS 0 WWW.HAASF1.COM
ano de Fórmula 1 e o desafio é TWITTER @HAASF1TEAM
fazer melhor do que até aqui. CARRO POLE POSITIONS 0
Se a época de estreia da Haas MOTOR
foi bastante boa, tendo em PILOTOS DE RESERVA HAAS VF-18 VOLTAS MAIS RÁPIDAS 0
conta que Gene Haas cons- WILL, SANTINO FERRUCCI FERRARI 063
truiu quase tudo do zero (e terminou a ARJUN MAINI PONTOS 76
temporada no 8º lugar do Campeonato
de Construtores), o ano passado a equipa TÍTULOS DE PILOTOS 0
marcou passo ao invés de crescer, em-
bora tenha conseguido bem mais pon- TÍTULOS DE CONSTRUTORES 0
tos. Como atenuante, a enorme mudança
de regras na F1, o que significa que 2017 PRESIDENTE GENE HAAS
acabou por ser como que uma segunda
estreia. Se para uma equipa ‘veterana’ FUNDAÇÃO 2016 DIRETOR DE EQUIPA GUNTHER
uma grande mudança de regras é com-
plicada, imagine-se para uma nova. Este
ano, para complicar as coisas, espera-se
uma Sauber e McLaren bem melhores.
Também por isso a tarefa dos homens
de Gene Haas não será nada fácil.
Mas há dados que permitem pensar
que a Haas pode fazer melhor, pois a
dupla de pilotos é a mesma, Romain
Grosjean e Kevin Magnussen, o carro,
o VF-18, uma evolução do antecessor.
Em contraponto, os testes, não sendo
conclusivos, deixaram a nu fragilidades
mecânicas, e isso pode ser um mau sinal.

PRIMEIRO GP GP DA STEINER

AUSTRÁLIA 2016 DIRETOR TÉCNICO ROB TAYLOR

Nº DE GRANDES PRÉMIOS 41

8 20
ROMAIN GROSJEAN KEVIN MAGNUSSEN

TWITTER @RGROSJEAN TWITTER @KEVINMAGNUSSEN

ENGENHEIRO DE PISTA IAN STANIFORTH ENGENHEIRO DE PISTA TOBY BROWN

DATA DE NASCIMENTO ESTREIA GP DA EUROPA 2009 DATA DE NASCIMENTO ESTREIA GP DA AUSTRÁLIA 2014
5 OUTUBRO 1982 (25 ANOS)
17 ABRIL 1986 (31 ANOS) Nº DE GRANDES PRÉMIOS 122 ROSKILDE, DINAMARCA Nº DE GRANDES PRÉMIOS 60
ALTURA 1.74M
GENEBRA, SUÍÇA EQUIPAS RENAULT, LOTUS, HAAS PESO 68KG EQUIPAS MCLAREN, RENAULT, HAAS

ALTURA 1.80M VITÓRIAS 0 VITÓRIAS 0

PESO 71 KG POLE POSITIONS 1 POLE POSITIONS 0

VOLTAS MAIS RÁPIDAS 1 VOLTAS MAIS RÁPIDAS 0

PÓDIOS 10 PÓDIOS 1

PONTOS 344 PONTOS 81

MELHOR CLASSIFICAÇÃO CAMPEONATO 7º MELHOR CLASSIFICAÇÃO CAMPEONATO 11º

POSIÇÃO EM 2017 13º POSIÇÃO EM 2017 14º

Acarreira de Romain Grosjean chegou a prometer Kevin Magnussen é um piloto rápido, mas tem
bem mais, mas a transição da Lotus para a era um feitio irascível, fora e dentro de pista, que
híbrida foi má e o francês não se recompôs. não lhe tem permitido fixar-se numa equipa.
Refugiou-se na nova equipa Haas em 2016 Desperdiçou a oportunidade McLaren, criou
e continua a ser um piloto rápido, mas dificilmente imensos problemas na Renault, e curiosamente é na
voltará a equipas mais competitivas. De qualquer das Haas que tem conseguido trabalhar melhor, daí ter
formas é um valor seguro, e se tiver carro, conseguirá transitado para um segundo ano. Tem talento, mas
fazer melhor que o 13º lugar por onde tem andado. nem sempre é constante em pista. Porém, quando
tem um bom carro, não desperdiça bons resultados.

14 McLaren-Honda/

MCLAREN

Depois de cinco anos de insuces- EQUIPA VOLTAS MAIS RÁPIDAS 155 WWW.MCLAREN.COM
sos, três deles em parceria com TWITTER @MCLARENF1
a Honda, os adeptos da McLaren PÓDIOS 485
têm esperança que esta nova li-
gação à Renault permita à equipa CARRO MCLAREN MCL33 PONTOS 5146,5
regressar a um patamar bem
diferente. Quanto a pilotos, a McLaren tem MOTOR RENAULT R. E. 18 TÍTULOS DE PILOTOS 12
das melhores duplas do plantel, Fernando
Alonso e Stoffel Vandoorne, portanto os PILOTOS DE RESERVA LANDO NORRIS TÍTULOS DE CONSTRUTORES 8
problemas podem vir de tudo o resto, como
chassis e motor, mas há que esperar para DIRETOR EXECUTIVO ZAK BROWN
ver.
Se partirmos do princípio que a McLaren FUNDAÇÃO 1963 DIRETOR DE CORRIDAS ERIC BOULLIER
desenvolveu um chassis na linha dos
anteriores, tudo indica que pode dar um PRIMEIRO GP GP DO MÓNACO 1966 DIRETOR OPERAÇÕES JONATHAN NEALE
enorme salto qualitativo, mas depois de
tanto tempo arredada da frente, acredita-
mos que a equipa de Woking dificilmente
lutará por mais do que o quarto lugar dos
construtores este ano.
Contudo, muitas vezes se ouviu dizer que o
chassis do ano passado era dos melhores
do plantel, e até Alonso chegou a dizer que
com o motor Renault, teria lutado pelos
pódios e pelas vitórias, pelo que se este
ano for igual, o sucesso da McLaren ficará
quase por exclusivo indexado… à Renault.
Lutar com a Red Bull já seria um enorme
feito.

Nº DE GRANDES PRÉMIOS 821 DIRETOR TÉCNICO TIM GOSS

VITÓRIAS 182 DIRETOR DESIGN NEAL OATLEY

POLE POSITIONS 155

14 2
FERNANDO ALONSO STOFFEL VANDOORNE

TWITTER @ALO_OFICIAL TWITTER @SVANDOORNE

ENGENHEIRO DE PISTA MARK TEMPLE ENGENHEIRO DE PISTA TOM STALLARD

DATA DE NASCIMENTO ESTREIA AUSTRÁLIA 2001 DATA DE NASCIMENTO ESTREIA BAHREIN 2016

29 JULHO 1981 (36 ANOS) Nº DE GRANDES PRÉMIOS 294 26 MARÇO 1992 (25 ANOS) Nº DE GRANDES PRÉMIOS 21

OVIEDO EQUIPAS MINARDI, RENAULT, MCLAREN, FERRARI COURTRAI (BÉLGICA) EQUIPAS MCLAREN

ALTURA 1.71M VITÓRIAS 32 ALTURA 1,77M VITÓRIAS 0

PESO 68 KG POLE POSITIONS 22 PESO 66 KG POLE POSITIONS 0

VOLTAS MAIS RÁPIDAS 23 VOLTAS MAIS RÁPIDAS 0

PONTOS 1849 PONTOS 14

TÍTULOS DE PILOTOS 2 (2005, 2006) MELHOR CLASSIFICAÇÃO CAMPEONATO 16º

POSIÇÃO EM 2017 15º POSIÇÃO EM 2017 16º

Énotável a forma como Fernando Alonso ‘re- Não há muitos jovens pilotos que ‘sobre-
vigora’ a sua motivação, e depois de muitas vivam’ incólumes a duas épocas ao lado
vezes o vermos a pilotar de ‘raiva’ nestes três de Alonso, mas Stoffel Vandoorne já
anos com a Honda, desta feita terá condições provou que é piloto de futuro para a F1.
para andar bem mais à frente, e embora acreditemos Em 2016 começou mal, mas recompôs-se, e o ano
que a McLaren não vai lutar por vitórias, não nos passado já mostrou muitas vezes o que pode valer.
admiramos que Alonso ande muitas vezes nas lutas Resta saber como reage ao facto de passar a ter carro
da frente. Resta saber se dividir o foco entre a F1 e o para andar na luta pelo top 5. Talento não lhe falta, e
WEC não lhe fará diferença. agora é hora de o provar.

Alfa Romeo Sauber F1 Team/ >> autosport.pt/formula1
15

SAUBER

Agrande novidade da equipa EQUIPA POLE POSITIONS 0 WWW.SAUBERF1TEAM.COM
de Hinwill em 2018 é mesmo TWITTER @SAUBERF1TEAM
a parceria com a Alfa Romeo e VOLTAS MAIS RÁPIDAS 3
tudo o que isso poderá signi-
ficar. Em grandes dificuldades CARRO SAUBER C37 PÓDIOS 10
há algum tempo, esta ligação
é um autêntico balão de oxigénio, e em- MOTOR FERRARI 063 PONTOS 465
bora se acredite que não terá grandes
efeitos a curto prazo, pelo menos dissipa PILOTOS DE RESERVA ANTONIO GIOVINAZZI TÍTULOS DE PILOTOS 0
as nuvens negras que pairavam sobre
a equipa. Em termos de pilotos, Marcus TÍTULOS DE CONSTRUTORES 0
Ericsson foi reconduzido e Charles
Leclerc é um rookie prometedor, pelo FUNDAÇÃO 1970 PRESIDENTE PETER SAUBER
que não será pelo lado desta dupla que
poderão fazer alguma diferença. O que PRIMEIRO GP GP DA ÁFRICA DIRETOR DE EQUIPA FREDERIC VASSEUR
vai ser mesmo decisivo é o facto de
deixar de haver constrangimentos ao DO SUL 1993 DIRETOR DE OPERAÇÕES AXEL KRUSE
nível do dinheiro que é necessário para
desenvolver o carro durante a época. Nº DE GRANDES PRÉMIOS 352 DIRETOR TÉCNICO JORG ZANDER
A equipa surgiu com um Sauber C37
com um conceito completamente novo,
o monolugar tem soluções interessantes,
mas só com o passar o tempo será pos-
sível ver em pista a sua validade, sendo
certo que ter a mais recente versão do
motor Ferrari irá ajudar. Para além disso,
os homens de Hinwill contam também
com a nova caixa de velocidades e sus-
pensão traseira, o que lhes garante uma
base competitiva, algo que claramente
não tinham.

VITÓRIAS 0 DESIGNER CHEFE ERIC GANDELIN

9 16
MARCUS ERICSSON CHARLES LECLERC

TWITTER @ERICSSON_MARCUS TWITTER @CHARLES_LECLERC

ENGENHEIRO DE PISTA JULIEN SIMON CHAUTEMPS ENGENHEIRO DE PISTA ND

DATA DE NASCIMENTO 2 ESTREIA GP DA AUSTRÁLIA 2014 DATA DE NASCIMENTO ESTREIA GP DA AUSTRÁLIA 2018

SETEMBRO 1990 (27 ANOS) Nº DE GRANDES PRÉMIOS 76 16 OUTUBRO 1994 (20 ANOS) Nº DE GRANDES PRÉMIOS 0

KUMLA, SUÉCIA EQUIPAS CATERHAM, SAUBER MÓNACO EQUIPAS ALFA ROMEO

ALTURA 1.82M VITÓRIAS 0 ALTURA 1.79M VITÓRIAS 0

PESO 65 KG POLE POSITIONS 0 PESO 69 KG POLE POSITIONS 0

PÓDIOS 0 PÓDIOS 0

VOLTAS MAIS RÁPIDAS 0 VOLTAS MAIS RÁPIDAS 0

PONTOS 9 PONTOS 0

MELHOR CLASSIFICAÇÃO CAMPEONATO 18

POSIÇÃO EM 2017 20º

Os patrocinadores salvaram-lhe o lugar, mas Charles Leclerc tem vindo a surpreender nas
Marcus Ericsson não vai ter muitas mais opor- categorias de formação, dominou por completo
tunidades para provar que merece ficar na a Fórmula 2 o ano passado, e é seguramente
F1. Com tanto bom piloto à porta, ou faz este um piloto em que os responsáveis da Scuderia
ano o que nunca fez até aqui ou... nada feito. Nunca Ferrari vão seguir de perto este ano, pois pode tor-
surpreendeu, em quatro épocas somou apenas nove nar-se numa forte alternativa para quando Kimi
pontos, e sendo verdade que na Caterham e na Sauber Räikkönen sair. Não é fácil dar nas vistas numa
isso não é fácil, esta será para si a época do tudo ou equipa como a Sauber, mas se o fizer, terá a carreira
nada. E então se não bater Leclerc... na F1 ‘garantida’, quiçá, logo com a Ferrari.

F1/ “ESPERAMOS
FÓRMULA 1 CORRIDAS

16 EXCITANTES,
MUITAS
ENTREVISTA MARIO ISOLA
ULTRAPASSAGENS
ENOVOS

RECORDES”

Ser o único fornecedor de pneus da Fórmula 1 não é uma
situação fácil, dado que, normalmente, o construtor só é notícia

pelas piores razões. A Pirelli, porém, tem vindo a desenvolver
ideias para se manter visível de uma forma positiva e, este ano,

apresenta uma gama de borrachas mais alargada, com a qual
espera poder proporcionar corridas ainda mais excitantes e uma

queda de recordes, como nos contou Mario Isola, o diretor do
departamento do programa de F1 da companhia italiana

Jorge Girão até porque, com carros mais performan- em termos de compostos. Agora, todas começamos a confundir os adeptos. É im-
[email protected] tes e com pouquíssimos testes, a abor- as misturas são um degrau mais macio portante refletir sobre a gama alargada de
dagem anterior representava um risco que em 2017. Ao expandirmos a gama, misturas que temos disponíveis com dife-
APirellientrounacategoriamáxi- que a companhia de Milão não estava poderemos também oferecer pneus es- rentes nomes. Se apenas apontássemos
ma do desporto automóvel em disposta a correr, apresentando com- pecificamente desenhados para as ca- pneus duros, médios e macios em todas
2011 com um pedido claro das postos que os pilotos consideraram ser racterísticas de cada um dos circuitos”, as corridas, não seria fidedigno: o ‘macio’
equipas e de Bernie Ecclestone demasiado duros. afirmou Mario Isola ao AutoSport. do Mónaco, por exemplo, seria muito dife-
– oferecer pneus com um ele- Para além das misturas para seco vistas rente do ‘macio’ de Suzuka. Ao expandir
vado índice de desgaste que SETE COMPOSTOS o ano passado – ultramacia, supermacia, a gama, traçamos uma imagem precisa
exigisse aos pilotos a capacidade de os macia, média e dura – a Pirelli resolveu in- dos pneus que atualmente fornecemos.
gerir e criar diferentes estratégias de cor- Para 2018, depois de uma temporada com troduzir este ano borrachas hipermacias e Portanto, as pessoas podem perceber as
rida que permitissem uma maior incerte- os atuais carros de alto apoio aerodinâmi- superduras, o que, segundo alguns obser- diferenças entre eles. O método que es-
za quando ao desfecho final das corridas. co, a Pirelli pretende ter uma aproximação vadores, poderá causar alguma confusão colhemos é o mais claro e transparente
Contudo, esta abordagem teve o efeito mais agressiva, apresentando uma gama entre os adeptos, num período em que há de modo a evitar confusões. Seja como
colateral de obrigar os homens atrás do com sete misturas distintas de slicks e quem defenda alguma simplificação, sob for, haverão apenas três tipos nomea-
volante a pensarem sobretudo na saúde dois tipos de pneus para chuva. “Todos os o risco de demasiada complicação poder dos para cada corrida, como acontecia
das borrachas, enjeitando qualquer duelo anos tentamos encontrar algo para ajudar afastar os fãs. anteriormente”.
com outro piloto, o que os deixou desa- ao espetáculo e colocar em ação algumas Surgiram algumas vozes a sugerir que
gradados, assim como ao público, que vê das lições que aprendemos anteriormen- os três compostos disponíveis para cada OPÇÃO DE RECURSO
na Fórmula 1 um campeonato em que se te. Obviamente, no ano passado tivemos corrida deveriam ter sempre o mesmo
anda ao máximo ao longo de toda a pro- uma grande alteração regulamentar, com nome – macio, médio e duro – apesar de Numa temporada em que a Pirelli deci-
va e não a pensar em poupar-se pneus. os pneus a tornarem-se 25% mais largos, poderem ter características distintas de diu-se por uma abordagem mais agres-
Depois de seis temporadas a construir e por estarmos a lidar com uma situa- circuito para circuito. siva, parece um contrassenso colocar na
pneumáticos que tinham como filosofia ção nova e desconhecida, naturalmente No entanto, Isola acredita que a estraté- gama um tipo de pneus que dá pelo nome
uma curta esperança de vida, em 2017, apresentámos compostos e opções que gia adotada pela Pirelli é muito mais cla- de 'superduro', que, no fundo, não passam
com a introdução de um novo regulamen- estavam ligeiramente do lado conserva- ra para todos: “Não, penso que é o opos- dos duros do ano passado. Mas existe um
to técnico, a Pirelli alterou a sua filosofia, dor. Com um ano de experiência com este to: se começarmos a chamar diferentes motivo prático para a sua existência, mui-
regulamento, decidimos que podíamos compostos pelo mesmo nome, então sim, to embora os italianos desejem que não o
criar pneus um pouco mais agressivos tenham de usar. “Os superduros existem

>> autosport.pt

17

como política de recurso, caso sejam ne- de apenas uma paragem, teremos os 10 SUPER DURO
cessários, mas não acreditamos que se- primeiros, pelo menos, a ir às boxes por DURO
jam. A ideia por detrás da sua introdução duas vezes, dado que ninguém poderá MÉDIO
é ter um tipo de pneus homologados, em arriscar realizar a Q2 com pneus menos MACIO
vez de os termos que conceber durante performantes num circuito onde a po-
a temporada, caso fossem necessários: sição à partida é de capital importância, SUPER MACIO
apenas na eventualidade da energia ou sendo isto uma indicação evidente de que ULTRA MACIO
velocidade a que os pneus são submetidos a Pirelli está consciente de que os pneu- HÍPER MACIO
forem mais elevadas do que o esperado”, máticos são determinantes para quali-
afirmou o nosso interlocutor. dade da ação em pista.
Se os superduros são uma opção de re- Depois de em 2017 as borrachas italianas
curso para a eventualidade de as equipas terem sido consideradas demasiado du-
suplantarem a evolução que a Pirelli pre- ras, levando a que a maior parte das pro-
vê, os hipermacios são, definitivamente, vas fosse caracterizada por estratégias
um caso diferente. de apenas uma paragem nas boxes, para
Este composto será o mais mole alguma 2018 a Pirelli está determinada em impe-
vez feito pela Pirelli para a Fórmula 1, mas dir uma repetição. Mario Isola considera
desenganem-se aqueles que pensem que, com a abordagem para a próxima
que os pneumáticos pintados de cor-de- temporada, haverá uma inversão dessa
-rosa são meros pneus de qualificação. tendência, esperando ver mais movimen-
“Definitivamente, concebemos os hiper- tação em pista a todos os níveis: “Penso
macios como pneus para corrida, e não que este ano temos um bom equilíbrio:
para qualificação, mas, claramente, sendo pneus que são suficientemente macios
o composto mais macio, tem também a para alcançar novos padrões em termos
vida mais curta. É o slick de F1 mais ma- de performance e nos dar médias de duas
cio que já fizemos, por alguma margem, paragens nas boxes por corrida – deve-
e a intenção é que seja usado como pneu rão haver menos provas de apenas uma
de corridas e que faça parte da estratégia. paragem nas boxes que no ano passado
Exatamente quantas voltas realizará, de- – mas suficientemente duráveis para per-
pende da pista, mas obviamente que será mitir que os pilotos deem o máximo desde
usado apenas em circuitos de baixa-e- o início ao fim de cada ‘stint’. Esperamos
nergia, onde um elevado nível de ade- que isto possibilite corridas excitantes,
rênciamecânicaéexigido,como éocaso muitas ultrapassagens e alguns novos
do Mónaco. Os pneus de qualificação são recordes ao longo da temporada”, subli-
concebidos para realizarem apenas um nhou o transalpino.
par de voltas, no máximo; os hipermacios De facto, os pneus são, vincadamente, um
deverão durar um pouco mais que isso. elemento preponderante no desfecho das
Portanto, não, não é um pneu de qualifi- corridas e também determinantes para o
cação”, garantiu-nos o responsável má- espetáculo, como, de resto, se pôde veri-
ximo do programa de Fórmula 1 da Pirelli. ficar nos últimos anos. A Pirelli demons-
tra-se empenhada em poder garantir
AJUSTES ‘TÁTICOS’ que não será pelos seus produtos que se
assistirá a provas menos emocionantes.
Os hipermacios são, no fundo, o garan- Dentro em breve poderemos verificar se a
te de que, mesmo no Grande Prémio do companhia alcançou os seus intentos.
Mónaco, tradicionalmente uma corrida

F1/
FÓRMULA 1

18

HAMILTON VSVETTEL

Em 2017 assistimos pela primeira vez a um verdadeiro duelo liz. Pela primeira vez na Ferrari, e desde “Ainda assim, aqui estamos…” Hamilton:
pelo título entre Lewis Hamilton e Sebastian Vettel e, como 2014, tinha um carro capaz de o permi- “Sim, por pouco.” Por muito satisfei-
todos estamos bem lembrados, houve momentos tensos entre tir bater-se pelo cetro, ao passo que o tos que ambos pudessem estar com
os dois, criando um motivo extra de interesse. Para este ano, inglês estava livre da panela de pressão a corrida, que na verdade foi uma das
a batalha entre os pilotos que venceram sete dos últimos oito que era a Mercedes quando tinha como melhores da temporada, esta troca de
cetros suscita um novo ponto de interesse – pela primeira vez na colega de equipa Nico Rosberg, para palavras por entre sorrisos e olhares,
história da Fórmula 1, dois tetracampeões batem-se pelo quinto quem perdera o título de 2016. aparentemente de cumplicidade, evi-
campeonato No entanto, logo na quinta corrida denciava já alguma tensão e a sensa-
da temporada, o Grande Prémio de ção de que o inglês estava a lançar um
Jorge Girão digladiaram em pista, e por vezes fora Espanha, durante uma discussão na aviso ao seu rival sobre as suas táticas
[email protected] dela, de uma forma que apaixonou os travagem para a primeira curva, hou- mais arrojadas.
adeptos, extravasando as fronteiras da ve um ligeiro toque entre os dois, obri- Menos de três meses depois, no Grande
Quer queiramos quer não, o própria Fórmula 1. Em 2018 poderemos gando Hamilton a recorrer à escapatória Prémio do Azerbaijão, a confiança en-
desporto automóvel precisa viver um duelo semelhante - talvez sem e, assim, a desistir da ultrapassagem. tre os dois acabaria por sofrer um aba-
de vilões e heróis. Os carros a intensidade visceral que se verificou O piloto da Mercedes acabaria por ul- lo definitivo, quando Vettel considerou,
podem ser apaixonantes, bo- entre o brasileiro e o francês - a que se trapassar o seu adversário e vencer ainda que erradamente, que Hamilton
nitos, monstruosos, 'gritos' tec- junta o catalisador de qualquer um deles a prova, mas no final da corrida, ainda lhe fizera um ‘brake-test’ durante uma
nológicos – este ano um pouco poder obter o seu quinto título e, assim, que por entre sorrisos e celebrações, situação de Safety-Car, atirando o seu
desfigurados com a introdução do halo igualar o lendário Juan Manuel Fangio. não deixou de mencionar o sucedido, Ferrari para cima do Mercedes, deixando
– mas são aquelas 'peças' que se sen- acabando os dois por entrar em diálo- o inglês surpreso e agastado.
tam atrás do volante que arrastam mul- O INÍCIO go na conferência de imprensa da FIA. A partir de então, a desconfiança pas-
tidões e criam verdadeiras cisões entre Até 2017 Hamilton e Vettel tinham-se Hamilton: “No final, estivemos muito sou a ser combustível da relação entre
os adeptos que se colocam do lado dos encontrado em pista episodicamente, próximos um do outro, muito, muito os dois, alimentada por um incidente
seus heróis, olhando para os adversários sem que estivessem envolvidos numa próximos, na Curva 1. Dei-te espaço, entre eles no Grande Prémio do México,
destes como os seus vilões. O exemplo campanha que passasse por títulos e, caso contrário, ter-nos-íamos tocado.” onde a decisão do título ficou definida,
perfeito foi a guerra vivida entre Ayrton curiosamente, no início da temporada Vettel: “Pensei que te tinha dado espa- tendo sido evidente que Hamilton ficou
Senna e Alain Prost em que ambos se tudo era sorrisos e palmadinhas nas ço, também…” Hamilton: “Nem por isso! com a ideia de que Vettel lhe tinha to-
costas entre eles. O alemão estava fe- Definitivamente, não me deste espa- cado propositadamente, provocando-
ço! Foi por pouco, foi porreiro…” Vettel: -lhe um furo.

>> autosport.pt

19

A LUTA PELO PENTA sou mais rápido”, afirmou o piloto da tar perto – muito perto – mais perto que da luta pelo título, mas não sabemos
Mercedes quando questionado sobre a no ano passado, seria fantástico. Mas onde os outros estão. Parece que o Red
Aparentemente, e avaliar pelos parcos sua relação futura com Sebastian Vettel, é um ano longo. Estamos em março e Bull é muito rápido, parece que o Ferrari
dados que os testes vão dando, parece continuando: “Espero estar no meu me- temos que continuar até novembro. É é muito rápido, mas ninguém sabe”,
que estamos a avançar para uma tem- lhor e isso vai criar dificuldades, porque muito tempo até ao final da temporada. apontou o Campeão Mundial em título.
porada em que a Ferrari e a Mercedes eles vão ficar desapontados”. Inevitavelmente, todos ficamos mais ve- O facto de ambos procurarem o seu
poderão estar novamente muito pró- Quando confrontado com as declara- lhos, mas é tempo demasiado se passa quinto título poderá ser o fator que po-
ximas em termos de performance, o ções do inglês, o piloto da Ferrari não mais um ano (ndr.: sem conquistar tí- derá levar esta rivalidade a um novo
que implicará que Vettel e Hamilton se se deu sequer ao trabalho de esconder tulos). Todos queremos garantir que os patamar e seguramente que este ano
voltem a encontrar em pista. ligeiramente o que lhe passava pela ca- voltamos a conquistar. Esse é o nosso o espaço dado no Grande Prémio de
No entanto, a dinâmica da luta entre os beça: “Penso exatamente o mesmo”. objetivo, o nosso alvo, voltar a trazer os Espanha 2017 será bem menor.
dois será significativamente diferente, Contudo, o germânico foi mais longe, co- títulos para Maranello”, sublinhou o pi- Espera-se apenas que, a concretizar-se,
uma vez que qualquer um deles sabe locando a pressão do lado de Hamilton, loto da Ferrari. a rivalidade entre Vettel e Hamilton pos-
com o que pode contar do outro lado, ao dar-lhe o favoritismo na corrida ao Por seu lado, Hamilton admite que terá sa permitir aos adeptos encontrar heróis
algo que o Campeão Mundial em título título. adversários fortes este ano e de diversos e vilões, tal como se viveu na época de
reconhece: “Esperar o pior na esperança ”Penso que a Mercedes é a favorita para quadrantes, desvalorizando a ameaça de Prost e Senna, mas sem ultrapassar al-
de que corra pelo melhor. Honestamente, este ano, portanto, se conseguirmos es- Vettel: “É claro, estamos nas fundações guns limites do desportivismo.
não faço jogos psicológicos. Apenas

F1/
FÓRMULA 1

20

VAIA READTÉBOUNLDL?E

A Red Bull, depois de Jorge Girão peto negativo diversas pequenas con- O australiano mostrou-se bastante
um início de temporada [email protected] trariedades técnicas durante os ensaios agradado com o comportamento do
difícil, terminou 2017 de inverno, levando a que chegasse ao RB14 TAG-Heuer. Quando questiona-
com aquele que era, Aformação de licença aus- primeiro Grande Prémio mal prepara- do sobre se a sua nova montada tinha
provavelmente, o melhor tríaca era normalmente a da, face à toda poderosa Mercedes e à potencial para vencer o campeonato
chassis do plantel. Para última a revelar a sua má- desafiadora Ferrari. não se escusou a responder com oti-
este ano a equipa de quina, tendo, por vezes, co- Para evitar a repetição dos inícios pe- mismo: “Potencialmente, sim, mas é
Milton Keynes alterou a locado o motor a funcionar nosos que a Red Bull protagonizou nas muito cedo”, afirmou, acrescentan-
sua abordagem de modo pela primeira vez no dia em últimas temporadas, os responsáveis do: “Foi boa, a performance e foi bom
a poder estar ao nível da que a enviava para a primeira bateria da equipa alteraram a sua estratégia, vermo-nos no topo da tabela de tem-
Ferrari e da Mercedes de testes de Barcelona. antecipando a apresentação do RB14 pos, mas é sempre difícil ler muito nis-
desde a primeira corrida, Este era um método que permitia à TAG-Heuer, que foi o primeiro a realizar so, especialmente no primeiro dia. No
mas será isso suficiente? equipa técnica liderada por Adrian o seu 'shakedown' durante o dia inver- que diz respeito à fiabilidade, não acre-
Newey, agora totalmente dedicado ao noso de 19 de fevereiro em Silverstone, dito que alguma vez tenhamos feito
projeto depois da distração com o Aston uma semana antes do início da primeira 100 voltas no primeiro dia. Pelo menos
Martin Valkyrie, um maior período de bateria de testes do defeso. desde que estou com a equipa. Isso é
desenvolvimento, mas tinha como as- Este foi um feito notável para uma equi- positivo. Realizámos séries longas de
pa habituada 'a realizar tudo nas últi- voltas também. Numa delas comple-
mas' e uma indicação muito positiva, támos 35 voltas, ou algo do género. O
dado que em termos de ritmo de de- ritmo não parece ser mau. Mas com as
senvolvimento a formação de Milton temperaturas verificadas não pudemos
Keynes continua a ser uma das mais aprender muito. Percebemos como
lestas do pelotão, senão a mais lesta. estamos de fiabilidade, mas quanto a
performance, não podemos tirar con-
PRIMEIRAS IMPRESSÕES clusões quando a pista tem apenas 2ºC
de temperatura”.
Com a antecipação de todo o seu pro- Contudo, no segundo dia da primeira
grama de inverno, a Red Bull pretendia bateria de testes e no quarto – o ter-
ter uma presença em pista constante ceiro foi irrelevante devido à neve que
ao longo das duas sessões de testes de caiu em Barcelona – Max Verstappen
pré-temporada, lançando as bases para sofreu uma fuga no depósito de com-
um início de época competitivo, capaz bustível em cada uma das jornadas e
de ombrear de igual para igual com a um problema de caixa de velocidades,
Mercedes e com a Ferrari. De facto, no fazendo regressar os fantasmas da falta
primeiro dia da semana de abertura de de fiabilidade que têm inúmeras vezes
ensaios em Barcelona, Daniel Ricciardo afetado a Red Bull, por vezes devido a
alcançou a primeira posição da bate- projetos demasiado agressivos.
ria de testes, completando 105 voltas. O jovem holandês, no entanto, desva-
lorizou o sucedido: “Não houve proble-
mas. Tivemos algumas dificuldades,
mas são coisas que podem acontecer.

>> autosport.pt

21

Não queremos que aconteçam, mas por parações com a Ferrari e Mercedes. AS DÚVIDAS DA RENAULT dos homens da Red Bull. “Decidimos,
vezes acontecem”, afirmou Verstappen. “É claro que todos pretendem saber voluntariamente, realizar alguns com-
O piloto de 20 anos sublinha que o Red onde pensamos estar relativamente Apesar de alguns arranques de tem- promissos no motor número um (ndr.:
Bull RB14 TAG-Heuer é um passo em à nossa oposição, mas, honestamen- porada aquém do esperado, sobretudo que efetuará as primeiras sete corridas)
frente face ao seu antecessor, que no te, é impossível saber até chegarmos em 2017, dificilmente alguém apontará para garantir que teremos a platafor-
final da temporada passada lhe per- à Austrália, dado que não sabemos o que os chassis vindos de Milton Keynes ma correta. Se vamos para a primeira
mitiu somar dois triunfos por mérito que os outros estão a fazer. Quanto às ficam aquém dos da Mercedes, que tem corrida e começamos a ter problemas
próprio, muito embora admita que as áreas em que este carro melhorou re- dominado a 'Era Turbohíbrida'. de fiabilidade, então comprometemos
rivais habituais da equipa de Milton lativamente ao do ano passado, é tam- Por outro lado, a capacidade de desen- toda a temporada.
Keynes estão muito fortes: “Há uma bém muito complicado dizer, devido volvimento da equipa técnica da Red Não nos podemos dar a esse luxo. Temos
grande diferença na forma como o car- ao novo asfalto (ndr.: que foi colocado Bull continua tão apurada como nos que definir e ter a base correta e edificar
ro se comporta (ndr.: comparativa- no Circuit Barcelona – Catalunya) que anos em que levou Sebastian Vettel um plano para a época – tentar sincro-
mente a 2017), de forma positiva. (…) altera a forma como pilotamos e isso, aos seus quatro títulos consecutivos. nizar o desenvolvimento da fábrica com
Olhar para os tempos não faz sentido juntamente com os novos pneus, torna Contudo, as unidades de potência da a introdução de novos motores, dado
neste momento. Seja como for, esta difícil apontar uma área em particular. Renault, para além de incapazes de se que estamos muito motivados”, afirmou
pista (ndr.: de Barcelona), com o novo Para além disso, não tendo a primeira baterem de igual para igual com as da Cyril Abiteboul, o responsável máximo
asfalto, leva muito tempo até que se semana de testes sido muito bem-su- Mercedes ou da Ferrari no que diz res- pelo programa de Fórmula 1 da Renault.
consiga fazer uma boa volta, e fizemos cedida no que diz respeito a temperatu- peito a performance, têm revelado uma Isto significa que a Red Bull terá que
séries de apenas duas voltas. Não es- ras, tudo está ainda por descobrir. Sei fiabilidade deficitária. Um ponto crucial realizar o primeiro terço da temporada
tou muito preocupado. Sabemos que a que parece ser mais rápido, contudo”, para uma equipa que tem grandes aspi- com uma unidade de potência que, se-
Mercedes e a Ferrari estão muito for- afirmou Verstappen. Partindo do prin- rações e que tem condicionando os re- guramente, não estará ao nível daquilo
tes. Mas estou satisfeito com o carro, cípio de que a Red Bull terminou a tem- sultados da Red Bull, que assim não se que a Mercedes e a Ferrari terão à sua
até agora. Talvez na segunda semana porada passada com um dos melhores tem embrenhado na luta pelos cetros. disposição.
possamos mostrar um pouco mais da chassis do plantel, se o RB14 representa Os homens da Red Bull esperavam que Será que o chassis de Milton Keynes
forma como nos comparamos com as um passo em frente face ao seu ante- os V6 turbohíbridos gauleses dessem conseguirá suplantar as limitações do
restantes esquipas”, afirmou o holan- cessor, como garantem os dois pilotos um passo em frente em todas áreas V6 turbohíbrido francês, permitindo
dês, após a primeira bateria de ensaios. da equipa, dificilmente a formação de este ano. que Max Verstappen e Daniel Ricciardo
Na segunda semana de testes em Milton Keynes estará em desvanta- Porém, com a exigência de cada uni- se mantenham na luta pelo título com
Barcelona, a situação da Red Bull me- gem neste campo face às suas rivais, dade realizar sete Grandes Prémios ao Lewis Hamilton e Sebastian Vettel?
lhorou significativamente, apesar de de Brackley e Maranello. Resta saber longo da temporada e com uma agenda Essa é a grande questão que atualmen-
um problema com a bateria da unidade se o mais recente produto oriundo da própria - agora que tem a sua equipa - a te ocupa os momentos de reflexão de
de potência do Red Bull RB14 pilotado genialidade de Adrian Newey e da sua Renault já avisou que, no início da tem- Christian Horner e seus homens e que só
por Verstappen, mas o holandês con- equipa será suficiente para ultrapassar porada que se avizinha, a sua atenção começará a ser respondida, realmente,
tinuou a não querer desenhar com- as limitações de outras áreas. recairá na durabilidade em detrimento dentro de alguns dias, em Melbourne.
da performance pura, para desagrado

F1/
FÓRMULA 1

22

REGULAMENTOS DA FÓRMULA 1

O ano passado a Fórmula 1 levou a cabo uma enorme alteração nas regras. Já para este ano, pouca
coisa mudou, embora as alterações existentes sejam importantes. A principal salta à vista, com
a introdução do Halo. Há igualmente novos parâmetros na forma como alguns componentes são
geridos. Fique a conhecer as alterações mais importantes, bem como os principais detalhes dos
Fórmula 1 de 2018.

BARBATANA DESAPARECEU
PASSA A SER PROIBIDA A UTILIZAÇÃO DE
BARBATANAS DE TUBARÃO E AS ASAS-T – POR
QUESTÕES ESTÉTICAS – ASSIM COMO AS
SUSPENSÕES MANIPULADAS DE MODO A PODEREM
BAIXAR A ALTURA AO SOLO EM DETERMINADAS
CIRCUNSTÂNCIAS, FECHANDO-SE ASSIM UMA ÁREA
QUE ALGUMAS EQUIPAS ESTAVAM A EXPLORAR.

ESCAPES ASA TRASEIRA MAIS BAIXA (2016-2017/18) 950 MM - 800 MM
OS ESCAPES FORAM ASA TRASEIRA MAIS LARGA (2016-2017/18) 750 MM - 950 MM
POSICIONADOS MAIS
ATRÁS ESTE ANO.

RODAS HALO
COMO MEDIDA A MODIFICAÇÃO MAIS VISÍVEL É A INTRODUÇÃO DO HALO, UMA ESTRUTURA
DE PROTEÇÃO DE DESENHADA PARA PROTEGER O PILOTO DO IMPACTO DE UM OBJETO, POR
SEGURANÇA ADICIONAL, EXEMPLO, UM PNEU COMO O QUE MATOU O JOVEM HENRY SURTEES, FILHO
CADA RODA PASSA A TER DO JOHN SURTEES, EM 2009. ESTA É UMA MUDANÇA QUE ENVOLVEU GRANDE
TRÊS CABOS A IMPEDIR TRABALHO POR PARTE DOS ENGENHEIROS E DESIGNERS. POR UM LADO,
QUE A RODA SE SOLTE EM DEVIDO AO AUMENTO DO PESO MÍNIMO DOS MONOLUGARES, EM 5 KG, PARA
CASO DE ACIDENTE. 733 KG, QUE SÓ PARCIALMENTE COMPENSA O PESO DO COMPONENTE (7 KG).
POR OUTRO, DEVIDO AO FLUXO DO AR. SEGUNDO A MERCEDES, A ESTRUTURA
UNIDADES MOTRIZES DE TITÂNIO CONSEGUE SUSTENTAR UM AUTOCARRO DE DOIS ANDARES
PASSAM A SER PERMITIDAS APENAS TRÊS UNIDADES MOTRIZES EM TODA A ÉPOCA PARA 21 GRANDES SEMELHANTE AOS QUE CIRCULAM EM LONDRES, QUE PESAM CERCAM DE 12
PRÉMIOS. CONTAS RÁPIDAS, CADA UMA DEVE DURAR SETE GRANDES PRÉMIOS DE F1 CADA. ISTO SIGNIFICA TONELADAS, O QUE DIZ BEM DAS EXIGÊNCIAS QUE AS EQUIPAS TIVERAM QUE
SENSIVELMENTE MAIS 40% NA DISTÂNCIA COMPARATIVAMENTE A 2017. DETALHANDO A UNIDADE DE SUPERAR.
POTÊNCIA, OS LIMITES SÃO AINDA MAIS APERTADOS, DADO QUE PARA LÁ DE SEREM PERMITIDOS TRÊS
MOTORES DE COMBUSTÃO INTERNA, TRÊS TURBO COMPRESSORES E TRÊS MGU-H, O MGU-K, AS BATERIAS E
AS CENTRALINAS ELETRÓNICAS ESTÃO LIMITADAS A APENAS DUAS UNIDADES.
HÁ MAIORES RESTRIÇÕES NO CONSUMO DE ÓLEO (AGORA DE 0,6L/100 KM QUANDO ERA DE 0,9L/ 100 KM),
SENDO APENAS PERMITIDO UM TIPO DE LUBRIFICANTE PARA TODO O FIM DE SEMANA DE GRANDE PRÉMIO.

>> autosport.pt

23

FICHA TÉCNICA DOS F1

PESO (MÍNIMO): 733 KG COM PILOTO

MOTOR HÍBRIDO, PISTONS ALTERNADOS
TIPO: A 4 TEMPOS E ELÉTRICO
TURBO (OBRIGATÓRIA)
SOBREALIMENTAÇÃO 1600 CC
CILINDRADA (MÁX.): 6 CILINDROS EM V
CILINDROS: 15.000
ROTAÇÕES POR MIN: 3 MOTORES POR TEMPORADA
NÚMERO: 105 KG
COMBUSTÍVEL 100 KG/H
CONSUMO (MÁX):

PNEUS

FRENTE

2016 245 MM

2017/2018 305MM

TRÁS 325 MM
2016 405 MM
2017/2018

CRASH-TEST LARGURA (2016-2017/18) 1800 MM - 2000 MM
O CRASH TEST FRONTAL FOI ASA DIANTEIRA (2016-2017/18) 1650MM - 1800 MM
ESTE ANO BEM MAIS RIGOROSO.
O PESO TOTAL DO 'TROLLEY' E
ESTRUTURA DE CRASH-TEST FOI
780 KG (+1%/-0) E A VELOCIDADE
DE IMPACTO 15 METROS/
SEGUNDOS.

F1/
FÓRMULA 1

24

FÓRMULA1 DE2018
EM60SEGUNDOS...

As equipas, os pilotos, os carros, os motores e as cores da
Fórmula 1 em 2018... num minuto

# MERCEDES # RENAULT
EQUIPA MERCEDES AMG PETRONAS
CARRO MOTORSPORT MERCEDES EQUIPA RENAULT SPORT FORMULA ONE TEAM
CHASSIS F1 W09 EQ POWER+ CARRO RENAULT
MOTOR MERCEDES M09 EQ POWER+ CHASSIS R.S.18
PILOTOS 44 LEWIS HAMILTON MOTOR RENAULT R.E.18
77 VALTTERI BOTTAS PILOTOS 27 NICO HÜLKENBERG
55 CARLOS SAINZ JR.

# FERRARI # TORO-ROSSO
EQUIPA RED BULL TORO ROSSO HONDA
EQUIPA SCUDERIA FERRARI
CARRO FERRARI CARRO TORO ROSSO
CHASSIS SF-71H
MOTOR FERRARI 063 CHASSIS STR13
PILOTOS 5 SEBASTIAN VETTEL
7 KIMI RÄIKKÖNEN MOTOR HONDA RA618H

PILOTOS 10 PIERRE GASLY

28 BRENDON HARTLEY

# RED BULL # HAAS F1
EQUIPA ASTON MARTIN RED BULL RACING
EQUIPA HAAS F1 TEAM
CARRO RED BULL CARRO HAAS
CHASSIS VF-18
CHASSIS RB14 MOTOR FERRARI 063
PILOTOS 8 ROMAIN GROSJEAN
MOTOR TAG HEUER 20 KEVIN MAGNUSSEN

PILOTOS 3 DANIEL RICCIARDO

33 MAX VERSTAPPEN

# FORCE INDIA # MCLAREN
EQUIPA SAHARA FORCE INDIA F1 TEAM
EQUIPA MCLAREN F1 TEAM
CARRO FORCE INDIA CARRO MCLAREN
CHASSIS MCL33
CHASSIS VJM11 MOTOR RENAULT R.E.18
PILOTOS 2 STOFFEL VANDOORNE
MOTOR MERCEDES M09 EQ POWER+ 14 FERNANDO ALONSO

PILOTOS 11 SERGIO PÉREZ

31 ESTEBAN OCON

# WILLIAMS # SAUBER

EQUIPA WILLIAMS MARTINI RACING EQUIPA ALFA ROMEO SAUBER F1 TEAM
CARRO WILLIAMS CARRO SAUBER
CHASSIS FW41 CHASSIS C37
MOTOR MERCEDES M09 EQ POWER+ MOTOR FERRARI 063
PILOTOS 18 LANCE STROLL PILOTOS 9 MARCUS ERICSSON
35 SERGEY SIROTKIN 16 CHARLES LECLERC

GUIA 2018 DIRETOR PEDRO CORRÊA MENDES 2,35€ (CONT.)

ESPECIAL >> motosport.com.pt

MIGUEL OLIVEIRA

À PROCURA DE UM SONHO

»PILOTOS
»EQUIPAS
»CIRCUITOS

>>motosport.com.pt

ALTA
VOLTAGEM

A última época terminou com o quarto título em cinco anos
de Marc Márquez na classe rainha, que contribuiu para o

piloto espanhol cimentar o seu estatuto de figura máxima do
MotoGP nesta década. Para 2018 não faltam pretendentes à
altura para destronar Márquez e a Honda do topo da hierarquia.
Yamaha e Ducati encabeçam a caçada, mas existem outros
peões à espreita para brilhar num campeonato que está mais

competitivo do que nunca

Alexandre Melo
[email protected]

Não há como esconder. Nos últimos anos o Mo- Desta forma a Honda manteve a habitual tradição das de 2017, teimam em não desaparecer e a pré-temporada
toGP ganhou uma maior projecção em termos dificuldades sentidas no circuito que mais uma vez abrirá ficou marcada por uma grande irregularidade exibicional.
internacionais e chegou a públicos e meios a temporada. Ainda no lote da insígnia da asa dourada Problemas que já levaram Maverick Viñales e Valentino
de comunicação normalmente indiferentes atenção ao experiente Dani Pedrosa e ao imprevísivel Cal Rossi a mostrar publicamente, por mais do que uma vez,
ao principal campeonato do motociclismo de Crutchlow, dois pilotos que deram nas vistas na pré-época. o seu desagrado com tal situação. Curiosidade também
velocidade. Para tal contribuiu e muito o exce- Passando para a rival Ducati esta quererá repetir a ex- para ver aquilo que fará, durante o ano, Rossi numa fase em
lente espetáculo que temos vindo a assistir em pista de celente época de 2017, onde pela primeira vez em muitos que já disse que pretende continuar a competir até 2020.
ano para ano, mas também os “teatros” que a espaços anos a formação de Borgo Panigale lutou pelo título até ao Como ‘II Dottore’ bem sabe este é o tempo de arregaçar as
vão surgindo, como sucedeu em 2015 quando Valentino fim da temporada. Liderada pelo génio de Gigi Dall’Igna a mangas e não virar a cara à luta até porque o privado Johann
Rossi, Jorge Lorenzo e Marc Márquez estiveram no olho equipa italiana pretende manter a bitola exibicional que foi Zarco está aí ao virar da esquina e pronto a dar muitas dores
do furacão. mostrada, em 2017, por Andrea Dovizioso, o vice-campeão de cabeça. Aos comandos da mal-amada Yamaha M1,
Conjunturas à parte a verdade é que em 2018 é esperado do mundo. A grande questão é se o piloto transalpino versão de 2017, da satélite Tech 3 o piloto francês deu um
mais um intenso ano de competição com o presente de permanecerá nesta toada, depois de no ano passado ter recital nos testes oficiais de Losail ao ficar com a melhor
termos mais um Grande Prémio a figurar no calendário surgido na melhor forma da sua vida. marca. Em 2017, no seu ano de estreia na classe rainha,
com a chegada da estreante Tailândia, através do circuito No outro lado da garagem estará Jorge Lorenzo, que entrou Zarco foi presença assídua entre os primeiros e não teve
de Buriram. na pré-época a todo a gás, mas foi perdendo destaque com medo de intrometer-se entre os grandes da categoria.
Nesta longa maratona de 19 Grandes Prémios, que prolon- o desenrolar das sessões. Na sua segunda temporada Na sombra
ga-se até novembro, não existem muitas dúvidas de que o com a Ducati, Lorenzo terá de mostrar obrigatoriamente Num plantel tão competitivo importa também destacar
binómio Marc Márquez/Honda parte na pole position para mais do que exibiu em 2017. É verdade que terminou o outros construtores que durante o ano quererão brilhar
a revalidação do ceptro conquistado, com todo o mérito, campeonato em crescendo, mas agora chegou a altura e mostrar que também podem bater o pé aqueles que
em 2017. Tal como no ano passado a Honda deixou boas de Lorenzo justificar o elevado investimento que a Ducati são considerados mais favoritos. Depois de um ano para
indicações durante os testes oficiais de pré-época, ainda fez na sua contratação. esquecer a Suzuki parece estar no bom caminho com
que nos derradeiros ensaios na pista de Losail (Qatar) Já na Yamaha o cenário parece não ser o mais claro. As a GSX-RR versão de 2018 a aparentar ser bem nascida.
os resultados tenham sido um pouco mais modestos. dificuldades exibidas, essencialmente na segunda metade Dentro da casa de Hamamatsu nota para Álex Rins, que

>> motosport.com.pt

3

a julgar pelo que fez na pré-época, pode muito bem vir a ser uma das
revelações da temporada.
No campo da KTM o objetivo é estar entre os 10 primeiros e quem sabe
começar a fazer a uma aproximação a posições mais cimeiras num projecto
que entra no segundo ano e deseja seguramente começar a marcar a sua
posição no universo do MotoGP.
Quanto à Aprilia, que colabora mais uma vez com a estrura de Fausto Gresini,
o objetivo é fazer uma ou outra gracinha depois de em 2017 a evolução não
ter sido tão notória. Nas próximas páginas pode ficar a conhecer um pouco
melhor as equipas e pilotos que estarão em competição durante o ano.

MIGUELOLIVEIRAÀPROCURADOSONHO

Depois de uma temporada de estreia difícil em Moto2 ao um salto ao trocar para 2017 a Leopard Racing pela Red Bull época com zero pontos. Quem chegar ao fim com mais pontos
serviço da Leopard Racing, onde mesmo assim conseguiu ser o KTM Ajo, naquele que foi um regresso à estrutura de Aki Ajo e à será o campeão. Sei que sou um candidato ao título, mas não
segundo melhor estreante no final do ano, Miguel Oliveira deu KTM depois do trabalho em conjunto em Moto3, que culminou há nada garantido, portanto vou entrar focado. Isso implica
precaver-me nos dias maus, em que a vitória seja impossível,
no vice-campeonato em 2015. e contentar-me com um ou sexto ou sétimo lugares de modo a
E bem se pode dizer que este regresso foi não deitar tudo a perder”.
em cheio, não obstante a KTM ter feito a Quanto a rivais, Miguel Oliveira não descura a atenção em
sua estreia em Moto2, pois Oliveira realizou relação a nenhum piloto seja ele mais experiente ou um
uma temporada de grande nível, onde somou estreante. “Em 2018 será o meu segundo ano na KTM com
três vitórias e amealhou nove pódios. Um pilotos que descem da MotoGP como são o caso de Héctor
desempenho de eleição que permitiu ao piloto Barberá e Sam Lowes. Ao mesmo tempo chegam, através
luso fechar o campeonato no terceiro posto. do Moto3, novos pilotos como o Joan Mir e o Romano Fenati.
Resultado que coloca inevitavelmente Miguel Será uma época mais emocionante, o que na minha opinião
Oliveira como um dos grandes candidatos ao é positivo. É aliciante que a luta pelos primeiros lugares seja
título em 2018, numa época em que o homem entre três ou quatro pilotos do que apenas entre dois. Os
da Red Bull KTM Ajo considera ser a “mais testes indicam muito pouco, por isso vamos ver depois em
importante” da sua carreira até ao momento, condições de corrida o que acontece. Julgo que dos pilotos
pois está em jogo uma possível subida à classe que se juntam à categoria, talvez o mais forte na luta pelas
rainha. posições cimeiras, possa vir ser o Joan Mir, tal como foi o
Porém o pragmatismo não deixa de ser uma Francesco Bagnaia em 2017.”
realidade. “Todos os pilotos vão iniciar a

MGP/
MOTO GP/PILOTOS E EQUIPAS

4

MOTOGP 24 pilotos divididos por 12 equipas dão corpo a um plantel muito competitivo e diverso. O espetáculo
promete ser muito bom ao longo de 19 Grandes Prémios que vão decorrer entre março e novembro,
tendo passagem por quatro continentes

#93

Marc MÁRQUEZ

DATA DE NASCIMENTO: 17/02/1993 (CERVERA, ESPANHA) DIRETOR-GERAL: TETSUHIRO KUWATA
ESTREIA NO MUNDIAL: 2008 BASE DA EQUIPA: AALST, BÉLGICA
POSIÇÃO EM 2017: 1º MOTO: HONDA RC213-V
TÍTULOS MUNDIAIS: 6 (MOTOGP EM 2013, 2014 E 2016;
MOTO2 EM 2012; 125CC EM 2010)
VITÓRIAS MOTOGP: 35
PÓDIOS MOTOGP: 63

Atual campeão do mundo, Marc
Márquez, vai enfrentar 2018,
com o objectivo de alcançar o
seu terceiro título consecutivo de
Campeão. Após uma temporada em que
o campeonato só ficou decidido na última
corrida, Marc Márquez não terá tarefa fácil,
mas a verdade é que parece contar com a
melhor moto do Mundial e a renovação
de contrato com a Honda por mais dois
anos, permite que o piloto espanhol se sinta
mais confortável para o arranque da nova
temporada.

REPSOL HONDA

#26

Dani PEDROSA

DATA DE NASCIMENTO: 29/09/1985 (SABADELL, ESPANHA)
ESTREIA NO MUNDIAL: 2001
POSIÇÃO EM 2017: 4º
TÍTULOS MUNDIAIS: 3 (250CC EM 2004 E 2005;
125CC EM 2003)
VITÓRIAS MOTOGP: 31
PÓDIOS MOTOGP: 112

Pedrosa tem motivos para sorrir
depois de em 2017 ter regressado
às vitórias no Mundial. O piloto
espanhol parece ter melhorado
significativamente com a chegada de Sete
Gibernau, à equipa como seu conselheiro.
O quarto lugar de 2017, mostrou que
Pedrosa tem tudo para estar na luta pelo
título na nova temporada e nos testes de
pré-temporada fez questão em mostrar
que está mais rápido do que nunca e a
tempo de uma vez por todas estar na luta
pelo título mundial na classe rainha.

>> motosport.com.pt

5

#99

Jorge LORENZO

DATA DE NASCIMENTO: 04/05/ 1987
(PALMA DE MAIORCA, ESPANHA)
ESTREIA NO MUNDIAL: 2002
POSIÇÃO EM 2017: 3º
TÍTULOS MUNDIAIS: 5 (MOTO GP EM 2010, 2012 E 2015;
250CC EM 2006 E 2007)
VITÓRIAS MOTOGP: 44
PÓDIOS MOTOGP: 110

Depois de um ano para esquecer,
em que lutou para se adaptar à sua
nova moto, Lorenzo, vai ter em
2018 que mostrar todo o seu valor.
O estado de graça dos fãs da Ducati com
o piloto espanhol terminou e na nova
temporada, Lorenzo vai ter de andar na
luta pelos lugares da frente com uma
nova Ducati mais ao seu estilo. A pressão
é por isso muita sobre o antigo Campeão
do Mundo.

DUCATI TEAM DIRETOR GERAL: GIGI DALL’IGNA
BASE DA EQUIPA: BORGO PANIGALE, ITÁLIA
MOTOGP: DUCATI DESMOSEDICI GP17

#4

Andrea DOVIZIOSO

DATA DE NASCIMENTO: 23/03/1986 (FORLIMPOPOLI, ITÁLIA)
ESTREIA NO MUNDIAL: 2001
POSIÇÃO EM 2017: 2º
TÍTULOS MUNDIAIS: 1 (125CC EM 2004)
VITÓRIAS MOTOGP: 8
PÓDIOS MOTOGP: 42

Em 2017 passou de ‘patinho feito’ a ‘cisne’
ao lutar até à última prova do Mundial
pelo título. A boa época que realizou fez
com que fosse visto com outros olhos no
seio da equipa que tinha acabado de contratar
Jorge Lorenzo.
O italiano devolveu a ambição à marca de
Borgo Panigale e mostrou que a Ducati está
na rota do título, depois de ter liderado o
campeonato, o que não acontecia desde de 2009
com Casey Stoner. Num ano em que termina o
seu contrato com a Ducati, o piloto italiano vai
quer mostrar todas as suas qualidades e voltar
a fazer sonhar os seus fãs com o tão desejado
título de Campeão do Mundo. Resta apenas
saber se Jorge Lorenzo não se vai atravessar no
caminho de Dovizioso.

MGP/
MOTO GP/PILOTOS E EQUIPAS

6

#46

Valentino ROSSI

DATA DE NASCIMENTO: 16/2/1979 (URBINO, ITÁLIA)
ESTREIA NO MUNDIAL: 1996
POSIÇÃO EM 2017: 5º
TÍTULOS MUNDIAIS: 9 (MOTOGP/500CC EM 2001 A 2005,
2008 E 2009; 250CC
EM 1999; 125CC EM 1997)
VITÓRIAS MOTOGP/500CC: 89
PÓDIOS MOTOGP/500CC: 191

Éfigura mais mediática do Mundial
de MotoGP e aos 39 anos de idade,
não parece disposto a arrumar o
capacete e as luvas. Para 2018 parte
em busca do ambicionado 10º título de
Campeão do Mundo. Com a garra que
lhe é conhecida o piloto italiano vai para a
sua 23ª temporada no Mundial, mas a M1
parece não ajudar e a Yamaha vai precisar
de Rossi para regressar ao caminho da
glória.

MOVISTAR YAMAHA DIRETOR-GERAL:LINJARVIS
BASE DA EQUIPA: LESMO, ITÁLIA
MOTO: YAMAHA YZR-M1

#25

Maverick VIÑALES

DATA DE NASCIMENTO: 12/01/1995 (FIGUERES, ESPANHA)
ESTREIA NO MUNDIAL: 2011
POSIÇÃO EM 2017: 3º
TÍTULOS MUNDIAIS: 1 (MOTO3 EM 2013)
VITÓRIAS MOTOGP: 4
PÓDIOS MOTOGP: 11

Viñales já assinou a sua continuidade
na Yamaha, antes mesmo da
temporada começar, mas enfrenta
em 2018 uma dura batalha para
voltar a lutar pelo pódio do Mundial,
depois de ter sido a figura da pré-
temporada em 2017, este ano, viveu testes
conturbados com problemas sem fim
com a sua Yamaha o que deixam sem
rumo. O piloto espanhol que já mostrou
que consegue vencer com a Yamaha, quer
mostrar todo o seu valor e que podem
contar com ele para as contas do Mundial.
Mas não está fácil.

#29 >> motosport.com.pt

Andrea IANNONE 7

DATA DE NASCIMENTO: 09/08/1989 (VASTO, ITÁLIA) #42
ESTREIA NO MUNDIAL: 2005
POSIÇÃO EM 2017: 13º Álex RINS
VITÓRIAS MOTOGP: 1
PÓDIOS MOTOGP: 7 DATA DE NASCIMENTO: 8/10/1995 ( BARCELONA, ESPANHA)
ESTREIA NO MUNDIAL: 2012
Após ter mudado de ares, o POSIÇÃO EM 2017: 16º
‘Maníaco’, não foi feliz no seu VITÓRIAS MOTOGP: 0
primeiro ano na Suzuki revelando PÓDIOS MOTOGP: 0
grandes dificuldades de adaptação
à sua nova máquina e o 13º lugar no Oano de estreia na classe rainha foi
campeonato, deixou Iannone numa marcado por uma lesão que atrasou
situação complicada e a ser alvo de várias a adaptação do espanhol à sua nova
críticas. moto. Contudo este ano, Rins já
Este ano o italiano vai ter de provar todo o mostrou que pode ser rápido e nos testes
seu valor se pretender continuar na Suzuki de pré temporada esteve bem melhor que
na próxima temporada e para isso terá o seu companheiro de equipa.
de trabalhar para ter uma GSX-RR mais As expectativas em torno de Alex Rins
competitiva. são elevadas para a nova temporada,
resta contudo saber se o espanhol vai
SUZUKI ECSTAR DIRETOR-GERAL:DAVIDEBRIVIO corresponder.
BASE DA EQUIPA: ITÁLIA
MOTO: SUZUKI GSX-RR

MGP/
MOTO GP/PILOTOS E EQUIPAS

8

#38

Bradley SMITH

DATA DE NASCIMENTO: 28/11/1990 (OXFORD, INGLATERRA)
ESTREIA NO MUNDIAL: 2006
POSIÇÃO EM 2017: 21º
VITÓRIAS MOTOGP: 0
PÓDIOS MOTOGP: 2

Aestreia na KTM esteve longe de
ser positiva e um primeiro ano
de adaptação, terminou aquém
das expectativas. Para a nova
temporada terá de mostrar algo mais para
se manter na equipa austríaca a partir de
2019.

RED BULL KTM FACTORY RACING DIRETORGERAL:MIKELEITNER
BASE: MATTIGHOFEN, ÁUSTRIA
MOTO: RC16

#44

Pol ESPARGARÓ

DATA DE NASCIMENTO: 10/06/1991 (GRANOLLERS, ESPANHA)
ESTREIA NO MUNDIAL: 2006
POSIÇÃO EM 2017: 17º
VITÓRIAS MOTOGP: 0
PÓDIOS MOTOGP: 0

Realizou uma época em crescendo
e no final da temporada conseguiu
revelar as potencialidades da KTM
ao terminar por três vezes no top
10. Contudo terá em 2018 um ano crucial
para a sua carreira e precisa de mostrar
resultados para se manter no Mundial em
2019.

>> motosport.com.pt

9

#41

Aleix ESPARGARÓ

DATA DE NASCIMENTO: 30/07/1989 (GRANOLLERS, ESPANHA)

ESTREIA NO MUNDIAL: 2004

POSIÇÃO EM 2017: 17º

MELHOR POSIÇÃO

NO MUNDIAL: 7º (MOTOGP EM 2014)

MELHOR RESULTADO

MOTOGP: 2º (GP ARAGÃO DE 2014)

PÓDIOS MOTOGP: 1

2017 foi um ano complicado para
Aleix Espargaró, lesões e abandonos
levaram o piloto espanhol a realizar
uma época fraca.
Com o final do contracto à vista, Aleix
Espargaró terá de fazer muito mais na
nova temporada para continuar na elite do
motociclismo mundial. Resta saber se vai
estar à altura do desafio e da expectativa
que a Aprilia tem no piloto.

APRILIA RACING GRESINI DIRETOR-GERAL:ROMANOALBESIANO
BASE DA EQUIPA: FAENZA, ITÁLIA
MOTO: APRILIA RS-GP17

#45

Scott REDDING

DATA DE NASCIMENTO: 04/1/1993 (GLOUCESTER, INGLATERRA)

ESTREIA NO MUNDIAL: 2008

POSIÇÃO EM 2017: 14º

MELHOR POSIÇÃO NO MUNDIAL: 2º (MOTO2 EM 2013)

MELHOR RESULTADO MOTOGP: 3º (GP SÃO MARINO DE 2015

E GP DA ALEMANHA DE 2016)

PÓDIOS MOTOGP: 2

Após ter passado pela Pramac, Scott
Redding encontrou um lugar na
Aprilia, com a saída de Sam Lowes.
O desafio para Redding será fazer
melhor que na última época com a Pramac
e mostrar que tem valor para estar no
MotoGP, repetindo pelo menos o pódio
alcançado em 2016. Uma missão que
parece complicada já que a Aprilia tarda
em encontrar o caminho para ter uma
moto competitiva.

MGP/
MOTO GP/PILOTOS E EQUIPAS

10

#5

Johan ZARCO

DATA DE NASCIMENTO: 16/7/1990 (CANNES, FRANÇA)
ESTREIA NO MUNDIAL: 2009
TÍTULOS MUNDIAIS: 2 (MOTO2 EM 2015 E 2016)
POSIÇÃO EM 2017: 6º
VITÓRIAS MOTOGP: 0
PÓDIOS MOTOGP: 3

Johann Zarco foi a surpresa da última
temporada ao terminar a época como
rookie do ano e melhor piloto privado.
Foi um ano em cheio para o piloto
francês que alcançou três pódio e deixou
o paddock a falar dele, devido ao estilo
agressivo de pilotagem.
O certo é que Zarco está na rota de uma
equipa de fábrica e o final da parceria entre
a Yamaha e a Tech 3 no final de 2018, pode
abrir a porta ao jovem piloto para outros
voos. Desta forma a nova temporada pode
vir a ser crucial para o futuro de Johann
Zarco que já mostrou que em 2018 vai voltar
a andar entre os mais rápidos.

MONSTERYAMAHATECH 3 DIRETOR-GERAL:HERVÉPONCHARAL
BASE DA EQUIPA: BORMES-LES-MIMOSAS,
FRANÇA
MOTO: YAMAHA YZR-M1

#55

Hafizh SYAHRIN

DATA DE NASCIMENTO: 05/5/1994 (SELANGOR, MALÁSIA)
ESTREIA NO MUNDIAL: 2011
ROOKIE NO MOTOGP

Chega ao Mundial de MotoGP para
ocupar o lugar de Jonas Folger e tem
nas mãos a grande oportunidade
da sua carreira para singrar entre os
melhores pilotos do mundo.
Dificilmente vai incomodar Johann Zarco
durante a época, contudo por dar nas
vistas e garantir o seu lugar para 2019.
O primeiro malaio no Mundial de
MotoGP, terminou a última temporada
no 10º lugar do Mundial de Moto2 e no
ano de adaptação à classe rainha quer
apreender o mais possivel e terminar
corridas para ganhar a experiência que lhe
falta.

>> motosport.com.pt

11

#9

DaniloPETRUCCI

DATA DE NASCIMENTO: 24/10/1990 (TERNI, ITÁLIA)

ESTREIA NO MUNDIAL: 2012

POSIÇÃO EM 2017: 8º

MELHOR POSIÇÃO

NO MUNDIAL: 10º (2015)

MELHOR RESULTADO

MOTOGP: 2º (GP GRÃ-BRETANHA DE 2015)

PÓDIOS MOTOGP: 5

F oi uma das surpresas da última
temporada ao mostrar toda a sua
competitividade e garantindo
quatro pódios, no seu melhor ano
de sempre no Mundial de MotoGP.
A saída da Pramac é certa no final da
temporada que está à porta, já que
a Ducati não tem lugar para ele na
equipa de fábrica e Petrucci quer estar
em 2019 numa equipa que lhe possa
garantir melhores condições.
Depois do que revelou em 2017 será
certo que este ano o italiano vai lutar
para subir mais vezes ao pódio.

ALMAPRAMACRACING DIRETOR-GERAL: PAOLO CAMPINOTI
BASE DA EQUIPA: CASOLE D’ELSA, ITÁLIA
MOTO: DUCATI DESMOSEDICI GP16 E GP17

#43

Jack MILLER

DATA DE NASCIMENTO: 18/01/1995 (TOWNSVILLE, AUSTRÁLIA)

ESTREIA NO MUNDIAL: 2011

POSIÇÃO EM 2017: 11º

MELHOR POSIÇÃO

NO MUNDIAL: 2º (MOTO2 EM 2014)

MELHOR RESULTADO

MOTOGP: 1º( GP DA HOLANDA EM 2016)

PÓDIOS MOTOGP: 1

Cansado do seu papel secundário
na Honda e das dificuldades de
ter uma moto competitiva na
Marc VDS, Jack Miller, assumiu
o desafio de se mudar de armas e
bagagens para a Pramac este ano.
O piloto australiano, já mostrou as suas
credenciais nos testes de pré temporada
ao rodar entre os mais rápidos. Agora
resta esperar que a sua adaptação à
nova moto seja rápida para que possa
mostrar maior consistência ao longo da
temporada.

MGP/ DIRETOR-GERAL: RAUL ROMERO
MOTO GP/PILOTOS E EQUIPAS BASE DA EQUIPA: MADRID, ESPANHA
MOTO: DUCATI DESMOSEDICI GP16 E GP15
12

AVINTIA RACING

#53 Tito RABAT #10 Xavier SIMEON

DATA DE NASCIMENTO: 25/5/1989 Na última temporada passou de DATA DE NASCIMENTO: 31/08/1989 Éum dos três pilotos belgas que ao
piloto fiável a dispensável pela Marc longo da história do Mundial de
(BARCELONA, ESPANHA) VDS e tarda em confirmar todas as (BRUXELAS, BÉLGICA) velocidade já venceu um Grande
suas capacidades que fizeram dele Prémio. Depois de uma temporada
ESTREIA NO MUNDIAL: 2005 o melhor Rookie de 2016 e Campeão do ESTREIA NO MUNDIAL: 2010 para esquecer na equipa da Tasca Racing,
Mundo de Moto 2 em 2014. chega surpreendentemente ao Mundial de
MELHOR RESULTADO A passagem para a Avintia pode ser um POSIÇÃO EM 2017: 23º (MOTO2) MotoGP. Não terá uma tarefa fácil com
novo folego para Tito Rabat que vai dispor a Avintia para conseguir permanecer na
MOTOGP: 9º (GP DA ARGENTINA EM 2016) de uma Ducati para poder mostrar o seu MELHOR POSIÇÃO categoria rainha do Mundial, mas tem agora
valor. uma oportunidade verdadeiramente de ouro
POSIÇÃO EM 2017: 19º NO MUNDIAL: 7º (MOTO2 EM 2015) para se mostrar entre os melhores.

TÍTULOS MUNDIAIS: 1 (MOTO2 EM 2014) VITÓRIAS MOTO2: 1 (GP DA ALEMANHA DE 2015)

MELHOR ROOKIE DE 2016 ROOKIE NO MOTOGP

LCR HONDA DIRETOR-GERAL: LUCIO CECCHINELLO
BASE DA EQUIPA: MONTE CARLO, MÓNACO
MOTO: HONDA RC213V

#35 Depois de ter sido o melhor #30 Takaaki NAKAGAMI
privado em 2016, Crutchlow, não
Cal CRUTCHLOW conseguiu repetir o feito na última DATA DE NASCIMENTO: 09/2/1992 (CHIBA, JAPÃO) Nakagami protagoniza o regresso de
temporada. um japonês ao Mundial de MotoGP
O piloto da LCR voltou a mostrar toda a ESTREIA NO MUNDIAL: 2007 e por isso sabe que todas as atenções
garra que lhe conhecemos e alcançou um vão estar centradas nas suas
pódio na Argentina. POSIÇÃO EM 2017: 7º (MOTO2) prestações nesta nova temporada.
Este ano quer voltar a surpreender e nos Com uma vitória em 2017 no Mundial de
DATA DE NASCIMENTO: 29/10/1985 testes de pré temporada já mostrou que MELHOR POSIÇÃO NO MUNDIAL: 6º (MOTO2 EM 2016) Moto2, Nakagami, quer mostrar todo o seu
tem moto para lutar pelos lugares da valor no Mundial de MotoGP e para já nos
(COVENTRY, REINO UNIDO) frente. VITÓRIAS MOTO2: 2 testes de pré temporada em Buriram na
Tailândia, surpreendeu o seu companheiro
ESTREIA NO MUNDIAL: 2011 PÓDIOS MOTO2: 14 de equipa ao terminar com o 10 melhor
registo.
POSIÇÃO EM 2017: 9º ROOKIE EM MOTOGP Resta esperar para ver se o japonês,
apadrinhado pela Honda, consegue revelar
MELHOR POSIÇÃO NO MUNDIAL: 5º (MOTOGP EM 2013) o seu potencial neste primeiro ano na
classe rainha.
VITÓRIAS MOTOGP: 2

PÓDIOS MOTOGP: 13

MELHOR PRIVADO DE 2016

CAMPEÃO DO MUNDO SUPERSPORT EM 2009

>> motosport.com.pt

13

ESTRELLAGALICIA0,0 MARCVDS DIRETOR-GERAL:MICHAELBARTHOLEMY
BASE DA EQUIPA: GOSSELIES, BÉLGICA
MOTO: HONDA RC213V

#21 Franco MORBIDELLI #12 Thomas LÜTHI

DATA DE NASCIMENTO: 04/12/1994 (ROMA, ITÁLIA) Éo campeão em título do Mundial DATA DE NASCIMENTO: 06/9/1980 Esteve na luta pelo título do Mundial
de Moto2 e protegido de Valentino de Moto2 em 2017, sendo apenas
ESTREIA NO MUNDIAL: 2013 Rossi e chega à categoria Rainha com (BLINDEN, SUÍÇA) superado pelo seu novo companheiro
expectativas em alta. A consistência de equipa e a sua chegada ao
POSIÇÃO EM 2017: 1º revelada no último ano na categoria ESTREIA NO MUNDIAL: 2002 MotoGP é o concretizar de uma antiga
intermédia convenceu os responsaveis da aspiração.
MELHOR POSIÇÃO Marc VDS em faze-lo subir ao MotoGP e este POSIÇÃO 2017: 2º (MOTO2) A lesão que o afastou do final da última
ano, Morbidelli tem a oportunidade de se temporada atrasou a sua preparação para
NO MUNDIAL: 1º (2017 EM MOTO2) mostrar entre os melhores do Mundial. VITÓRIAS EM MOTO2: 11 a época que está à porta, mas o suíço sabe
como ser consistente e pode surpreender
MELHOR RESULTADO PÓDIOS EM MOTO2: 45 na sua estreia no Mundial de MotoGP.

VITÓRIAS EM MOTO2: 8 CAMPEÃO DO MUNDO DE 125CC EM 2005

PÓDIOS EM MOTO2: 21 ROOKIE NO MOTOGP

ROOKIE NO MOTOGP

ANGEL NIETO TEAM DIRETOR-GERAL: JORGE MARTÍNEZ ‘ASPAR’
BASE DA EQUIPA: VALÊNCIA, ESPANHA
MOTO: DUCATI DESMOSEDICI GP15 E GP16

#17 Karel ABRAHAM #19 Álvaro BAUTISTA

DATA DE NASCIMENTO: 02/1/1990 Regressou em 2017 ao Mundial DATA DE NASCIMENTO: 21/11/1984 (TALAVERA DE LA Regressou em 2017 a uma casa que
de MotoGP, após uma passagem conhece bem desde os tempos das
(BRNO, REPÚBLICA CHECA) discreta pelo Mundial de REINA, ESPANHA) antigas 250cc e ficou à beira do
Superbikes. Um regresso à classe pódio no GP da Argentina ao ser
ESTREIA NO MUNDIAL: 2005 Rainha que ficou aquem do esperado já ESTREIA NO MUNDIAL: 2002 quarto classificado e terminou por sete
que consegui como melhor resultado um vezes no top 10, mostrando que consegue
POSIÇÃO EM 2017: 20º sétimo lugar no GP da Holanda. POSIÇÃO EM 2016: 12º ser regular com a Ducati.
No seu segundo ano de contracto com a Para a nova época é visto com um dos
MELHOR POSIÇÃO equipa de Jorge Martinez, vai ter de fazer TÍTULOS MUNDIAIS: 1 (125CC EM 2006) pilotos que pode surpreender e lutar mais
mais se pretende continuar no Mundial de vezes pelo top cinco.
NO MUNDIAL: 10º (MOTO2 EM 2010) MotoGP em 2019. MELHOR RESULTADO

MELHOR RESULTADO MOTOGP: 3º (3 VEZES)

MOTOGP: 7º (3 VEZES) PÓDIOS MOTOGP: 3

MGP/
MOTO2/PILOTOS E EQUIPAS

14

MOTO2 Em 2018 serão 32 pilotos em representação de 18 equipas que vão procurar dar nas vistas a carimbar o passaporte
para o MotoGP, a categoria onde todos querem chegar. Em termos de construtores destaca-se a chegada da nipónica
NTS que junta-se assim à Kalex, KTM, Suter, Speed Up e Mistral. Variedade, como vemos, não falta

#44

Miguel OLIVEIRA

DATA DE NASCIMENTO: 4/1/1995 (PRAGAL, PORTUGAL)
ESTREIA NO MUNDIAL: 2011
POSIÇÃO EM 2017: 3º
VITÓRIAS EM MOTO2: 3
VICE-CAMPEÃO DO MUNDO DE MOTO3 EM 2015

Depois de uma dura temporada
de estreia em Moto2 o piloto
luso voltou aos bons momentos
no último ano. Regressado a
uma estrutura que já conhece desde os
tempos de Moto3, Oliveira realizou uma
temporada a todos os títulos notável, tendo
como ponto alto as três vitórias alcançadas
nas derradeiras três jornadas do ano. A isto
juntaram-se ainda duas poles, nove pódios
no total e três voltas mais rápidas em
corrida. Uma época em cheio e que coloca
Miguel Oliveira como um dos principais
candidatos ao título em 2018.

RED BULLKTMAJO DIRETORGERAL:AKIAJO
BASE DA EQUIPA: MATTIGHOFEN, ÁUSTRIA
MOTO: KTM

#41

Brad BINDER

DATA DE NASCIMENTO: 11/8/1995
(POTCHEFSTROOM, ÁFRICA DO SUL)
ESTREIA NO MUNDIAL: 2011
POSIÇÃO EM 2017: 8º
PÓDIOS EM MOTO2: 3
CAMPEÃO DO MUNDO DE MOTO3 EM 2016

Em 2017 o piloto sul-africano chegou à
categoria intermédia do Mundial como
o campeão do mundo em título de
Moto3. Porém as lesões dificultaram o
seu início de época e consequente adaptação
a uma nova realidade. Ultrapassados os
problemas físicos, Binder mostrou uma
clara evolução e fechou o ano com três
pódios nos últimos três Grandes Prémios.
Resultados que deixam água na boca para
2018 e posicionam Brad Binder como um
dos nomes a seguir com muita atenção ao
longo do ano.

SKYRACING TEAMVR46 >> motosport.com.pt

15

DIRETOR-GERAL: PABLO NIETO
BASE DA EQUIPA: TAVULIA, ITÁLIA
MOTO: KALEX

#42 Francesco BAGNAIA #10 Luca MARINI

DATA DE NASCIMENTO: 14/1/1997 (TORINO, ITÁLIA) Produto formado na famosa academia de DATA DE NASCIMENTO: 10/8/1997 (URBINO, ITÁLIA) Meio-irmão de Valentino Rossi
talentos de Valentino Rossi, Bagnaia foi mudou-se para a equipa do seu
POSIÇÃO EM 2017: 5º uma das agradáveis surpresas da última ESTREIA NO MUNDIAL: 2013 mano nesta nova época. Uma
época. Apesar de ser estreante não se oportunidade importante para
MELHOR RESULTADO acanhou e mostrou-se sempre consistente. POSIÇÃO EM 2017: 15º continuar a mostrar a sua evolução agora
Quatro pódios e a sempre importante distinção dentro de casa e num momento em que
NO MUNDIAL: 4º (MOTO3 EM 2016) de melhor estreante falam por si. Na nova época MELHOR RESULTADO está perfeitamente adaptado ao Moto2.
espera-se que o homem de Turim mantenha a Aguarda-se com expectativa o que poderá
PÓDIOS EM MOTO2: 4 consistência, numa altura em que já sabe que irá NO MUNDIAL: 15º (MOTO2 EM 2017) vir a fazer após ter deixado bons sinais na
subir ao MotoGP em 2019. pré-época.

SWISSINNOVATIVEINVESTORS DIRETOR GERAL: FRÉDÉRIC CORMINBOEUF
MOTO: KTM

#22 Sam LOWES #27 Iker LECUONA

O rápido piloto britânico regressa O jovem piloto valenciano
ao Moto2 depois de uma realizou, em 2017, a sua primeira
experiência falhada na classe temporada completa em Moto2,
maior com a Gresini Aprilia. DATA DE NASCIMENTO: 06/1/2000 (VALÊNCIA, ESPANHA) onde apenas pontuou por uma
DATA DE NASCIMENTO: 14/9/1990 LINCOLN, INGLATERRA) Esta descida na hierarquia do Mundial ocasião. As lesões na fase inicial da
ESTREIA NO MUNDIAL: 2016 época travaram a sua evolução, mas tal
situação não invalidou a manutenção
ESTREIA NO MUNDIAL: 2014 deve ser aproveitada por Lowes para POSIÇÃO EM 2017: 35º da confiança no seu valor por parte da
POSIÇÃO EM 2017: 25º (MOTOGP) ganhar novamente confiança nas suas equipa suíça. Em 2018 quererá mostrar
VITÓRIAS MOTO2: 3 capacidades enquanto piloto e mostrar MELHOR RESULTADO que tal gesto não foi em vão.
CAMPEÃO DO MUNDO DE SUPERSPORT EM 2010
MOTO2: 14º (GP DA MALÁSIA DE 2017)

que, no futuro, talvez venha a merecer
uma nova oportunidade em MotoGP.
Talento não falta.

MGP/
MOTO2/PILOTOS E EQUIPAS

16

FORWARD RACINGTEAM DIRETOR-GERAL:GIOVANNICUZARI
BASE DA EQUIPA: AGNO, SUÍÇA
MOTO: SUTER

#62 Stefano MANZI #51 Eric GRANADO

Em 2016 surpreendeu tudo e todos, Único piloto do país irmão a
enquanto 'wildcard', ao terminar no quarto competir no Mundial, em 2017, a
lugar o GP da Grã-Bretanha em Moto3. onde chega depois de ter dados nas
Valentino Rossi não ficou indiferente a este vistas no sempre competitivo FIM
desempenho e recompensou o seu compatriota CEV. Este é o regresso a uma categoria em
DATA DE NASCIMENTO: 29/3/1999 (RIMINI, ITÁLIA) com a subida ao Moto2 na Sky VR46. Mas a DATA DE NASCIMENTO: 10/6/1996 (SÃO PAULO, BRASIL) que competiu na temporada de 2012, mas
verdade é que, em 2017, o piloto de Rimini MELHOR RESULTADO sem ter somado pontos. Tem agora em
ESTREIA NO MUNDIAL: 2015 realizou uma época de estreia em Moto2 muito NO MUNDIAL: 25º (MOTO3 EM 2013)
modesta, pontuou apenas quatro vezes, e teve de
POSIÇÃO EM 20176: 25º encontrar abrigo numa outra formação. CAMPEÃO DO FIM CEV EUROPEU DE MOTO2 EM 2017 mãos uma nova oportunidade e com outro

MELHOR RESULTADO

NO MUNDIAL: 13º (MOTO2 EM 2016) tipo de condições para mostrar todo o seu

valor.

IDEMITSU HONDATEAMASIA DIRETORGERAL:TADAYUKIOKADA
BASE DA EQUIPA: JAPÃO
MOTO: KALEX

#45 Tetsuta NAGASHIMA #89 Khairul Idham PAWI

DATA DE NASCIMENTO: 2/7/1992 (KANAGAWA, JAPÃO ) 'Formado' no competitivo FIM DATA DE NASCIMENTO: 20/9/1998 (PARAK, MALÁSIA) Um dos dois pilotos provenientes da
CEV é um dos jovens lobos do Malásia que vão competir em Moto2.
ESTREIA NO MUNDIAL: 2013 motociclismo nipónico. Em ESTREIA NO MUNDIAL: 2015 Em 2017, na sua temporada de estreia
2017 pouco se ouviu falar de na classe, Pawi viveu um ano muito
POSIÇÃO EM 2017: 26º Nagashima, então em representação da POSIÇÃO EM 2017: 27º discreto. Destacou-se o oitavo lugar no
espanhola SAG Team. Agora inserido Grande Prémio de San Marino e da Riviera de
MELHOR RESULTADO numa equipa mais caseira e com outro tipo MELHOR RESULTADO Rimini, em Misano, que disputou-se debaixo
de competitividade espera-se que Tetsuta de uma grande intempérie, condições onde
NO MUNDIAL: 26º (MOTO2 EM 2017) Nagashima possa mostrar todo o valor EM MOTO2: 8º (GP DE SAN MARINO DE 2017) Khairul é exímio. Com um ano de experiência
que, no passado recente, chegou a merecer acumulado, em Moto2, a próxima época será
MELHOR RESULTADO MOTO2: 10º (GP DA MALÁSIA DE 2017) a 'protecção' de Aki Ajo. MELHOR RESULTADO o verdadeiro teste às suas capacidades.

NO MUNDIAL: 1º (2 VEZES EM MOTO3)

>> motosport.com.pt

17

ITALTRANS RACINGTEAM BASEDAEQUIPA:BERGAMO,ITÁLIA
MOTO: KALEX

#54 Mattia PASINI #5 Andrea LOCATELLI

DATA DE NASCIMENTO: 13/8/1985 (RIMINI, ITÁLIA) Na década passada era uma das grandes DATA DE NASCIMENTO: 16/10/1996 Asua prestação em Moto3 não impressionou.
promessas do motociclismo italiano, Apesar disso, a verdade é que, em 2017, conseguiu
ESTREIA NO MUNDIAL: 2004 mas por força de algumas lesões e uma (ALZANO LOMBARDO, ITÁLIA) o passaporte para subir ao Moto2.
personalidade difícil nunca conseguiu A temporada de estreia foi muito modesta, pois
POSIÇÃO EM 2017: 6º afirmar o seu real valor. Porém o ano passado, ESTREIA NO MUNDIAL: 2015 apenas conseguiu pontuar por três ocasiões. Mesmo
e de certa forma inesperada, tivemos de assim mereceu novo voto de confiança da equipa italiana.
MELHOR RESULTADO regresso o 'velho' Mattia Pasini. Foi presença MELHOR RESULTADO Desta feita, para a temporada que está mesmo a começar,
assídua nas primeiras posições e o momento terá de aumentar obrigatoriamente o seu nível exibicional,
NO MUNDIAL: 4º (125CC EM 2005 E 2006) alto chegou no 'seu' GP de Itália, em Mugello, NO MUNDIAL: 13º (MOTO2 EM 2016) isto se quiser continuar a ter o seu lugar a salvo para os
quando estreou-se a vencer em Moto2. próximos anos.
VITÓRIAS EM MOTO2: 1 ROOKIE EM MOTO2

PONS RACING DIRETOR-GERAL: SITO PONS
BASE DA EQUIPA: BARCELONA, ESPANHA
MOTO: KALEX

#7 Lorenzo BALDASSARRI #40 Héctor BARBERÁ

DATA DE NASCIMENTO: 6/10/1996 Depois de uma temporada de 2016 muito DATA DE NASCIMENTO: 2/11/1986 (DOS AGUAS, ESPANHA) Aos 31 anos o piloto espanhol regressa
consistente, estreou-se a ganhar na categoria, à categoria intermédia do Mundial,
(SAN SEVERINO MARCHE, ITÁLIA) Baldassarri viveu um ano para esquecer em ESTREIA NO MUNDIAL: 2002 mas pela primeira vez competirá
2017, onde apenas somou 51 pontos. Para com a denominação de Moto2. Uma
ESTREIA NO MUNDIAL: 2013 2018 deixou a Forward Team e mudou-se para a POSIÇÃO EM 2017: 22º (MOTOGP) chegada a uma nova realidade após oito
Pons Racing, equipa que também esteve muito épocas consecutivas na classe rainha. A
POSIÇÃO EM 2017: 16º discreta no último ano. Veremos se a 'fome' de MELHOR POSIÇÃO curiosidade está em saber se Héctor Barberá
ganhar por parte destas duas entidades fazem de terá ainda as 'ganas' suficientes para bater-se
MELHOR POSIÇÃO 2018 um ano com boas recordações. Para já os testes NO MUNDIAL: 2º (DUAS VEZES) com os muitos e bons jovens valores que
de pré-época deixaram muito boas indicações. despontam em Moto2.
NO MUNDIAL: 8º (MOTO2 EM 2016)

VITÓRIAS EM MOTO2: 1

MGP/
MOTO2/PILOTOS E EQUIPAS

18

DYNAVOLTINTACTGP DIRETOR-GERAL:JÜRGENLINGG
BASE DA EQUIPA: MEMMIGNEN, ALEMANHA
MOTO: KALEX

#23 Marcel SCHRÖTTER #97 Xavi VIERGE

Está há cinco anos em Moto2, mas Estreante do ano em 2017, após levar
a verdade é que nunca apresentou a melhor sobre Miguel Oliveira, Xavi
grandes resultados. Continua a Vierge tem vindo paulatinamente a
representar uma equipa do seu país conquistar o seu espaço em Moto2.
e deseja em 2018 atingir um patamar Piloto muito certinho o catalão abraça em
exibicional, que até ao momento, ainda 2018 um novo desafio, pois deixa a Tech 3,
DATA DE NASCIMENTO: 2/1/1993 não conseguiu. DATA DE NASCIMENTO: 30/4/1997 (BARCELONA, ESPANHA) equipa com a qual estreou-se no Mundial.
ESTREIA NO MUNDIAL: 2015 Apesar da mudança de cores, Vierge deseja
(LANDSBERG, ALEMANHA) POSIÇÃO EM 2017: 11º

ESTREIA NO MUNDIAL: 2008 continuar a impressionar na categoria

POSIÇÃO EM 2017: 17º MELHOR POSIÇÃO

MELHOR POSIÇÃO NO MUNDIAL: 11º (MOTO2 EM 2017) intermédia tal como fez o ano passado na
MELHOR RESULTADO 2º (GP DO JAPÃO DE 2017) chuvosa corrida de Motegi, onde obteve o
NO MUNDIAL: 10º (MOTO2 EM 2014) MOTO2: seu primeiro pódio na categoria.

MELHOR RESULTADO

MOTO2: 5º (GP GRÃ-BRETANHA 2016)

SPEED UP RACING DIRETOR GERAL: LUCABOSCOSCURO
BASE DA EQUIPA: VICENZA, ITÁLIA
MOTO: SPEED UP

#20 Fabio QUARTARARO #52 Danny KENT

DATA DE NASCIMENTO: 20/4/1999 (NICE, FRANÇA) Os anos começam a passar e Fabio Tem sido surpreendente assistir ao
Quartaro continua a não fazer declínio do piloto britânico desde a
ESTREIA NO MUNDIAL: 2015 corresponder o seu valor às muitas DATA DE NASCIMENTO: 25/10/1993 conquista do seu único título mundial
expectativas depositadas sobre os seus e após uma intensa luta com Miguel
POSIÇÃO EM 2017: 13º ombros. A estreia em Moto2, com a Pons (CHIPPENHAM, INGLATERRA) Oliveira. Nem sempre tem tomado as
Racing, não deixou grandes recordações. Em melhores escolhas o que aliado a uma certa
MELHOR POSIÇÃO três anos no Mundial o piloto gaulês vai para ESTREIA NO MUNDIAL: 2010 instabilidade emocional conduziu Danny
a sua terceira equipa diferente, factor que Kent a esta espiral francamente negativa.
NO MUNDIAL: 10º (MOTO3 EM 2015) também não abona muito a favor para a sua POSIÇÃO EM 2017: 33º Tem agora a oportunidade, com a Speed Up,
estabilização exibicional. Veremos se 2017 de dar um novo rumo à sua carreira e acima
MELHOR RESULTADO marca o início de uma nova fase na carreira MELHOR RESULTADO de tudo voltar a sentir prazer em competir ao
deste jovem de 18 anos. mais alto nível.
MOTO2: 6º (GP DE SAN MARINO DE 2017) MOTO2: 6º (GP DO QATAR DE 2016)

CAMPEÃO DO MUNDO DE MOTO3 EM 2015

>> motosport.com.pt

19

SAG RACINGTEAM DIRETORGERAL:EDUPERALES
BASE DA EQUIPA: SABADELL, ESPANHA
MOTO: KALEX

#32 Isaac VIÑALES #95 Jules DANILO

DATA DE NASCIMENTO: 6/11/1993 Primo de Maverick Viñales, Isaac Opiloto gaulês, mas nascido em Itália,
não tem o mesmo talento do piloto chega ao Moto2 depois de quatro
(LLANÇÀ, ESPANHA) da Yamaha em MotoGP. Duas DATA DE NASCIMENTO: 18/5/1995 (MILÃO, ITÁLIA) temporadas onde praticamente
temporadas completas em Moto2, não se deu por ele em Moto3. A
ESTREIA NO MUNDIAL: 2010 onde somente pontuou por oito vezes. POSIÇÃO EM 2017: 21º verdade é que conseguiu o passaporte
Muito pouco para um piloto que com 24 para entrar em Moto2 e tem agora uma
POSIÇÃO EM 2017: 22º anos tarda em dar o salto para um novo MELHOR POSIÇÃO MUNDIAL: 20º (MOTO3 EM 2016) grande oportunidade para mostrar que as
patamar e que deu nas vistas durante a sua indicações deixadas nos anos de Moto3 não
MELHOR POSIÇÃO MUNDIAL: 7º (MOTO3 EM 2014) passagem pelo Moto3. ESTREANTE EM MOTO2 correspondiam ao seu real valor. É um dois
franceses que está na categoria.
MELHOR RESULTADO MOTO2: 9º (GP DA ALEMANHA

DE 2016)

TECH 3 RACING DIRETOR-GERAL: HERVÉ PONCHARAL
BASE DA EQUIPA: BORMES LES MIMOSAS, FRANÇA
MOTO: TECH 3 MISTRAL 610

#87 Remy GARNDER #64 Bo BENDSNEYDER

DATA DE NASCIMENTO: 24/2/1998 (SYDNEY, AUSTRÁLIA) Filho do antigo campeão do mundo, DATA DE NASCIMENTO: 04/3/1999 (ROTERDÃO, HOLANDAA) Vencedor da Red Bull MotoGP
Wayne Gardner, está longe do sucesso Rookies Cup em 2015 chegou com
ESTREIA NO MUNDIAL: 2014 alcançado pelo pai nos anos 80 e POSIÇÃO EM 2017: 15º (MOTO3) grandes expectativas para o Moto3.
90. Fará a sua segunda temporada Contudo os resultados em duas
POSIÇÃO EM 2017: 21º completa em Moto2, onde tentará MELHOR POSIÇÃO épocas ficaram muito aquém do esperado
brilhar a espaços num campeonato que, mesmo estando em representação da Red
MELHOR POSIÇÃO como é norma, espera-se que seja muito MUNDIAL: 14º ((MOTO3 EM 2016) Bull KTM Ajo, uma das principais equipas
competitivo. da competição. Segue-se, com surpresa, a
MUNDIAL: 21º (MOTO2 EM 2017) ESTREANTE EM MOTO2 aventura em Moto2, onde forçosamente
terá de mostrar mais.
MELHOR RESULTADO

MOTO2: 9º (GP DA REPÚBLICA CHECA

DE 20176)

MGP/ DIRETOR-GERAL: JARNO JANSEN
MOTO2/PILOTOS E EQUIPAS BASE DA EQUIPA: DWINGELOO, HOLANDA
MOTO: NTS NH6
20

NTSRWRACINGGP

#4 Steven ODENDAAL #16 Joe ROBERTS

DATA DE NASCIMENTO: 2/3/1994 Aos 24 anos regressa ao Moto2 onde DATA DE NASCIMENTO: 16/6/1996 (MALIBU, EUA) Oano passado impressionou na sua
já não competia a tempo inteiro estreia, no Mundial, ao obter o 10º
(OANESBURGO, ÁFRICA DO SUL) desde 2013. Inserido num projecto ESTREIA NO MUNDIAL: 2017 lugar na chuvosa corrida de Brno.
com um novo fabricante de chassis, Depois não mais se viu a esse nível
ESTREIA NO MUNDIAL: 2011 a nipónica NTS, Odendaal parte para a POSIÇÃO EM 2017: 30º e foi vitíma da abrupta saída de cena da
época sem grande pressão. Tudo o que espanhola AGR Team, que deixou o Mundial
MELHOR RESULTADO vier de positivo durante a temporada será MELHOR POSIÇÃO antes do final da temporada. Conseguiu
sempre bem vindo. arranjar colocação para 2018, onde será o
MOTO2: 18º (GP DA AUSTRÁLIA DE 2012) NO MUNDIAL: 30º (2017) único representante do país do Tio Sam no
Mundial.
CAMPEÃO DO FIM CEV EUROPEU DE MOTO2 EM 2016 MELHOR RESULTADO

MOTO2: 10º (GP DA REPÚBLICA CHECA

DE 2017)

TASCARACINGSCUDERIAMOTO2 DIRETORGERAL: ENRICOTASCA
BASE DA EQUIPA: ITÁLIA
MOTO: KALEX

#24 Simone CORS #21 Federico FULIGNI

DATA DE NASCIMENTO: 24/4/1987 (ROMA, ITÁLIA Um dos homens mais experientes do Pela primeira vez na sua carreira
pelotão e que é garantia de prestações tem a possibilidade de realizar uma
ESTREIA NO MUNDIAL: 2002 muito regulares para a equipa que DATA DE NASCIMENTO: 01/6/1992 (BOLONHA, ITÁLIA) temporada completa de Moto2 e
representa. Depois de dois anos logo numa equipa italiana. Até ao
POSIÇÃO EM 2017: 9º na Speed Up mudou-se para a também ESTREIA NO MUNDIAL: 2014 (MOTO2) momento pouco se viu de um piloto que
italiana Tasca, naquela que será a sua nona tem competido no FIM CEV. Dificilmente
MELHOR POSIÇÃO temporada consecutiva em Moto2. Continua POSIÇÃO EM 2017: 38º terá melhor oportunidade do que esta para
a faltar a subida ao lugar mais alto do pódio mostrar o seu talento no Mundial.
NO MUNDIAL: 2º (125CC EM 2008) na classe intermédia.
MELHOR POSIÇÃO
MELHOR RESULTADO
MUNDIAL: 38º (MOTO2 EM 2017)
MOTO2: 2º (3 VEZES)
MELHOR RESULTADO

MOTO2: 15º (GP DE SAN MARINO DE 2017)

>> motosport.com.pt

21

FEDERALOIL KIEFERRACING MARINELLI
GRESINIMOTO2 SNIPERSTEAM

DIRETOR-GERAL: FAUSTO GRESINI DIRETOR-GERAL: JOCHEN KIEFER BASE DA EQUIPA: ITÁLIA
BASE DA EQUIPA: FAENZA, ITÁLIA BASE DA EQUIPA: BAD KREUZNACH, ALEMANHA MOTO: KALEX
MOTO: KALEX MOTO: KTM

#9JorgeNAVARRO #77 DominiqueAEGERTER #13 RomanoFENATI

DATA DE NASCIMENTO: 6/2/1996 (LA PUEBLA DATA DE NASCIMENTO: 30/9/1990 (ROHRBACH, SUÍÇA) DATA DE NASCIMENTO: 15/1/1986 (ASCOLI
PISCENO, ITÁLIA)
DE VALLBONA, ESPANHA) ESTREIA NO MUNDIAL: 2006 ESTREIA NO MUNDIAL: 2012
POSIÇÃO EM 2016: 2º (MOTO3 EM 2017)
ESTREIA NO MUNDIAL: 2012 POSIÇÃO EM 2017: 12º VITÓRIAS EM MOTO3: 10
ESTREANTE EM MOTO2
POSIÇÃO EM 2017: 14º MELHOR POSIÇÃO

MELHOR POSIÇÃO MUNDIAL: 3º (MOTO3 EM 2016) NO MUNDIAL: 5º (MOTO2 EM 2013 E 2014)

MELHOR RESULTADO MOTO2: 6º (TRÊS VEZES 2017) VITÓRIAS MOTO2: 1

Após uma temporada de estreia e adaptação a um Pelo segundo ano consecutivo o piloto suíço estará Um dos mais talentosos pilotos provenientes de
novo campeonato Jorge Navarro pretende evoluir o em representação da equipa alemã, que viveu Itália nos últimos tempos. Porém o facto de ferver
nível das suas exibições. Tornar-se mais consistente momentos muito conturbados após o repentino em pouca água já colocou Fenati em posições
será o objetivo ao longo da época e também, porque desaparecimento do seu líder Stefan Kiefer. Para incómodas por diversas ocasiões e atrasou a
não, conseguir aqui e ali fazer uma gracinha ou não continuar a sua aventura no Mundial, Dominique Aegerter evolução natural da sua carreira. Aos 22 anos sobe
estivesse inserido numa estrutura que já mostrou, não há também não teve vida fácil, mas à última hora conseguiu finalmente ao Moto2 com a equipa que representou
muito, que consegue vencer em Moto2. arranjar os apoios financeiros suficientes para realizar a o ano passado, em Moto3, numa estreia em conjunto
época na totalidade, agora aos comandos de uma KTM. numa nova categoria. Podemos esperar de tudo por
parte do transalpino.

SICRACINGTEAM DIRETOR-GERAL: JOHAN STIGEFELT
BASE DA EQUIPA: MALÁSIA
MOTO: KALEX

#63 Zulfahmi KHAIRUDDIN

Foi recrutado à última hora para
ocupar o lugar do compatriota
Hafizh Syahrin que subiu ao MotoGP.
DATA DE NASCIMENTO: 20/10/1991 (SELANGOR, MALÁSIA) Após uma passagem discreta, nos

ESTREIA NO MUNDIAL: 2009 últimos dois anos, pelo Mundial de
Supersport, Khairuddin estreia-se numa
MELHOR POSIÇÃO

MUNDIAL: 7º (MOTO3 EM 2012) categoria onde as expectativas sobre o seu

ESTREANTE EM MOTO2

desempenho não são muito altas. Como
tal tem aqui uma boa oportunidade para
despontar.

MGP/ MOTO3
MOTO3/PILOTOS E EQUIPAS

22

Acategoria das 250cc a quatro revelar todas as suas capacidades para #88 #08
tempos proporciona sempre continuarem a ascensão rumo à categoria
grandes espetáculos ao longo rainha do Mundial, o MotoGP e que por JORGE MARTIN NICOLÒ BULEGA
da época, sendo tradicional um isso tem a possibilidade de discutir as ITALIANO
grande pelotão estar envolvido vitórias ao longo dos 19 Grandes Prémios ESPANHOL 18 ANOS
na luta pela vitória. À seme- que fazem parte do calendário. 20 ANOS SKY VR46 (KTM)
lhança do que aconteceu nos últimos anos O contingente italiano é um dos maiores no
é esperado novamente um duelo entre Mundial de Moto3, com 9 pilotos entre os GRESINI RACING (HONDA) #44
Honda e KTM apesar da marca austríaca 28 que compõem a grelha e Nicolò Bulega
ter perdido para o Moto2 o campeão do (protegido de Valentino Rossi) e Fabio di ARÓN CANET
mundo, Joan Mir, que em 2017 não deu Giannantonio (quinto no campeonato em ESPANHOL
hipóteses à concorrência, e garantindo 2017) e Andrea Migno, são os mais sérios 18 ANOS
com isso a subida à categoria intermédia candidatos ao título. Contudo e com a saída ESTRELLA GALICIA 0,0 (HONDA)
do Mundial. de cena de Joan Mir e Romano Fenati, 1º e
Os primeiros ensaios da pré-tempora- 2º, na última temporada, será certo que os
da mostraram que Jorge Martin, e Arón espanhóis Aron Canet 3.º em 2017 e Jorge
Canet, podem estar um nível acima da Martin, 4º na última temporada e rei do
restante concorrência. No entanto todos pole positions, vão querer mostrar todo
sabemos que no Moto3 a imprevisibilidade o valor que evidenciaram no último ano
é a palavra de ordem pelo que existe um e assegurar que o título volta a ficar em
grande leque de pilotos que procura um casa em Espanha no final da época.

#33

ENEA BASTIANINI

ITALIANO
20 ANOS
ESTRELLA GALICIA 0.0 (HONDA)

I/ I N S C R I T O S #21

5 JAUME MASIA KTM 33 ENEA BASTIANINI HONDA FABIO DI
GIANNANTONIO
7 ADAM NORRODIN HONDA 40 DARRYN BINDER KTM
ITALIANO
8 NICOLO BULEGA KTM 41 NAKARIN ATIRATPHUVAPAT HONDA 19 ANOS
GRESINI RACING (HONDA)
10 DENNIS FOGGIA KTM 42 MARCOS RAMIREZ KTM

11 LIVIO LOI KTM 44 ARON CANET HONDA

12 MARCO BEZZECCHI KTM 48 LORENZO DALLA PORTA HONDA

14 TONY ARBOLINO HONDA 65 PHILIPP OETTL KTM

16 ANDREA MIGNO KTM 71 AYUMU SASAKI HONDA

17 JOHN MCPHEE KTM 72 ALONSO LOPEZ HONDA

19 GABRIEL RODRIGO KTM 75 ALBERT ARENAS KTM

21 FABIO DI GIANNANTONIO HONDA 76 MAKAR YURCHENKO KTM

22 KAZUKI MASAKI KTM 84 JAKUB KORNFEIL KTM

23 NICCOLO ANTONELLI HONDA 88 JORGE MARTIN HONDA

24 TATSUKI SUZUKI HONDA

27 KAITO TOBA HONDA

> > m o t o s p o r t . c o m . p t 23

1 2 3
18 DE MARÇO 8 DE ABRIL 22 DE ABRIL
ARGENTINA AMÉRICAS
QATAR

4
6 DE MAIO
ESPANHA

5 6
20 DE MAIO 3 DE JUNHO

FRANÇA ITÁLIA

7 8 9
17 DE JUNHO 01 DE JULHO 15 DE JULHO
CATALUNHA ALEMANHA
HOLANDA
10 12
5 DE AGOSTO 11 26 DE AGOSTO
REP. CHECA 12 DE AGOSTO GRÃ-BRETANHA

ÁUSTRIA

14
23 DE SETEMB.

ARAGÃO

13 17 15
9 DE SETEMB. 28 DE OUTUB. 7 DE OUTUB.
S. MARINO AUSTRÁLIA
JAPÃO
16
21 DE OUTUB. 19
18 DE NOVEMB.
JAPÃO
VALÊNCIA

18
4 DE NOVEMB.

MALÁSIA


Click to View FlipBook Version
Previous Book
Palmer Spring 2018
Next Book
AWGA 9 Booklet