The words you are searching are inside this book. To get more targeted content, please make full-text search by clicking here.
Discover the best professional documents and content resources in AnyFlip Document Base.
Search
Published by rodhck, 2019-04-27 18:25:16

EXPERT RADIOLOGIA

EXPERT RADIOLOGIA

C) Presença de outras fontes de radiação no ambiente
D) Ingestão recente de carboidratos

2388. Assinale a alternativa falsa. São pré-requisitos para a realização do exame em DMO:

A) A paciente não pode estar grávida

B) O paciente não pode ter recebido contraste nos últimos 3 a 6 dias

C) O paciente deve ter ingerido cálcio, pelo menos duas horas antes do exame, para um melhor

resultado da imagem

D) O paciente deve retirar qualquer tipo de metal que interfira no exame

2389. Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde) o diagnóstico da osteoporose deve ser realizado

através da:

a. Densitometria Óssea

b. Tomografia Computadorizada

c. Radiografia Digital

d. Cintilografia óssea

2390. São locais mais importantes para análise da densitometria óssea:

a. Colo do Femur, coluna lombar e ossos do punho

b. Tíbia, coluna lombar e ossos do punho

c. Colo do Femur, coluna cervical e ossos da mão

d. Colo do Femur, coluna torácica e ossos da mão

2391. São características da técnica de densitometria óssea chama DEXA (Dual Energy X-ray

Absorptiometry):

a. Baixa dose de radiação, não usa gadolíneo, mais rápida

b. Mais rápida, usa gadolíneo, melhor resolução da imagem

c. Menor ruído estatístico, mais rápida, baixa dose de radiação

d. Maior precisão do erro, não fornece dose de radiação ionizante e mais rápida


Hemodinâmica

2392. É o estudo radiológico contrastado das artérias e veias:

a. Angiografia

b. Cintilografia cardiovascular

c. Arteriografia

d. Radiografia vascular contrastada

2393. Contraste utilizado na angiografia por subtração digital (ASD):

a. Iodo

b. Sulfato de Bário

c. Ar

d. Fosfato de Cálcio

2394. A imagem gerada sem a aplicação do contraste em ASD também é conhecida como:

a. Imagem-máscara

b. Pré-imagem

c. Imagem convencional

d. Pré-contraste

2395. Em angiografia por subtração digital são evidenciadas a seguintes fases, com excessão:

a. Arteriais

b. Artério-Venosas

c. Venosas tardias

d. Veno-Arteriais

2396. A contrastação dos vasos em ASD é feita por:

a. Cateterização seletiva

b. Punção arterial

c. Punção indireta

d. Cateter central

2397. A radioscopia é importante para auxiliar:

a. A introdução do cateter até o local de interesse

b. A introdução do contraste até o local de interesse

c. Na subtração das imagens em ASD

d. No diagnóstico de acidentes vasculares

2398. No caso de arteriografias do _______________, a via de acesso mais indicada é a arteria

__________.

a. tórax e abdome; femoral

b. cérebro; ilíaca

c. tórax e abdome; aorta

d. cérebro; femoral

2399. A punção da arteria femoral para realizar arteriografias do tórax e abdome é conhecida como:

a. Técnica de Seldinger

b. Técnica de Smiths

c. Técnica de finger

d. Técnica de Stoutch

2400. A técnica de Seldinger pode ser empregada por:

a. Somente médicos

b. Médicos e Técnicos especializados

c. Médicos e Enfermeiros


d. Médicos, Enfermeiros e Técnicos especializados

2401. Antes de receberem a alta, os pacientes submetidos a Hemodinâmica devem aguardar:

a. 2 horas

b. 4 horas

c. 6 horas

d. 8 horas

2402. Em Hemodinâmica é responsabilidade do profissional das técnicas radiológicas:

a. A operação e manipulação dos equipamentos

b. A punção e introdução do cateter

c. A manipulação das imagens

d. Os cuidados com o paciente antes e após o procedimento

2403. Para introdução do contraste utiliza-se:

a. Bomba Injetora

b. Seringa especial

c. Bomba de infusão

d. Seringa comum

2404. Em Hemodinâmica, devido ao grande volume, se utilizam contrastes:

a. Não-ionicos e de baixa osmolalidade

b. Não-ionicos e de alta osmolalidade

c. Ionicos e de baixa osmolalidade

d. Ionicos e de alta osmolalidade

2405. Em 1929 aconteceu a primeira cateterização em coração humano vivo. O próprio médico

cateterizou seu coração direito, através da introdução de um cateter pela veia anterocubital, e caminhou até

o andar do setor de radiologia do hospital onde trabalhava para documentar a localização do cateter com

uma radiografia de tórax. Qual o nome deste médico?

a. Wilhelm Conrad Röentgen

b. Werner Forssman

c. Antonio Egas Moniz

d. Sven Ivar Seldinger

2406. Quando há uma diminuição do fluxo de sangue para um órgão, geralmente devido à constrição ou

obstrução parcial de uma artéria. Esta anomalia é conhecida como:

a. Infarto

b. Isquemia

c. Trombose

d. Obstrução

2407. Quais são as túnicas que constituem a parede de uma artéria?
a. Interna, Meio e Externa
b. Intima, Média e Vênulas.
c. Interna, Média e Colágeno.
d. Intima, Média e Adventícia.

2408. São medidas comuns em ASD realizadas através das imagens digitais, exceto:

a. Fração de ejeção no coração

b. Espessura de artérias e veias

c. Estenoses

d. Distâncias

2409. Road-mapping é:

a. Uma técnica que permite a manipulação da imagem radioscópica sobre um modelo de subtração

digital já construído

b. Uma técnica que permite o pós-processamento das imagens de subtração digital

c. Uma técnica de análise do fluxo sanguíneo pelas artérias

d. Uma técnica de identificação automática de estenoses


2410. Para correção de pequenos movimentos do paciente entre as imagens-máscara e pós-contraste

utiliza-se a técnica de:

a. Pixel shift

b. Road-mapping

c. Body contour

d. Move correction

2411. São exemplos de acidentes vasculares identificados em Hemodinâmica:

a. Estenose, aneurisma, isquemia e ruptura de vasos

b. Estenose, aneurisma, isquemia e infarto

c. Estenose, aneurisma, fístula e ruptura de vasos

d. Fístula, aneurisma, isquemia e ruptura de vasos

2412. O que é Black shutter?

a. Uma técnica de enegrecimento do fundo da imagem

b. Uma técnica de inversão de níveis de cinza

c. Uma técnica que identifica automaticamente regiões mais escuras da imagem

d. Uma técnica de segmentação de regiões de aneurisma

2413. Para se obter referências anatômicas em hemodinâmica se utiliza a técnica:

a. Landmarking

b. Black shutter

c. Pixel Shift

d. Anatomy reference

2414. Assinale a alternativa incorreta quanto aos parâmetros de aquisição das imagens em

hemodinâmica.

a. Grade

b. FOV

c. Tempo de aquisição

d. Imagens por segundo

2415. 3) A angiografia é:

a. O procedimento radiológico que investiga a condição dos vasos sangüíneos

b. O procedimento radiológico que investiga a condição dos tecidos moles

c. O procedimento radiológico que investiga a condição óssea

d. O procedimento radiológico que investiga a condição toráxica

2416. Assinale a alternativa falsa:

a. Na arteriografia, o meio de contraste é administrado dentro da artéria
b. Os meios de contraste tornam a artéria opaca aos raios-X.
b. O fluxo natural do sangue transporta o meio de contraste e, tirando um número de radiografias, o radiologista
pode obter uma série de imagens semelhantes a um mapa de estradas do suprimento sangüíneo de um órgão
ou membro.
c. A arteriografia não permite, ainda, identificar o estreitamento ou obstrução localizada de uma artéria

2417. Assinale a alternativa correta:

a. O objetivo mais comum da venografia é confirmar a suspeita diagnóstica de trombose profunda da

perna

b. O objetivo mais comum da venografia é diagnosticar o estreitamento de uma artéria

c. O objetivo mais comum da venografia é confirmar a obstrução arterial

d. O objetivo mais comum da venografia é planejar o tratamento de varizes

2418. Na Angiografia Digital por Subtração (ADS):

a. A imagem é produzida por meio da subtração de radiografias sem meios de contraste, de radiografias

obtidas após o meio de contraste ser administrado

b. A imagem é produzida por meio da subtração de radiografias obtidas após o meio de contraste ser

administrado, de radiografias sem meios de contraste


c. A imagem é produzida por meio da comparação entre radiografias sem meios de contraste e radiografias
obtidas após o meio de contraste ser administrado
d. Na Angiografia Digital por Subtração não se utilizam meios de contraste

2419. Assinale a alternativa falsa. A Urografia Intravenosa (pielografia intravenosa, UIV, PIV):

a. É o exame radiológico básico do trato urinário

b. Seu propósito principal é avaliar a forma, estrutura e função dos rins.

c. Quando injetados de modo intravenoso, muitos meios de contraste são rapidamente excretados pelo rim,

portanto uma série de radiografias obtidas após a injeção irão destacar o trato urinário.

d. Em comparação com a arteriografia e venografia, a urografia intravenosa requer muito tempo do

radiologista e é comum que estes exames sejam realizados em diversas sessões

2420. O que significa a sigla ASD ?

a) Angiografia Digital por Subtração

b) Arteriografia Digital por Subtração

c) Artografia Digital por Subtração

d Artro-RM Digital por Subtração

Comentário: Tradução do inglês

2421. A imagem radiográfica de vasos sanguíneos ou linfáticos com auxílio de contrastes é chamada de:
a) Angiografia
b) Angiocardiografia
c) Angiopneumografia
d) Angstron


Anatomia

2422. O crânio,ou esqueleto ósseo da cabeça, é dividido em dois grupos principais:

a. 13 faciais e 7 craniais

b. 9 faciais e 14 craniais

c. 14 faciais e 8 craniais

d. 8 faciais e 12 craniais

2423. Ossos que formam a calvária ou calota craniana:

a. Frontal, Esfenoidal, Occipital

b. Parietal,Frontal, Occipital

c. Frontal, Parietal, Etmoidal

d. Temporal, Occipital, Frontal

e.

2424. Ossos que formam o assoalho do crânio:

a. Frontal, Etmoidal, Esfenoidal

b. Occipital, Temporal, Etmoidal

c. Temporal, Frontal, Etmoidal,

d. Temporal, Etmoidal, Esfenoidal

2425. A lâmina orbitária do osso frontal é separada da outra pela:

a. Incisura etmoidal

b. Forame esfenoidal

c. Protuberância esfenoidal

d. Forame etmoidal

2426. O osso frontal articula-se com quatro ossos cranianos:

a. Etmóide, Parietal direito, Parietal esquerdo, Esfenóide

b. Etmóide, Parietal direito, Temporal, Esfenóide

c. Temporal, Etmóide, Parietal esquerdo, Esfenóide

d. Temporal, Parietal direito, Parietal esquerdo, Occipital

2427. A grande abertura na base do osso occipital através da qual passa a medula espinhal é chamado

de:

a. Forame Mandibular

b. Incisura Jugular

c. Forame Magno

d. Crista Galli

2428. O Osso Frontal articula-se com:

a. Parietais, Zigomático, Temporal, Etmóide

b. Maxila, Temporal, Parietal, Esfenóide

c. Zigomático,Lacrimal, Etmóide, Esfenóide

d. Nasais, Zigomático,Occipital, Etmóide

2429. A parede medial da órbita é formada por:

a. Frontal, Etmóide, Lacrimal, Zigomático

b. Lacrimal, Etmóide, Esfenóide, Palatino

c. Etmóide, Zigomático, Frontal, Palatino

d. Frontal, Etmóide, Temporal, Palatino

2430. Em relação a articulação temporomandibular (ATM):


a. Articulação Móvel, Fibrosa, Sinartrodial
b. Articulação Móvel, Sinovial, Sinartrodial
c. Articulação Imóvel, Fibrosa, Diartrodial
d. Articulação Móvel, Sinovial, Diartrodial

2431. Em relação a mandíbula, o maior dos ossos faciais, encontramos as seguintes estruturas:

a. Ângulo, Processo Coronóide, Processo Coracóide, Sínfise, Ramo

b. Ângulo, Processo Condilóide, Margem, Corpo, Mento

c. Ramo, Processo Coronóide, Processo Condilóide, Corpo, Ângulo

d. Colo, Processo Coracóide, Processo Condilóide, Ramo

2432. Em relação ao Complexo Osteomeatal é correto:

a. O seio maxilar drena pelo infundíbulo através do meato nasal superior para o médio
b. A bolha etmoidal recebe drenagen das células etmoidais e dos seios frontais que drenam pelo

meato nasal médio para o inferior
c. O processo uncinado do osso esfenoidal recebe drenagem das células etmoidais e dos seios frontais
d. O seio maxilar drena pelo infundíbulo através do meato nasal superior para o inferior

2433. Quais são as estruturas anatômicas visualizadas em uma tomografia do Abdômen?

a. Músculo psoas e Veia cava inferior.
b. Músculo redondo maior e Cisterna quadrigeminal.
c. Osso ilíaco e Tronco Braquiocefálico.
d. Artéria Subclávia Direira e Osso Iliaco.

2434. São regiões do andar inferior do abdome, exceto:

a. Região hipogástrica.

b. Sínfise púbica.

c. Hipocôndrio direito.

d. Fossa ilíaca esquerda.

2435. São marcos anatômicos palpáveis dos quadrantes abdominais inferiores, exceto:

a. Tuberosidades isquiáticas.

b. Crista ilíaca.

c. Processo xifóide.

d. Sínfise púbica.

2436. São fatores que determinam o aparecimento de variações anatômicas:
a) Sexo e etnia
b) Idade e grau de parentesco
c) Biótipo e doenças do coração
d) Altura e doenças psicossomáticas

2437. Os termos utilizados na anatomia humana obedecem:
a. O seu descobridor
b. A terminologia anatômica
c. A terminologia médica
d. A localização e a etnia da palavra

2438. O corpo humano é estudado universalmente:
a. Em decúbito ventral
b. Em decúbito lateral
c. Em posição de sentido
d. Em posição anatômica

2439. O corpo humano é dividido anatomicamente em:

a. Cabeça, tronco e membros


b. Cabeça, pescoço, tronco e membros
c. Parte interna e parte externa
d. Esqueleto e músculos

2440. O plano de secção que divide o corpo humano em partes superior e inferior é o:
a. transversal
b. sagital
c. longitudinal
d. frontal

2441. O eixo sagital é uma linha imaginária que atravessa os planos:
a. Superior e inferior de delimitação
b. Anterior e posterior de delimitação
c. Superior e inferior de delimitação
d. Anterior e inferior de delimitação

2442. A posição do dedo indicador em relação ao polegar é:
a. Medial
b. Lateral
c. Superior
d. Anterior

2443. O principio de construção que preconiza a simetria bilateral do corpo humano é o (a):
a. Paquimeria
b. Estratificação
c. Metameria
d. Antimeria

2444. São funções do esqueleto:
a. Proteção e movimento
b. Sustentação de tecidos moles e armazenamento de íons de sais minerais
c. Movimento e contração muscular
d. União de partes rígidas e contração muscular

2445. O esqueleto humano é dividido em:
a. Apendicular e sagital
b. Axial e transversal
c. Sagital e longitudinal
d. Axial e apendicular

2446. O cíngulo do membro superior é constituído pelas (os):
a. Costelas e clavículas
b. Clavículas e escapulas
c. Costelas e vértebras
d. Clavículas e vértebras

2447. O radio e a ulna são ossos do:
a. Braço
b. Antebraço
c. Punho
d. Cíngulo superior

2448. A fileira proximal dos ossos carpais é constituída pelos ossos:
a. Escafóide, semilunar, piramidal e pisiforme
b. Escafóide, semilunar, hamato e capitato
c. Trapézio, trapezóide, hamato e capitato
d. Escafóide, semilunar capitato e trapezóide

2449. O cíngulo do membro inferior é constituído pelas (os):

a. Ossos do quadril


b. Pelas vértebras
c. Ossos do quadril e osso sacro
d. Vértebras e ossos do quadril

2450. O femur é o osso localizado no segmento_____________da coxa:
a. Distal
b. Proximal
c. Intermedio
d. Lateral

2451. O osso lateral da perna é o (a):
a. Tíbia
b. Fíbula
c. Ulna
d. Patela

2452. As patelas são consideradas ossos
a. planos.
b. sesamoídes.
c. irregulares.
d. curtos.

2453. São ossos tarsais:
a. Calcâneo, talus e cuneiforme medial
b. Cuboide, navicular e trapézio
c. Calcâneo, semilunar e escafóide
d. Talus, psiforme e navicular

2454. As vértebras cervicais possuem como características diferenciais:
a. O forame tranversário e o processo espinhoso bífido
b. O processo espinhoso longo e inclinado
c. O corpo vertebral em forma de rim e fóveas costais
d. Fóveas costais e processo espinhoso retangular

2455. As vértebras que possuem fóveas costais e forame vertebral arredondado são as:
a. Torácicas
b. Cervicais
c. Lombares
d. Sacrais

2456. Os ossos longos típicos possuem:
a. Duas epífises, uma diáfise e cavidade medular
b. Uma epífise, uma diáfise e uma metáfise
c. Duas epífises, duas diáfises e cavidade medular
d. Duas epífises, uma diáfise e duas cavidades medulares

2457. Predominantemente os ossos dos membros são classificados morfologicamente como:
a. Planos
b. Curtos
c. Longos
d. Irregulares

2458. Os ossos parietais são classificados morfologicamente como_____________pois apresentam uma

camada de osso esponjoso entre duas camadas de osso compacto.

a. Irregular

b. Planos

c. Longos

d. Curtos


2459. A camada de osso esponjoso localizada entre duas camadas de osso compacto é denominada:

a. Epiderme

b. Derme

c. Díploe

d. Hipoderme

2460. Os ossos, frontal, parietais e maxilas, são classificados funcionalmente como:
a. longos
b. curtos
c. sesamóides
d. pneumáticos

2461. A membrana de tecido conjuntivo que reveste externamente a diáfise do osso longo é denominada:
a. Endosteo
b. Periósteo
c. Pericôndrio
d. Pericárdio

2462. São acidentes ósseos da escapula:
a. Acrômio, processo coronoide e cavidade glenoidal
b. Olecrano, processo coracóide e lábio glenoidal
c. Acrômio, processo coracóide e cavidade glenoidal
d. Acrômio, cavidade glenoidal e olecrano

2463. A epífise distal do radio apresenta os seguintes acidentes de superfície:
a. Capitulo e tróclea
b. Côndilo medial e tuberosidade deltóidea
c. Tuberosidade deltóidea e tróclea
d. Capitulo e colo anatômico

2464. A fossa do maléolo e a face articular do maléolo lateral são acidentes ósseos do (a):
a. Tíbia
b. Fíbula
c. Ulna
d. Escapula

2465. São ossos impares do crânio:
a. Parietal e frontal
b. Zigomático e occipital
c. Maxila e nasal
d. Frontal e vômer
e. Nasal e vômer

2466. São acidentes ósseos dos ossos do cíngulo do membro inferior:
a. Acrômio, processo coronoide e cavidade glenoidal
b. Espinha ilíaca antero-superior, face sinfisial e tuberosidade isquiática
c. Acrômio, face sinfisial e tuberosidade isquiática
d) Espinha ilíaca antero-posterior, face sinfisial e olecrano

2467. A união entre duas ou mais estruturas anatômicas rígidas é denominada:
2468. a) articulação
b) musculatura
c) esqueleto
d) junta

Quanto ao movimento as articulações são classificadas como:
a) Sinoviais, cartilaginosas e fibrosas
b) Diartroses, anfiartroses e sinartroses
c) Diartroses, cartilagíneas e sinoviais
d) fibrosas, anfiartroses e diartroses


2469. Quanto tecido interposto, as articulações são classificadas como:
a) Sinoviais, cartilaginosas e fibrosas
b) Diartroses, anfiartroses e sinartroses
c) Diartroses, cartilagíneas e sinoviais
d) fibrosas, anfiartroses e diartroses

2470. São tipos de articulações fibrosas:
a) suturas, sindesmoses e gonfoses
b) sincondroses e sínfises
c) suturas e sindesmoses
d) sínfises e gonfoses

2471. São tipos de articulações cartilaginosas:
a) suturas, sindesmoses e gonfoses
b) sincondroses e sínfises
c) suturas e sindesmoses
d) sínfises e gonfoses

2472. As articulações fibrosas que tem como característica o pequeno afastamento e presença de tecido

inelástico entre os ossos é a do tipo:

a) sindesmose

b) sutura

c) sincondrose

d) sínfise

2473. Entre as vértebras existe a presença de um disco fibrocartilaginoso chamado:
a) menisco
b) lábio
c) bainha do tendão
d) disco intervertebral

2474. Nas___________________ o tecido interposto é a _____________________, enquanto

nas_______________ o tecido é fibrocartilaginoso.

a) Sínfises, cartilagem fibrosa e sincondrose

b) Sincondroses, cartilagem hialina e sínfises

c) Suturas, cartilagem hialina e sínfises

d) Sincondroses, cartilagem elástica e sínfises

2475. O disco intervertebral é constituído por:
a. um anel fibroso interno e um núcleo pulposo externo
b. um anel fibroso externo e um núcleo pulposo interno
c. um anel cartilaginoso interno e um núcleo piloso externo
d. um anel cartilaginoso externo e um núcleo piloso interno

2476. Quanto a superfície articular as suturas podem ser:
a. serrátil, escamosa e plana
b. sínfise, sincondrose e gonfose
c. serrátil, sínfise e gonfose
d. escamosa, plana e gonfose

2477. Qual articulação abaixo é classificada como sínfise:
a. dento-alveolar
b. tibiofibular
c. esfenoescamosa
d. púbica

2478. São considerados componentes essenciais de uma articulação sinovial:
a) cápsula articular e menisco
b) ligamento e disco
c) liquido sinovial e cápsula articular


d) cartilagem articular e menisco

2479. A cápsula articular apresenta na sua constituição:
a) Uma membrana sinovial externa e uma fibrosa interna
b) Uma membrana sinovial interna e uma fibrosa externa
c) Uma membrana cartilagínea externa e uma fibrosa interna
d) Uma membrana sinovial externa e uma cartilagínea interna

2480. O espaço ocupado pela sinóvia, localizado entre as partes que se articulam, é denominado:
a) Espaço subaracnóideo
b) Espaço subdural
c) Cavidade medular
d) Cavidade articular

2481. Os ligamentos são classificados, de acordo com a sua localização, como:
a)Intracapsulares, capsulares e extracapsulares
b)Lateral e medial
c)Interno e externo
d)Intrarticulares, articulares e extraarticulares

2482. O nome dado ao revestimento das superfícies articulares dos ossos longos é:
a) Cápsula articular
b) Cartilagem articular
c) Cavidade articular
d) Cartilagem epifisial

2483. O componente acessório responsável pela coaptação das superfícies articulares é o:
a) Menisco
b) Lábio
c) Liquido sinovial
d) Ligamento

2484. Algumas articulações sinoviais apresentam superfícies articulares em forma de cavidades com

pouca profundidade. Para aumentar a superfície de contato articular estas articulações apresentam:

a) Disco

b) Tendão

c) Lábio

d) Bolsa sinovial

2485. São componentes acessórios das articulações sinoviais:
a) Ligamentos e discos
b) Cápsula articular e menisco
c) Bainha de tendão e bolsa sinovial
d) Bolsa sinovial e liquido sinovial

2486. A articulação formada pela incisura radial da ulna e pela circunferência articular da cabeça do radio,

é classificada morfologicamente como:

a) Gínglimo

b) Trocóidea

c) Plana

d) Esferóidea

2487. As articulações planas são classificadas, funcionalmente como:
a) Triaxial
b) Biaxial
c) Tetraxial
d) Monoaxial

2488. Os ligamentos que estabilizam o complexo articular do ombro são:

a) Coracoacromial e coracoclavicular


b) Glenoumeral e esternoclavicular anterior
c) Acrômioclavicular e coracoumeral
d) Trapezoideo e acrômioescapular

2489. No complexo articular do cotovelo as três articulações existentes são envolvidas pela mesma

cápsula articular. Por este motivo esta articulação é do tipo:

a) Simples

b) Fechada

c) Composta

d) Completa

2490. Na articulação do punho o componente acessório encontrado é o:
a) Disco
b) Lábio
c) Liquido sinovial
d) Ligamento

2491. Na articulação atlantoccipital os acidentes de superfície envolvidos são:
a) Côndilos do occipital e dente do axis
b) Dente do axis e face articular superior da massa lateral do atlas
c) Dente do atlas e face articular inferior da massa lateral do atlas
d) Côndilos do occipital e face articular superior da massa lateral do atlas

2492. São ligamentos intracapsulares da articulação do joelho:
a) Colateral medial e lateral
b) Cruzado anterior e posterior
c) Cruzado lateral e medial
d) Colateral anterior e posterior

2493. O lábio do acetábulo e um componente acessório encontrado na articulação do:
a) Ombro
b) Quadril
c) Tornozelo
d) Cotovelo

2494. Os ligamentos que estabilizam a coluna vertebral estão normalmente relacionados com os

processos espinhosos das vértebras. De posterior para anterior são eles:

a) Intertransversários e supraespinais

b) Supraespinais e nucais

c) Supraespinais e interespinais

d) Interespinais e Intertransversários

2495. O ligamento deltóideo, localizado na face medial do tornozelo, é formado pelos ligamentos:
a) Tibiofibular e talofibular
b) Tibiotalar anterior e posterior, tibiocalcaneo e tibionavicular
c) Talofibular anterior e posterior
d) Tibiotalar anterior e posterior, talofibular anterior e posterior

2496. O nome da articulação existente entre os dois ossos do quadril é:
a) Sincondrose interquadril
b) Sacroiliaca
c) Sacropubica
d) Sínfise púbica

2497. Os ______________________são encontrados nas vísceras, os ____________________ tem pelo

menos uma de suas extremidades fixadas em um osso enquanto o ___________________ forma a parede

do coração.

a) Músculos lisos, músculos estriados esqueléticos e o músculo cardíaco

b) Músculos estriados esqueléticos, músculos lisos e o músculo cardíaco

c) Músculos cardíacos, músculos estriados esqueléticos e o músculo liso


d) Músculos lisos, músculos estriados esqueléticos e o músculo liso

2498. Componente anatômico, constituído por tecido conjuntivo, que envolve a parte carnosa do músculo:
a) Ventre muscular
b) Tendão muscular
c) Fáscia muscular
d) Aponeurose

2499. O tendão muscular é o componente anatômico responsável por:
a) Fixar o músculo nos ossos
b) Contração muscular
c) Relaxamento muscular
d) Alongamento muscular

2500. Quando o tendão muscular apresenta formato de lamina é chamado de:
a) Ligamentar
b) Membrana conjuntiva
c) Estratificado
d) Aponeurose

2501. O músculo que apresenta dois tendões de inserção de origem e um tendão de inserção terminal é

classificado como:

a) Digástrico

b) Bicaudado

c) Bíceps

d) Dicaudado

2502. Na região abdominal encontramos um músculo que apresenta vários ventres musculares

interligados por intersecções tendíneas. O músculo citado é o:

a) Reto do abdome

b) Obliquo externo do abdome

c) Obliquo interno do abdome

d) Transverso do abdome

2503. O músculo extensor longo dos dedos apresenta vários tendões de inserção terminal, sendo por isso

classificado como:

a) Bicaudado

b) Policaudado

c) Digastrico

d) Poligástrico

2504. A unidade morfofuncional do músculo estriado esquelético é o:
a) Reticulo sarcoplasmático
b) Sarcolema
c) Sarcoplasma
d) Sarcômero

2505. O grupo formado pelos músculos sartório, grácil e semitendíneo é chamado de :
a) Pata de ganso
b) Pata de gato
c) Pé de pato
d) Panturrilha

2506. O músculo tríceps sural é constituído pelos músculos:
a) Reto femoral e vastos medial, intermédio e lateral
b) Gastrocnêmios lateral e medial e sóleo
c) Reto femoral e sóleo
d) Gastrocnemios superior e inferior e sóleo

2507. Os músculos lisos realizam contrações do tipo:


a) Voluntaria
b) Isométrica
c) Isotônica
d) Involuntária

2508. Os músculos adutores da coxa estão situados no:
a) Compartimento anterior
b) Compartimento posterior
c) Compartimento lateral
d) Compartimento medial

2509. O músculo que funciona como principal agente da contração muscular é chamado de:
a) Antagonista
b) Sinergista
c) Agonista
d) Fixador

2510. O principal exemplo de músculo da mastigação é o:
a) Masseter
b) Bucinador
c) Zigomático maior
d) Zigomático menor

2511. A expressão facial é um artifício bastante trabalhado pelos profissionais das artes cênicas. Assinale

a alternativa que contempla músculos da mímica facial:

a) Masseter e risório

b) Bucinador e masseter

c) Orbicular da boca e levantador da asa do nariz e do lábio superior

d) Masseter e temporal

2512. O principal músculo do movimento de inspiração é o:
a) Diafragma
b) Intercostal externo
c) Intercostal interno
d) Serrátil anterior

2513. Os músculos que constituem o diafragma pélvico são:
a) Levantador do ânus e o coccígeo
b) Transverso superficial do períneo e coccígeo
c) Levantador do ânus e transverso profundo do períneo
d) Transverso superficial e profundo do períneo

2514. Os músculos isquiocavernoso, bulboesponjoso e transverso superficial do períneo constituem o:
a) Trigono urogenital do períneo
b) Trigono anal do períneo
c) Trigono superficial do períneo
d) Trigono profundo do períneo

2515. Os envoltórios da fibra muscular são:
a) Endomísio (interno), perimísio (médio) e epimísio (externo)
b) Endomísio (interno), perimísio (externo) e epimisio (médio)
c) Endomísio (médio), perimísio (externo) e epimisio (interno)
d) Endomísio (externo), perimísio (médio) e epimisio (interno)

2516. O ponto de fixação muscular onde ocorre deslocamento na contração muscular é chamado de:
a) Inserção de origem
b) Inserção terminal
c) Origem muscular
d) Ponto fixo


2517. Na camada superficial do dorso encontramos:
a) M. trapézio e m. latíssimo do dorso
b) M. trapézio e m. serrátil posterior
c) M. latíssimo do dorso e serrátil posterior
d) M. serrátil posterior e anterior

2518. O conjunto muscular composto pelos músculos ilicostal, longuíssimo e espinal e chamado de:
a) Levantador da coluna
b) Flexor da coluna
c) Eretor da espinha
d) Adutor da espinha

2519. No compartimento anterior da coxa encontramos um grupo muscular responsável pela extensão do

joelho. Este grupo é formado pelos músculos vasto lateral, vasto medial, vasto intermédio e reto femoral e

em conjunto é chamado de:

a) Grupo dos flexores de joelho

b) Quadríceps femoral

c) Quadríceps da perna

d) Grupo dos extensores da coxa

2520. São músculos encontrados no antebraço cuja ação principal não é a flexão e a extensão de punho e

dedos:

a) M. palmar longo e abdutor longo do polegar

b) M. braquiorradial e palmar longo

c) M. braquiorradial e braquial

d) M. pronador redondo e supinador

2521. A região tênar da mão apresenta músculos intrínsecos. Assinale a alternativa que contempla tais

músculos:

a) M. flexor do dedo mínimo e abdutor do dedo mínimo

b) M. oponente do dedo mínimo e flexor curto do polegar

c) M. abdutor do dedo mínimo e oponente do polegar

d) M. flexor curto do polegar e adutor do polegar

2522. O músculo que quando contrai de forma unilateral provoca inclinação lateral da cabeça e quando

contrai de forma bilateral provoca flexão da cabeça é o:

a) Esternocleidomastóideo

b) Platisma

c) Trapézio

d) Digastrico

2523. No compartimento posterior do braço observamos predominantemente a localização do músculo:
a) Bíceps braquial
b) Tríceps braquial
c) Braquial
d) Deltóide

2524. Os músculos da região glútea são distribuídos em camadas. Na camada profunda encontramos um

músculo que sobrepõe o n. isquiático. Este músculo é o:

a) Glúteo Maximo

b) Glúteo médio

c) Obturador interno

d) Piriforme

2525. Os músculos estriados esqueléticos têm um dos seus tendões fixados num osso, podendo o outro

tendão estar preso a:

a) Pele e a outro músculo

b) Uma cartilagem e a pele

c) Outro músculo e a cápsula articular

d) Pele e a uma articulação


2526. O músculo reto femoral é classificado quanto à disposição das fibras musculares, como:
a) Semipeniforme
b) Semicaudado
c) Policaudado
d) Peniforme

2527. Assinale a alternativa que contenha as regiões anatômicas do coração:
a) Ápice e base
b) Anterior e posterior
c) Pulmonar e ápice
d) Base e anterior

2528. O coração está localizado em uma região que fica entre os dois pulmões. Assinale a alternativa que

informação sugerida no enunciado:

a) Mediastino

b) Cavidade intratorácica

c) Espaço plural

d) Recesso costodiafragmatico

2529. As faces cardíacas são regiões do coração voltadas para outras estruturas anatômicas. Assinale a

alternativa correta:

a) As faces pulmonares estão exclusivamente situadas a posterior

b) A face esternocostal é posterior ao ossos esterno e as cartilagens costais

c) A face esternocostal é anterior ao ossos esterno e as cartilagens costais

d) A face diafragmática esta apoiada no m. intercostal interno

2530. A camada muscular do coração é denominada:
a) Endocárdio
b) Epicárdio
c) Pericárdio
d) Miocárdio

2531. O músculo cardíaco possui como característica diferencial a presença de:
a) Estrias
b) Proteínas contrateis
c) Sarcômeros
d) Discos intercalares

2532. A ______________________ tem inicio no ventrículo direito de onde o sangue venoso sai e vai em

direção aos pulmões.

a) Circulação sistêmica

b) Circulação pulmonar

c) Grande circulação

d) Circulação fetal

2533. As câmaras cardíacas envolvidas na circulação sistêmica são:
a) Ventrículo esquerdo e átrio direito
b) Ventrículo direito e átrio esquerdo
c) Ventrículo esquerdo e átrio esquerdo
d) Ventrículo direito e átrio direito

2534. Assinale a alternativas que contenha a câmara cardíaca com seu respectivo vaso da base:
a) Átrio direito – veias pulmonares
b) Átrio esquerdo – veias cavas superior e inferior

c) Ventrículo direito – tronco pulmonar
d) Ventrículo esquerdo – veia aorta

2535. A membrana que reveste externamente o coração e não apresenta tecido epitelial na sua

constituição é a(o):


a) Pericárdio seroso visceral
b) Pericárdio seroso parietal
c) Pericárdio fibroso parietal
d) Pericárdio fibroso

2536. Associadas aos átrios existem duas pequenas câmaras que facilitam a passagem do sangue para

os ventrículos. São elas:

a. As válvulas

b. As aurículas

c. As cordas tendíneas

d. As coronárias

2537. Relevos musculares presentes apenas no átrio direito:
a) Mm. Pectíneos
b) Mm. Papilares
c) Mm. Peptídeos
d) Mm. Cardíacos

2538. Estrutura anatômica que impede o refluxo do sangue dos ventrículos para os átrios:
a) Valva atrioventricular
b) Valva arterial
c) Válvula venosa
d) Valva ventriculoatrial

2539. Entre as câmaras cardíacas existe uma parede que não permite o contato do sangue arterial com o

venoso. Esta estrutura interna do coração é denominada:

a) Septo

b) Valva

c) Válvula

d) Ostio

2540. A mecânica valvar ocorre em razão do trabalho das (os):
a) Valvas e septos
b) Septos e músculos papilares
c) Músculos pectíneos e valvas
d) Músculos papilares e cordas tendíneas

2541. As valvas arteriais estão localizadas no interior do (a):
a) Tronco pulmonar e da artéria aorta
b) Artéria pulmonar e veia pulmonar
c) Veia cava superior e artéria aorta
d) Artéria aorta e veia pulmonar

2542. Sabe-se que as valvas são formadas por conjuntos de válvulas. As valvas arteriais são formadas

por válvulas do tipo:

a) Cúspides

b) Semilunares

c) Cartilaginosas

d) Fibrosas

2543. A artéria que faz a irrigação do próprio miocárdio é a:
a) Artéria aorta
b) Artéria coronária
c) Artéria cardíaca
d) Artéria magna

2544. Os vasos sanguíneos que atuam na drenagem dos tecidos são os (as):
a) Artérias
b) Veias
c) Capilares


d) Arteríolas

2545. Tanto artérias como veias possuem em comum na sua constituição a presença das túnicas:
a) Intima, externa e adventícia
b) Intima, média e adventista
c) Intima, média e adventícia
d) Media, muscular e adventícia

2546. A circulação do sangue no interior das veias segue de forma:
a) Centrifuga
b) Central
c) Lateral
d) Centrípeta

2547. É característica das artérias a constante _____________________ para que desta forma o sangue

chegue às extremidades do corpo humano.

a) Ramificação

b) Confluência

c) Junção

d) Obstrução

2548. A artéria aorta é dividida didaticamente em três porções. A ascendente, o arco da aorta e a

descendente que por sua vez se subdivide em torácica e abdominal. São ramos do arco da aorta:

a) tronco braquiocefálico, a. carótida comum esquerda e a. subclávia esquerda

b) tronco braquiocefálico, a. carótida comum direita e a. subclávia direita

c) tronco celíaco, a. carótida comum esquerda e a. subclávia direita

d) tronco braquiocefálico, a. carótida comum direita e a. subclávia esquerda

2549. As veias_______________ se anastomosam e drenam o seu conteúdo sanguíneo para a veia cava

superior que desemboca no átrio direito.

a) subclávias

b) braquiocefálicas

c) jugulares

d) cerebrais

2550. As artérias possuem localização profunda no corpo humano, fato relacionado com a sua proteção.

As veias que aparecem duplicadas, circundando estas artérias profundas, são chamadas de:

a) ázigos

b) semiázigos

c) satélites

d) extra-numerárias

2551. A ramificação terminal da a. aorta abdominal origina:
a) as aa. Ilíacas interna e externa
b) as aa. Ilíacas comuns direita e esquerda
c) as aa. Gonadais
d) as aa. Femorais

2552. As veias safenas são bastante utilizadas nas cirurgias de revascularização do miocárdio, pois

apresentam:

a) características histológicas semelhantes as das artérias

b) túnica intima diferenciada

c) túnica adventícia bastante desenvolvida

d) túnica muscular pouco desenvolvida

2553. O corpo humano apresenta mecanismos fisiológicos que contribuem para o retorno venoso. São

eles:

a) presença de válvulas venosas e sistema linfático

b) postura ereta e contração do tríceps sural

c) possibilidade de permanecer deitado e válvulas venosas


d) postura ereta e sistema linfático

2554. A função das válvulas existentes nas veias é:
a) retardar o fluxo sangüíneo
b) impedir o refluxo de sangue
c) acelerar os batimentos cardíacos
d) retardar as pulsações

2555. Considere os seguintes elementos:

I. hemácias

II. plaqueta

III. plasma

IV. leucócitos

São elementos figurados do sangue:

a) I, II e III apenas

b) I, II e IV apenas

c) I, III e IV apenas

d) II, III e IV apenas

e) I, II, II e IV.

2556. A cavidade pericárdica, um espaço potencial, ao ser acessada cirurgicamente não pode ser

suturada, uma vez que poderá ocorrer grave hemorragia, levando a um quadro de tamponamento cardíaco.

Onde a cavidade pericárdica está situada?

a) dentro do coração, profundamente ao endocárdio

b) entre o epicárdio e a lâmina parietal do pericárdio seroso

c) entre o pericárdio seroso e o pericárdio fibroso

d) entre o pericárdio fibroso e a pleura mediastínica

2557. O coração possui um sistema próprio de condução, onde o potencial de ação se propaga não pelos

nervos, mas por um conjunto de células musculares que se diferenciaram para realizar tal proeza. O

conjunto de células especializadas que inicialmente desencadeiam tal potencial de ação é chamado de:

a) nodo sinoatrial

b) nodo atriventricular

c) feixe atriventricular

d) ramos subendocardicos

2558. Os músculos papilares estão ligados, por meio das ___________________ às válvulas

atrioventriculares:

a) cordas tendíneas

b) cordas semilunares

c) valvas semilunares

d) trabéculas carneas

2559. Qual a diferença entre o ventrículo direito e o ventrículo esquerdo?
a) número de valvas maior no ventrículo direito
b) no ventrículo direito corre sangue arterial e no esquerdo venoso
c) no ventrículo direito temos uma parede muscular mais delgada
d) no ventrículo direito temos músculos papilares

2560. As artérias vertebrais passam pelo forame tranversário e se anastomosam na região inferior do

crânio constituindo desta forma a:

a) a. vertebral superior

b) a. vertebral suprema

c) a. basilar

d) a. occipital

2561. Não são órgãos pertencentes ao Sistema Linfático:

a) timo e linfonodos

b) tonsila palatina e tonsila faríngea


c) vasos linfáticos e sanguíneos
d) baço e timo

2562. O sistema respiratório é dividido funcionalmente em:
a. V.A.S e V.A.I
b. V.A.S e zona condutora
c. V.A.I e zona respiratória
d. Zona condutora e zona respiratória

De acordo com a função das estruturas tubulares o sistema respiratório é dividido em zona condutora
(condução do ar) e zona respiratória (hematose).

2563. A porção anatômica que compreende a faringe, a laringe e a traquéia é a:
a. V.A.I
b. Zona condutora
c. V.A.S
d. Zona respiratória

De acordo com a localização das estruturas tubulares o sistema respiratório é dividido em VAS e VAI tendo
como referencia de divisão a traquéia.

2564. O nariz é uma estrutura anatômica por onde o ar entra no circuito aéreo. As aberturas localizadas

na base do nariz são chamadas de:

a. Narinas

b. Carinas

c. Aberturas piriformes

d. Seio paranasais

2565. O esqueleto do nariz é constituído por:

a. Ossos e cartilagem

b. Exclusivamente por ossos

c. Exclusivamente por cartilagem

d. Tecido fibroso

Os ossos nasais, os processos frontais da maxila e as cartilagens alares e laterais constituem o esqueleto

do nariz.

2566. A cavidade nasal é subdividida em três partes, são elas:
a. O vestíbulo nasal, a parte respiratória e a parte olfatória
b. Parte oral, parte nasal e parte respiratória
c. O vestíbulo nasal, a parte oral e a parte respiratória
d. A parte respiratória, a parte nasal e a parte olfatória

2567. No vestíbulo nasal são encontrados:

a. Vibrissas e mucosa respiratória

b. Mucosa respiratória e glândulas seromucosas

c. Vibrissas e glândulas seromucosas

d. Mucosa olfatória e vibrissas

As vibrissas e as glândulas seromucosas preparam o ar a ser inalado facilitando desta forma a hematose.

2568. As conchas nasais superiores estão presentes na(o):

a. Parte olfatória da cavidade nasal

b. Parte respiratória da cavidade nasal

c. Vestíbulo nasal

d. Nariz

A porção olfatória é superior e só contempla a presença da concha nasal superior

2569. Na parte respiratória da cavidade nasal encontramos:
a. Epitélio respiratório e as conchas nasais superior e inferior
b. Epitélio olfatório e as conchas nasais superiores e média
c. Epitélio respiratório e as conchas nasais média e inferior


d. Epitélio olfatório e as conchas nasais média e inferior
O epitélio respiratório está presente maior parte das vias aéreas e as suas células auxiliam na preparação
do ar para hematose.

2570. O limite anatômico posterior da cavidade nasal é chamado de:
a. Cóanos
b. Faringe
c. Laringe
d. Nariz

2571. Alguns dos ossos do crânio apresentam cavidade preenchidas por ar e revestidas por epitélio

respiratório. A estas cavidade damos o nome de :

a. Seios paranasais

b. Seios cranianos

c. Seios respiratórios

d. Seios da dura-máter

2572. São as partes anatômicas da faringe:

a. Anterior, posterior e inferior

b. Nasal, oral e laríngea

c. Nasal, oral e faríngea

d. Nasal, bucal e oral

As partes da faringe são posteriores a cavidade nasal (parte nasal), cavidade da boca (parte oral) e laringe

(parte laríngea)

2573. Na parte nasal da faringe, são encontrados:

a. O óstio laríngeo da tuba auditiva e o toro tubário

b. O óstio faríngeo da tuba auditiva e o toro tubário

c. O ostio laríngeo da tuba auditiva e o toro faringeo

d. O ostio faríngeo da tuba auditiva e o toro lubário

O óstio faríngeo da tuba auditiva comunica a faringe com a orelha média e este óstio é protegido pelo toro

tubário.

2574. O esqueleto da laringe é cartilaginoso. São cartilagens que formam este esqueleto:
a. Epiglótica, alar maior e menor
b. Alar maior e menor
c. Epiglótica, tireóidea e cricóidea
d. Tireóidea, cricoidea e alar menor

2575. Qual das cartilagens da laringe abaixo é ímpar?
a. Corniculada
b. Cuneiforme
c. Cricóidea
d. Aritenóidea

2576. Na anatomia interna da laringe observamos:

a. Uma prega inferior chamada de vestibular e uma prega superior chamada de vocal

b. Uma prega superior chamada de vestibular e uma prega inferior chamada de vocal

c. Uma prega superior chamada de vestibular e uma prega média chamada de vocal

d. Uma prega inferior chamada de vestibular e uma prega média chamada de vocal

As pregas vestibulares funcionam como mecanismo de proteção enquanto as vocasi como estruturas de

fonação.

2577. A parede anterior da traquéia é composta por:

a. Músculo liso e cartilagens traqueais

b. Cartilagens traqueais e ligamentos anulares

c. Músculo liso e ligamentos anulares

d. Tecido fibroelastico e músculo liso

As cartilagens e os ligamentos impedem o colapso da traquéia


2578. Na bifurcação da traquéia existe, internamente, uma projeção cartilaginosa que permite o acesso do

ar aos dois pulmões, chamada:

a. Nariana

b. Farina

c. Carina

d. Larina

A carina impede que o ar se dirija em maior volume para o pulmão direito

2579. A parede traqueal formada por músculo liso e tecido fibroelástico é chamada de:

a. Parede traqueal

b. Parede muscular

c. Parede elástica

d. Parede membranácea

A parede membranácea está em contato com o esôfago.

2580. São características do brônquio principal direito:
a. Ser mais curto, mais horizontalizado e mais calibroso
b. Ser mais longo, mais horizontalizado e mais calibroso
c. Ser mais curto, mais verticalizado e mais calibroso
d. Ser mais curto, mais verticalizado e menos calibroso

2581. São características do brônquio principal esquerdo:
a. Ser mais curto, mais horizontalizado e mais calibroso
b. Ser mais longo, mais horizontalizado e menos calibroso
c. Ser mais curto, mais verticalizado e mais calibroso
d. Ser mais longo, mais verticalizado e menos calibroso

2582. Da divisão dos brônquios principais surgem os:

a. Bronquíolos lobares

b. Bronquíolos lombares

c. Brônquios lobares

d. Brônquios lombares

Os brônquios lobares ventilam os lobos pulmonares

2583. Os segmentos broncopulmonares são ventilados pelos:

a. Brônquios segmentares

b. Bronquíolos segmentares

c. Brônquios lobares

d. Bronquíolos lobares

Os segmentos broncopulmonares são considerados unidades cirúrgicas dos pulmões

2584. Os bronquíolos não possuem cartilagem nas suas paredes. Os bronquíolos que encerram a porção

condutora da árvore bronquial são chamados:

a. Bronquíolos finais

b. Bronquíolos condutores

c. Bronquíolos terminais

d. Bronquíolos fontes

Até os brônquios terminais funcionalmente as estruturas servem para a preparação do ar

2585. As estruturas anatômicas pertencentes à porção respiratória da arvore bronquial:

a. Os alvéolos, os bronquíolos terminais e os ductos alveolares

b. Os alvéolos, os brônquios respiratórios e os ductos alveolares

c. Os alvéolos, os brônquios terminais e os ductos alveolares

d. Os alvéolos, os bronquíolos respiratórios e os ductos alveolares

Nos alvéolos ocorre a hematose

2586. São características exclusivas do pulmão direito:
a. Língula, fissura obliqua e lobo superior.
b. Fissura horizontal e lobo médio
c. Fissura horizontal e língula


d. Fissura média e lobo inferior

2587. São características exclusivas do pulmão esquerdo:

a. Língula, incisura cardíaca.

b. Fissura horizontal e lobo médio

c. Fissura horizontal e língula

d. Fissura média e lobo inferior

A língula representa o lobo médio que não se desenvolveu no pulmão esquerdo

2588. Assinale a alternativa correta.
a. Nos pulmões encontramos as faces: diafragmática, mediastínal e costal
b. O pulmão direito possui 2 lobos e o esquerdo possui 3
c. Cada pulmão está envolvido pela sua pleura parietal
d. No hilo pulmonar encontramos apenas os brônquios principais

2589. A membrana conjuntiva que reveste os pulmões é chamada de:

a. Pericárdio

b. Pleura

c. Peritônio

d. Pleuritonio

A pleura parietal reveste a parede do tórax enquanto a pleura visceral reveste a superfície externa do

pulmão

2590. O limite anterior da cavidade da boca é determinado pelo (os):

a. Palato

b. Dentes

c. Lábios

d. Músculos

A partir dos lábios o alimento já está na cavidade da boca

2591. O espaço por onde o alimento passa antes de atingir a parte oral da faringe é chamado de:

a. Istmo da garganta

b. Poro da garganta

c. Ostio da garganta

d. Istmo da boca

O istmo da garganta é limitado lateralmente pelos arcos palatoglossos

2592. Os músculos do soalho funcionam como limite inferior da cavidade da boca. Dentre eles o que mais

se destaca em termos de tamanho é o:

a. Geno-hioideo

b. Gleno-hioideo

c. Milo-hioideo

d. Digastrico

2593. As papilas circunvaladas estão presentes no (a):

a. Dorso da língua

b. Ápice da língua

c. Raiz da língua

d. Corpo da língua

As papilas circunvaladas são responsáveis pelo paladar dos alimentos

2594. As partes anatômicas do esôfago são:

a. Cárdia e piloro

b. Cervical, torácica e abdominal

c. Cervical, torácica e diafragmática

d. Cárdia, torácica e piloro

De acordo com a região anatômica atravessada pelo esôfago surge a nomenclatura das partes

2595. A musculatura circular do esôfago contribui para a formação de estreitamentos ao longo do seu eixo

longitudinal. Estes estreitamentos são chamados de constricções. São elas:


a. A cervical a torácica e a abdominal
b. A cricofaríngea, a broncoaortica e a diafragmatica
c. A cricofaríngea, a torácica e a abdominal
d. A cervical, a broncoaortica e a diafragmatica
As constricções são estreitamentos do esôfago referentes a cartilagem cricóidea, espaço entre o brônquio
principal e o arco da aorta

2596. A abertura por onde o esôfago atravessa o m. diafragma é chamada de:

a. Ostio esofágico

b. Lacuna esofágica

c. Hiato esofágico

d. Forame esofágico

O aumento do hiato esofágico esta relacionado com a hérnia de hiato

2597. Os esfíncteres que estão na entrada e saída do estomago são, respectivamente:

a. Cárdia e tênia

b. Saculação do colo e piloro

c. Cárdia e piloro

d. Tênia e piloro

Os esfíncteres são condensações das fibras musculares circulares

2598. As partes anatômicas do estomago são:
a. Ápice e base
b. Ápice, base e colo
c. Base, colo e região pilórica.
d. Fundo, corpo e região pilórica

2599. A túnica muscular externa do estomago apresenta uma característica singular em relação ao trato

gastrintestinal, pois:

a. Apresenta uma camada com fibras no sentido obliquo

b. Apresenta uma camada com fibras no sentido longitudinal

c. Apresenta uma camada com fibras no sentido circular

d. Não apresenta uma camada com fibras no sentido obliquo

Para facilitar a transformação do bolo alimentar em quimo o estomago tem uma camada muscular obliqua

que atua no amassamento do alimento em todas as direções

2600. Os órgão anexos do canal alimentar são:

a. Esôfago, estomago e duodeno

b. Duodeno, pâncreas e fígado

c. Pâncreas, fígado e glândulas salivares

d. Glândulas salivares, duodeno e fígado

Estas são estruturas que estando fora do canal alimentar secretam substancias para o interior do canal que

facilitam a digestão e a absorção dos nutrientes

2601. As glândulas salivares secretam a saliva para dentro da cavidade da boca. São elas:

a. Glândulas endócrinas

b. Glândulas exócrinas

c. Glândulas mistas

d. Glândulas mucosas

As glândulas exócrinas secretam substancias para o meio externo e para o interior de cavidades.

2602. As glândulas salivares se localizam na cabeça. A maior das glândulas salivares está próxima ao

lóbulo inferior da orelha e é chamada de:

a. Sublingual

b. Submandibular

c. Submaxilar

d. Parótida

A parotidite endêmica é popularmente chamada de caxumba


2603. O fígado possue lobos que podem ser visualizados nas faces visceral e diafragmatica. Os lobos

hepáticos são:

a. Direito, esquerdo, caudado e quadrado

b. Direito, esquerdo, caudado e redondo

c. Superior, inferior, caudado e cruzado

d. Medial, lateral, esquerdo e direito

Na face visceral conseguimos visualizar os quatro lobos enquanto na face diafragmatica visualizamos

apenas os lobos direito e esquerdo

2604. As vias biliares são importantes meios de transporte da bile até o duodeno. Quando se unem o

ducto hepático comum e o ducto cístico obtemos a formação do:

a. Ducto hepático inferior

b. Ducto coledoco

c. Ducto hepático superior

d. Ducto hepático médio

O ducto coledoco leva a bile para porção descendente do duodeno

2605. A secreção liberada pelo pâncreas neutraliza o ph do quimo e para isso é lançada no:
a. Estomago
b. Esôfago
c. Jejuno
d. Duodeno

2606. O intestino delgado é anatomicamente constituído por três porções, são elas:

a. Piloro, cárdia e fundo

b. Duodeno, jejuno e íleo

c. Duodeno e tênia

d. Cárdia, piloro e íleo

Algumas literaturas consideram apenas duas porções: duodeno e jejuno-ileo

2607. A primeira porção do intestino grosso é o ____________ onde está localizado o ______________.
a. Colo ascendente – reto
b. Ceco – anus

c. Colo descendente - apêndice vermiforme

d. Ceco – apêndice vermiforme

O Ceco é a transição do intestino delgado para o intestino grosso

2608. As _________________ e os ___________________________ são características exclusivas do

intestino grosso.

a. Tênias e as vias biliares

b. Vias biliares e as saculações do colo

c. Tênias a as saculações do colo

d. Vias biliares e as tênias

As tênias são estruturas formadas pela condensação das fibras musculares longitudinais e esta

condensação da origem as saculações do colo

2609. A flexura hepática está localizada entre:
a. Colo ascendente e transverso
b. Colo descendente e sigmóide
c. Colo transverso e descendente
d. Ceco e colo ascendente

2610. A porção final do intestino grosso é caracterizada por apresentar trajeto sinuoso e por isso é

chamada de:

a. Colo sinuoso

b. Colo acidentado

c. Colo serroso

d. Colo sigmóide

É a retificação do colo sigmóide que da inicio a defecação


2611. Assinale a alternativa que indique a válvula localizada entre o intestino grosso e o delgado:
a. Cecal
b. Pilórica
c. Cárdia
d. Anal

2612. A membrana que reveste a parede da cavidade abdominal é o (a):

a. Pericárdio

b. Periósteo

c. Pericôndrio

d. Peritônio

O peritônio é uma membrana serosa que reveste a parede da cavidade abdominal (parietal) e também a

superfície externa das vísceras (visceral)

2613. Da divisão anatômica do sistema nervoso surge:

a. O sistema nervoso central e o sistema nervoso periférico

b. O sistema nervoso visceral e o sistema nervoso somático

c. O sistema nervoso visceral e o sistema nervoso periférico

d. O sistema nervoso visceral e o sistema nervoso periférico

O sistema nervoso central fica protegido por caixas ósseas.

2614. Sistema nervoso central é composto pelas seguintes estruturas anatômicas:

a. Cérebro, cerebelo, tronco encefálico e medula espinal.

b. Nervos cranianos, nervos cerebrais e medula espinal

c. Nervos encefálicos e bulbo

d. Cérebro, nervos cranianos, bulbo e medula espinal.

O sistema nervoso central é a porção que comanda todo funcionamento do organismo humano

2615. O tronco encefálico é constituído pelo:

a. Mesencéfalo, cérebro e cerebelo

b. Mesencéfalo, cerebelo e nervos encefálicos

c. Mesencéfalo, ponte e bulbo

d. Mesencéfalo, cerebelo e bulbo

O tronco encefálico é a região de transição entre o encéfalo e a medula espinal

2616. O sistema nervoso periférico é responsável pela comunicação da periferia do corpo com o sistema

nervoso central. Na sua composição encontramos:

a. Os nervos, a ponte e as terminações nervosas

b. Os nervos, os gânglios e as terminações nervosas

c. Os gânglios, a ponte e o bulbo

d. As terminações nervosas, a ponte e o bulbo

2617. O sistema nervoso central comanda todas as ações dos outros sistemas corporais. Em razão desta

função tão importante o mecanismo de proteção desta porção é extremamente eficaz. As meninges que

revestem o sistema nervoso central são:

a. Dura-mater, pia-mater e aracnóide-mater

b. Mesencéfalo, ponte e bulbo

c. Cérebro, cerebelo e tronco encefálico

d. Mesencéfalo, pia-mater e bulbo

2618. A região do cérebro onde existe uma reunião de corpos celulares de neurônios é chamada de:

a. Córtex cerebral

b. Massa cinzenta

c. Córtex cinzento

d. Massa cerebral

O córtex cerebral é constituído por substancia cinzenta

2619. A substancia cinzenta localizada na medula espinal ocupa a porção:
a. Lateral
b. Superior


c. Inferior
d. Central
A substancia cinzenta da medula esta distribuída em colunas anterior, lateral e posterior

2620. A medula espinal apresenta duas dilatações uma superior e outra inferior. Estas dilatações são

denominadas, respectivamente:

a. Intumescências cervical e lombar

b. Intumescências lombar e cervical

c. Intumescências torácica e lombar

d. Intumescências cervical e torácica

É das intumescências que partem os plexos nervosos

2621. A principal célula que compõem o tecido nervoso é a (o):
a. Neuroglia
b. Microglia
c. Astrócito
d. Neurônio

2622. São células da glia:

a. Astrócitos e oligodendrocitos

b. Oligodendrocitos e neurônios

c. Neurônios e astrócitos

d. Neurônios e microglias

As células da glia servem de meio de proteção para o tecido nervoso

2623. As partes anatômicas que constituem os neurônios são:

a. Dendritos, corpo celular e axônio

b. Dentritos, corpo celular e axônio

c. Cérebro, cerebelo e axônio

d. Dendritos, cérebro e nervos

Os dendritos captam os estímulos nervosos, o corpo celular recebe-decodifica e responde este estimulo,

enquanto o axônio propaga o estímulo e a resposta a este estimulo.

2624. De acordo com as suas funções na condução dos impulsos, os neurônios podem ser:

a. Sensitivos e pseudo-unipolares

b. Motores e bipolares

c. Sensitivos, motores e de associação

d. Sensitivos, de associação e unipolares

Sensitivos – conduzem o impulso para o sistema nervoso central / Motores – conduzem a resposta dada ao

impulso nervoso

2625. Do encéfalo partem doze pares de nervos cranianos. Três deles são exclusivamente sensoriais,

cinco são motores e os quatro restantes são mistos. Os nervos cranianos exclusivamente sensoriais são o:

a. Óculomotor, olfatório e óptico

b. Trigêmeo, vestibulococlear e olfatório

c. Olfatório, óptico e vestibulococlear

d. Facial, óptico e vago

Estes nervos captam apenas sensações e as transmitem para o sistema nervoso central

2626. O canal neural persiste desde o desenvolvimento embrionário até a idade adulta e nesta fase passa

a ser chamado de:

a. Meninge

b. Medula espinal

c. Ventrículo encefálico

d. Nervo espinal

Depois de surgir do fechamento da goteira neural o canal neural permanece por toda a vida, sendo chamado

na região craniana de ventrículo encefálico.

2627. Qual das seguintes alternativas apresenta somente nervos que não são oriundos do plexo lombo-

sacral?


a. Isquiático e femoral
b. Obturatório e isquiático
c. Musculocutaneo e mediano
d. Obturatorio e isquiático

2628. Qual das alternativas abaixo apresenta uma seqüência correta de estruturas por onde passam os

espermatozóides:

a. Testículo, ducto deferente e epidídimo

b. Ducto deferente, epidídimo e testículo

c. Epidídimo - Ducto deferente - ducto ejaculatório

d. Testículo - ducto ejaculatório - ducto deferente

Após ser produzido nos túbulos seminíferos a célula sexual masculina percorre os contorcidos túbulos que

constituem o epidídimo, atingindo em seguido o ducto deferente, em seguida ducto ejaculatório que por sua

vez desemboca na uretra esponjosa

2629. As glândulas sexuais secundárias que contribuem com a maior parte do volume do sêmen são:

a. Glândulas seminais

b. Glândulas bulbouretrais

c. Glândulas uretrais

d. Próstata

As glândulas seminais produzem o liquido seminal que constitue o maior volume das secreções que

formam o semem.

2630. A túnica que recobre os testículos e se estende para dentro, para subdividir os testículos em lóbulos

é:

a. Túnica albugínea

b. Túnica vaginal

c. Rafe

d. Rede testicular

A túnica albugínea se projeta para interior dos testículos dividindo-os em lóbulos testiculares que são

ocupados pelos túbulos seminíferos.

2631. Os espermatozóides são produzidos nos (as):

a. Próstata

b. Túbulos seminíferos

c. Ductos deferentes

d. Glândulas seminais

Os túbulos seminíferos são constituídos pelas células germinativas e pelas células de Sertoli.

2632. Quais das estruturas seguintes produzem uma secreção que ajuda a manter a mobilidade e a

viabilidade dos espermatozóides?

a. Próstata

b. Glândulas bulbouretrais

c. Pênis

d. Ducto ejaculatório

A secreção produzida pelas glândulas bulbouretrais é alcalina e neutraliza o ph da uretra esponjosa,

facilitando desta forma a passagem do semem.

2633. A união da ampola do ducto deferente com o ducto da glândula seminal forma o _______________.

a. Ducto prostático

b. Epidídimo

c. Ducto ejaculatório

d. Túbulos seminíferos

O ducto ejaculatório atravessa a próstata e desemboca na uretra prostática

2634. A glândula acessória masculina que esta localizada abaixo da bexiga urinária e que envolve a uretra
é:
a) Próstata
b) Glândula seminal
c) Glândula bulbouretral


d) Glândula vestibular
A próstata produz o liquido prostático que auxilia na neutralização do ph da uretra prostática que é muito
acido em função do contato com a urina.

2635. Qual o órgão responsável pelo armazenamento dos espermatozóides?

a. Próstata

b. Epidídimo

c. Testículos

d. Rede testicular

O espermatozóide produzido nos testículos é armazenado nos epidídimos para que sua nutrição e

conseqüente maturação.

2636. São estruturas localizadas no interior do funículo espermático:

a. Ducto eferente, artéria testicular e veia testicular

b. Ducto deferente, artéria testicular e plexo pampiniforme

c. Ducto ejaculatório e veia testicular

d. Ducto eferente e vasos linfáticos

Funículo espermático é o nome dado ao conjunto de estruturas citadas envolvidas pela túnica vaginal

2637. Qual órgão do sistema genital masculino apresenta: cabeça, corpo e cauda?
a. Próstata
b. Epidídimo
c. Testículo
d. Pênis

2638. O ducto ejaculatório desemboca na (o):

a. Uretra membranácea

b. Uretra prostática

c. Uretra esponjosa

d. Ducto eferente

Após a união dos ductos deferente e seminal o então formado ducto ejaculatório atravessa a próstata e

desemboca na uretra prostática.

2639. Via condutora de espermatozóide que se continua com epidídimo:

a. Ducto deferente

b. Ducto eferente

c. Ducto ejaculatório

d. Ducto prostático

O ducto deferente é a primeira via de condução do espermatozóide no ato da ejaculação.

2640. É correto afirmar que o testículo esquerdo está:

a. Situado um pouco mais baixo que o direito

b. Situado um pouco mais acima que o direito

c. Na mesma posição que o direito

d. Situado bem abaixo do direito

O fato de estar, o testículo esquerdo, situado pouco mais inferiormente se deve a melhora que esta posição

oferece em relação ao retorno venoso e também minimiza o atrito entre os testículos.

2641. O escroto regula a temperatura dos testículos através da ação do:

a. Músculo dartos

b. Músculo cremaster

c. Epidídimo

d. Músculo escrotal

Quando este músculo se contrai, o testículo se aproxima do corpo, o que fornece um aquecimento que é

muito importante para a manutenção da temperatura ótima.

2642. As gônadas masculinas produzem:
a. Estrógenos
b. Progesterona
c. Testosterona


d. Corticóides
A testosterona é o hormônio masculino que garante os caracteres sexuais secundários do homem.

2643. O corpo do pênis é composto por:
a. Dois corpos esponjosos (situados no dorso e laterais) e um cavernoso
b. Um corpo cavernoso (situados no dorso e laterais) e um esponjoso
c. Dois corpos cavernosos (situados na face ventral) e um corpo esponjoso
d. Dois corpos cavernosos (situados no dorso e laterais) e um corpo esponjoso

2644. Dilatação da extremidade anterior do corpo esponjoso:

a. Coroa

b. Glande

c. Ramo

d. Bulbo

A dilatação chamada de glande é atravessa pela uretra esponjosa que apresenta neste ponto a fossa

navicular.

2645. A raiz do pênis é formada por:

a. Dois ramos e um bulbo

b. Dois bulbos e dois ramos

c. Um ramo e três bulbos

d. Um ramo e um bulbo

A dilatação interna do corpo esponjoso do pênis é chamada de bulbo. As projeções que partem dos corpos

cavernosos do pênis são chamadas de ramos. Os ramos e o bulbo do pênis ficam localizados internamente

no corpo humano e a este conjunto se dá o nome de raiz do pênis.

2646. Qual das estruturas é responsável pela condução dos espermatozóides do epidídimo até a glândula

seminal e a próstata?

a. Uretra

b. Ureter

c. Ducto ejaculatório

d. Ducto deferente

2647. O pênis se apresenta coberto por pele relativamente frouxa, com a extremidade expandida, ao redor

da glande. Essa porção de pele é denominada de:

a. Bulbo

b. Prepúcio

c. Ramo

d. Coroa

O prepúcio protege as terminações nervosas situadas na superfície da glande.

2648. Intramural, istmo, ampola e infundíbulo são partes do (a):

a. Útero

b. Tuba uterina

c. Ovário

d. Vagina

É na tuba uterina que ocorre o encontro do ovócito com o espermatozóide.

2649. Os ovócitos amadurecem no(s) ou na (s):
a. Tubas uterinas
b. Útero
c. Ovários
d. Vagina

2650. Qual ligamento prende o ovário à parede pélvica?
a. Ligamento largo
b. Ligamento suspensor do ovário
c. Ligamento útero-ovárico
d. Ligamento ovariano


O ligamento suspensor do ovário estende-se da fáscia do músculo psoas maior à extremidade tubal do
ovário.

2651. Onde normalmente ocorre a fertilização?

a. Na ampola da tuba uterina

b. Útero

c. Ovários

d. Vagina

A ampola é uma dilatação da tuba uterina onde ocorre a união dos gametas sexuais masculino e feminino.

2652. O ovário esta preso ao preso ao útero por meio do:

a. Ligamento largo

b. Ligamento suspensor do ovário

c. Ligamento útero-ovárico

d. Ligamento ovariano

O ligamento útero-ovarico estende-se da extremidade uterina do ovário à borda lateral do útero.

2653. Qual camada do útero descama durante a menstruação?

a. Miocárdio

b. Endométrio

c. Miométrio

d. Perimétrio

O endométrio é a camada interna do útero, composta por duas subcamadas chamadas basal e funcional. É

a camada funcional do endométrio que desprende-se quando da menstruação.

2654. São partes anatômicas do útero:
a. Corpo, ápice, istmo e colo
b. Corpo, fundo, istmo e cervix
c. Fundo, ápice, istmo e infundíbulo
d. Fímbrias, corpo e cervix

2655. O útero normalmente se encontra em:

a. Anteversão

b. Retroversão

c. Lateroversão

d. Medial

A posição fisiológica do útero é conhecida como: Anteversoflexão

2656. Prega dupla de peritônio que fixa o útero em ambos os lados à cavidade pélvica:
a. Ligamento redondo do útero
b. Ligamento uterino
c. Ligamento largo
d. Ligamento suspensor do útero

Embora o ovário fique dentro desse peritônio (intra-peritonial), não é revestido por ele, pois precisa liberar
os ovócitos.

2657. Pequena massa de tecido erétil, encontrada na vulva:

a. Clitóris

b. Lábios maiores do pudendo

c. Lábios menores do pudendo

d. Vestíbulo

O clitóris é homologo ao pênis. Nos humanos, o clitóris é especialmente sensível, e assume função

importante durante o ato sexual

2658. O óstio na vagina e óstio externo da uretra se abrem no (a):
a. Útero
b. Vagina
c. Vestíbulo da vagina
d. Uretra


O espaço chamado de vestíbulo da vagina é delimitado lateralmente pelos lábios menores.

2659. O órgão de cópula feminino é:

a. Uretra

b. Vestíbulo da vagina

c. Vagina

d. Útero

O órgão de contato sexual no sexo masculino é chamado de vagina. O termo vagina significa bainha, ou

seja, uma região de paredes próximas.

2660. Qual das estruturas não pertence aos órgãos externos do sistema genital feminino?
a. Labios maiores
b. Labios menores
c. Vagina
d. Clitóris

2661. Diretamente ligado a tuba uterina encontramos a (o):
a. Útero
b. Vagina
c. Ovario
d. Ovócito

2662. A(s) estrutura(s) responsável (is) por conduzir a urina para fora da bexiga chama(m)-se:

a. Cálices renais menores

b. Cálices renais maiores

c. Pelve renal

d. Uretra

Após a contração do músculo detrusor a urina sai da bexiga através da uretra.

2663. Quais estruturas formam o corpúsculo renal?

a. Túbulos contorcidos proximais e glomérulo

b. Cápsula glomerular e glomérulo

c. Túbulos contorcidos e alça do néfron

d. Cápsula glomerular e túbulo coletor

O corpúsculo renal é a primeira porção da unidade funcional do sistema urinário, chamada de néfron.

2664. Qual é o trajeto correto da urina?
a. Bexiga urinária, rim, uretra e ureter
b. Ureter, bexiga urinária, rim e uretra
c. Rim, ureter, bexiga urinária e uretra
d. Rim, uretra, bexiga urinária e ureter

2665. Assinale a alternativa incorreta:

a. Na margem lateral côncava de cada rim encontra-se o hilo renal.

b. O rim direito normalmente situa-se ligeiramente abaixo do rim esquerdo.

c. O trígono da bexiga é limitado por três vértices: os pontos de entrada dos dois

ureteres e o ponto de saída da uretra.

d. O néfron é a unidade morfofuncional ou a unidade produtora de urina do rim.

O hilo renal está na margem medial do rim.

2666. O trígono, um ponto de referência da bexiga urinária, é uma área triangular limitada:
a. Pelos óstios dos ductos ejaculatórios e da uretra
b. Pelos óstios internos da uretra e pelo óstio do ureter
c. Pelos óstios dos ureteres e pelo óstio interno da uretra
d. Pelos óstios dos ureteres e pelo óstio externo da uretra

2667. O hilo renal se expande de uma cavidade dentro dos rins, denominada de:
a. Pelve renal
b. Seio renal
c. Cálice renal


d. Pirâmide renal
O seio renal é ocupado por par da gordura que forma a capsula adiposa do rim.

2668. Os rins de encontram revestidos por 3 camadas de tecido. Qual das alternativas apresenta

corretamente o nome dessas camadas, da mais interna para a mais externa?

a. Cápsula fibrosa, cápsula adiposa e fáscia renal

b. Fáscia renal, cápsula adiposa e cápsula fibrosa

c. Cápsula adiposa, cápsula fibrosa e fáscia renal

d. Fáscia renal, cápsula fibrosa e cápsula adiposa

2669. A uretra masculina é divida em:

a. 3 partes: prostática, membranácea e esponjosa

b. 3 partes: intramural, membranácea e prostática

c. 4 partes: intramural, membranácea, prostática e esponjosa

d. 2 partes: prostática e esponjosa

A uretra masculina tem aproximadamente 25 cm e um trajeto bastante sinuoso. A porção intramural ainda

está no interior da bexiga, a porção prostática atravessa a próstata, a intramural atravessa o soalho pélvico,

enquanto a esponjosa está no interior do corpo esponjoso do pênis.

2670. As partes anatômicas da bexiga urinária são:
a. Corpo, fundo e istmo
b. Corpo, fundo, colo e ápice
c. Ampola, infundíbulo e corpo
d. Istmo, ampola e corpo

2671. Podemos afirmar que a posição dos rins em relação ao peritônio, é:

a. Infraperitoneal

b. Supraperitoneal

c. Retroperiteneal

d. Anteroperitoneal

Os rins ficam posteriores ao peritônio. Apenas a face anterior dos rins é revestida por esta membrana

serosa.

2672. Em um corte frontal do rim podemos identificar duas regiões distintas, são elas:
a. Pirâmides renais e papilas renais
b. Córtex renal e coluna renal
c. Córtex renal e medula renal
d. Medula renal e coluna renal

2673. A bexiga urinária de um adulto apresenta:
a. 4 faces; uma superior, uma posterior e duas inferolaterais
b. 3 faces; uma superior, uma posterior e uma inferolateral
c. 2 faces; uma superior e uma inferior
d. 4 faces; uma superior, uma inferior, uma lateral direita e uma lateral esquerda

2674. Podemos afirmar que a uretra feminina em relação à masculina é:

a. Mais longa e retilínea

b. Mais curta e sinuosa

c. Mais longa e sinuosa

d. Mais curta e retilínea

A uretra feminina apresenta apenas as porções intramural e membranácea sendo desta forma bem mais

curta do que a masculina.

2675. O ápice da pirâmide renal e chamado de ________________ e aponta para o ___________ do rim.
a. Hilo renal – interior
b. Seio renal – exterior
c. Papila renal – interior

d. Papila renal- exterior

A papila é uma região da pirâmide renal que apresenta uma área toda perfurada chamada de área

cribriforme, por onde a urina vai passar, antes de atingir os cálices renais menores.


2676. O músculo detrusor da bexiga é:
a. A camada média da bexiga urinária
b. Músculo que controla o fluxo de urina da pelve renal
c. Um outro nome da camada muscular do ureter
d. Camada que reveste internamente a bexiga

2677. Qual das estruturas abaixo armazena temporariamente a urina?

a. Ureter

b. Bexiga urinária

c. Uretra

d. Rim

A função da bexiga urinária é acumular a urina produzida nos rins. A urina chega à bexiga por dois ureteres

e é eliminada para o exterior através de um tubo chamado de uretra.

2678. A extremidade superior dilatada do ureter em forma de funil é:

a. A pelve renal

b. O hilo renal

c. A uretra

d. O néfron

A pelve renal é formada pela confluência dos cálices renais maiores.

2679. O ureter possui ao longo do seu trajeto duas porções anatômicas, são elas:
a. Cervical e torácica
b. Abdominal e pélvica
c. Cervical e pélvica
d. Torácica e abdominal

2680. O espaço localizado entre a bexiga urinária e o útero é revestido pelo peritônio e recebe o nome de:
a. Espaço útero-urinario
b. Espaço morto
c. Escavação vesicouterina
d. Escavação reto uterina

2681. No sexo masculino a única escavação encontrada é a:
a. Retopeniana
b. Retovesical
c. Retoprostatica
d. Retoretal

2682. Os túbulos uriníferos por onde circula a urina no período da sua formação, são:
a. Os túbulos coletores e os nefrons
b. Os túbulos proximais e os corpúsculos renais
c. Os túbulos coletores e os corpúsculos renais
d. Os túbulos distais e os nefrons

2683. A projeção interna do córtex renal que separa as pirâmides renais umas das outras é chamado de;
a. Papila renal
b. Crista renal
c. Coluna renal
d. Seio renal

2684. Durante a filtração do sangue qual das substâncias é transferida do mesmo para a urina?
a. Nutriente
b. Suor
c. Acido úrico
d. Oxigênio

2685. Qual o constituinte da urina mais abundante?
a. Uréia
b. Cloreto de sódio


c. Acido úrico
d. Água

2686. Depois que a urina for sintetizada ela vai do tubo coletor para:
a. Cálice renal maior
b. Cálice renal menor
c. Papila renal
d. Córtex renal

2687. Cada osso do quadril é composto por três divisões. Assinale abaixo a estrutura óssea que não faz

parte dessas divisões.

a. Púbis.

b. Sacro.

c. Ílio.

d. Ísquio.

2688. Todas as seguintes afirmativas concernentes à osteologia estão corretas, exceto:
a. Os ossos longos são compostos de uma diáfise (corpo) e duas extremidades.
b. Os ossos do tarso de cada pé são em número de sete.
c. Cada centro secundário de ossificacão dos ossos longos é chamado metáfise.
d. O espaço estreito entre as superfícies interna e externa dos ossos do crânio é chamado díploe.

2689. Todas as seguintes afirmativas concernentes à posição anatômica (ortostática) do corpo humano

estão corretas, exceto:

a. A posição deve ser vertical.
b. A superfície volar das mãos deve estar voltada para a frente.
c. Os braços devem estar em abdução.
d. Os pés devem estar virados exatamente para a frente.

2690. Em relação aos planos do corpo humano é CORRETO afirmar que o plano horizontal divide o corpo

em partes

a. direita e esquerda.
b. anterior e posterior.
c. medial e lateral.
d. superior e inferior.

2691. Considerando-se os termos relacionados aos movimentos corpóreos, um movimento de avanço do

corpo humano a partir de uma posição normal é chamado de:

a. pronação.

b. protração.

c. protrusão.

d. proptose.


Legislação/Ética/História

2692. Em 29 de Outubro de 1985 começava uma nova etapa para a Radiologia no Brasil. Porque ?

A) Nesta data temos a regulamentação da profissão de Técnicos em Radiologia

B) Nesta data temos a regulamentação da profissão de Médico Radiologista

C) Nesta data temos a definição do primeiro piso salarial para Técnicos em Radiologia

D) Nesta data temos a definição de carga horária para Técnicos em Radiologia

2693. Assinale a alternativa falsa. São condições para o exercício da profissão de Técnico em Radiologia:

A) Ter concluído o ensino fundamental

B) Formação profissional mínima de nível Técnico em Radiologia

C) Possuir diploma de habilitação profissional expedido por Escola Técnica de Radiologia

D) Possuir diploma de habilitação profissional registrado no orgão federal

2694. O Tecnólogo em Radiologia é um profissional:
a) De nível superior responsável pela produção de imagens radiológicas, e pela supervisão da
equipe técnica
b) De nível médio responsável pela produção de imagens radiológicas
c) Mesmo que técnico em radiologia
d) De nível fundamental responsável pela produção de imagens radiológicas

2695. Assinale a alternativa falsa. As Escolas Técnicas de Radiologia só poderão ser reconhecidas se:

A) Apresentarem condições de instalações satisfatórias

B) Apresentarem corpo docente de reconhecida idoneidade profissional

C) Atuarem sob orientação de Físico Tecnólogo, Médico Especialista e Técnico em Radiologia

D) Elaborarem, independentemente da autoridade federal, os programas de curso

2696. A jornada de trabalho do Técnico em Radiologa, segundo a Lei 7394, é de :

A) 24 horas semanais

B) 40 horas semanais

C) 18 horas semanais

D) 32 horas semanais

2697. O salário mínimo dos profissionais, segundo a Lei 7394, será de:

A) Dois salários mínimos profissionais da região, incidindo 40% de risco de vida e insalubridade

B) Dois salários mínimos profissionais da região, incidindo 60% de risco de vida e insalubridade

C) Três salários mínimos profissionais da região, incidindo 40% de risco de vida e insalubridade

D) Três salários mínimos profissionais da região, incidindo 60% de risco de vida e insalubridade

2698. Para se instalarem, as Escolas Técnicas precisam ser previamente reconhecidas pelo:

A) Ministério da Educação

B) Ministério da Saúde

C) Conselho dos Técnicos em Radiologia

D) Ministério do Desenvolvimento

2699. Os programas a serem seguidos pelas Escolas Técnicas em Radiologia são elaborados pelo:

A) Conselho Federal de Educação

B) Ministério da Saúde

C) Conselho dos Técnicos em Radiologia

D) Ministério do Desenvolvimento


2700. O Princípio da Justificação define que :

A) Não deve haver nenhuma prática utilizando radiação ionizante, salvo se os benefícios forem

muito superiores aos possíveis prejuízos

B) Não deve haver nenhuma prática utilizando radiação não ionizante, salvo se os benefícios forem muito

superiores aos possíveis prejuízos

C) Não deve haver nenhuma prática utilizando radiação ionizante, se houver possibilidade de qualquer tipo

de prejuízo

D) Não deve haver nenhuma prática utilizando radiação não ionizante, se houver possibilidade de qualquer

tipo de prejuízo

2701. O Princípio de “ALARA” estabelece que:

A) Não deve haver nenhuma prática utilizando radiação ionizante, salvo se os benefícios forem muito

superiores aos possíveis prejuízos

B) O uso das radiações ionizantes deve ser amplamente planejado, atendendo todas as formas para

preservar a maior segurança possível

C) As instalações que se utilizam das radiações ionizantes devem constituir um projeto no qual estejam

previstos possíveis acidentes e os procedimentos a serem adotados

D) Preestabelece limites para todas as pessoas que venham a ter contato com radiações ionizantes

2702. O Princípio da Prevenção de Acidentes estabelece que:
A) Não deve haver nenhuma prática utilizando radiação ionizante, salvo se os benefícios forem muito

superiores aos possíveis prejuízos
B) O uso das radiações ionizantes deve ser amplamente planejado, atendendo todas as formas para

preservar a maior segurança possível
C) As instalações que se utilizam das radiações ionizantes devem constituir um projeto no qual

estejam previstos possíveis acidentes e os procedimentos a serem adotados
D) Preestabelece limites para todas as pessoas que venham a ter contato com radiações ionizantes

2703. O Princípio da Limitação estabelece que:

A) Não deve haver nenhuma prática utilizando radiação ionizante, salvo se os benefícios forem muito

superiores aos possíveis prejuízos

B) O uso das radiações ionizantes deve ser amplamente planejado, atendendo todas as formas para

preservar a maior segurança possível

C) As instalações que se utilizam das radiações ionizantes devem constituir um projeto no qual estejam

previstos possíveis acidentes e os procedimentos a serem adotados

D) Preestabelece limites para todas as pessoas que venham a ter contato com radiações ionizantes

2704. A exposição ocupacional prevista no item 2.13 da Portaria 453, de 1º de Junho de 1998, do

Ministério da Saúde, estabelece que:

A) Não se pode exceder a uma dose anual de 50mSv, mas o índice também não pode ser superior a

20 mSv quando se calcular a média de cinco anos

B) Não se pode exceder a uma dose anual de 100mSv, mas o índice também não pode ser superior a 70

mSv quando se calcular a média de cinco anos

C) Não se pode exceder a uma dose anual de 50mSv, mas o índice também não pode ser superior a 20

mSv quando se calcular a média de três anos

D) Não se pode exceder a uma dose anual de 100mSv, mas o índice também não pode ser superior a 70

mSv quando se calcular a média de três anos

2705. Segundo a Portaria 453, de 1º de Junho de 1998, do Ministério da Saúde:

A) Não se permitem menores de 18 anos trabalhando com radiação ionizante

B) Somente se permitem menores de 18 anos trabalhando com radiação ionizante, quando em

treinamento

C) Está permitido as menores de 18 anos, porém maiores de 16 anos, trabalhar com radiação ionizante

D) Não há nenhuma menção na referida Portaria


2706. Sobre as gestantes, a Portaria 453, de 1º de Junho de 1998, do Ministério da Saúde define que :

A) Em todo o período de gravidez, a mulher deve ser monitorada na altura do abdômen e a dose

não pode exceder 2mSv durante toda a gestação

B) Em todo o período de gravidez, a mulher deve ser monitorada na altura do abdômen e a dose não pode

exceder 5mSv durante toda a gestação

C) A gestante deve ser afastada da sua função durante a gravidez

D) Não há nenhuma menção na referida Portaria

2707. Assinale a alternativa falsa. A Portaria 453, de 1º de Junho de 1998, do Ministério da Saúde define

como requisitos do Supervisor de Radioproteção:

A) Possuir nível superior

B) Possuir especialidade em física de radiodiagnóstico

C) Possuir certificação por instituição competente

D ) Possuir graduação em Medicina ou Odontologia

2708. Segundo o item 3.2 da Portaria 453, de 1º de Junho de 1998, do Ministério da Saúde:

A) Para um profissional administrar intencionalmente radiações ionizantes em seres humanos, ele

deve ser supervisionado por um médico ou odontólogo

B) Para um profissional administrar intencionalmente radiações ionizantes em seres humanos, ele deve

ser médico ou odontólogo

C) Para um profissional administrar intencionalmente radiações ionizantes em seres humanos, ele deve

ser supervisionado por um médico ou supervisor de radioproteção

D) Para um profissional administrar intencionalmente radiações ionizantes em seres humanos, ele deve

ser supervisor de radioproteção

2709. O brasão, símbolo heráldico, dos Profissionais das Técnicas Radiológicas é constituído de um

círculo menor, amarelo, contendo um trifólio, que representa:

A) A radiação ionizante

B) Um átomo

C) O paciente

D) A cura

2710. Qual a data constante na parte inferior do brasão, símbolo heráldico, dos Profissionais das

Técnicas Radiológicas:

A) 1985

B) 2005

C) 1998

D) 2000

2711. Qual a cor da faixa da beca utilizada em solenidades de formatura dos Profissionais das Técnicas

Radiológicas?

A) VERDE

B) AZUL

C) BRANCA

D) AMARELA

2712. Qual a pedra utilizada no anel de grau dos Profissionais das Técnicas Radiológicas ?

A) Topázio Amarelo

B) Esmeraldo Verde

C) Cristal Branco

D) Rubi Vermelho

2713. O brasão, símbolo heráldico, dos Profissionais das Técnicas Radiológicas apresenta um bastão

entrelaçado por uma serpente. O que significa o referido bastão:


A) A radiação ionizante
B) O poder daquele que tem a formação profissional
C) A ciência, a sabedoria e a transmissão do conhecimento de forma sábia
D) A energia em todas as suas formas

2714. A cor VERDE, adotada por todas as profissões da área da saúde, simboliza:

A) Saúde, perseverança, naturalidade, limpeza, juventude e natureza

B) Saúde e prosperidade

C) Saúde, solidariedade e amor ao próximo

D) Saúde e sabedoria

2715. O topázio amarelo, adotado no anel de grau dos Profissionais das Técnicas Radiológicas, simboliza:

A) Prosperidade e Sabedoria

B) Saúde e prosperidade

C) Saúde e amor ao próximo

D) Sabedoria e vitória

2716. De acordo com a Lei, o Tecnólogo ou Técnico em Radiologia pode prestar concurso público para o

cargo de Auxiliar de Radiologia ?

A) Sim

B) Não
C) Não há lei que aborde o assunto, porém já está consolidado judicialmente que “o mais pode o

menos”

D) Não há lei que aborde o assunto, tampouco consolidação judicial

2717. Assinale a alternativa falsa. Entre as principais atribuições do Médico Radiologista, destacam-se:

A) Supervisionar a proteção radiológica

B) Realizar procedimentos radiológicos de intervenção

C) Realizar ou supervisionar exames radiológicos realizados com meios de contraste

D) Administrar e controlar o estoque de medicamentos comuns aos CDI

2718. Assinale a alternativa falsa. Entre as principais atribuições do Tecnólogo ou Técnico em Radiologia,

destacam-se:

A) Supervisionar a proteção radiológica

B) Operar os equipamentos de obtenção de imagens em CDI

C) Atuar no nível de usuário na rede PACS

D) Realizar exames radiológicos simples ou com contraste sob a supervisão do médico radiologista

2719. Assinale a alternativa falsa. Entre as principais atribuições do Auxiliar de Radiologia, destacam-se:
A) Atuar exclusivamente nas áreas de Câmara clara e escura
B) Atuar nos processos de revelação de filmes radiológicos
C) Atuar no encaminhamento de exames já realizados
D) Realizar exames radiológicos simples sob a supervisão do médico radiologista

2720. Assinale a alternativa falsa acerca da realidade da Radiologia no Brasil antes de 1985:
a) Os profissionais que atuavam como operadores de equipamentos de radiodiagnóstico tinham
orientações quanto a seus direitos e deveres
b) Para atuar no auxílio de diagnósticos, utilizando a radiação ionizante, bastava passar pelo treinamento
de um médico
c) Por não terem formação adequada, os profissionais atuavam sem entender exatamente o que estavam
fazendo
d) A falta de informações, às vezes, prejudicava aos profissionais e aos pacientes, expondo-os
desnecessariamente e contribuindo para o aumento nas doses de radiação


2721. A Lei nro 7.394, de 29 de Outubro de 1985, representou um grande passo para a evolução

profissional dos até então denominados:

a) Técnicos de Raio X

b) Operadores de Raios X

c) Técnicos em Radiologia

d) Radiologistas

2722. A Lei nro 7.394, de 29 de Outubro de 1985, foi sancionada pelo então Presidente da República:
a) Fernando Collor de Mello
b) Fernando Henrique Cardoso
c) José Sarney
d) Tancredo Neves

2723. Os preceitos da A Lei nro 7.394, de 29 de Outubro de 1985, regulam o exercício da profissão de:
a) Técnicos de Raio X
b) Operadores de Raios X
c) Técnicos em Radiologia
d) Radiologistas

2724. São condições para o exercício da profissão de Técnico em Radiologia:
a) Ser portador do certificado de conclusão do ensino médio e possuir formação mínima de nível
técnico em Radiologia
b) Ser portador do certificado de conclusão do ensino médio e possuir graduação em Radiologia
c) Ser portador do certificado de conclusão do ensino fundamental e possuir formação mínima de nível
técnico em Radiologia
d) Ser portador do certificado de conclusão do ensino fundamental e experiência prévia como operador de
Raio X

2725. As Escolas Técnicas de Radiologia só poderão ser reconhecidas se apresentarem condições de

instalações satisfatórias e corpo docente de reconhecida idoneidade sob orientação dos profissionais

abaixo, exceto:

a) Físico Tecnólogo

b) Médico Especialista

c) Técnico em Radiologia

d) Enfermeiro Especialista

2726. Os diplomas expedidos por Escolas Técnicas de Radiologia, devidamente reconhecidas, tem:
a) âmbito nacional
b) âmbito internacional
c) âmbito estadual
d) âmbito regional

2727. Assinale a alternativa verdadeira:
a) Os profissionais que se acharem devidamente registrados na Divisão Nacional de Vigilância
Sanitária de Medicamentos, não possuidores de certificado de conclusão de curso em nível de 2º
b) Grau, poderão matricular-se nas escolas criadas, na categoria de ouvinte, recebendo
certificando de presença, observadas as exigências regulamentares das Escolas de Radiologia.
c) Os profissionais que se acharem devidamente registrados na Divisão Nacional de Vigilância Sanitária
de Medicamentos, não possuidores de certificado de conclusão de curso em nível de 2º Grau, poderão
d) matricular-se nas escolas criadas, recebendo diploma, ao terminar o curso, observadas as exigências
regulamentares das Escolas de Radiologia.
Os profissionais que se acharem devidamente registrados na Divisão Nacional de Vigilância Sanitária
de Medicamentos, possuidores de certificado de conclusão de curso em nível de 2º Grau, poderão
matricular-se nas escolas criadas, na categoria de ouvinte, recebendo certificando de presença,
observadas as exigências regulamentares das Escolas de Radiologia.
Os profissionais que se acharem devidamente registrados na Divisão Nacional de Vigilância Sanitária
de Medicamentos, não possuidores de certificado de conclusão de curso em nível de 2º Grau, não
poderão matricular-se nas escolas criadas.


2728. Após um trauma de tórax o paciente pode desenvolver um acúmulo de liquido no espaço pleural.

Para um estudo adequado do volume de liquido nesse espaço, devemos fazer radiografia com o paciente

em ortostática e decúbito lateral com raios horizontais; Qual a definição dada à presença deste líquido no

espaço pleural? Com base no Código de Ética Profissional – Capítulo III –Artigo 8°, o que é correto afirmar

sobre a conduta do tecnólogo?

a. Hemangioma hamartoma; O Tecnólogo de informar e orientar o paciente sobre sua condição

patológica;

b. Melanoma aneurisma; O Tecnólogo deve convocar a equipe médica do PS para comunicar o fato;

c. Derrame pleural; O Tecnólogo jamais deve fornecer ao paciente informação verbal ou por

escrito sobre o exame realizado.

d. Bonquiectasia atelectasia; O Tecnólogo deve convocar os familiares do paciente para comunicar o

fato;

2729. No primeiro capítulo, o código de ética dos técnicos em radiologia dispõe sobre as habilitações do

profissional. A partir desta afirmação responda qual das alternativas abaixo está correta?

a. O profissional pode atuar na área radiológica no setor de diagnóstico; radioterápicas, no

setor de terapia, radioisotópicas, no setor de radioisótopos, industriais, no setor industrial,

de medicina nuclear.

b. O profissional pode atuar somente nas áreas radioterápicas, no setor de terapia, radioisotópicas, no

setor de radioisótopos, Industriais, no setor industrial, de medicina nuclear

c. O profissional pode emitir ou comentar o diagnóstico do médico com o paciente de maneira a

complementar a opinião do médico.

d. Só é possível a atuação do profissional na área radiológica no setor de diagnóstico.

2730. O sétimo capítulo do código de ética aborda as responsabilidades profissionais. Sobre este capítulo

está correto afirmar:

I. O profissional da área de radiologia deve executar técnicas radiológicas, radioterápicas,
radioisotópicas e nuclear apenas com o pedido médico.

II. Responderá civil ou penalmente nos casos de imperícia, imprudência, omissão ou negligência.
III. O técnico não será responsável pelo isolamento da área irradiada caso ocorra um acidente.

a. As afirmações I e II estão corretas
b. As afirmações I e III estão corretas
c. As afirmações II e III estão corretas
d. Apenas a afirmação I está correta

2731. Ainda sobre o artigo VII, caso não seja fornecido o equipamento adequado à proteção radiológica o

técnico deve:

a. Exigir o seu fornecimento e caso contrário negar-se a executar os exames ou tratamento.

b. Executar os exames ou tratamento e exigir o seu fornecimento posterior.

c. Não é necessário a observação da obrigatoriedade do uso dos equipamentos de proteção.

d. A instituição responsabilizará o profissional pelo fornecimento de equipamentos de proteção.

2732. Caso o profissional saiba do resultado do exame anatomopatológico após a realização da

radiografia e a subseqüente produção da imagem o profissional, conforme descrito no texto como

“diagnóstico de tuberculose pleuropulmonar” de acordo com o Código de Ética, pode:

a. Relatar ao paciente sua condição

b. Relatar ao paciente sua condição e sugerir os possíveis encaminhamentos

c. É proibido ao tecnólogo fornecer qualquer parecer diagnóstico ou prognóstico

d. O tecnólogo pode fornecer parecer diagnóstico apenas na forma escrita

2733. O equipamento de raios X é aferido conforme a legislação da Vigilância Sanitária. Outra legislação

da área de radiologia é o código de Ética, o qual também dispõe sobre a questão da radioproteção. Sobre

este tópico assinale a alternativa correta.

a. Para realizar o procedimento o profissional deve exigir o fornecimento de equipamentos

indispensáveis à proteção radiológica, podendo caso persistir, negar-se a executar

procedimentos ou tratamentos.

b. Para realizar o procedimento o profissional deve executar os exames ou tratamento e, só então,

exigir o fornecimento dos equipamentos indispensáveis à proteção radiológica.


c. Para realizar o procedimento o profissional não precisa necessariamente observar as normas de
proteção radiológica.

d. Para realizar o procedimento fica a critério do profissional a utilização dos equipamentos que ele
acredita serem necessários.

2734. Ainda sobre o Código de Ética Profissional: de forma a fazer cumprir as normas estipuladas por

este, o tecnólogo, técnico e o auxiliar em radiologia estão sujeitos às penalidades impostas pelo documento.

Sobre estas assinale a alternativa que contém as afirmações corretas.

I. Variar de uma simples advertência confidencial até a cassação do direito do exercício profissional.

II. A aplicação de multa exime o profissional de outras penalidades.

III. As referidas penas serão aplicadas pelos Conselhos Regionais e comunicadas ao Conselho

Nacional que dará ciência aos demais Conselhos Regionais.

a. Apenas a alternativa I está correta

b. As alternativas II e III estão corretas

c. As alternativas I e III estão corretas

d. Apenas a alternativa II está corretal

e.

2735. A Abreugrafia foi :

a) Desenvolvida por Manuel de Abreu na década de 30 para minimizar os custos com filmes

radiológicos de exames do tórax. Durante um período de epidemia de tuberculose a abreugrafia

foi muito importante, pois era possível radiografar uma grande população com custos

significativamente menores.

b) Desenvolvida por Manuel de Freitas na década de 50 para minimizar os custos com filmes radiológicos

de exames do pulmão. Durante um período de epidemia de tuberculose a abreugrafia foi muito

importante, pois era possível radiografar uma grande população com custos significativamente

menores.

c) Desenvolvida por Manuel de Abreu na década de 30 para minimizar os custos com filmes radiológicos

de exames do pulmão. Durante um período de epidemia de pneumonia a abreugrafia foi muito

importante, pois era possível radiografar uma grande população com custos significativamente menores

d) Desenvolvida por Manuel de Freitras na década de 50 para minimizar os custos com filmes radiológicos

de exames do tórax. Durante um período de epidemia de pneumonia a abreugrafia foi muito importante,

pois era possível radiografar uma grande população com custos significativamente menores

2736. O fenômeno da Ressonância Magnética foi descoberto pelos cientistas:
a. Felix Bloch e Edward Purcell
b. Raymond Damadian e Richard Ernst
c. Felix Bloch e Raymond Damadian
d. Edward Purcell e Richard Ernst

2737. Em 2003, Paul Lauterbur da Universidade de Illinois e Sir Peter Mansfield da Universidade de

Nottnham receberam o Prêmio Nobel de Medicina pelas suas descobertas em:

a. Ressonância Magnética

b. Medicina Nuclear

c. Tomografia

d. Cintilografia

2738. Um novo dispositivo médico foi criado em 1980, com potencial para destruir tumores dentro do

corpo. O nome deste dispositivo é:

a. CAVITRON

b. TRANSDUTOR

c. HOWRY

d. RODERIC

2739. Quando e por quem foi utilizado o primeiro meio de contraste ?
a. O primeiro meio de contraste radiológico foi usado na prática clínica em 1923 por Osborne e
Rowentree
b. O primeiro meio de contraste radiológico foi usado na prática clínica em 1953 por Osborne e
Rowentree.
c. O primeiro meio de contraste radiológico foi usado na prática clínica em 1923 por Osborne e Ogilvy.


d. O primeiro meio de contraste radiológico foi usado na prática clínica em 1953 por Osborne e Ogilvy.

2740. O tomógrafo de primeira geração, apresentado à sociedade em 1972, possuía as seguintes

características:

a. Feixe de radiação muito estreito, que fazia uma varredura linear sobre o objeto, coletando

informações de 160 feixes distintos. Feita a primeira varredura o tubo sofria rotação para nova

varredura. Esse processo se repetia por 180 vezes. O tempo de aquisição de um corte

tomográfico era de 5 minutos e um estudo completo durava muitas vezes mais de uma hora.

b. Feixe de radiação largo, que fazia uma varredura linear sobre o objeto, coletando informações de 320

feixes distintos. Esse processo se repetia por 90 vezes. O tempo de aquisição de um corte tomográfico

era de 2 minutos e um estudo completo durava 30 minutos.

c. Feixe laminado, em forma de leque, múltiplas projeções defasadas de movimento de rotação até

perfazer um total de 180 projeções. Os tempos de aquisição de cortes eram de 1 minuto.

d. Feixe laminado, em forma de leque, múltiplas projeções defasadas de movimento de rotação até

perfazer um total de 160 projeções. Os tempos de aquisição de cortes eram de 5 minutos.

2741. Qual a principal evolução da primeira para a segunda geração de tomógrafos ?
a. A aquisição de dados a partir de um conjunto de detectores, reduzindo drasticamente o tempo
de aquisição das imagens.
b. A redução do tamanho do equipamento, permitindo sua portabilidade e uso em pacientes acamados,
além do emprego veterinário.
c. A redução do custo do equipamento, através da pesquisa de materiais, resultando em exames mais
acessíveis.
d. A adaptação do equipamento para uso pediátrico e veterinário.

2742. Os tomógrafos de terceira geração ainda ocupam grande parte dos serviços de diagnóstico por

imagem, embora estejam sendo gradativamente substituídos pelos chamados:

a. TC Helicoidais

b. TC por Varredura linear

c. TC Laminar

d. TC Detector

2743. A principal inovação observada nos tomógrafos de quarta geração foi a introdução da tecnologia

Slip-ring que pode ser definida como:

a. Um anel de ligas especiais, que fornece a tensão primária ao anodo e ao catodo do tubo de

raios-x , sem a conexão de cabos.

b. Um anel de ligas especiais, que fornece a tensão primária ao anodo e ao catodo do tubo de raios-x ,

através de cabos.

c. Um anel de ligas especiais, que fornece a tensão primária ao anodo do tubo de raios-x , sem a conexão

de cabos.

d. Um anel de ligas especiais, que fornece a tensão primária ao catodo do tubo de raios-x , através da

conexão de cabos.

2744. Embora os tomógrafos de quarta geração tenham agilizado o processo de aquisição e

processamento de imagens, poucas unidades foram comercializadas. Porque ?

a. Devido ao seu alto custo, que inviabilizou a produção

b. Devido ao porte do equipamento que impede a portabilidade a pacientes acamados

c. Não houve agilização na aquisição e processamento de imagens

d. Os profissionais não apresentaram treinamento técnico suficiente para operar o equipamento

2745. O Tomógrafo Helicoidal permite a realização de :

a. Exames do crânio em menos de 20 segundos, quando em aparelhos de 3ª geração, o tempo

médio é de 3 minutos

b. Exames do crânio em menos de 5 segundos, quando em aparelhos de 3ª geração, o tempo médio é de

1 minuto

c. Exames do crânio em menos de 40 segundos, quando em aparelhos de 3ª geração, o tempo médio é

de 6 minutos

d. O tempo médio para exames de crânio permaneceu igual ao já proporcionado por aparelhos de 3ª

geração


2746. No final do século XIX a descoberta dos raios X, por Roentgen, e do rádio por Marie e Pierre Curie,

deram início à primeira tentativa de tratamento do(a) :

a. Câncer

b. Tuberculose

c. Bronquite

d. Asma

2747. Ainda sem muito conhecimento sobre a radiação e seus efeitos colaterais, eram usadas doses

muito altas de radiação, levando os pacientes, muitas vezes à morte e não à cura. Passou-se então a

estudar uma forma de:

a. Fracionamento da dose, de modo a dividir o tratamento em várias seções

b. Redução da dose única de radiação ministrada

c. Substituição do equipamento de radioterapia

d. Eliminação do material radioativo utilizado

2748. A história do ultra-som começou em meados de 1794, quando Lazzaro Spallanzini estudou:
a. o vôo dos morcegos
b. a organização das abelhas
c. a imigração dos pingüins
d. a orientação do nado das baleias

2749. No Brasil, dois anos após a descoberta dos raios, o médico José Carlos Ferreira Pires já produzia

as primeiras radiografias com finalidades diagnósticas, da América do Sul :

a. em Formigas, Minas Gerais

b. em Teresópolis, Rio de Janeiro

c. em Sumaré, São Paulo

d. em Bento Gonçalves, no Rio Grande do Sul

2750. O primeiro aparelho de raios x chegou ao Brasil em:
a. 1897
b. 1893
c. 1857
d. 1867

2751. O fabricante do primeiro aparelho de raios X que chegou ao Brasil foi:
a. Siemens
b. GE
c. Medicatech
d. Shimadzu

2752. O primeiro aparelho de raio x a chegar ao Brasil era alimentado por baterias e pilhas, não

produzindo um bom resultado de imagem. Porque ?

a. Por falta de estrutura na rede elétrica da cidade

b. Para facilitar a portabilidade do equipamento

c. Porque o fabricante assim o projetou

d. Porque desta forma, seu custo pode ser reduzido, tornando-o mais acessível

2753. Em 1898, foi realizada a primeira radiografia da mão do então Ministro Lauro Muller. Naquela época,

o tempo aproximado para realizar uma radiografia de tórax e crânio eram respectivamente:

a. 30 e 45 minutos

b. 15 e 20 minutos

c. 45 e 60 minutos

d. Mais de 1hora para ambos

2754. A demora na realização das primeiras radiografias tinham como principal inconveniente:
a. O comprometimento da qualidade da imagem e a exposição do paciente a uma alta dose de
radiação
b. O alto custo do procedimento
c. A exposição do paciente a uma alta dose de irradiação


d. A impossibilidade de atender a um grande número de pacientes

2755. A abreugrafia, tornou o médico Manoel de Abreu, mundialmente conhecido por seu baixo custo

operacional e eficiência técnica. O exame teve como principal objetivo o estudo da:

a. Tuberculose

b. Pneumonia

c. Bronquite

d. Gripe

2756. A primeira radiografia da história foi realizada em 22 de dezembro de 1895 e se tratava:
a. da mão esquerda de Anna Bertha Roentgen, esposa de Roentgen
b. do pé esquerdo de Anna Bertha Roentgen, esposa de Roentgen
c. da mão esquerda de Whilhelm Conrad Roentgen, físico alemão descobridor dos raios x
d. do fêmur do físico alemão Julius Pucker

2757. No Brasil, Manuel de Abreu desenvolveu um método rápido de cadastramento de pacientes para

fazer radiografias do tórax, que foi reconhecido mundialmente. O nome do método é:

a. Abreugrafia

b. Arquigrafia

c. Artrografia

d. Toragrafia

2758. Assinale a alternativa verdadeira:
a. Em 1912/1913 Custav Buck construiu a grade difusora e em 1916 Hollis E. Potter introduz o
conceito de mobilidade à grade, melhorando a imagem e eliminando os raios x dispersos
b. Em 1912/1913 Custav Buck construiu o chassi e em 1916 Hollis E. Potter introduz o conceito de
mobilidade ao chassi, melhorando a imagem e eliminando os raios x dispersos
c. Em 1912/1913 Custav Buck substituiu a grade difusora pelo chassi e em 1916 Hollis E. Potter introduz o
conceito de mobilidade, melhorando a imagem e eliminando os raios x dispersos
d. Em 1912/1913 Custav Buck construiu a grade difusora e em 1916 Hollis E. Potter introduz o conceito de
mobilidade à grade, melhorando a imagem, não eliminando, no entanto, os raios x dispersos.

2759. Médico radiologista. Dedicava-se também à radioterapia e foi o primeiro brasileiro vítima de

radiação.Teve amputados os dedos, a mão e o antebraço direito e posteriormente os dedos da mão

esquerda, restando apenas o polegar. Morreu com quadro de leucemia em 1928.

a) Álvaro Alvim

b) Aristides Negretti

c) Manoel de Abreu

d) Alfredo de Brito

2760. Qual o hospital de São Paulo que instalou a primeira tomografia computadorizada do Brasil, no ano

de 1975 ?

a) Hospital Israelita Albert Einstein

b) Hospital Sírio Libanês

c) Hospital Samaritano

d) Hospital Beneficiência Portuguesa

2761. Qual o hospital de São Paulo que instalou o primeiro equipamento de ressonância magnética

nuclear, no ano de 1986 ?

a) Hospital Israelita Albert Einstein

b) Hospital Sírio Libanês

c) Hospital Samaritano

d) Hospital Beneficiência Portuguesa

2762. O primeiro aparelho de raios X instalado em São Paulo foi trazido pelo médico Walter Seng, em

1906, para o atual:


a) Hospital Israelita Albert Einstein
b) Hospital Santa Catarina
c) Hospital Samaritano
d) Hospital Beneficiência Portuguesa

2763. Na radioterapia, o primeiro acelerador linear do Brasil foi instalado, em 1972, em São Paulo no:
a) Hospital Israelita Albert Einstein
b) Hospital Alemão Oswaldo Cruz
c) Hospital Samaritano
d) Hospital Beneficiência Portuguesa

2764. O professor Alfredo de Brito realizou a primeira radiografia de guerra no Brasil, para localização de

projéteis de fogo. Foram realizadas 98 radiografias em 70 feridos da Guerra dos Canudos. Em que Estado

brasileiro foi o ocorrido ?

a) Rio Grande do Sul

b) Paraná

c) Rio de Janeiro

d) Bahia

2765. Em 1951, surgiu o primeiro curso oficial de técnico em radiologia do País, denominado Curso

Técnico Raphael de Barros. Este curso foi oferecido pelo:

a) Hospital Israelita Albert Einstein

b) Hospital das Clínicas de São Paulo

c) Hospital Samaritano

d) Hospital Beneficiência Portuguesa

2766. Em 1994, inicia-se na Universidade Luterana do Brasil (ULBRA), a primeira turma de tecnólogos em

Radiologia, profissionais de nível superior que atuam no exercício das técnicas radiológicas. Em que cidade

foi o ocorrido ?
a) Rio de Janeiro – RJ

b) São Paulo – SP

c) Salvador – BA

d) Canoas – RS

2767. Esta entidade surge em 1952, precursora de outras importantes entidades como a FATREB:
a) ATRESP
b) CONTER
c) CRTR
d) Colégio Brasileiro de Radiologia

2768. Técnico em radiologia. Professor de Técnicas Radiológicas radicado no Rio de Janeiro, escreveu os

principais livros de técnicas radiológicas no Brasil com destaque para “ Temas de Técnicas radiológicas”. É

referência quase obrigatória em todas as citações da área no Brasil:

a) Jorge do Nascimento

b) Aristides Negretti

c) Manoel de Abreu

d) Alfredo de Brito

2769. Segundo a Lei nº 7.394/85, o profissional Técnico em Radiologia tem direito a quantos dias de férias

por ano e qual deve ser a periodicidade da mesma?

a) A Lei nº 7.394/85, que regulamenta a profissão de Técnico em Radiologia, é omissa quanto à

questão das férias, ou seja, não existe nenhum artigo em seu conjunto que trate do assunto.

b) 30 dias, a cada período de 12 meses

c) 20 dias consecutivos de férias a cada semestre de atividade profissional

d) 30 dias consecutivos de férias a cada semestre de atividade profissional


2770. O ______________é a associação de classe que certifica os médicos radiologistas no Brasil:
a) CBR
b) CONTER
c) CRTR
d) COREN


Radiologia Industrial

2771. As técnicas radiológicas aplicadas à industria são importantes para:
a. Controle de qualidade e de processos
b. Análise de perdas na produção
c. Controle de processos
d. Assegurar a qualidade

2772. O teste realizado com peças e equipamentos que não provoca danos no mesmo é chamado de:
a. Ensaio não destrutivo
b. Teste de desempenho
c. Testes controlados por imagem
d. Ensaio controlado por computador

2773. Na indústria o laudo final para aceitação ou rejeição do produto é feito pelo:
a. Técnico em radiologia
b. Engenheiro responsável
c. Supervisor de radioproteção
d. Responsável técnico

2774. Assinale a alternativa que completa as lacunas: A radiografia é um método usado para inspeção

___________ que se baseia na ___________ diferenciada da radiação penetrante pela peça que sendo

inspecionada.

a. não-destrutiva; absorção
b. destrutiva; transmissão
c. não-destrutiva; reflexão
d. avaliativa; absorção

2775. A absorção diferenciada da radiação no material se deve a:
a. diferenças de densidade e espessura
b. diferenças de concentração
c. quantidade de radiação aplicada
d. energia da radiação especificamente

2776. Qual o método utilizado para detectar variações de descontinuidade de absorção em materiais na

indústria:

a. Radiografia

b. Cintilografia

c. Varredura

d. Teste de descontinuidade

2777. São tipos de defeitos volumétricos identificados na radiografia industrial, exceto:

a. Artefato de bolha

b. Vazios internos

c. Inclusões metálicas

d. Inclusões gasosas

2778. As ampolas de raios-X utilizadas em radiologia industrial não usam anodo giratório pois:
a. Utilizam baixa corrente
b. Utilizam alta corrente
c. Utilizam baixa tensão
d. Utilizam alta tensão

2779. O tamanho das ampolas é determinado pela:

a. Tensão aplicada

b. Corrente aplicada


c. Potência aplicada
d. Resistência do filamento

2780. Pelo fato dos equipamentos de radiologia industrial terem que ser levados ao campo ou ao

equipamento industrial eles devem ser:

a. Portáteis

b. Robustos

c. Resistentes

d. Leves

2781. O painel de controle do aparelho de raios-X industrial consiste em:
a. Uma unidade onde são alojados todos os controles, indicadores, chaves e medidores, além

de conter todo o equipamento do circuito gerador de alta voltagem.
b. Uma unidade onde são alojados todos os controles, indicadores, chaves e medidores, além de

conter todo o equipamento do circuito transformador de alta voltagem.
c. Uma unidade onde são alojados todos os controles, indicadores, chaves e medidores, além de

conter todo o equipamento do circuito gerador de alta corrente.
d. Uma unidade onde são alojados todos os controles, indicadores, chaves e medidores, além de

conter todo o equipamento do circuito transformador de alta corrente.

2782. Quando o anodo da ampola de raios-X tem a forma cônica, gerará um feixe de radiação:
a. Panorâmico
b. Direcional
c. Angulado
d. Plano

2783. Os modelos de tubos de raios-X refrigerados a gás são mais:
a. Leves
b. Pesados
c. Resistentes
d. Potentes

2784. Os modelos de tubos de raios-X refrigerados a óleo são mais:
a. Leves
b. Pesados
c. Resistentes
d. Potentes

2785. Para maior portabilidade os equipamentos modernos com baixa tensão possuem ampola de raios-X

_________ e com refrigeração a ____________ forçado.

a. Cerâmicos; ar
b. Metálicos; ar
c. Cerâmicos; óleo
d. Metálicos; óleo

2786. Quando aumentamos a corrente do filamento será provocado aumento da:
a. Intensidade da radiação
b. Energia da radiação
c. Penetração da radiação
d. Frequência da radiação

2787. Quando aumentamos a tensão será provocado aumento da:
a. Intensidade da radiação
b. Energia da radiação
c. Penetração da radiação
d. Frequência da radiação

2788. É um acessório do aparelho de raios-X industrial


Click to View FlipBook Version
Previous Book
He Aceptado a Jesus ¿Qué Ha Pasado?
Next Book
[Takayuki_Matsumoto_(auth.),_Toshiyuki_Matsui,_Tak(z-lib.org)