The words you are searching are inside this book. To get more targeted content, please make full-text search by clicking here.

Livro de Formação Técnica KS2000 (01_2021)

Discover the best professional documents and content resources in AnyFlip Document Base.
Search
Published by Vidal Jovan, 2021-03-30 12:12:14

Livro de Formação Técnica KS2000 (01_2021)

Livro de Formação Técnica KS2000 (01_2021)

Keywords: beckhoff,twincat,bresimar,andril,asatek

BECKHOFF AUTOMATION

MANUAL DE FORMAÇÃO DE
KS2000

(ferramentademanutençãoparaCX, BC, BK, KL, IPeIL)

por Jorge Andril

01 / 2021

• BRESIMAR AUTOMAÇÃO , S.A. • Departamento de Engenharia ASATEK • www.bresimar.pt
• Avenida Europa, 460 – Quinta do Simão - Esgueira • 3800-230 Aveiro • PORTUGAL

O agradecimento à BECKHOFF AUTOMATION pelo
fornecimento de documentação técnica e à BRESIMAR
AUTOMAÇÃO S.A. pela disponibilidade de equipamentos para

a execução de testes de campo.

A BRESIMAR AUTOMAÇÃO é uma
empresa com sede em Aveiro, Portugal

A Bresimar Automação S.A., é uma empresa Possui uma equipa técnica qualificada, que presta
familiar especializada em Automação Industrial. serviços de assistência pré e pós-venda, que propõe
Fundada em 1982, foi evoluindo a sua atividade e aconselha soluções tecnológicas inovadoras.
comercial e atualmente divide-se em 3 áreas de
negócios. A gestão está focada e orientada para os clientes,
pelo que efetua uma seleção muito criteriosa de
Essas áreas de negócios são as seguintes: fornecedores. A formação é um fator determinante
para a qualidade dos serviços prestados por todos os
 Comercialização de equipamentos para colaboradores.
automação industrial através da
representação exclusiva de diversas marcas, Espero que estes apontamentos técnicos vos sejam
mundialmente conceituadas (INSYS-icom , úteis nas vossas aplicações de automação
Beckhoff , Siemens , Turck , Beijer , entre industrial!
outras ) .
Obrigado pela vossa atenção.
 Serviços de engenharia de automação e
controlo para processos industriais com Saudações
desenvolvimento de software para PLCs e
HMIs . Este serviço possui a marca registada Jorge Andril
asaTek .
http://pt.linkedin.com/in/jorgeandril/
 Produção e desenvolvimento de
transmissores e sensores de temperatura
incluindo sistemas sem fios. Estes
equipamentos tem a marca registada tekOn .



LISTA DE CONTEÚDOS

I - Apresentação do software de manutenção KS2000 1
1
I-1 – Apresentação do software de manutenção de equipamentos com K-Bus 2
I-2 – Configuração 3
3
I-3 – Comissionamento 4
I-4 – Equipamentos BECKHOFF compatíveis com o KS2000 5
6
– Bus Terminals (BX, BC e BK) 7
– PC embedded (CX) 8
9
– Bus Terminals (KL1xxx/KS1xxx/KM1xxx e KL2xxx/KL2xxx/KM2xxx) 10
– Bus Terminals (KL2xxx/KS2xxx/KM2xxx)
11
– Bus Terminals (KL3xxx/KS3xxx/KM3xxx e KL4xxx/KS4xxx/KM4xxx) 16
– Bus Terminals (KL5xxx/KS5xxx ; KL6xxx/KS6xxx ; KL8xxx e KL9xxx) 17
23
– Fieldbus Box (ILxxxx/IExxxx/IPxxxx) 29
– Fieldbus Box (IP2xxx/IP3xxx/IP4xxx/IP5xxx/IP6xxx) 30
30
II - Software de configuração e manutenção KS2000 31
33
II-1 – Instalação do software KS2000 37
II-2 – Como instalar o drive de comunicação USB 40
II-2.1 – Drive para o Windows XP (para PCs antigos) 42
II-2.2 – Drive para o Windows 7 43
II-3 – Cabos de ligação aos módulos de “cabeceira” 43
II-4 – Configurações do software de manutenção KS2000 43
II-4.1 – Seleção do idioma da interface de trabalho 46
II-4.2 – Seleção do tipo de comunicação “via COM” ou “via ADS” 48
II-4.2.1 – “Via ADS” com PCs Embedded do tipo CX 48
II-4.2.2 – “Via ADS” com BK EtherCAT 49
II-4.2.3 – Estabelecer comunicação com periférico (“Login”/”Logout”) 50
II-5 – As áreas funcionais da interface de trabalho 51
II-5.1 – Área das funções 52
II-5.1.1 – Projeto (“Project”) 52
II-5.1.2 – “Online” 53
II-5.1.3 – Opções “Option” 55
II-5.2 – Área da “Árvore” do projeto 58
II-5.2.1 – Menu de configurações de controladores “Bus Terminal” 58
II-5.2.2 – Menu de configurações de controladores “Fielbus Box” 59
II-5.3 – Área de “Edição” do projeto 60
II-5.3.1 – Mapa de I/O´s com os endereços absolutos 61
II-5.3.2 – Lista de material com os terminais 63
II-5.3.3 – Arquivo de dados dos registos dos terminais 64
II-5.3.4 – Configurações da “rede de campo” (“Fieldbus”)
II-5.3.5 – Configurações do modulo “cabeceira” (“Controller”)
II-6 – Como usar scripts e ficheiros XML no KS2000
II-6.1 – Arquivar em ficheiro as configurações
II-6.2 – Recuperar de ficheiro as configurações
II-6.3 – Como guardar os registos de um terminal
II-6.4 – Como escrever um script num módulo de “cabeceira”
II-6.5 – Como escrever um script nos terminais I/O
II-6.6 – Como converter ficheiros script no KS2000

BECKHOFF AUTOMATION
KS2000

ix

BRESIMAR AUTOMAÇÃO Capítulo I

I – Apresentação do software de manutenção KS2000

 I-1 – Apresentação do software de manutenção de equipamentos com K-Bus

O software de manutenção KS2000 permite a
configuração, comissionamento e parametrização dos
dispositivos da BECKHOFF que utilizam o protocolo de
comunicação, entre os módulos de cabeceira e os
terminais, K-Bus. Na BECKHOFF os módulos terminais
que utilizam o K-bus são os módulos de cabeceira ( Bus
Coupler ou Bus Controller BX, BC e BK) , os terminais de
barramento ( Bus Terminal KL, KM ou KS) e os módulos
de campo (Fieldbus Box IL, IP e IE). A conexão entre os
diversos módulos, anteriormente mencionados, e o PC é
estabelecida através de um cabo de ligação série ou USB
ou através de uma rede Ethernet TCP/IP ou outra
fieldbus.

O software de configuração KS2000 é uma aplicação
informática simples e leve, necessitando de um espaço mínimo de 25MB livre no hard disk. Está adaptado para
diferentes versões do sistema operativo Windows (desde o Windows XP, Windows 7 SP1 até ao Windows 10). A sua
interface é muito amigável para com o utilizador, tornando fácil o seu manuseamento.

O KS2000 permite o acesso às variáveis de processo dos I/Os (digitais e analógicas), dos componentes existentes,
através da rede de campo que está a ser usada (fieldbus). Desta forma, é possível monitorizar o estado das entradas
e saídas (digitais ou analógicas) dos bus terminals KL, KM, KS e das fieldbus box IL, IP e IE. O acesso às entradas e saídas
dos sinais de processo individualmente é suportado por meio de uma funcionalidade do tipo osciloscópio (Scop View).
Isso permite por exemplo, testar na altura do comissionamento ou de manutenção, uma maquina industrial ou outro
tipo de aplicação em funcionamento.

 I-2 – Configuração

Podemos configurar em “offline” os módulos de
cabeceira das fieldbus, os terminais de barramento I/Os
ou os módulos fieldbus box com este software de
configuração. Isso significa que podemos configurar
todos estes módulos, com os parâmetros adequados,
antes da fase de arranque e de comissionamento da
máquina ou de outra aplicação que pretendemos
comissionar.

Posteriormente, esta configuração pode ser transferida
para o modulo usado (ex. Bus Coupler, Bus Terminal ou
Fieldbus Box), já na fase de comissionamento, por meio
do download de um ficheiro anteriormente guardado
no KS2000. Para fins de gestão técnica documental o
KS2000 permite criar relatórios, em ficheiro do tipo
texto, com a indicação dos diversos módulos usados na
aplicação e uma lista dos parâmetros modificados. Com
um upload, os parâmetros dos módulos existentes nada
fieldbus estão disponíveis para serem replicados em
outros equipamentos semelhantes.

Para executarmos o download ou o upload para ou dos
módulos de cabeceira (ex. Bus Coupler, Bus Terminal ou Fieldbus Box) necessitamos de uma ligação física entre o PC e
esses módulos de cabeceira. Podemos usar uma ligação série ou usar a rede de campo existente (fieldbus por exemplo,
PROFIBUS, Lightbus, Ethernet) via protocolo ADS. Via Ethernet, o KS2000 também pode comunicar com alguns
terminais de barramento (Bus Terminals KL, KM ou KS) acoplados a um Bus Coupler do tipo controlador PLC (ex.
Ethernet BC9000 ou BX9000) ou do tipo PC embedded (ex. CX9010).

[asaTek / J.Andril] 1

BRESIMAR AUTOMAÇÃO Capítulo I

Todas as possibilidades de comunicação, no modo online, podem ser usadas em paralelo. Isto é, a rede de
campo real (fieldbus ex. Profibus, Ligthbus, etc) em funcionamento no bus coupler e o modo de
comunicação via porta série. Mas a prioridade é dada sempre à fieldbus existente.

Se for necessário as configurações de uma estação completa podem ser salvas e reintegradas em outro controlador,
através de um ficheiro, como iremos ver nos capítulos seguintes.

 I-3 – Comissionamento

A ferramenta de software KS2000 de manutenção facilita o comissionamento dos componentes funcionais (ex. Bus
Couplers, Bus Terminals, Fieldbus Box, etc) existentes nas máquinas industriais automatizadas ou outro tipo de
aplicação não industrial usando material Beckhoff:

• As configurações dos Bus couplers, Bus Terminals ou Fieldbus Box podem ser descarregadas (“download”) para os
respetivos equipamentos existentes no “terreno”.

• Após o login na estação terminal é possível definir e alterar as configurações dos Bus Couplers ou outro tipo de
terminal diretamente em “online”. Utiliza-se a mesma interface gráfica usada nas configurações em “offline”.

• As alterações nas configurações dos Bus Couplers,, Bus Terminals ou Fieldbus Box ou outro tipo de terminal só entram
em vigor após uma reinicialização (start-up). Essa reinicialização do modulo de cabeceira pode ser executada através
de ordem vinda do software KS2000 .

• Quando as “configurações de fábrica” são selecionadas no KS2000, após a reinicialização, o modulo de cabeceira
opera novamente com as parametrizações definidas pelo fabricante (“valores de fábrica”).

• O KS2000 oferece acesso às imagens I/Os de processo dos módulos de cabeceira, sejam Bus Coupler, Bus Terminals
ou Fielbus Box. Assim, as imagens das entradas e saídas desses módulos podem ser monitorizadas.

• Para o comissionamento dos terminais de saída existentes, os valores do processo podem ser manuseados e
comandados através da sua imagem de processo existente no scope view do KS2000.

• A interface de utilizador da ferramenta de software KS2000 é multilíngue. O programa é iniciado automaticamente
na língua alemã. O idioma pode ser alterado, selecionando no menu “Optionen / Sprache”, para inglês (“Option /
Language”). Só estão disponíveis dois idiomas, o Alemão e o Inglês.

[asaTek / J.Andril] 2

BRESIMAR AUTOMAÇÃO Capítulo I
 I-4 – Equipamentos BECKHOFF compatíveis com o KS2000

 Bus Terminals (BX, BC e BK)

[asaTek / J.Andril] 3

BRESIMAR AUTOMAÇÃO Capítulo I
 PC embedded (CX)

[asaTek / J.Andril] 4

BRESIMAR AUTOMAÇÃO Capítulo I

 Bus Terminals (KL1xxx/KS1xxx/KM1xxx e KL2xxx/KL2xxx/KM2xxx)

[asaTek / J.Andril] 5

BRESIMAR AUTOMAÇÃO Capítulo I
 Bus Terminals (KL2xxx/KS2xxx/KM2xxx)

[asaTek / J.Andril] 6

BRESIMAR AUTOMAÇÃO Capítulo I

 Bus Terminals (KL3xxx/KS3xxx/KM3xxx e KL4xxx/KS4xxx/KM4xxx)

[asaTek / J.Andril] 7

BRESIMAR AUTOMAÇÃO Capítulo I

 Bus Terminals (KL5xxx/KS5xxx ; KL6xxx/KS6xxx ; KL8xxx e KL9xxx)

[asaTek / J.Andril] 8

BRESIMAR AUTOMAÇÃO Capítulo I
 Fieldbus Box (ILxxxx/IExxxx/IPxxxx)

[asaTek / J.Andril] 9

BRESIMAR AUTOMAÇÃO Capítulo I
 Fieldbus Box (IP2xxx/IP3xxx/IP4xxx/IP5xxx/IP6xxx)

[asaTek / J.Andril] 10

BRESIMAR AUTOMAÇÃO Capítulo II

II – Software de configuração e manutenção KS2000

Introdução

Como mencionado, no capítulo I
anterior, o software KS2000 é
uma aplicação informática que
permite parametrizar, configurar
ou comissionar os diversos
controladores (CX, BC, BK, IL) e
terminais (KL, KM, KS, IP) da
marca BECKHOFF.
Este software deverá ser utilizado
por técnicos de manutenção
qualificados para trabalhar com
material BECKHOFF. Com a sua
correta utilização conseguimos modificar os parâmetros de “fábrica”, através dos respetivos “registos”,
de diversos controladores e terminais. Apesar da existência de outras possibilidades (através de código
no programa do PLC ou utilizando a aplicação informática “System Manager”) a utilização do KS2000 é
a solução mais rápida e prática para executar esse trabalho. Este manual explica, de maneira prática e
sucinta, a utilização deste mesmo software.

 II-1 – Instalação do software KS2000

A ferramenta de configuração KS2000, que pode ser descarregada do site www.beckhoff.com, necessita
de um PC com acesso de administrador e um Sistema Operativo Windows (ex. Windows XP, Windows 7
SP1 ou 10) , com 25MB de memoria livre no disco duro e uma porta COM ou USB.

[asaTek / J.Andril] 11

BRESIMAR AUTOMAÇÃO Capítulo II

A versão disponível atualmente (2021), no site da BECKHOFF, é a versão 5.1 (KS2000 versão 5). Por vezes
é importante ter a versão anterior (versão 4), por motivo de necessidade de efetuar intervenções de
manutenção em máquinas existentes, no “chão de fábrica”, com material antigo e descontinuado. Para
não haver conflitos e mau funcionamento entre versões antigas e as mais recentes de firmware
recomendo a instalação das duas versões, no seu PC. Neste capítulo é explicado o procedimento de
instalação da versão anterior v4.x. O procedimento de instalação para a versão v5.x é idêntica.

A instalação desta ferramenta informática de configuração e manutenção, necessita de uma licença.
Poderá adquiri-la no representante da BECKHOFF em Portugal (www.bresimar.pt). A instalação segue as
configurações clássicas, como qualquer outra aplicação informática, sobre ambiente Windows.

Clique duas vezes sobre a aplicação “KS2000_V4.exe”(versão 4.x), que descarregou da Internet ou de
uma pen drive e siga as instruções.

[asaTek / J.Andril] 12

BRESIMAR AUTOMAÇÃO Capítulo II

Prossiga a instalação clicando primeiro no botão de comando “Next” e depois em “Yes”.

[asaTek / J.Andril] 13

BRESIMAR AUTOMAÇÃO Capítulo II
Prossiga a instalação clicando primeiro no botão de comando “Yes”.

Deverá colocar o nome do utilizador, o da empresa e o nº da licença. Sem este nº não será possível a
instalação.

[asaTek / J.Andril] 14

BRESIMAR AUTOMAÇÃO Capítulo II

De seguida a instalação deverá iniciar.

Uma vez a instalação terminada devemos, de seguida, reiniciar o PC. 15
[asaTek / J.Andril]

BRESIMAR AUTOMAÇÃO Capítulo II
 II-2 – Como instalar o drive de comunicação USB

No caso de não possuir uma porta RS232, no PC em que vai utilizar o KS2000, poderá adquirir um cabo
de comunicação que permitirá comunicar com qualquer periférico BECKHOFF usando uma porta série
USB. Neste caso é recomendável instalar a versão do “KS2000 V4.3.0.75” ou superior e os respetivos
drives de comunicação para os cabos USB. Existem duas versões de cabos permitem comunicar com os
“Bus Coupler” BK, BC e LC (KS2000-Z2-USB) e as “Fieldbus module” (KS2000-Z3-USB). Estes cabos são
isolados eletricamente e possuem 2 LEDs que indicam o estado da transferência dos dados.

Ao contrário das portas RS232, nas ligações USB necessitamos instalar um drive para a comunicação
dessa porta. Este drive poderá ser descarregado do seguinte caminho (ex. versão 2.12.06):

https://download.beckhoff.com/download/Software/TwinCAT/TwinCAT2/Supplement/KS2000/KS2000_USB_CDM_2.12.06.zip

NOTA: este caminho poderá ser mudado pela BECKHOFF.

[asaTek / J.Andril] 16

BRESIMAR AUTOMAÇÃO Capítulo II
II-2.1 – Drive para o Windows XP (para PCs antigos)

Instale o cabo, em uma porta USB disponível no PC com Windows XP e siga as instruções. É
apresentado, nas figuras seguintes, os diversos passos da instalação (em Inglês).

Indica que foi detetado um novo hardware no seu PC. 17
[asaTek / J.Andril]

BRESIMAR AUTOMAÇÃO Capítulo II

Instalação através de ficheiro apresentado em lista ou em uma localização.

Se o WinXP está configurado para assinalar quais os drives “não certificados”, que estão prestes a
serem instalados, deverá aparecer uma janela de aviso a indicar essa situação. Clique no comando
“Next”.

[asaTek / J.Andril] 18

BRESIMAR AUTOMAÇÃO Capítulo II

Após o Windows XP ter copiado e instalado o drive o sistema informará dessa finalização. De seguida
clique em “Finish”.

De seguida o sistema irá solicitar a instalação do drive de emulação da porta de comunicação COM.

[asaTek / J.Andril] 19

BRESIMAR AUTOMAÇÃO Capítulo II

Clique no comando “Next”.

Clique no comando “Next”. 20
[asaTek / J.Andril]

BRESIMAR AUTOMAÇÃO Capítulo II

Se o Windows XP está configurado para avisar quando novos drives “não certificados”, estão prestes
a serem instalados, deverá aparecer uma janela de aviso a indicar essa situação.

[asaTek / J.Andril] 21

BRESIMAR AUTOMAÇÃO Capítulo II

De seguida abra, através do botão “Start”, o “Control Panel / System”. Selecione a tab “Hardware”
e clique em “Device Manager”.

[asaTek / J.Andril] 22

BRESIMAR AUTOMAÇÃO Capítulo II
II-2.2 – Drive para o Windows 7

Instale o cabo em uma porta USB disponível no PC com Windows 7 e siga as instruções. É
apresentado, na barra inferior, a indicação que o drive está a ser instalado. Mas, devido a não saber
a sua localização, deverá aparecer posteriormente um erro de instalação.

Por esse motivo devemos instalar o software do drive manualmente. Em primeiro lugar instale o
“USB Serial Converter”. Para isso abra o “Device Manager” no “Control Panel”.

[asaTek / J.Andril] 23

BRESIMAR AUTOMAÇÃO Capítulo II
No “Control Panel” verifique a pasta “Hardware and Sound” :

Verifique a pasta “Device Manager”

[asaTek / J.Andril] 24

BRESIMAR AUTOMAÇÃO Capítulo II

Clique, com a tecla direita do rato, no novo componente “K2000-Zx-USB” e de seguida em “Update
Drive Software”.

De seguida selecione a opção : “Browse my computer for drive software”.

É necessário escolher o caminho onde se encontra o drive. 25
[asaTek / J.Andril]

BRESIMAR AUTOMAÇÃO Capítulo II

Confirme a instalação clicando em “Install”.

Após a instalação, bem-sucedida, do drive “USB Serial converter” daremos início à instalação de um
segundo drive, necessário para o funcionamento do cabo USB. Esse drive é o “USB Serial port”.

Para dar início a essa instalação utilize o botão “Start” e clique no “Control Panel” / “Hardware and
Sound”. Este procedimento é idêntico ao efetuado na instalação do drive anterior (ver pag. 14 e 15).

[asaTek / J.Andril] 26

BRESIMAR AUTOMAÇÃO Capítulo II

Após a abertura da janela “Device Manager” clique, com a tecla direita do rato, em cima do
componente “USB Serial Port” e selecione “Update Diver Software”.

Seguindo os mesmos procedimentos, efetuados na instalação do drive anterior (ver pag. 16 e 17), no
final ficará instalado no seu PC o drive “USB Seriel Port”.

[asaTek / J.Andril] 27

BRESIMAR AUTOMAÇÃO Capítulo II

O sistema operativo irá avisar que instalou o drive com sucesso, enviando uma janela com essa
informação, como é mostrada na figura seguinte.

Agora poderá verificar na janela “Device Manager” o nº da porta COM que foi reservada (ex. COM3).
De seguida abra o KS2000 e no comando “Options”/ ”Communications channel” selecione a
comunicação “via COM”.

Deverá verificar a presença de uma nova COM (ex. COM3).

[asaTek / J.Andril] 28

BRESIMAR AUTOMAÇÃO Capítulo II

 II-3 – Cabos de ligação aos módulos de “cabeceira”

Para poder ligar o software, de configuração e manutenção, KS2000 aos diversos periféricos da
BECKHOFF (CX, BC, BK, IL, KL, IP) é necessário utilizar cabos de comunicação entre o PC e cada um destes
terminais. A BECKHOFF disponibiliza cabos de comunicação para porta serie RS232 e USB.

Um cabo para os módulos de “cabeceira” IP20 (módulos BC/BK) é fornecido quando se adquire o KS2000
(KS2000-Z2). Caso necessite configurar os modelos IP67 (IL e IP) será necessário adquirir o cabo KS2000-
Z3. Ambos os modelos utilizam uma ligação serie RS232 (Ficha D de 9 pinos). Além dos modelos com
porta RS232 há cabos com porta USB, modelo KS2000-Z2-USB (BC/BK) e KS2000-Z3-USB (IL/IP).

Para os PCs embedded, do tipo CX, utiliza-se cabos de comunicação Ethernet que utiliza o protocolo
de comunicação AMS da BECKHOFF, em vez da porta da comunicação série.

[asaTek / J.Andril] 29

BRESIMAR AUTOMAÇÃO Capítulo II

 II-4 – Configurações do software de manutenção KS2000

Antes de começarmos a trabalhar com o software de manutenção KS2000 devemos configurar o
idioma que pretendemos ter na interface do configurador e o modo de comunicação entre o KS2000
e o equipamento BECKHOFF. Nas secções seguintes serão explicados, detalhadamente, esses
procedimentos.

II-4.1 – Seleção do idioma da interface de trabalho

Inicie o software KS2000 e na barra superior de comandos em “Optionen” / ”Sprache” clique no
idioma “Englisch”. Por defeito, após a instalação do KS2000, o idioma é o Alemão (“Deutsch”). Caso
já esteja em Inglês e pretenda mudar para o idioma em Alemão selecione “Options”/ ”Language” e
de seguida “German” .

Uma vez o procedimento de escolha do idioma efetuado, podemos passar à configuração do tipo de
comunicação que pretendemos ter entre o KS2000 e o dispositivo da BECKHOFF.

[asaTek / J.Andril] 30

BRESIMAR AUTOMAÇÃO Capítulo II

II-4.2 – Seleção do tipo de comunicação “via COM” ou “via ADS”

Devemos selecionar o canal de comunicação “via COM” quando usamos os cabos indicados na secção
3 ou “via ADS” quando usamos cabos de rede (ex. Ethernet).

Caso selecione a ligação “via COM” teremos de efetuar as seguintes configurações:

Caso seja necessário a modificação das características da porta COM (“baud-rate”, ”databits”,
”parity”, etc.) é aqui que podemos executar essas novas configurações. Depois de ligar o cabo ao
módulo de “cabeceira”, teste a comunicação clicando no comando “Test”.

NOTA: Se o modo de cabeceira é um BK8xxx ou BC8xxx, verifique o endereço dos
dois switch (x1 e x10) rotativos existentes e coloque o endereço 11 no campo
“Multipoint” (figura).

[asaTek / J.Andril] 31

BRESIMAR AUTOMAÇÃO Capítulo II
Caso haja um erro na comunicação surgirá uma mensagem, do seguinte tipo:

As causas poderão ser diversas entre as quais destaco as seguintes:
• O módulo não está alimentado eletricamente
• Não está a utilizar o cabo adequado ou encontra-se danificado
• As configurações das comunicações não estão corretas

Caso as comunicações sejam efetuadas corretamente aparecerá uma mensagem a informar.

De seguida clique em “OK”.

[asaTek / J.Andril] 32

BRESIMAR AUTOMAÇÃO Capítulo II
II-4.2.1 – “Via ADS” com PCs Embedded do tipo CX

Caso selecione a ligação “via ADS”, para comunicarmos com os PC embedded do tipo CX, teremos de
efetuar as seguintes configurações:

Depois de selecionado o modo de comunicação, utilizando o protocolo de comunicação “ADS” e o
protocolo de transporte TCP/IP (cabo Ethernet), devemos selecionar o periférico com que
pretendemos comunicar. Obrigatoriamente terá de estar registado, no “router AMS” do TwinCAT, o
periférico CX a utilizar.

Poderá registar ou confirmar esse registo recorrendo à janela das “Properties”. Clique no icon do
software TwinCAT (icon colocado na barra de comandos inferior, existente no seu PC) e
posteriormente no tab do “AMS Router” da janela “TwinCAT System Properties”.

[asaTek / J.Andril] 33

BRESIMAR AUTOMAÇÃO Capítulo II

Selecione o respetivo CX (ex. da figura “CX_006873” com endereço ADS “5.0.104.115.1.1”).

Após ter escolhido na janela Windows anterior o controlador target com quem pretendemos
comunicar através do software de manutenção KS2000, verifique na janela “Name:” se a inscrição
coincide.

[asaTek / J.Andril] 34

BRESIMAR AUTOMAÇÃO Capítulo II

Caso o periférico não esteja registado no “AMS router” podemos selecioná-lo, manualmente,
introduzindo os seguintes dados:

“Name :”  (1) a opção “User Defined”

“AmsServerNetId”  (2) o endereço do protocolo AMS

“AdsPort”  (3) o nº da porta de comunicação do CX

De seguida teste a comunicação pressionando no botão “Test” (4).

Estes dados poderão ser copiados do “System Manager”, em modo “Config Mode”, após a
comunicação com o CX (ex. (1) Port: 28928 (2) AmsServerNetId: 5.0.118.44.1.1).

[asaTek / J.Andril] 35

BRESIMAR AUTOMAÇÃO Capítulo II

Caso haja um erro na comunicação surgirá uma mensagem do seguinte tipo:

As causas poderão ser diversas entre as quais destaco as seguintes:
• O módulo não está alimentado eletricamente
• Não está a utilizar o cabo Ethernet adequado
• O endereço “AmsServerNetId” não é o correto

Se a comunicação se efetuar corretamente, entre o KS2000 e o CX, surgirá a mensagem seguinte:

De seguida clique na tecla “OK” (5) para ficar registado no KS2000 a comunicação pretendida.

Na subpasta “AMSROUTER” poderá visualizar todos os controladores registados no “TwinCAT AMS
router”. O KS2000 permite o registo manual de novos controladores.

[asaTek / J.Andril] 36

BRESIMAR AUTOMAÇÃO Capítulo II

II-4.2.2 – “Via ADS” com BK EtherCAT

Existem módulos de cabeceira para redes de campo EtherCAT, da série BK, que também permitem a
comunicação “via ADS” utilizando um cabo Ethernet. Esses módulos são os BK1120, BK1150 e
BK1250. O acesso “via ADS”, através do KS2000, só é suportado a partir das seguintes versões de
firmware :

BK1120 => FW08, BK1150 => FW01 e BK1250 => FW01.

Para utilizarmos a ligação “via ADS”, deverá selecionar os comandos indicados na figura seguinte.

Depois de selecionado o modo de comunicação, utilizando o protocolo de comunicação “ADS” e o
protocolo de transporte TCP/IP (cabo Ethernet), devemos selecionar o periférico com que
pretendemos comunicar.

Como não sabemos o endereço AMS devemos selecionar os seguintes parâmetros recorrendo ao
TwinCAT / “System Manager”:

“Name :”  (1) a opção “User Defined”

“AmsServerNetId”  (2) o endereço do protocolo AMS

“AdsPort”  (3) o nº da porta igual a 100

[asaTek / J.Andril] 37

BRESIMAR AUTOMAÇÃO Capítulo II

Na árvore, apresentada na coluna do lado esquerdo, do System Manager clique no icon que
representa o BK1250 e de seguida na pasta EtherCAT. Selecione o comando “Advanced Settings”.

Navegando na árvore, da janela apresentada anteriormente, do System Manager selecione a
subpasta “AoE” (ADS over EtherCAT) pertencente à pasta “Mailbox”. De seguida coloque vistos na
propriedade “Generate NetId” e na propriedade “Initialize NetId” .

Após essa parametrização clique em “OK”.

De seguida clique na pasta “MailBox” e retire a informação correspondente ao endereço ADS, na
janela “ADS Info :”, que pertence ao equipamento EtherCAT (BK1120, BK1150 ou BK1250).

[asaTek / J.Andril] 38

BRESIMAR AUTOMAÇÃO Capítulo II

No exemplo mostrado, na figura seguinte, corresponde ao endereço 172.16.6.49.2.5 no ADS Router.

No KS2000 preencha o campo “AmsServerNetId” (2) com o endereço do protocolo ADS,
anteriormente lido.

Após os passos feitos anteriormente podemos agora testar as comunicações, entre o KS2000 e o
controlador BK1250 clicando no comando “Test…”. Se o teste das comunicações foi efetuado com
sucesso poderá de seguida clicar no comando “OK”.

[asaTek / J.Andril] 39

BRESIMAR AUTOMAÇÃO Capítulo II

II-4.2.3 – Estabelecer comunicação com periférico (“Login”/”Logout”)

Depois das configurações efetuadas estamos prontos para estabelecer as comunicações com os
periféricos da BECKHOFF. Para isso necessitamos dos cabos de comunicação (por RS232, USB ou
Ethernet) ligados entre o PC e cada um dos periféricos. De seguida pressione, no “menu de
comandos”, em “Online” / “Login”.

Poderá também usar os icons da “barra de ferramentas”, existente na parte superior, do software
KS2000 .

Icons da barra de ferramentas

Icon de “Login”

Depois de estabelecida a comunicação, entre o KS2000 e o periférico, surgirá na parte direita uma
“fotografia” da configuração do hardware existente no campo.

[asaTek / J.Andril] 40

BRESIMAR AUTOMAÇÃO Capítulo II
Neste caso, da figura anterior, estamos ligados a um Bus Terminal BC9000.

No exemplo da figura anterior temos uma ligação a uma “fieldbus box” IL2300-B310.
Para efetuarmos o desligar a comunicação podemos selecionar o icon de “logout” da “barra de
ferramentas” ou no menu o comando de “Logout” .

Icon de “Logout”

Menu de comandos

[asaTek / J.Andril] 41

BRESIMAR AUTOMAÇÃO Capítulo II

 II-5 – As áreas funcionais da interface de trabalho

Na figura seguinte está representada a área de trabalho (GUI - Graphical User Interface) do software de
manutenção e configuração KS2000 com as respetivas áreas funcionais, que iremos explicar de uma
maneira sucinta e resumida, a seguir.

Podemos dividir a interface de trabalho nas seguintes áreas funcionais:

- “Funções” – Permite a execução de comandos, através dos menus e icons

- “Árvore de configuração” – Permite selecionar e visualizar os parâmetros de configuração
de cada um dos componentes de hardware utilizados.

- “Edição” – Permite monitorizar e comandar, através da interface gráfica editada, cada um
dos terminais existentes na configuração.

- “Informações” – Mensagens de erro e de estado geradas pelo KS2000

Caso pretendamos, podemos alterar esta vista recorrendo aos seguintes icons da barra superior ou ao
menu de comandos:

[asaTek / J.Andril] 42

BRESIMAR AUTOMAÇÃO Capítulo II

II-5.1 – Área das funções
A figura seguinte mostra a área, no GUI do KS2000, onde estão localizados os botões de comando.

II-5.1.1 – Projeto (“Project”)

Neste menu, existente na “barra de ferramentas” da área das funções,
podemos “Fechar” e “Sair” da aplicação informática KS2000, através do
comando “Exit”.

II-5.1.2 – “Online”
A figura seguinte mostra, na “barra de ferramentas” do KS2000, os serviços existentes e disponíveis
em “Online”.

No menu “Online” temos diversos comandos em que se destacam os seguintes:

- “Login / Logout” permite “ligarmo-nos” ou “desligarmo-nos” aos equipamentos BECKHOFF
(BCs , BKs, ILs, IPs, CXs, etc.)
- “Script init”, que se encontra dentro dos comandos “Terminal” e “Coupler”, permite
transferir uma configuração já arquivada
- “Firmware Load” e “Firmware Update”, que se encontra dentro do comando “Coupler”,
permite atualizar o firmware do equipamento
- “Conversion of script files in XML…”, permite converter ficheiros da versão 3 do KS2000
para a versão v4

[asaTek / J.Andril] 43

BRESIMAR AUTOMAÇÃO Capítulo II

- Dentro do comando “Coupler” / “Service” temos acesso aos seguintes comandos
específicos do “coupler” (BC,BL,IL,IP)

“Write protection set” Permite ativar a proteção de escrita
“Write protection abolished” Permite desativar a proteção de escrita
“Reboot” Ordem de “reiniciar” o controlador
“Factory settings” Colocação dos valores “de fábrica” nos registos
“Reset KBus” Limpar erros no K-Bus (ex. I/O error)
“Get Cheksum” Teste do K-Bus verificando a existência de erros

 Atualização de firmware de controladores BC, BK, IL, IP

Em algumas situações necessitamos de atualizar o firmware existente no módulo “coupler” (BC, BK,
IL, IP). O KS2000 é a ferramenta mais adequada para executar esta tarefa.

[asaTek / J.Andril] 44


Click to View FlipBook Version
Previous Book
รวมคลิป
Next Book
DISESTIVE