The words you are searching are inside this book. To get more targeted content, please make full-text search by clicking here.
Discover the best professional documents and content resources in AnyFlip Document Base.
Search
Published by rodhck, 2019-04-27 18:25:16

EXPERT RADIOLOGIA

EXPERT RADIOLOGIA

Física

1. Radiação não pode ser:
a. Uma forma de energia
b. Uma forma de força
c. Uma onda
d. Uma combinação de campos

2. Qual é a origem da radiação?
a. A radiação vem dos átomos
b. A radiação vem das moléculas
c. A radiação vem das ondas
d. A radiação vem dos fótons

3. O que significa a palavra átomo?
a. Indivisível
b. Divisível
c. Pequeno
d. Infinito

4. Quais os componentes do átomo?
a. Prótons, nêutrons e elétrons
b. Prótons, nêutrons e fótons
c. Fótons, nêutrons e elétrons
d. Prótons, fótons e elétrons

5. Por quem foi criado o primeiro modelo atômico?
a. Thomson
b. Rutherford
c. Bohr
d. Pauli

6. Quem descobriu o elétron?
a. Thomson
b. Rutherford
c. Bohr
d. Pauli

7. Ele desenvolveu o modelo atômico planetário:
a. Thomson
b. Rutherford
c. Bohr
d. Pauli

8. Ele é considerado o pai da física quântica:
a. Thomson
b. Rutherford
c. Bohr
d. Pauli

9. Os orbitais de _______ nos permite encontrar com maior probabilidade os elétrons em torno do núcleo dos
átomos.


a. Thomson
b. Rutherford
c. Bohr
d. Pauli

10. Qual o nome do componente do átomo com carga positiva?
a. Próton
b. Nêutron
c. Elétron
d. Núcleo

11. Qual o nome do componente do átomo sem carga?
a. Próton
b. Nêutron
c. Elétron
d. Núcleo

12. Qual o nome do componente do átomo com carga negativa?
a. Próton
b. Nêutron
c. Elétron
d. Núcleo

13. Podemos dizer que a massa do próton é:
a. Igual a do elétron
b. Aproximadamente 1800 vezes maior que a massa do nêutron
c. Aproximadamente 1800 vezes maior que a massa do elétron
d. Aproximadamente 1800 vezes menor que a massa do elétron

14. No átomo estão armazenados no núcleo:
a. Prótons e Nêutrons
b. Nêutrons e Elétrons
c. Elétrons e Prótons
d. Núcleons e Elétrons

15. Orbital é o local de maior probabilidade de encontrar:
a. Elétrons
b. Nêutrons
c. Prótons
d. Núcleons

16. O que é um fóton?
a. É a quantidade de energia liberada na mudança de órbita do elétron
b. É a partícula emitida dos prótons
c. É a partícula do átomo
d. É a quantidade de carga liberada na mudança de órbita do elétron

15. Qual a diferença entre os diversos tipos de fótons?
a. A Energia
b. A Carga
c. A Força
d. A Intensidade

16. Do ponto de vista energético, como podem ser classificadas as radiações?
a. Ionizantes ou não ionizantes
b. Corpusculares ou Eletromagnéticas
c. Fortes ou fracas
d. Altas ou baixas

17. Qual a diferença entre uma radiação ionizante e não ionizante?
a. A radiação ionizante possui energia suficiente para tirar um elétron do átomo e a não
ionizante apenas para excitá-lo, provocando uma mudança de órbita
b. A radiação não ionizante possui energia suficiente para tirar um elétron do átomo e a ionizante
apenas para excitá-lo, provocando uma mudança de órbita


c. A radiação ionizante possui carga suficiente para tirar um elétron da orbita e a não ionizante apenas
para excitá-lo.

d. A radiação não ionizante possui carga suficiente para tirar um elétron do átomo e a ionizante
apenas para excitá-lo, provocando uma mudança de órbita

18. Microondas, ultravioleta e ondas de rádio e TV são formas de radiação:
a. Não ionizantes e eletromagnéticas
b. Ionizantes e eletromagnéticas
c. Não ionizantes e corpusculares
d. Ionizantes e corpusculares

19. Raios-X e Raios-gama são formas de radiação:
a. Não ionizantes e eletromagnéticas
b. Ionizantes e eletromagnéticas
c. Não ionizantes e corpusculares
d. Ionizantes e corpusculares

20. Alfa e beta são formas de radiação:
a. Não ionizantes e eletromagnéticas
b. Ionizantes e eletromagnéticas
c. Não ionizantes e corpusculares
d. Ionizantes e corpusculares

21. Quais os tipos de radiação existentes na natureza?
a. Corpuscular e eletromagnética
b. Ionizantes e não ionizantes
c. Alfa e beta
d. Forte e fraca

22. Definição de Radiação eletromagnética:
a. São ondas formadas pela sobreposição de um campo elétrico e um campo magnético
b. São ondas elétricas
c. São campos magnéticos muito fortes
d. São intensos campos elétricos

23. O que é espectro eletromagnético?
a. É uma forma de representar o conjunto de todas as radiações eletromagnéticas, organizadas
por comprimento de onda ou frequência.
b. É a faixa de energia das radiações eletromagnéticas
c. É sinônimo de radiação eletromagnética
d. É uma forma de classificar os tipos de radiação

24. O que é radioatividade?
a. A radioatividade está associada a uma instabilidade nuclear. Trata-se de átomos que
possuem excesso de energia em seu núcleo (radioativos) e a emitem até se estabilizarem.
b. É a atividade dos átomos instáveis
c. É um processo onde um átomo produz energia para estabilizar-se
d. A radioatividade é uma propriedade de todos os elementos químicos da natureza

25. Um material radioativo estabiliza-se emitindo radiação. Como se chama este processo?
a. Desintegração nuclear
b. Desexcitação
c. Estabilização nuclear
d. Fissão nuclear

26. O que torna um material radioativo perigoso?
a. A quantidade de energia da radiação emitida por ele.
b. A toxicidade
c. A exposição a ele
d. A sua meia-vida

27. O parâmetro físico que determina a velocidade de desintegração de um material radioativo é:
a. A Meia-vida
b. A atividade


c. A excitação do material
d. O tipo de decaimento

28. Uma onda eletromagnética possui energia E = 6,62 x 10-20 J. Calcule o comprimento de onda. Dados: h =
6,62 x 10-24 J/s e c = 3 x 108 m/s
a. 3 x 104 m
b. 3 x 105 m
c. 3 x 103 m
d. 30 x 104 m

29. Indique o número atômico (Z), o número de massa (A) e o número de nêutrons (n) do estrôncio: 90 Sr38
a. A = 90 Z = 38 n = 52
b. A = 80 Z = 38 n = 52
c. A = 90 Z = 39 n = 51
d. A = 92 Z = 40 n = 51

30. Uma radiação é considerada ionizante quando:
a. possui energia suficiente para ejetar um elétron de um átomo
b. possui energia suficiente para ejetar um átomo de um átomo
c. possui energia baixa e não ejeta um elétron de um átomo
d. possui energia suficiente para excitar um elétron de um átomo

31. Energia necessária para transferir o elétron de órbita:
a. Energia de excitação
b. Energia de ionização
c. Energia de ligação
d. Energia de transição

32. Energia necessária para ejetar o elétron de órbita:
a. Energia de excitação
b. Energia de ionização
c. Energia de ligação
d. Energia de transição

33. Um elemento radioativo decai por partícula alfa. Nesta desintegração o que ocorre com o número de massa
e o número atômico do elemento “filho”?

a. diminui 4 unidades do número de massa e diminui 2 unidades do número atômico do
elemento “pai”

b. não sofre alteração em seu número de massa e diminui 2 unidades do número atômico do elemento
“pai”

c. não sofre alteração em seu número atômico e diminui 4 unidades do número de massa do elemento
“pai”

d. diminui 4 unidades do número atômico e diminui 2 unidades do número de massa do elemento “pai”

34. No tratamento do câncer é usado bombardeamento de partículas radioativas emitidas pelo isótopo 60 do
cobalto. As reações envolvidas são:

27Co59 + x  27Co60 e 27Co60  y + 28Ni60

A partícula y é:
a) beta-.
b) nêutron.
c) gama.
d) beta+.

35. Em 09/02/96 foi detectado um átomo do elemento químico 112, num laboratório da Alemanha.
Provisoriamente denominado de unúmbio (112Uub), e muito instável, teve tempo de duração medido em
microssegundos. Numa cadeia de decaimento, por sucessivas emissões de partículas alfa, transformou-se
num átomo de férmio, elemento químico de número atômico 100.


Quantas partículas alfa foram emitidas na transformação: 112Unb 100Fm ?
a) 7
b) 6
c) 5
d) 4

36. A tabela seguinte apresenta a composição atômica das espécies genéricas I, II, III e IV.
Com base nesses dados, responda: Quais espécies são isótopos?

a. II e III, I e IV
b. I e III, I e IV
c. I e II, I e IV
d. II e III, II e IV

37. A tabela seguinte apresenta a
composição atômica das espécies
genéricas I, II, III e IV.
Com base nesses dados, responda: Quais espécies são isóbaros?

a. II e III
b. I e III
c. I e II
d. II e IV

38. Um estudo da glândula tireóide é realizado com iodo 131 (131I). É administrado ao paciente 5mCi por via
oral. Calcule a atividade do iodo após 132 horas. A meia-vida do iodo é de 8 dias.
a. 3,1 mCi
b. 31 mCi
c. 0,31 mCi
d. 3,1 Ci

39. Nos circuitos abaixo, as pilhas e as lâmpadas são idênticas. Ao prever o brilho da lâmpada L1 em relação
aos brilhos das lâmpadas L2 e L3 é correto afirmar:

a) todas apresentam a mesma intensidade luminosa.
b) L1 apresenta menor intensidade luminosa.
c) L3 apresenta maior intensidade luminosa.
d) L2 e L3 apresentam maiores intensidades luminosas.

40. A transformação de energia elétrica em energia térmica devido à passagem de corrente elétrica através de
um corpo é conhecido como:
a) efeito térmico
b) efeito Joule
c) efeito magnético
d) efeito elétrico

41. Assinale a alternativa INCORRETA:
a. em ordem crescente, as radiações são absorvidas da seguinte maneira: alfa, beta e gama;


b. raios X e radiação gama são radiações eletromagnéticas;
c. os raios X são produzidos quando os prótons desprendidos do filamento são bruscamente

freados no alvo da ampola de raios X;
d. as radiações eletromagnéticas não possuem massa;

42. Uma radiação ionizante consegue retirar elétrons dos átomos ou moléculas nas interações por que:
a.sua velocidade é igual ou próxima da velocidade da luz, provocando interações muito
rápidas;
b.a sua energia permite que ela colida com o núcleo atômico que, posteriormente,
desestabiliza o átomo ou a molécula, causando a emissão de elétrons;
c. sua freqüência é pequena, mas maior que a frequência dos elétrons nos átomos;
d.a sua energia é muito maior que a energia de ligação dos elétrons nos átomos ou nas
moléculas;

43. No processo de formação da imagem radiológica ocorre a interação da radiação X com o écran que
produzirá luz para a sensibilização do filme radiológico, qual o nome do processo de interação da radiação
X em que ocorre a absorção total da mesma?
a. Efeito fotoelétrico
b. Efeito Compton
c. Efeito Raylegh
d. Produção de Pares

44. Qual a atividade de um radioisótopo após um período correspondente a três meias-vidas, se sua atividade
inicial é 200 mCi?
a. 25 mCi
b. 20 mCi
c. 25 Ci
d. 20 Ci

45. Qual a carga elétrica de um próton?
a. 1,6 x 10-19 C
b. - 1,6 x 10-19 C
c. 1,6 C
d. - 1,6 C

46. Qual a carga elétrica de um elétron?
a. 1,6 x 10-19 C
b. - 1,6 x 10-19 C
c. 1,6 C
d. - 1,6 C

47. Qual a carga elétrica de um nêutron?
a. 1,6 x 10-19 C
b. - 1,6 x 10-19 C
c. nula
d. - 1,6 C

48. A expressão utilizada para se determinar a quantidade total de cargas em um corpo leva em conta:
a. O número de partículas
b. O número atômico
c. O número de massa
d. O número de carga

49. De acordo com a lei de Coulomb, cargas de mesmo sinal:
a. Se repelem
b. Se atraem
c. Não intereagem
d. Têm a mesma intensidade

50. A lei de Coulomb serve para se determinar:


a. A força elétrica
b. O campo elétrico
c. A voltagem
d. A resistência total
51. A lei do inverso do quadrado da distância também cabe a:
a. A lei de Coulomb
b. A lei de Gauss
c. A lei de Newton
d. A lei de Faraday

52. Cargas elétricas de mesmo sinal apresentam forças de :
a. repulsão
b. atração
c. tração
d. resistência

53. Cargas elétricas de sinais opostos apresentam forças de :
a. repulsão
b. atração
c. tração
d. resistência

54. Valor da constante dielétrica do vácuo:
a. 9 x 109
b. 4π x 10-7
c. 1,6 x 10-19
d. 2,54 x 10-4

55. Valor da permeabilidade magnética do vácuo:
a. 9 x 109
b. 4π x 10-7
c. 1,6 x 10-19
d. 2,54 x 10-4

56. Valor da conversão de unidade de Roentgen (R) para C/kg:
a. 9 x 109
b. 4π x 10-7
c. 1,6 x 10-19
d. 2,54 x 10-4

57. Região do espaço entre as cargas elétricas e que armazena energia:
a. força elétrica
b. campo elétrico
c. voltagem
d. resistência

58. Unidade de medida de campo elétrico:
a. Newton (N)
b. Newton por Coulomb (N/C)
c. Volt (V)
d. Joule (J)

59. Representação gráfica da trajetória de uma partícula carregada inserida em um campo elétrico:
a. Linhas de força
b. Linhas de campo
c. Linhas de espaço
d. Linhas de potencial

60. Energia potencial por unidade de carga elétrica:
a. força elétrica


b. campo elétrico
c. voltagem
d. resistência

61. Sem ______ não há corrente elétrica:
a. força elétrica
b. campo elétrico
c. voltagem
d. resistência

62. A ddp significa:
a. Dualidade de potencial
b. Diferença de potencial
c. Distância do potencial
d. Diferença de potência

63. Quanto maior a ddp maior será a _________ que passa pelo fio:
a. força elétrica
b. corrente elétrica
c. voltagem
d. resistência

64. Nome do instrumento utilizado para medir a tensão:
a. amperímetro
b. voltímetro
c. ohmímetro
d. escalímetro

65. Nome do instrumento utilizado para medir a corrente:
a. amperímetro
b. voltímetro
c. ohmímetro
d. escalímetro

66. Nome do instrumento utilizado para medir a resistência:
a. amperímetro
b. voltímetro
c. ohmímetro
d. escalímetro

67. Nome do instrumento utilizado para medir a tensão, ou corrente, ou resistência:
a. amperímetro
b. voltímetro
c. ohmímetro
d. multímetro

68. Interação entre cargas a uma certa distância:
a. força elétrica
b. campo elétrico
c. voltagem
d. resistência

69. É a quantidade de cargas elétricas que passam por um local em um determinado intervalo de tempo:
a. corrente elétrica
b. campo elétrico
c. voltagem
d. resistência

70. Corrente elétrica é sinônimo de:
a. Fluxo de cargas


b. Fluxo elétrico
c. Escoamento elétrico
d. Fluxo de partículas

71. Por convenção utiliza-se o fluxo de __________ para identificar a corrente elétrica:
a. elétrons
b. prótons
c. nêutrons
d. íons

72. A corrente elétrica pode ser maior ou menor, dependendo da _________ e da ___________ do meio:
a. Tensão; resistência
b. Resistência; Tensão
c. Voltagem; tensão
d. Voltagem; potência

73. Uma corrente de -1,6 x 10-19 A corresponde a:
a. Um elétron por segundo
b. Um próton por segundo
c. Dois elétrons por segundo
d. Um elétron a cada meio segundo

74. Dificuldade produzida pelo material à passagem de corrente elétrica:
a. força elétrica
b. campo elétrico
c. voltagem
d. resistência

75. A resistência tem uma propriedade que depende de cada material, cujo nome é:
a. resistividade
b. permeabilidade
c. condutividade
d. condutibilidade

76. A resistência de um fio aumenta com o aumento do _____________ e da ___________:
a. comprimento; resistividade
b. comprimento; área
c. área; resistividade
d. diâmetro; resistência

77. Quando a área da secção transversal do fio aumenta, a resistência _________ :
a. diminuirá
b. aumentará
c. não mudará
d. variará

78. Um material condutor de eletricidade possui uma alta:
a. condutibilidade
b. resistividade
c. resitência
d. permeabilidade

79. Um material isolante elétrico possui uma alta:
a. condutibilidade
b. resistividade
c. resitência
d. permeabilidade

80. Os supercondutores possuem baixíssima:
a. condutibilidade


b. resistividade
c. resitência
d. permeabilidade

81. A lei de Ohm nos ajuda a determinar a:
a. força elétrica
b. campo elétrico
c. voltagem
d. resistência

82. A lei de Ohm relaciona a _________ e a ______________ para determinar a resistência:
a. Tensão; corrente
b. Corrente; resistividade
c. Voltagem; resistividade
d. Potência; corrente

83. Um resistor que obedece a lei de Ohm é chamado de:
a. Resistor ôhmico
b. Resistor constante
c. Resistor de tensão
d. Resistor de corrente

84. Nome dado ao resistor que substitui uma ligação de outros resistores em série e/ou paralelo:
a. Resistor equivalente
b. Resistor resultante
c. Resistor de rede
d. Resistor da ligação

85. Os resistores são muito utilizados em aparelhos domésticos, particularmente para geração de ________.
a. Calor
b. Energia
c. Corrente
d. Tensão

86. Na nomenclatura utilizada pelas técnicas radiológicas, kV significa:
a. Tensão
b. Energia
c. Corrente
d. Carga

87. Na nomenclatura utilizada pelas técnicas radiológicas, mA significa:
a. Tensão
b. Energia
c. Corrente
d. Carga

88. Na nomenclatura utilizada pelas técnicas radiológicas, mAs significa:
a. Tensão
b. Energia
c. Corrente
d. Carga

89. Na nomenclatura utilizada pelas técnicas radiológicas, kV.mA significa:
a. Potência
b. Energia
c. Corrente
d. Carga

90. Na nomenclatura utilizada pelas técnicas radiológicas, kV.mAs significa:
a. Potência


b. Energia
c. Corrente
d. Carga

91. Por uma secção transversal de um fio de cobre passam 45C de carga em 3 segundos. Qual é a corrente
elétrica?
a. 15 A
b. 135 A
c. 1,5 A
d. 1,35 A

92. Um chuveiro elétrico é submetido a uma ddp de 220V, sendo percorrido por uma corrente elétrica de 10A.
Qual é a resistência elétrica do chuveiro?
a. 22 Ω
b. 0,04 Ω
c. 4 Ω
d. 0,22 Ω

93. O gerador do aparelho de raios-X tem nas especificações técnicas rendimento de 500 mA de corrente
elétrica com uma tensão de 60 kV. Neste caso a potência dissipada seria de:
a. 30 kW
b. 3 kW
c. 0,3 kW
d. 3000 W

94. Quanto a rede de alimentação do aparelho trifásica 220 V e resistência ideal de 100 Ω. Supondo que esse
resistor seja ôhmico, pode-se dizer que a corrente elétrica seja igual a:
a.2,2 A
b.22000 A
c. 22 kA
d.0,5 A

95. Calcule o valor da resistência equivalente e da corrente elétrica no circuito abaixo é:

a. 2 e 125 mA;
b. 9 e 2,6A;
c. 2 e 12 A;
d. 4,5 e 12A.

96. Os geradores de raios-X têm a função de fornecer uma voltagem extremamente alta para produzir raios-X
com suficiente energia e adequada quantidade de radiação. Para realizar um exame de raios-X um
tecnólogo seleciona uma técnica de kVp, mA e mAs. O mAs refere-se à grandeza de _______ cuja unidade
é: _______.
a. carga elétrica, àmpere
b. corrente elétrica, Coulomb
c. carga elétrica, Coulomb
d. corrente elétrica àmpere

97. Em uma tomografia computadorizada, os fótons são coletados por um cristal cintilador ou uma
fotomultiplicadora, que convertem a energia incidente em corrente elétrica, proporcional à energia dos


fótons de Raios-X incidentes. Nela uma fatia do paciente, por exemplo, de 10 mm de espessura, forma
várias imagens, eliminando a superposição de estruturas adjacentes que ocorrem em radiografia
convencional.
Neste aspecto, calcular a energia dos fótons descrita pela equação:

3 22  3 2562

a) 26
b) 23
c) 215
d) 2

98. As imagens tomográficas podem ser obtidas em dois planos básicos: o plano axial (perpendicular ao maior
eixo do corpo) e o plano coronal (paralelo à sutura coronal do crânio, ou seja, é uma visão frontal). Depois
de obtidas as imagens, recursos computacionais podem permitir reconstruções no plano sagital (paralelo à
sutura sagital do crânio) ou reconstruções tri-dimensionais.
Para a equação:

64 y5  86
82

O valor de “y” que reconstrói o plano sagital é:

a) y = -4
b) y = -1
c) y = 2
d) y = 1

99. Para o cálculo hipotético dos níveis de radiação (R), o computador inserido no equipamento denominado
tomografo utiliza-se da equação descrita a seguir.

   R 
252  53 4
55

52 5

O índice que advêm da equação do nível de radiação é:
a) 57
b) 523
c) 125
d) 252

100. Para execução de uma radiografia, o profissional pode selecionar no painel de comando do

equipamento os fatores de exposição relacionado à tensão e corrente. Existe uma regra básica de

compensação entre estes fatores, pois, ambos interferem no grau de enegrecimento da película

radiográfica. Para determinação dos valores de tensão e corrente, seguem as equações:

22 106
 Tensão  [kV]
2 103  2 104

Corrente  (3,5 105 )  (2 102 ) [mA]


Qual o valor da tensão e corrente, respectivamente, para as equações acima?
a) 2.103 kV e 70.10-3 mA
b) 8.106 kV e 700.10-7 mA
c) 1.103 kV e 7.10-7 mA
d) 100.103 kV e 6.10-7 mA

101. A Ressonância Magnética é um método de imagem que aproveita as propriedades naturais dos

átomos existentes no corpo humano para criar uma imagem de diagnóstico. Tomando por base a

possibilidade de exposição à radiação ionizada, a Ressonância Magnética, por não utilizá-la, é um método

mais inócuo que os Raios X tradicionais ou que a Tomografia Computadorizada. A imagem por

Ressonância Magnética explora a mini-magnetização natural do átomo de hidrogênio, o mais abundante do

corpo humano. Com base na expressão abaixo, determinar o valor de “x” que será o índice de

“magnetização” do átomo de hidrogênio:

log5x  50  3

Dados:
ln 50 = 3,91
ln 5 = 1,61
ln 3 = 1,10

a) x = 200
b) x= 75
c) x = 85
d) x = 100

102. Considere o circuito de corrente contínua abaixo. Determine o valor da resistência equivalente e da

corrente elétrica no circuito.

a. 5 e 2 A

b. 3 e 0,6 A

c. 3m e 5 A

d. 2 e 5 A

103. Um monitor é usado para detectar radiação por contagem de cargas em determinado volume. Para

esta contagem, pode ser montado um circuito contando uma resistência elétrica. A grandeza resistência

elétrica é definida como:

a. o grau de dificuldade à passagem da tensão

b. a facilidade com que os elétrons atravessam um condutor

c. o grau de dificuldade à passagem dos elétrons por um condutor

d. a força com que os elétrons passam por um condutor

104. Numa associação de resistores em série pode-se afirmar que:
a. a tensão é a mesma em todos os resistores
b. a corrente e a tensão são as mesmas em todos os resistores
c. a corrente total é dada pela soma da corrente em cada resistor
d. a tensão total é dada pela soma das tensões em cada resistor

105. Se a corrente é de 80 mA e o tempo de disparo é igual a 0,1s. A carga elétrica produzida será de:
a. 0,08 C
b. 8 C
c. 0,008 C
d. 0,8 C


106. Os geradores de raios X têm a função de fornecer uma voltagem extremamente alta para produzir

raios X com suficiente energia e adequada quantidade de radiação. Para aumentar a energia (qualidade)

dos raios-X, é necessário:

a. aumentar a tensão aplicada;

b. diminuir a tensão aplicada;

c. diminuir a intensidade da corrente aplicada;

d. aumentar a intensidade da corrente aplicada;

107. Quando o texto se refere a “baixa dose” para aumentar a qualidade do exame, ela não se refere a

baixas energias. A radiação X de baixa energia tem maior probabilidade de interagir com o corpo do

paciente através de qual efeito? Por outro lado, o contraste da imagem radiológica é maior quanto maior for

a absorção de radiação. Portanto, o corpo do paciente deve absorver radiação suficiente para que se possa

obter uma imagem com bom contraste. A que tipo de interação da radiação X com a matéria (o corpo do

paciente) isto está associado?

a. Espalhamento Compton; efeito fotoelétrico

b. Espalhamento Compton; produção de pares

c. Efeito fotoelétrico; Espalhamento Compton

d. Efeito fotoelétrico; Efeito fotoelétrico

108. A produção artificial de raios X para fins de diagnóstico se dá através da aplicação do conhecimento

dos modos de interação de partículas carregadas (elétrons) com a matéria (o anôdo). Num tubo de raios X

convencional, os elétrons gerados no catodo são acelerados em direção ao anodo, que é feito de um

material de número atômico alto. Quando estes se chocam com o anodo, produzem raios X. Muitos deles

passam próximo aos núcleos atômicos, interagindo com eles através de interação Coulombica (força

elétrica). O que acontece aos elétrons como resultado desta interação? A parte restante do feixe de raios X

é constituída de radiação característica, resultante da “desexcitação” atômica. Isto ocorre devido a um

processo de ionização ou excitação dos átomos do anôdo?

a. Aceleração dos elétrons devido à presença do núcleo atômico; excitação

b. Aceleração dos elétrons devido à presença do núcleo atômico; ionização

c. Desaceleração (freamento) dos elétrons devido à presença do núcleo atômico; ionização

d. Desaceleração (freamento) dos elétrons devido à presença do núcleo atômico; excitação

109. Uma das maiores preocupações ao se realizar exames que utilizam raios X é a redução da

exposição do (a) paciente à radiação. Qual é o tipo de interação que maximiza a dose recebida pelo

paciente? O que pode ser feito para reduzir os níveis de exposição?

a. Espalhamento Compton; utilizar filtros para barrar energias muito baixas

b. Efeito fotoelétrico; utilizar filtros para barrar energias muito altas

c. Efeito fotoelétrico; utilizar filtros para barrar energias muito baixas e utilizar tensão de pico

(kVp) alta

d. Efeito fotoelétrico; utilizar filtros para barrar energias muito baixas e utilizar tensão de pico (kVp)

baixa

110. O filme radiográfico pode ser utilizado também como dosímetro de monitoração pessoal. Entretanto,

hoje em dia o dosímetro feito com material termoluminescente é muito utilizado. A energia nele depositada

é transferida a um elétron e o cristal fica em um estado meta-estável. Qual é o seu princípio de leitura? Se a

radiação depositar parte de sua energia no dosímetro qual o tipo de interação da radiação com a matéria

em questão?

a. Ao aquecer o cristal ele volta ao estado estável emitindo luz visível; efeito fotoelétrico

b. Ao aquecer o cristal ele volta ao estado estável emitindo luz visível; espalhamento Compton

c. Ao aquecer o cristal ele volta ao estado estável emitindo luz visível; produção de pares

d. Ao incidir luz coerente (laser) sobre o cristal ele volta ao estado estável emitindo luz visível;

espalhamento Compton

111. Os elétrons atingindo o ânodo terão sua energia cinética dividida nas seguintes proporções:

a. 90% raios X e 10% calor

b. 90% calor e 10 % raios X

c. 99% calor e 1% raios X

d. 15% raios X e 85% calor

112. Quais os conceitos de eletricidade utilizados no processo de produção de raios-X em um aparelho

convencional?.


a. Carga, força, campo, potencial, corrente e potência
b. Carga, força, dipolo, potencial, resistência e potência
c. Força, campo, atrito, calor, potencial, corrente e potência
d. Calor, força, campo, velocidade, corrente e potência

113. Qual a relação entre resistividade e condutividade em materiais isolante e condutores?

a. São inversamente proporcionais

b. São diretamente proporcionais

c. São iguais as relações

d. A resistividade é proporcional ao quadrado da condutividade

114. Um determinado funcionário atendeu apenas a três pacientes. Segundo a ficha deste funcionário, os

tempos de duração dos três atendimentos foram, respectivamente, 14:41 (quatorze minutos e quarenta e

um segundos), 20:34 e 20:10. O tempo total de atendimento foi:

a. 51:25.

b. 54:25.

c. 55:25.

d. 55:06.

115. A espessura da camada de nitrato de prata no filme radiológico mede 8 m já o filme mede 0,2 mm.

Os respectivos tamanhos destes expressos em notação científica são:
a. 8 x 10-5 e 2 x 10-4
b. 8 x 10-6 e 2 x 10-4
c. 80 x 10-3 e 20 x 10-2
d. 80 x 10-2 e 20 x 10-4

116. Uma clínica de radiologia médica possui 5 tecnólogos para realizar 150 exames por dia. Quantos

tecnólogos seriam necessários para realizar um total de 240 exames por dia?

a. 6

b. 2

c. 4

d. 8

117. Se um médico radiologista lauda 50 exames de mamografia em 8 horas, 3 médicos executarão o

mesmo serviço em quanto tempo?

a. 2,66 horas

b. 24 horas

c. 3 horas

d. 1.66 horas

118. Um hospital realiza anualmente 15.000 tomografias com dois equipamentos em funcionamento

máximo. Se o objetivo do ano seguinte for aumentar 20% a produção, quantos equipamentos serão

necessários?

a. 3

b. 2

c. 4

d. 5

119. Um tecnólogo gastou 40% dinheiro que ele possuía para ingressar num evento de radiologia e mais

R$ 3,50 com o bilhete único para chegar até lá. Restou ainda R$ 14,50, quanto ele possuía no começo?

a. R$ 30,00

b. R$ 15,00

c. R$ 20,00

d. R$ 33,50

120. Determine a intensidade dos raios-X que atravessam uma barreira de 2 mm de chumbo. Considere
que a intensidade inicial seja de 4,5 mR e que o coeficiente de atenuação do chumbo seja de 80 m-1

a. 3,83 mR

b. 2,25 mR

c. 0,016 mR

d. 4,5 mR

121. A intensidade da corrente elétrica no aparelho de Raios X é de 20 mA. Qual a quantidade de carga

elétrica que alcança o anodo em 8 ms? Se a intensidade de corrente aumentar, que característica do feixe

de raios X resultante também aumenta?


a. 0,4 C; intensidade
b. 160 C; intensidade
c. 160 µC; intensidade
d. 160 µC; energia

122. Pelo filamento, flui uma corrente elétrica de intensidade i, tal que, a cada segundo atravessam
nesse filamento 12,5x1012 elétrons. Qual o valor da corrente? Aproximadamente 5% do feixe de raios X

resultante da interação dos elétrons com o anôdo é produzido a partir de que fenômeno? Dado: carga do
elétron=1,6x10-19 C

a. 20x10-4 A; freamento
b. 7,8x10-7 A; freamento
c. 2x10-6 mA; emissão de radiação característica

d. 2x10-3mA; emissão de radiação característica

123. No aparelho de Raios X, o filamento emite 2x1012 elétrons que alcançam o anodo em 1 ms. Qual a

intensidade da corrente elétrica que atravessa o anôdo? A maior parte do feixe de raios X é produzida de
que maneira? Dado: carga do elétron = 1,6x10-19 C.

a. 3,2x10-4 A; por freamento
b. 3,2x10-4 mA; por freamento

c. 20 A; por freamento

d. 20 mA; emissão de radiação característica

124. A grandeza que se refere à quantidade total de carga elétrica que passa pela seção de um fio por Q

(medida em Coulomb) pelo intervalo de tempo que ela leva para passar por essa seção por t (medido em

segundos) é: _____ e sua unidade é expressa em:

a.corrente elétrica ; Coulomb

b.corrente elétrica ; àmpere

c. carga elétrica ; Coulomb

d.carga elétrica ; àmpere

125. A lei de Coulomb afirma que a força de interação elétrica das partículas carregadas é proporcional:

I. Às cargas das partículas

II. Às massas das partículas

III. Ao inverso do quadrado da distância entre as partículas

IV. À distância entre as partículas

Das afirmações anteriores:

a. Somente a I é correta

b. Somente a I e III são corretas

c. Somente II e III são corretas

d. Somente II é correta

126. Se um tecnólogo utilizar 20 mAs, com uma corrente de 200 mA, qual das alternativa representa o

tempo de exposição utilizado?:

a. 1 segundo

b. 0,1 segundos

c. 10 segundos

d. 0,01 segundos

127. Sabendo-se que os eletrodos na ampola de raios x são carregados com cargas opostas, força de

interação eletrostática entre eles será:

a. De atração

b. De repulsão

c. Nula por que as cargas são iguais

d. Não há força, pois há vácuo na ampola

128. A Lei de Ohm (U = R x i) relaciona a tensão e corrente num determinado circuito por meio de sua

resistência, supondo-se qual a intensidade de corrente que atravessa um resistor cuja resistência vale 20 ,

sob ddp de 10 V?

a. 1 A

b. 0,5 A

c. 2 A


d. 20 A

129. Assinale a alternativa que representa as unidades de medida de corrente
a. Volt,
b. Coulomb
c. Ampere
d. Ohm

130. Assinale a alternativa que representa as unidades de medida de tensão
a. Volt,
b. Coulomb
c. Ampere
d. Ohm

131. Assinale a alternativa que representa as unidades de medida de carga
a. Volt,
b. Coulomb
c. Ampere
d. Ohm

132. Assinale a alternativa que representa as unidades de medida de resistência
a. Volt,
b. Coulomb
c. Ampere
d. Ohm

133. Assinale a alternativa que representa as unidades de medida de força elétrica
a. Volt,
b. Coulomb
c. Ampere
d. Newton

134. Assinale a alternativa que representa as unidades de medida de potência
a. Volt,
b. Coulomb
c. Ampere
d. Watt

135. Assinale a alternativa que representa as unidades de medida de energia
a. Volt,
b. Coulomb
c. Ampere
d. Joule

136. É a unidade de medida de energia da radiação
a. Volt,
b. Coulomb
c. Ampere
d. eV

137. Assinale a alternativa que representa as unidades de medida de corrente, resistência, tensão e

comprimento.

a. Volt, Coulomb, Newton e metro

b. Ampere, Coulomb, Newton e metro

c. Ampere, Ohm, Volt e metro

d. Watt, Ohm, Volt e metro

138. Qual alternativa melhor define resistividade
a. Oposição a passagem de cargas em um resistor
b. Característica que indica o quanto um material resiste a passagem de corrente


c. Característica que indica o quanto um material conduz a passagem de corrente
d. Mesmo que resistor

139. “É a interação entre cargas a certa distância”. Esta é a definição de:
a. Corrente elétrica
b. Carga elétrica
c. Potencial Elétrico
d. Força elétrica

140. Considere três resistores, R1 = 10 Ω, R2 = 50 Ω e R3 = 100 Ω. Determine o resistor equivalente

para uma ligação em série e outra em paralelo.

a. 160 Ω e 7,7 Ω
b. 100 Ω e 7,7 Ω
c. 160 Ω e 0,13 Ω

d. 160 Ω e 77,7 Ω

141. O que difere um imã de outro material desprovido de magnetização?
a. A organização dos dipolos magnéticos
b. A natureza
c. A organização dos dipolos eletromagnéticos
d. Não há diferença

142. Um transformador de um aparelho de raios-X possui 10 espiras na bobina primária e 2000 na

secundária. Considerando que a tensão de entrada é de 220 V qual será a tensão de saída?

a. 44.000 V

b. 4.400 V

c. 440 V

d. 22.000 V

143. O que é a Gaiola de Faraday?
a. É uma estrutura metálica fechada formada por telas entrelaçadas, cujo objetivo é neutralizar
a influência de campos magnéticos
b. É uma estrutura metálica aberta formada por telas entrelaçadas, cujo objetivo é neutralizar a
influência de campos magnéticos
c. É uma estrutura metálica fechada formada por telas entrelaçadas, cujo objetivo é controlar a
influência de campos magnéticos
d. É uma estrutura metálica aberta formada por telas entrelaçadas, cujo objetivo é controlar a
influência de campos magnéticos

144. Determine a corrente elétrica gerada por uma espira de 50 cm de diâmetro considerando que ela é

atravessada por um campo magnético de 0,5 T.

a. 200 kA

b. 0,02 kA

c. 200 A

d. 2000 kA

145. A produção de raios-X está relacionada com os conceitos de carga e força elétrica da seguinte

forma:

a. O acúmulo de cargas entre o cátodo e o ânodo aumenta a força que atrairá os elétrons de

encontro ao alvo.

b. O acúmulo de cargas entre o cátodo e o ânodo reduz a força que atrairá os elétrons de encontro ao

alvo.

c. O acúmulo de cargas entre o cátodo e o ânodo aumenta a força que repulsará os elétrons de

encontro ao alvo.

d. O acúmulo de cargas entre o cátodo e o ânodo aumenta a força que atrairá os prótons de encontro

ao alvo.

146. Qual a corrente elétrica em um fio considerando que 300 C passam em 1,5 segundos?
a. 200 A
b. 0,2 A


c. 200 kA
d. 200 mA

147. Um aparelho de raios-X odontológico opera numa tensão de 70 kVp e numa corrente de 50 mA.

Neste caso qual seria a resistência elétrica do filamento? E a potência dissipada?

a. 1400 kΩ e 3.500 W
b. 1400 Ω e 3.500 W
c. 1400 kΩ e 3.500 MW
d. 140 kΩ e 350 W

148. As ondas podem ser classificadas entre transversais e longitudinais. Qual a diferença entre elas?
a. A direção entre a perturbação e a propagação
b. A direção da propagação
c. A forma da onda
d. A energia transmitida

149. As ondas podem ser classificadas entre transversais e longitudinais. Assinale a alternativa que dá

um exemplo de aplicação na radiologia para cada tipo respectivamente.

a. Raios-X e Ultra-som

b. Raios-X e Medicina Nuclear

c. Ultra-som e Raios-X

d. Ultra-som e Ressonância Magnética

150. O ânodo giratório de uma ampola de raios-X, de 1200g, é aquecido durante o disparo, e sua

temperatura varia de 20 ºC à 300 ºC. Considerando que o calor específico do cobre é de 0,093 cal/g.ºC,

calcule a quantidade de calor gerada no ânodo.

a. 31.248 calorias

b. 33.480 calorias

c. 31,24 calorias

d. 31.248 kcalorias

151. O cobre usado na ampola de raios-X é importante no processo de ____________

a. Transferência de calor

b. Transferência de energia

c. Condução de corrente

d. Elevação da tensão

152. Os metais, como o cobre usado na ampola de raios-X, têm calor específico _________.

a. Alto

b. Baixo

c. Médio

d. Intermediário

153. Uma das alternativas abaixo não é um mecanismo de transferência de calor que ocorre na ampola:

a. Fusão

b. Condução

c. Convecção

d. Radiação

154. O processo de produção de cargas elétricas é conhecido como:

a. Eletrização

b. Excitação

c. Ionização

d. Amperagem

155. A tensão aplicada em um aparelho de raios-X é de 60 kVp, e a corrente de 10 mA, qual será a

resistência elétrica do filamento?

a.6 kΩ

b.60 kΩ

c.6000 kΩ

d.600 kΩ

156. Considerando que a tensão aplicada é de 120 kVp, e que por hipótese, nesta situação a corrente

seja igual a 80 mA, qual será a potência emitida por este aparelho?

a. 960 W

b. 1,5 W


c. 1,5 kW

d. 9600 W

157. Avalie as afirmações abaixo:

I. Um imã possui dois pólos, sendo um positivo e o outro negativo.

II. Tesla e Farad são unidades de campo magnético

III. A intensidade do campo Magnético induzido é diretamente proporcional a intensidade da corrente

elétrica

IV. Spin é o movimento de translação das partículas do átomo

Das afirmações anteriores:

a. Somente a I é correta

b. Somente II e III são corretas

c. Somente III é correta

d. Somente a I e IV são corretas

158. Se um tecnólogo utilizar 10 mAs, com uma corrente de 50 mA, qual das alternativa representa o

tempo de exposição utilizado?:

a. 2 segundo

b. 0,2 segundos

c. 20 segundos

d. 0,02 segundos

159. Determine a intensidade do campo magnético em uma espira de 50 cm de raio, considerando uma

corrente de 300 mA.
a. 37,68 x 10-8 T
b. 37,68 x 10-10 T
c. 12 x 10-10 T
d. 12 x 10-8 T

160. Como é chamado o local onde são manipulados os filmes após a revelação ?

a) Câmara clara

b) Câmara de cintilação

c) Câmara de coincidência

d) Câmara de Ionização

161. Equipamento de medicina nuclear (SPECT) que possui sistema eletrônico para detectar a

coincidência de fótons, ou seja, os fótons provenientes da aniquilação do elétron e do pósitron, que é a

base da formação das imagens de PET. Mesmo que câmara híbrida:

a) Câmara de cintilação

b) Câmara de coincidência

c) Câmara de Ionização

d) Câmara escura

162. Monitor de radiação que fornece a taxa de exposição aos raios-X:

a) Câmara de coincidência

b) Câmara de Ionização

c) Câmara escura

d) Câmara Híbrida

163. Assinale a alternativa falsa. São características do Cristal NaI(Tl),utilizado na maioria dos

equipamentos digitais da radiologia :

a) Orgânico

b) Cintilador

c) Higroscópico

d) Frágil

164. Processo de perda de massa ou energia durante o decaimento, que pode ser observada através

das radiações emitidas pelo material:

a) Desintegração

b) Transformação de Fourier

c) Descontaminação

d) Desconstrução


165. A Dose de radiação absorvida do corpo depende diretamente da energia da radiação e do

_______da massa corpórea que a absorveu.

a) Inverso

b) Dobro

c) Volume

d) Peso

166. Como é chamado o profissional responsável pelo cálculo da dose que será absorvida pelo paciente

no procedimento adotado ?

a) Médico Dosimetrista

b) Médico Radiologista

c) Dosimetrista

d) Técnico em Radiologia

167. O filtro é um acessório utilizado em radiologia para selecionar os fótons que farão parte do feixe

primário. Normalmente são utilizados para absorver os fótons de ____energia.

a) Menor

b) Maior

c) Igual

d) Mesma

168. Fotomultiplicadora é um dispositivo eletrônico que converte a luz incidente em pulso elétrico através

de uma avalanche de____ nos ______.

a) elétrons/ dinodos

b) elétrons/dipolos

c) prótons/dinodos

d) prótons/dipolos

169. Tela que transforma o raio-X em luz:

a) Intensificador

b) Transformador

c) Traçador

d) Transdutor

170. Qual o nome do efeito causado pela ligeira diferença da radiação produzida e que atinge a película

do lado do catodo com mais intensidade ?

a) efeito anódico

b) efeito piezoelétrico

c) efeito estocástico

d) efeito Compton

171. Qual o nome do efeito que acontece com alguns materiais, onde suas dimensões espaciais sofrem

alterações mediante a diferença de potencial que é submetido, e vice-versa ?

a) efeito anódico

b) efeito piezoelétrico

c) efeito estocástico

d) efeito Compton

172. Qual a definição de radiação eletromagnética ?

a) radiação formada pela composição de campos magnéticos e elétricos oscilantes e perpendiculares

entre si

b) radiação formada pela composição de campos magnéticos e elétricos estáticos e perpendiculares entre si

c) radiação formada pela composição de campos magnéticos e elétricos oscilantes e paralelos entre si

d) radiação formada pela composição de campos magnéticos e elétricos estáticos e paralelos entre si

173. O espalhamento é definido como a radiação que sofreu o efeito ________e mudou a sua trajetória:

a) efeito anódico

b) efeito piezoelétrico

c) efeito estocástico

d) efeito Compton


174. Evento que ocorre com a radiação quando passa por uma fenda da dimensão do seu comprimento

de onda:

a) Difração

b) Desintegração

c) Descontaminação

d) Decaimento

175. Qual o nome do mecanismo de transferência de energia da radiação eletromagnética, onde parte da

energia do fóton incidente é transferida para o elétron orbital, que é ejetado, e o restante da energia é

transportada por um outro fóton, com mudança de trajetória do incidente ?

a) efeito anódico

b) efeito piezoelétrico

c) efeito estocástico

d) efeito Compton

176. O que é um deuteron ?
a) átomo de hidrogênio que possui dois prótons no núcleo
b) átomo de oxigênio que possui dois prótons no núcleo
c) átomo de hidrogênio que possui dois elétrons no núcleo
d) átomo de oxigênio que possui dois elétrons no núcleo

177. Aumento do tamanho de uma estrutura anatômica devido à geometria da aquisição:

a) Magnificação

b) Zoom

c) Amplificação

d) Intensificação

178. Matriz é o espaço onde os dados da imagem são armazenados. Uma matriz tem um número de

linhas e colunas, que _______indicam o número total de pixels da imagem.

a) Multiplicadas

b) Somadas

c) Subtraídas

d) Divididas

179. Efeito _____ é o mecanismo de transferência de energia da radiação eletromagnética, onde toda

energia do fóton incidente é transferida para o elétron orbital, que por sua vez é ejetado do átomo. O

famoso físico Albert Einstein recebeu o prêmio Nobel de Física pela descoberta desse efeito:

a) efeito fotoelétrico

b) efeito anódico

c) efeito piezoelétrico

d) efeito estocástico

180. O que é curva de potência de uma ampola de raios-X?
a. É o gráfico da tensão pela corrente que estabelece os limites de uso das técnicas
radiológicas
b. É o gráfico da potência elétrica que estabelece os limites de uso das técnicas radiológicas
c. É o gráfico da potência pela corrente que estabelece os limites de uso das técnicas radiológicas
d. É o gráfico da tensão pela potência que estabelece os limites de uso das técnicas radiológicas

181. Determinar a potência dissipada por um aparelho de tomografia computadorizada que opera com tensão
de 150 kV e corrente de 60 mA. Qual a resistência elétrica do filamento da ampola?
a. 9000 W
b. 9000 kW
c. 9000 mW
d. 900 kW

182. Se a intensidade da corrente elétrica em uma espira é de 0,002 A e o raio da espira é igual a 30 cm,
podemos dizer que o campo magnético induzido no seu interior será de:
a. 0,4186 x 10-10 T


b. 4,186 x 10-10 T
c. 41,86 x 10-7 T
d. 41,86 x 10-10 T
183. Quanto a rede de alimentação do aparelho trifásica 330 V e resistência ideal de 0,1 kΩ. Supondo que esse
resistor seja ôhmico, pode-se dizer que a corrente elétrica seja igual a:
a. 33 A
b. 33 kA
c. 3,3 A
d. 0,33 A
184. Para simular um teste, não foi possível encontrarmos no mercado, resistências com o valor de 60.000
ohms. Qual das sugestões abaixo poderia substituir tal resistência?
a. duas resistências em série com valores iguais a 15.000 ohms cada
b. duas resistências em paralelo com valores iguais a 60.000 ohms cada
c. duas resistências em série com valores iguais a 60.000 ohms e 30.000 ohms
d. três resistências em série com valores iguais a 20.000 ohms

185. Um transformador conectado a uma fonte de 120V é utilizado para fornecer ao filamento uma tensão de
12V. Qual a razão entre o número de espiras do primário e o número de espiras do secundário desse
transformador?
a. 0,01;
b. 1;
c. 10;
d. 100;

186. Que característica do feixe de raios X resultante é modificada ao mudar a tensão aplicada?
a. calor
b. intensidade
c. energia
d. força

187. Considerando os três tipos de radiações nucleares ionizantes citados no texto, qual delas apresenta
menor taxa de transferência de energia (LET) ao meio em que se propaga? Qual delas é classificada como
radiação ionizante eletromagnética?
a. Alfa (α);Alfa (α)
b. Gama (ᵞ); gama (ᵞ)
c. beta + (β+);Alfa (α)
d. beta – (β -); gama (ᵞ)

188. A que tipo de decaimento se refere a expressão 28288Ra 28298Ac ? Trata-se de que tipo de radiação

ionizante?
a. Alfa (α); corpuscular
b. Gama (ᵞ); eletromagnética
c. beta + (β +); corpuscular
d. beta – (β -); corpuscular

189. Qual a composição da partícula α?
a. Dois nêutrons e 2 elétrons;
b. Dois prótons e dois nêutrons;
c. Dois elétrons e dois prótons;
d. Um nêutron e um próton;

190. Considerando um feixe de partículas α e um feixe de de raios ᵞ de mesma energia, qual deles
proporcionará maior equivalente de dose para o mesmo material? Qual sua unidade de medida?
a. α; roentgen (R)
b. α; sievert (Sv)
c. raios ᵞ;; gray (Gy)
d. raios ᵞ; roentgen (R)

191. A grandeza “exposição” pode ser medida em que unidade?
a. Joule (J)


b. sievert (Sv)
c. gray (Gy)
d. roentgen (R)

192. A grandeza “dose absorvida” pode ser medida em que unidade?
a. Joule (J)
b. sievert (Sv)
c. gray (Gy)
d. roentgen (R)

193. A grandeza “dose equivalente” pode ser medida em que unidade?
a. Joule (J)
b. sievert (Sv)
c. gray (Gy)
d. roentgen (R)

194. A grandeza “energia da radiação” pode ser medida em que unidade?
a. Joule (J)
b. sievert (Sv)
c. gray (Gy)
d. roentgen (R)

195. A grandeza “exposição” pode ser medida para qual destes feixes?
a. α;
b. β;
c. nêutrons;
d. raios ᵞ;

196. Um monitor é usado para detectar radiação por contagem de cargas em determinado volume. Para esta
contagem, pode ser montado um circuito contando uma resistência elétrica. A grandeza resistência elétrica
é definida como:
a) o grau de dificuldade à passagem da tensão
b) a facilidade com que os elétrons atravessam um condutor
c) o grau de dificuldade à passagem dos elétrons por um condutor
d) a força com que os elétrons passam por um condutor

197. O elemento Iodo-131 (Z=53), após desintegração por emissão de partícula, transforma-se em Xe-131
(Z=54). A partícula emitida pelo Iodo-131 e a classificação deste tipo de radiação é descrito na alternativa:
a. partícula beta mais / radiação corpuscular
b. partícula beta mais / radiação ionizante
c. partícula beta menos / radiação ionizante
d. partícula beta menos / radiação corpuscular

198. Um monitor é usado para detectar radiação por contagem de cargas em determinado volume. Para esta
contagem, pode ser montado um circuito contando uma resistência elétrica. A grandeza resistência elétrica
é definida como:
a. o grau de dificuldade à passagem da tensão
b. a facilidade com que os elétrons atravessam um condutor
c. o grau de dificuldade à passagem dos elétrons por um condutor
d. a força com que os elétrons passam por um condutor

199. Em relação a monitoração de materiais emissores de radiação, sabe-se que o número de prótons
caracteriza um elemento químico. Se um elemento possui 55 prótons e 82 neutrons, o número de elétrons e
número de massa são, respectivamente:
a.52 elétrons e número de massa 130
b.55 elétrons e número de massa 147
c.55 elétrons e número de massa 137
d.45 elétrons e número de massa 82


200. O radionuclídeo Fluor, com número atômico 9 e número de massa 18, usado em medicina nuclear para
exame com PET. Espontaneamente este elemento decai emitindo a partícula pósitron. Quando este
processo ocorre, o elemento resultante é o:
a. Sódio (Z = 11 e A = 18)
b. Oxigênio (Z = 8 e A = 16)
c. Oxigênio (Z = 8 e A = 18)
d. Fluor (Z = 9 e A = 17)

201. Aparelhos portáteis de até 100mA e retificação de meia onda, com escalas de correntes de 30, 50, 75 e
100mA e tempos imprecisos de 0,05 a 0,1 segundo, qual seria o valor de mAs utilizado se fossem
selecionados, num desses equipamentos, uma corrente de 50 mA e um tempo de 0,1 segundo?
a. 0,5 mAs
b. 5 mAs
c. 500 mAs
d. 0,05 mAs

202. Sabendo-se que numa associação de resistores em série a corrente é a mesma em todos os resistores,
qual a corrente elétrica quando três resistores de 2 , 5 , 4  estão associados em série e submetidos a
uma tensão de 220?. Dado: U = Reqi.
a. 0,24 A
b. 24 A
c. 20 A
d. 0,05 A

203. As grandezas relacionadas com campo elétrico e suas unidades são:
a. resistência () e intensidade de corrente (A)
b. carga elétrica (C) e distância (m)
c. intensidade de corrente (A) e carga elétrica (C)
d. carga elétrica (A) e distância (V)

204. Quando uma radiação é considerada ionizante? Ainda pode-se observar que é mencionada no texto uma
grandeza cuja unidade é o Gray (Gy). Que grandeza é essa?
a. Possui energia suficiente para ejetar um átomo de um átomo / Equivalente de dose
b. Possui energia baixa e não ejeta um elétron de um átomo / Exposição
c. Possui energia suficiente para ejetar um elétron de um átomo / Dose absorvida
d. Possui energia suficiente para excitar um átomo / Camada semi-redutora

205. Em radiologia pediátrica também são usados outros procedimentos utilizando elementos que emitem
radiação de alta energia, como o Cobalto-60, usado no tratamento de linfomas na infância. O Cobalto-60
possui número atômico 27 e emite radiação beta menos. Após emissão por beta menos, qual o número
atômico do elemento filho? Que procedimento poderia ser realizado para reduzir a dose na região gonodal
dos pacientes?
a. Número atômico: 27 / Técnicas de baixa tensão
b. Número atômico: 29 / Uso de protetores de tireóide
c. Número atômico: 22 / Uso de biombos plumbíferos
d. Número atômico: 28 / Uso de protetores de gônadas

206. Utilizando de radiação natural, é usada a grandeza Atividade. Qual a definição desta grandeza? Em
relação à grandeza, a dose de 0,070 mGy equivale a:
a. A movimentação dos átomos radioativos por unidade de massa / 70,0 cGy
b. A frequência dos átomos radioativos por unidade de energia / 70,0 kGy
c. A desintegração dos átomos radioativos por unidade de massa / 0,7 cGy
d. A desintegração dos átomos radioativos por unidade de tempo / 70,0 µGy

207. Uma câmara de ionização pode ser usada para medir quantidade de carga gerada em 1 kg de ar pelo
feixe de radiação X. Neste caso, estaria medindo que grandeza física? Algumas câmaras de ionização são
construídas com um material equivalente ao número atômico efetivo do tecido humano. Se um elemento
químico possui número atômico 92 e número de massa 238, quantos nêutrons possui?
a. Dose absorvida / 92
b. Exposição / 146
c. Atividade / 146
d. Dose equivalente / 92

208. Um dos “parâmetros técnicos dos equipamentos usados para a obtenção das imagens radiográficas“ é a
corrente elétrica no tubo (mA). Esta é constituída pelo movimento de quais cargas? Sabendo-se que os


eletrodos na ampola de raios X são carregados com cargas opostas, qual a força de interação eletrostática
entre eles?

a. Elétrons livres / de atração
b. Cargas positivas no sentido da corrente / de repulsão
c. Íons negativos e positivos / nula por que as cargas são iguais
d. Prótons e elétrons / infinita por que as cargas são muito grandes

209. “É uma perturbação que se propaga no meio”, esta é a definição de:
a. energia
b. onda
c. radiação
d. pulso

210. Quanto a dimensão, as ondas podem ser, exceto:
a. tridimensionais
b. multidimensionais
c. Bidimensionais
d. Unidimensionais

211. A diferença entre ondas longitudinais e transversais está na::
a. Relação entre perturbação e energia
b. relação entre perturbação e propagação
c. Relação entre propagação e velocidade
d. Relação entre comprimento de onda e frequência

212. Em relação ao comprimento da onda e a frequência é correto afirmar que:
a. São diretamente proporcionais
b. São inversamente proporcionais
c. São gradezas invariáveis para cada onda
d. Não possuem relação

213. Em relação a onda longitudinal é correto afirmar que:
a. Ela se propaga na direção perpendicular a perturbação
b. Ela se propaga na mesma direção da perturbação
c. Ela se propaga na direção oposta a perturbação
d. Ela se propaga em qualquer direção independentemente da perturbação

214. Em relação a onda transversal é correto afirmar que:
a. Ela se propaga na direção perpendicular a perturbação
b. Ela se propaga na mesma direção da perturbação
c. Ela se propaga na direção oposta a perturbação
d. Ela se propaga em qualquer direção independentemente da perturbação

215. A onda sonora é um exemplo de onda
a. transversal
b. longitudinal
c. transaxial
d. Perpendicular

216. A onda eletromagnética é um exemplo de onda
a. transversal
b. longitudinal
c. transaxial
d. Perpendicular

217. Unidade de medida de Intensidade sonora:
a. Decibel (dB)
b. Watt por metro quadrado (W/m2)
c. Joule por metro quadrado (J/m2)
d. Watt por segundo (W/s)


218. Unidade de medida de Nível de Intensidade sonora:
a. Decibel (dB)
b. Watt por metro quadrado (W/m2)
c. Joule por metro quadrado (J/m2)
d. Watt por segundo (W/s)

219. Som é uma onda mecânica longitudinal cuja frequência se encontra no seguinte intervalo:
a. 10 a 10.000 Hz
b. 20 a 20.000 Hz
c. 10 a 10.000 kHz
d. 20 a 20.000 kHz

220. Sons abaixo de 20 Hz são chamados de:
a. Ultra-som
b. Infra-som
c. Intra-som
d. Sub-som

221. Sons acima de 20 kHz são chamados de:
a. Ultra-som
b. Infra-som
c. Intra-som
d. Sub-som

222. Assinale a alternativa que contém o animal que possui a capacidade de detectar infra-som:
a. Cachorro
b. Morcego
c. Coruja
d. Serpentes

223. Assinale a alternativa que contém o animal que possui a capacidade de detectar ultra-som:
a. Cachorro
b. Morcego
c. Coruja
d. Serpentes

224. Assinale a alternativa que contém o animal que possui a capacidade de detectar radiação infra-vermelha:
a. Cachorro
b. Morcego
c. Coruja
d. Gato

225. As ondas sonoras se propagam por:
a. Apenas compressões do ar
b. Compressões e rarefações consecutivas
c. Apenas rarefações do ar
d. Impulsos de compressão

226. O valor de 120 dB é considerado o limiar de:
a. Audição
b. Dor
c. fonação
d. Sensibilidade

227. Dificuldade exercida pelo material a passagem de ondas sonoras:
a. Resistência Acústica
b. Impedância Acústica
c. Isolamento acústico
d. Condutância Acústica


228. Variação das dimensões do material em função da diferença de potencial aplicada, e vice-versa. Esta é a
definição de efeito:
a. Doppler
b. Piezoelétrico
c. Joule
d. Compton

229. Coeficiente determinado pelas impedâncias acústicas dos tecidos que gera a intensidade do eco do US no
corpo :
a. Transmissão
b. Reflexão
c. Absorção
d. Espalhamento

230. Coeficiente determinado pelas impedâncias acústicas dos tecidos que indica o quanto o US penetra no
corpo :
a. Transmissão
b. Reflexão
c. Absorção
d. Espalhamento

231. Coeficiente que indica a quantidade de US atenuada no corpo :
a. Transmissão
b. Reflexão
c. Absorção
d. Espalhamento

232. A alternativa que possui o componente de menor impedância acústica:
a. Osso
b. Ar
c. Músculo
d. Sangue

233. A alternativa que possui o componente de maior impedância acústica:
a. Osso
b. Ar
c. Músculo
d. Sangue

234. Qual a velocidade do US no ar?
a. 1200 m/s
b. 340 m/s
c. 1540 m/s
d. 5000 m/s

235. Qual a velocidade do US nos líquidos?
a. 1200 m/s
b. 340 m/s
c. 1540 m/s
d. 5000 m/s

236. Qual a velocidade média do US no corpo humano?
a. 1200 m/s
b. 340 m/s
c. 1540 m/s
d. 5000 m/s

237. Qual a velocidade do US nos sólidos?
a. 1200 m/s


b. 340 m/s
c. 1540 m/s
d. 5000 m/s

238. Característica da onda dada pelo tempo em que o mesmo fenômeno se repete:
a. Frequência
b. Período
c. Amplitude
d. Comprimento de onda

239. Característica da onda dada pelo número de eventos que acontecem em um segundo:
a. Frequência
b. Período
c. Amplitude
d. Comprimento de onda

240. Característica da onda dada pela magnitude da intensidade da onda:
a. Frequência
b. Período
c. Amplitude
d. Comprimento de onda

241. Característica da onda dada pela distância entre duas cristas, ou vales, ou no caso de ondas sonoras,
entre duas compressões ou rarefações:
a. Frequência
b. Período
c. Amplitude
d. Comprimento de onda

242. Fenômeno associado a mudança de direção da onda na transição entre dois meios:
a. Reflexão
b. Refração
c. Transmissão
d. Atenuação

243. Fenômeno associado a mudança de direção da onda por espalhamento:
a. Reflexão
b. Refração
c. Transmissão
d. Atenuação

244. Fenômeno associado a absorção da onda na passagem da onda pelo meio:
a. Reflexão
b. Refração
c. Transmissão
d. Atenuação

245. Em radiologia observam-se grandes variações de energia térmica nos equipamentos. É sinônimo de
energia térmica:
a. Temperatura
b. Calor
c. Aquecimento
d. Calor específico

246. É o grau de agitação entre as moléculas:
a. Temperatura
b. Calor
c. Aquecimento
d. Calor específico


247. Quantidade de calor necessária para elevar a temperatura de 1 g de uma substância em 1 oC :
a. Temperatura específica
b. Calor específico
c. Capacidade térmica
d. Capacidade específica

248. Quantidade de calor necessária mudar de estado físico uma substância:
a. Calor de transição
b. Calor latente
c. Capacidade térmica
d. Calor específico

249. Mecanismo de troca de calor relacionado com o infra-vermelho:
a. Convecção
b. Radiação
c. Condução
d. Evaporação

250. Mecanismo de troca de calor relacionado com o contato de um fluido com a superfície do corpo:
a. Convecção
b. Radiação
c. Condução
d. Evaporação

251. Mecanismo de troca de calor relacionado com o contato entre dois corpos:
a. Convecção
b. Radiação
c. Condução
d. Evaporação

252. Mecanismo de troca de calor do corpo humano relacionado a transpiração:
a. Convecção
b. Radiação
c. Condução
d. Evaporação

253. São modos de troca de calor realizados pela ampola, exceto:
a. Convecção
b. Radiação
c. Condução
d. Evaporação

254. Em equipamentos de ressonância magnética que possuem eletroímãs, é necessário um grande
resfriamento do aparelho para:
a. Aumentar o campo
b. Alcançar a supercondutividade
c. Evitar superaquecimento do magneto
d. Estabelizar o equipamento

255. Dispositivo responsável por elevar/reduzr a tensão:
a. Gerador
b. Transformador
c. Capacitor
d. Estabilizador

256. É o número de prótons presentes no núcleo do átomo:
a. Número de massa
b. Número atômico
c. Número quântico
d. Número de elétrons


257. É a soma do número de prótons e nêutrons presentes no núcleo do átomo:
a. Número de massa
b. Número atômico
c. Número quântico
d. Número de elétrons

258. Quando o filamento é percorrido por uma corrente elétrica que gera aquecimento e liberação de grande
quantidade de elétrons da últimas camadas dos átomos do material. Este fenômeno é conhecido como:
a. Efeito Hauss
b. Efeito termoiônico
c. Efeito térmico
d. Efeito Joule

259. Um tubo de raios X é um tubo de vidro transparente dentro do qual se faz vácuo. Internamente contém
dois eletrodos:
a. Anodo e filamento
b. Anodo e catodo
c. Catodo e filamento
d. Filamento e alvo

260. Quando os elétrons colidem com o alvo surge os raios X, que são de dois tipos:
a. Freamento e aceleração
b. Freamento e característico
c. Característico e eletromagnético
d. Freamento e eletromagnético

261. A radiação de Bremsstrahlung também é conhecida como:
a. Ultra-violeta
b. Raios X de freamento
c. Raios X característico
d. Radio gama

262. Quanto ao filamento podemos dizer que:
a. Possui alto ponto de fusão e baixo número atômico
b. Possui alto ponto de fusão e alto número atômico
c. Possui baixo ponto de fusão e baixo número atômico
d. Possui baixo ponto de fusão e alto número atômico

263. O filamento deve possuir alto ponto de fusão para permitr alta ____________ sem perder as propriedades
físicas.
a. Tensão
b. Temperatura
c. Corrente
d. Potência

264. Para favorecer o efeito termoiônico o material que constitui o filamento deve ter:
a. Alto ponto de fusão
b. Alto número atômico
c. Alta resistência
d. Baixo número atômico

265. O tungstênio é muito utilizado nos tubos de raios X, que possui número atômico :
a. 72
b. 74
c. 76
d. 78

266. O tungstênio é muito utilizado nos tubos de raios X, que possui ponto de fusão de :
a. 3200 oC


b. 3400 oC
c. 3600 oC
d. 3540 oC

267. É o eletrodo positivo do tubo, sendo constituído de uma estrutura de suporte e um alvo
a. Catodo
b. Anodo
c. Filamento
d. Copo focalizador

268. A estrutura que suporta o anodo deve possuir materiais com boa:
a. Condutibilidade elétrica
b. Condutibilidade elétrica e térmica
c. Condutibilidade térmica
d. Condutibilidade eletromagnética

269. Em equipamentos de mamografia além do tunsgtênio são utilizados:
a. Molibdênio e tório
b. Molibdênio e ródio
c. Ródio e tório
d. Molibdênio e cobre

270. O molibdênio é utilizado nos tubos de raios X de equipamentos de mamografia, que possui ponto de fusão

de : 1600 oC
a. 2600 oC
b. 3400 oC
c. 3600 oC
d.

271. O molibdênio é utilizado nos tubos de raios X de equipamentos de mamografia, que possui número
atômico :
a. 32
b. 42
c. 52
d. 72

272. O ródio é utilizado nos tubos de raios X de equipamentos de mamografia, que possui ponto de fusão de :
a. 3100 oC
b. 3200 oC
c. 3400 oC
d. 3600 oC

273. O ródio é utilizado nos tubos de raios X de equipamentos de mamografia, que possui número atômico :
a. 35
b. 45
c. 55
d. 75

274. O molibdênio e o ródio são empregados em mamografia pois:
a. Apresentam alto ponto de fusão
b. Apresentam menor número atômico
c. Apresentam alto número atômico
d. Apresentam menor ponto de fusão

275. O menor número atômico do molibdênio e do ródio proporcionam raios X:
a. De maior energia
b. De menor energia
c. De maior intensidade
d. De menor intensidade


276. Ampolas de raios X que possuem anodo fixo são normalmente encontradas em equipamentos de:
a. Radiologia convencional
b. Radiologia odontológica
c. Tomografia computadorizada
d. Hemodinâmica

277. Ampolas de raios X que possuem anodo giratório são normalmente encontradas nos seguintes
equipamentos, exceto de:
a. Radiologia convencional
b. Radiologia odontológica
c. Tomografia computadorizada
d. Hemodinâmica

278. Assinale a alternativa correspondente a uma vantagem do anodo giratório sobre o fixo:
a. Produz raios X de maior energia
b. Aumenta a vida útil do aparelho
c. Permite a utilização de uma técnica radiológica constante
d. Utiliza alta tensão na produção dos raios X

279. O foco _____ é definido como o tamanho da área de projeção do foco ____ no plano do objeto.
a. Real - virtual
b. Efetivo - real
c. Efetivo - vitural
d. Real – Efetivo

280. O foco _____ é o valor selecionado como foco ______ ou foco _____ no painel de operação do
equipamento de raios X.
a. Real – fino - grosso
b. Efetivo – fino - grosso
c. Fino – efetivo - grosso
d. Grosso – Efetivo - fino

281. É a corrente formada pelos elétrons liberados do filamento e acelerados em direção ao anodo.
a. Miliamperagem
b. Corrente do tubo
c. Corrente efetiva
d. Corrente do filamento

282. É o intervalo de tempo no qual o tubo está ligado e ocorre emissão do feixe de raios X.
a. Tempo de disparo
b. Tempo de exposição
c. Tempo efetivo
d. Tempo de carga

283. O produto da corrente do tubo pelo tempo de exposição (mAs) representa a seguinte grandeza física:
a. Tensão
b. Carga
c. Corrente
d. Tempo

284. É responsável pela aceleração dos elétrons entre os eletrodos (anodo e catodo).
a. Corrente do tubo (mA)
b. Alta tensão (kV)
c. Tempo (s)
d. Carga (mAs)

285. São os principais fatores técnicos selecionados no console dos aparelhos de raios X, exceto:
a. Corrente do tubo (mA)
b. Alta tensão (kV)
c. Tempo (s)


d. Foco

286. A atenuação é uma redução da intensidade de um feixe de radiação que depende:
a) exponencialmente da densidade do material e da sua espessura
b) da radioatividade do material empregado
c) das funcionalidades do equipamento utilizado
d) do manuseio do profissional

287. A unidade de medida de atividade de um material radioativo, adotada no Sistema Internacional (SI) é
chamada:

a) BaSO4
b) Birads
c) Becquerel
d) Barita

288. Como se chama o componente físico formado por dois polos, elétrico (+ e -) ou magnético (Norte e Sul) ?
a) Dinodo
b) Dipolo
c) Dof
d) Ecran

289. Conjunto de radiações eletromagnéticas na faixa de comprimentos de onda entre 3000 e 8000 angstrons,
que correspondem as cores do vermelho ao violeta:

a) espectro
b) espectro de luz visível
c) espectro de raios-X
d) espectro eletromagnético

290. Conjunto de raios-X (característicos e de freamento) em faixas de energias, geralmente exposto na forma
de gráfico (nro de fótons x energia):

a) espectro de luz visível
b) espectro de raios-X
c) espectro eletromagnético
d) espessômetro

291. Como é definida a radiação ultra-violeta ?
a) Radiação eletromagnética não-ionizante dividida em três faixas, UVA, UVB e UVC. O UV possui a
maior energia entre as radiações não-ionizantes, e por isso pode provocar lesões mais sérias,
como o câncer de pele e o envelhecimento precoce. Estes efeitos são provocados pelo UVA e
UVB, mas o UVC é benéfico, e é utilizado por exemplo em fototerapia.
b) Radiação eletromagnética ionizante dividida em três faixas, UVA, UVB e UVC. O UV possui a maior
energia entre as radiações não-ionizantes, e por isso pode provocar lesões mais sérias, como o câncer
de pele e o envelhecimento precoce. Estes efeitos são provocados pelo UVA e UVB, mas o UVC é
benéfico, e é utilizado por exemplo em fototerapia.
c) Radiação eletromagnética não-ionizante dividida em duas faixas, UVA e UVB . O UV possui a maior
energia entre as radiações não-ionizantes, e por isso pode provocar lesões mais sérias, como o câncer
de pele e o envelhecimento precoce.
d) Radiação eletromagnética ionizante dividida em duas faixas, UVA e UVB . O UV possui a maior energia
entre as radiações não-ionizantes, e por isso pode provocar lesões mais sérias, como o câncer de pele
e o envelhecimento precoce.

292. Defina a radiação alfa:
a) Partícula composta por dois prótons e dois nêutrons, igual ao núcleo do átomo de Hélio, originada do
decaimento de alguns elementos radioativos
b) Partícula composta por dois prótons e dois elétrons, igual ao núcleo do átomo de Hélio, originada do decaimento
de alguns elementos radioativos
c) Partícula composta por dois prótons e dois nêutrons, igual ao núcleo do átomo de Hidrogênio, originada do
decaimento de alguns elementos radioativos
d) Partícula composta por dois prótons e dois elétrons, igual ao núcleo do átomo de Hidrogênio, originada do
decaimento de alguns elementos radioativos


293. O ampere é a unidade de medida:
a) de corrente elétrica
b) de radiação
c) de som
d) de luz

294. Qual a medida da amplitude (onda) ?
a) metade da distância entre o vale e a crista de uma onda
b) distância entre o vale e a crista de uma onda
c) dobro da distância entre o vale e a crista de uma onda
d) um terço da distância entre o vale e a crista de uma onda

295. O que mede o angstron ?
a) Unidade de medida de distância utilizada em níveis microscópicos; 1 angstron é igual a 10-10
metros
b) Unidade de medida de distância utilizada em níveis macroscópicos. 1 angstron é igual a 10-10 metros
c) Unidade de medida de distância utilizada em níveis microscópicos. 1 angstron é igual a 10-10 cm
d) Unidade de medida de distância utilizada em níveis macroscópicos. 1 angstron é igual a 10-10 cm

296. O que é Bremmstrahlung ?
a) É o mesmo que raios-X de freamento
b) Método de aplicação da radiação em radioterapia
c) É o equipamento que controla a injeção de contraste
d) É uma terapia que utiliza fontes radioativas emissoras de partículas beta.

297. No Brasil, em 1987, ocorreu o maior acidente com materiais radioativos da história da medicina, com uma
máquina de radioterapia abandonada que possuía uma fonte de Césio 137. Qual a meia-vida deste material
?
a) 30 anos
b) 10 anos
c) 5 anos
d) 15 anos

298. É o mecanismo de transferência de energia da radiação eletromagnética, onde parte da energia do fóton
incidente é transferida para o elétron orbital, que é ejetado, e o restante da energia é transportada por um
outro fóton, com mudança de trajetória do incidente. Qual o nome deste mecanismo?
a) Efeito Compton
b) Caldwel
c) Efeito Colgadura
d) Bucky

299. A ____________começou a ser estudada nos anos 40, porém somente chegou à aplicação clínica na
década de 70. Seu desenvolvimento teve origem na astrofísica, por cientistas da NASA principalmente. O
diagnóstico médico foi revolucionado esta foi implantada. Os resultados foram tão bons que os dois
cientistas que a desenvolveram, Allan M. Cormack e Godfrey N. Hounsfield, ganharam o prêmio Nobel de
medicina em 1979.
a) Tomografia Computadorizada
b) Ressonância Magnética
c) Ultrassonografia
d) Cintilografia

300. O molibdênio é um metal utilizado no anodo das âmpolas de raios-X. Tem ___ poder de freamento dos
elétrons e ___ ponto de fusão (maior que o tungstênio), particularmente utilizado em mamógrafos.
a) alto e alto
b) alto e baixo
c) baixo e alto
d) baixo e baixo


301. Micro-ondas é uma radiação eletromagnética não-ionizante que tem a frequência __ frequência de
vibração das moléculas de água, por isso é tão eficiente no aquecimento de alimentos ou do corpo humano
(fisioterapia).
a) Igual à
b) Menor que a
c) Maior que a
d) Igual ou maior que a

302. Megavoltagem é a diferença de potencial elétrico:
a) acima de 1 milhão de volts
b) abaixo de 1 milhão de volts
c) igual a 1 milhão de volts
d) entre 500 mil e 1 milhão de volts

303. O catodo é uma placa carregada ____da ampola de raios-X que irá provocar uma avalanche de ____ na
ampola.
a) positivamente e elétrons
b) positivamente e prótons
c) negativamente e elétrons
d) negativamente e prótons

304. A atividade é definida como o número de desintegrações _____de um elemento radioativo:
a) por segundo
b) a cada 10 segundos
c) a cada 20 segundos
d) a cada 30 segundos

305. O anodo é o elemento da âmpola de raios-X composto por _______revestido de _____________
a) cobre/tungstênio ou molibdênio
b) chumbo/tungstênio
c) cobre/chumbo
d) chumbo/tecnécio

306. Produção de pares é o mecanismo de transferência de energia da radiação eletromagnética, que produz
um par de partículas (elétron e pósitron). Este é um fenômeno que acontece com fótons :
a) de alta energia (> 1,022 MeV)
b) de baixa energia (< 1,022 MeV)
c) de energia = 1,022 MeV
d) de energia entre 0,511 e 1,022

307. Efeito Raylegh é o mecanismo de interação da radiação com a matéria, onde o fóton incidente sofre
desvio da sua trajetória inicial, porém sem transferência de energia. Esse efeito ocorre para fótons:
a) de baixa energia (< 30 keV)
b) de alta energia (> 30 keV)
c) de energia = 30 keV
d) de energia entre 30 keV e 60 keV

308. Radiation equivalent men é a unidade de dose equivalente utilizada antes do:
a) Sievert
b) Compton
c) Ekalund
d) Gauss

309. O tungstênio é um metal utilizado no anodo das âmpolas de raios-X. Tem____poder de freamento dos
elétrons e___ ponto de fusão.
a) alto e alto
b) alto e baixo
c) baixo e alto
d) baixo e baixo


310. O ultra–som são ondas sonoras de frequência:
a) acima de 20.000Hz
b) abaixo de 20.000Hz
c) iguais a 20.000Hz
d) entre 10.000Hz e 20.000Hz

311. Como são chamados os elementos químicos de mesmo número de massa ?
a) isóbaro
b) isótono
c) isótopo
d) isodose

312. Como são chamados os elementos químicos de mesmo número de nêutrons ?
a) isóbaro
b) isótono
c) isótopo
d) isodose

313. Como são chamados os elementos químicos de mesmo número atômico ?
a) isóbaro
b) isótono
c) isótopo
d) isodose

314. Em ______________o valor de cada pixel da imagem representa um número chamado número de CT, ou
Unidade de Hounsfield (HU):
a) tomografia computadorizada
b) ultrassonografia
c) histerosalpingografia
d) PET

315. Dificuldade oferecida pelos materiais à passagem de ondas sonora:
a) Impedância Acústica
b) Intolerância Acústica
c) Barreira Sonora
d) Intolerância Sonora

316. Qual o nome do monitor de radiação que fornece a taxa de exposição a radiação gama ?
a) Geiger-Muller
b) GAUSS
c) DEXAM
d) DFF

317. Produz o tecnécio-99m, elemento radioativo mais utilizado em medicina nuclear, através do decaimento do
__________. Utiliza-se um frasco de solução fisiológica e outro a vácuo. A passagem da solução pelo
gerador retira o tecnécio que o armazena no frasco que continha vácuo.
a) Bário
b) Molibdênio-99
c) Gálio
d) Gadolíneo


Radioproteção

318. O curiômetro (calibrador de dose) é um equipamento indispensável nos serviços de Medicina Nuclear,
assinale qual o tipo de detector corresponde ao equipamento citado:
a. um detector de radiação de cintilação;
b. um detetctor de radiação do tipo líquido;
c. um detector de radiação do tipo estado sólido;
d. um detector de radiação do tipo gasoso;
e. um detector de radiação do tipo termoluminescente.

319. Para a determinação da dose equivalente é preciso conhecer-se o tipo de radiação e o seu fator de peso
wR, para quais tipos de radiação o fator de peso da radiação possui o menor e o maior valor,
respectivamente?
a. raios X e partículas alfa;
b. elétrons e radiação gama;
c. partículas alfa e raios X;
d. radiação gama e raios X;
e. raios X e radiação gama.

320. A exposição à radiação é classificada a partir de uma relação entre a dose recebida e o tempo em que o
indivíduo ficou exposto à fonte. O tecnólogo em radiologia está sujeito a que tipo de exposição? Defina essa
exposição
a. Exposição crônica. Exposição com baixas doses de radiação durante um longo período de
tempo.
b. Exposição aguda. Exposição com baixas doses de radiação durante um longo período de tempo.
c. Exposição crônica. Exposição com altas doses de radiação durante um longo período de tempo.
d. Exposição aguda. Exposição com altas doses de radiação durante um longo período de tempo.

321. Os princípios básicos de proteção radiológica são aplicados às práticas controladas com radiação
ionizante que envolvem os indivíduos ocupacionamente expostos, o público em geral e os pacientes
submetidos a procedimentos diagnósticos e terapêuticos. Entretanto, um desses princípios não é aplicado
aos pacientes, cite qual é esse princípio básico de proteção radiológica.
a. Princípio da Limitação das Doses Individuais
b. Princípio da Justificação
c. Princípio da Otimização das doses
d. ALARA

322. O que são os EPI’s?
a. Equipamentos de Proteção Individual
b. Equipamentos de Proteção Institucional
c. Estudos de Proteção Individual
d. Estudos de Proteção Institucional

323. Assinale a alternativa que não corresponde a um EPI:
a. Protetor de gônadas
b. Óculos plumblífero
c. Avental de Chumbo
d. Biombo de chumbo


324. Assinale a alternativa que não corresponde a um EPC:
a. Dosímetro TLD de Lapela
b. Vidro Plumbífero
c. Parede Baritada
d. Biombo de chumbo

325. Sabendo-se que 1R equivale a 8,75 mGy, qual o valor de 4,58 R em mGy?
a. 40 mGy
b. 1,91 mGy
c. 0,4 mGy
d. 4 mGy

326. A periodicidade de troca do dosímetro individual usado pelo IOE é:
a. Mensal
b. Quinzenal
c. Semanal
d. Anual

327. Os princípios básicos de proteção radiológica são:
a. Justificação, otimização, prevenção de acidentes e limite de dose
b. Justificação, otimização e prevenção de acidentes
c. Justificação, otimização e limite de dose
d. Justificação, otimização e ALARA

328. O texto se refere a uma “pedra do elemento radioativo”. Sabe-se, entretanto, que a contaminação das

pessoas foi grande justamente porque o material não era compactado. Qual era o formato físico do 15357Cs no

acidente de Goiânia? Considerando-se que todos os profissionais que trabalharam na descontaminação e
isolamento das áreas atingidas e no auxílio das vítimas estiveram sempre bem acessorados e protegidos,
pode-se dizer que as “doenças associadas à radiação” que muitos deles desenvolveram, segundo o texto,
foram causadas por uma contaminação ou por irradiação?

a. Líquido; contaminação
b. Gasoso; contaminação
c. Pó; irradiação
d. Cápsulas; irradiação
329. Para se calcular a dose equivalente recebida por determinado órgão ou tecido, deve-se considerar o tipo

de radiação que depositou sua energia no local. Qual é o fator que considera isso? O 15357Cs emite radiação
  ao se converter em 15367Ba . A dose equivalente recebida pela radiação emitida pelo 15357Cs deve ser

maior ou menor do que a dose equivalente recebida por radiação X?
a. Fator de ponderação da radiação; maior
b. Fator de ponderação da radiação; menor
c. Fator de ponderação do tecido; maior
d. Fator de qualidade da radiação; menor

330. O texto fala de alguns casos de câncer associados à radiação. Este efeito da radiação é estocástico ou
determinístico? Câncer é uma doença que pode ser desenvolvida por diversos fatores inclusive por
radiação. Entretanto, há um tipo de câncer que é relativamente raro e a sua associação com a radiação
pode ser feita mais facilmente, como no caso dos sobreviventes de Hiroshima e Nagasaki. Que tipo de
câncer é este?
a. Deterministico; câncer de estômago
b. Deterministico; leucemia
c. Estocástico; leucemia
d. Estocástico; câncer de pele

331. A possível amputação dos pés e das mãos de Wagner Mota devido às lesões sofridas pelo contato com o
material radioativo deve-se a que tipo de irradiação (local ou de corpo inteiro)? A hemorragia nasal de Leide
Neves Ferreira se deve à redução drástica de que tipo de células sangüíneas? Assim sendo, que tipo de
irradiação Leide deve ter sofrido?
a. Irradiação local; linfócitos; Irradiação local
b. Irradiação local; plaquetas; Irradiação de corpo inteiro
c. Irradiação local; eritrócitos; Irradiação local


d. Irradiação de corpo inteiro; glóbulos brancos; Irradiação de corpo inteiro
332. A monitoração de superfície pode ser realizada usando-se uma câmara de ionização. A grandeza a ser

mensurada e sua definição estão descritos na alternativa:
a. Exposição: quantidade de cargas eletromagnéticas de mesmo sinal coletadas em um volume de
massa conhecido.
b. Exposição: quantidade de cargas elétricas de mesmo sinal coletadas em um volume de
massa conhecido.
c. Exposição: quantidade de cargas elétricas de sinal contrário coletadas em um volume de massa
conhecido.
d. Dose Absorvida: quantidade de radiação gama depositada em um Joule de energia por kilograma
do meio absorvedor

333. Alterações genéticas devido à exposição aos recém descobertos raios X levaram ao desenvolvimento de
tumores e à morte de vários pacientes do início do século XX. Quais dos seguintes dispositivos foram
desenvolvidos justamente para diminuir a dose de radiação recebida por pacientes?
a. Grade anti-difusora e colimador
b. Catodo e anodo
c. Colimador e filtros de alumínio
d. Filtros de alumínio e filamento

334. Assinale a altenativa correta: Valor inferior ao limite de dose estabelecido pela CNEN como uma restrição
prospectiva nas doses individuais relacionadas a uma determinada fonte de radiação ionizante, utilizado
como limite superior no processo de otimização relativo a essa fonte.

a. Restrição de dose
b. Limite de dose
c. Padrão de dose
d. Dose limiar

335. Corresponde a ação tomada durante uma intervenção em campos de radiação existentes, com o objetivo
de reduzir doses.

a. Evacuação
b. Ação remediadora
c. Ação intermitente
d. Ação reparadora

336. Área controlada é definida como:
a. A área sujeita a regras especiais de proteção e segurança, com a finalidade de controlar as

exposições normais, prevenir a disseminação de contaminação radioativa e prevenir ou limitar a
amplitude das exposições potenciais.
b. A área cujos limites de dose ficam acima da área livre
c. A área que armazena materiais radioativos e com níveis de exposição além do background
d. A área sujeita a regras especiais de proteção contra acidentes e incidentes radiológicos ou nucleares

337. Qualquer área que não seja classificada como área controlada ou área supervisionada é:
a. Área livre
b. Área restrita
c. Área monitorada
d. Área fora de controle radiométrico

338. Segundo a NN 3.01 da CNEN, Descomissionamento corresponde a:
a. ações técnicas e administrativas tomadas para encerrar o controle regulatório da instalação.
b. ações técnicas de desinstalação.
c. ações técnicas e administrativas tomadas para dar continuidade ao controle regulatório da instalação.
d. ações regulatórias e administrativas tomadas para encerrar o controle técnico da instalação.

339. Dispensa é retirada do controle regulatório de materiais ou objetos __________ associados a uma prática
autorizada.

a. radioativos
b. contaminados
c. tóxicos
d. segregados


340. Segundo a NN 3.01 da CNEN, Dose comprometida corresponde a
a. dose absorvida comprometida, dose equivalente comprometida ou dose efetiva comprometida,

dependendo do contexto.
b. dose absorvida comprometida, dependendo do contexto.
c. dose dose equivalente comprometida, dependendo do contexto.
d. dose efetiva comprometida, dependendo do contexto.

341. Dose evitável é a dose que:
a. pode ser evitada por uma ou mais ações protetoras.
b. deve ser evitada por uma ou mais ações protetoras.
c. é evitada por uma ou mais ações protetoras.
d. não pode ser evitada por uma ou mais ações protetoras.

342. É a medida relativa da efetividade de diferentes tipos e energias de radiação em induzir um determinado
efeito à saúde. É definida como a razão inversa das doses absorvidas de dois diferentes tipos e energias de
radiação que produziriam o mesmo grau de um efeito biológico definido.
a. Efetividade biológica relativa
b. Dose Efetiva Biológica
c. Dose relativa biológica
d. Efeito determinístico

343. Exclusão é a inaplicabilidade de controle regulatório para exposições cuja intensidade ou probabilidade de
ocorrência não sejam suscetíveis a tal controle, a critério da _______.

a. CNEN
b. Anvisa
c. IRD
d. ICRP

344. Chamamos de Exposição acidental:
a. A exposição involuntária decorrente de situações de acidente, terrorismo ou sabotagem.
b. A exposição voluntária decorrente de situações de acidente, terrorismo ou sabotagem.
c. A exposição ocasional provocada por incidentes radiológicos
d. A exposição provocada por acidentes nucleares de grandes proporções.

345. Corresponde a norma cujo título é “Diretrizes Básicas de Proteção Radiológica”:
a. NN 3.01
b. NN 3.03
c. NN 3.05
d. NN 3.06

346. Corresponde a norma cujo título é “Certificação da Qualificação de Supervisores de Radioproteção”:
a. NN 3.01
b. NN 3.03
c. NN 3.05
d. NN 3.06

347. Corresponde a norma cujo título é “Requisitos de radioproteção e segurança para serviços de Medicina
Nuclear”:

a. NN 3.01
b. NN 3.03
c. NN 3.05
d. NN 3.06

348. Corresponde a norma cujo título é “Requisitos de radioproteção e segurança para serviços de
Radioterapia”:

a. NN 3.01
b. NN 3.03
c. NN 3.05
d. NN 3.06


349. Corresponde a norma cujo título é “Transporte de Materiais Radioativos”:
a. NE 5.01
b. NN 3.03
c. NN 3.05
d. NN 3.06

350. Corresponde a norma cujo título é “Requisitos para o registro de pessoas físicas para o preparo, uso
manuseio de fontes radioativas”:

a. NN 6.01
b. NN 3.03
c. NN 3.05
d. NN 3.06

351. Corresponde a norma cujo título é “Lecenciamento de Instalações Radioativas”:
a. NE 6.02
b. NN 3.03
c. NN 3.05
d. NN 3.06

352. O objetivo desta norma é estabelecer os requisitos básicos de proteção radiológica das pessoas em
relação à exposição à radiação ionizante. Trata-se da norma:

a. NN 3.01
b. NN 3.03
c. NN 3.05
d. NN 3.06

353. É a exposição de indivíduos do público a fontes e práticas autorizadas ou em situações de intervenção.
Não inclui exposição ocupacional, exposição médica e exposição natural local.

a. Exposição do público
b. Exposição Médica
c. Exposição de Rotina
d. Exposição Acidental

354. Na Exposição médica são submetidos a exposições, exceto:
a. Os trabalhadores em serviço
b. Os pacientes, para fins de diagnóstico ou terapia;
c. Os indivíduos expostos, fora do contexto ocupacional, que voluntária e eventualmente assistem pacientes

durante o procedimento radiológico de terapia ou diagnóstico;
d. Os indivíduos voluntários em programas de pesquisa médica ou biomédica.

355. Exposição natural segue a seguinte definição:
a. Exposição resultante da radiação natural local.
b. Exposição de indivíduos do público a fontes e práticas autorizadas ou em situações de intervenção. Não

inclui exposição ocupacional, exposição médica e exposição natural local.
c. Exposição esperada em decorrência de uma prática autorizada, em condições normais de operação de uma

fonte ou de uma instalação, incluindo os casos de pequenos imprevistos que possam ser mantidos sob
controle.
d. Exposição normal ou potencial de um indivíduo em decorrência de seu trabalho ou treinamento em práticas
autorizadas ou intervenções, excluindo-se a radiação natural do local.

356. Exposição do público segue a seguinte definição:
a. Exposição resultante da radiação natural local.
b. Exposição de indivíduos do público a fontes e práticas autorizadas ou em situações de intervenção.

Não inclui exposição ocupacional, exposição médica e exposição natural local.
c. Exposição esperada em decorrência de uma prática autorizada, em condições normais de operação de uma

fonte ou de uma instalação, incluindo os casos de pequenos imprevistos que possam ser mantidos sob
controle.


d. Exposição normal ou potencial de um indivíduo em decorrência de seu trabalho ou treinamento em práticas
autorizadas ou intervenções, excluindo-se a radiação natural do local.

357. Exposição normal segue a seguinte definição:
a. Exposição resultante da radiação natural local.
b. Exposição de indivíduos do público a fontes e práticas autorizadas ou em situações de intervenção. Não

inclui exposição ocupacional, exposição médica e exposição natural local.
c. Exposição esperada em decorrência de uma prática autorizada, em condições normais de operação

de uma fonte ou de uma instalação, incluindo os casos de pequenos imprevistos que possam ser
mantidos sob controle.
d. Exposição normal ou potencial de um indivíduo em decorrência de seu trabalho ou treinamento em práticas
autorizadas ou intervenções, excluindo-se a radiação natural do local.

358. Exposição ocupacional segue a seguinte definição:
a. Exposição resultante da radiação natural local.
b. Exposição de indivíduos do público a fontes e práticas autorizadas ou em situações de intervenção. Não

inclui exposição ocupacional, exposição médica e exposição natural local.
c. Exposição esperada em decorrência de uma prática autorizada, em condições normais de operação de uma

fonte ou de uma instalação, incluindo os casos de pequenos imprevistos que possam ser mantidos sob
controle.
d. Exposição normal ou potencial de um indivíduo em decorrência de seu trabalho ou treinamento em
práticas autorizadas ou intervenções, excluindo-se a radiação natural do local.

359. Exposição potencial segue a seguinte definição:
a. Exposição resultante da radiação natural local.
b. Exposição de indivíduos do público a fontes e práticas autorizadas ou em situações de intervenção. Não

inclui exposição ocupacional, exposição médica e exposição natural local.
c. Exposição cuja ocorrência não pode ser prevista com certeza, mas que pode resultar de um acidente

envolvendo diretamente uma fonte de radiação ou em conseqüência de um evento ou de uma série
de eventos de natureza probabilística.
d. Exposição normal ou potencial de um indivíduo em decorrência de seu trabalho ou treinamento em práticas
autorizadas ou intervenções, excluindo-se a radiação natural do local.

360. Multiplicador da dose equivalente em um órgão ou tecido, usado para fins de radioproteção, de forma a
considerar a diferença de sensibilidade dos diferentes órgãos ou tecidos na indução de efeitos estocásticos
da radiação é:

a. Fator de ponderação de órgão ou tecido (wT)
b. Fator de ponderação da radiação (wR)
c. Fator de ponderação de dose
d. Fator de impacto biológico aparente

361. Número pelo qual a dose absorvida no órgão ou tecido é multiplicada, de forma a refletir a efetividade
biológica relativa da radiação na indução de efeitos estocásticos a baixas doses, resultando na dose
equivalente é:

a. Fator de ponderação de órgão ou tecido (wT)
b. Fator de ponderação da radiação (wR)
c. Fator de ponderação de dose
d. Fator de impacto biológico aparente

362. _____________ é o equipamento ou material que emite ou é capaz de emitir radiação ionizante ou de
liberar substâncias ou materiais radioativos.

a. Fonte
b. Amostra
c. Cápsula
d. Ampola

363. De acordo com a NN 3.01 os responsáveis principais pela aplicação desta Norma são:
a. os titulares e os empregadores.
b. os supervisores e os empregadores.


c. os titulares e os supervisores.
d. os empregadores.

364. Implantar, implementar e documentar um sistema de proteção radiológica, em consonância com a
natureza e extensão dos riscos associados com as práticas e intervenções sob sua responsabilidade, em
conformidade com esta Norma e demais normas aplicáveis, estabelecidas pela CNEN. Esta é uma das
responsabilidades dos :

a. titulares e dos empregadores segundo a norma NN 3.01
b. empregadores segundo a norma NN 3.01
c. titulares segundo a norma NN 3.02
d. titulares e dos empregadores segundo a norma NN 5.01

365. Qualquer ação envolvendo práticas, ou fontes associadas a essas práticas, só pode ser realizada em
conformidade com os requisitos aplicáveis desta Norma, a não ser que resulte em exposição excluída do
controle regulatório da CNEN, ou que a fonte esteja isenta ou dispensada desse controle. Este é um
requisito:

a. Fundamental
b. Geral
c. Administrativo
d. Básico de Proteção Radiológica

366. As ___________ e ____________ devem ser mantidas em condições de segurança tais que sejam
prevenidos roubos, avarias e quaisquer ações de pessoas físicas ou jurídicas não autorizadas.

a. Fontes; instalações
b. Instalações; equipamentos
c. Fontes; equipamentos
d. Fontes; amostras

367. Toda pessoa física ou jurídica com a intenção de realizar qualquer ação relacionada a práticas ou fontes
associadas a essas práticas deve submeter requerimento à CNEN para obtenção das licenças,
autorizações ou quaisquer outros atos administrativos pertinentes, de acordo com Normas aplicáveis da
CNEN.

a. Fundamental
b. Geral
c. Administrativo
d. Básico de Proteção Radiológica

368. O titular deve submeter à aprovação da CNEN um Plano de Proteção Radiológica, contendo, no mínimo,
as seguintes informações, exceto:

a. identificação da instalação e da sua estrutura organizacional, com uma definição clara das linhas de
responsabilidade e respectivos responsáveis;

b. objetivo da instalação e descrição da prática;
c. função, classificação e descrição das áreas da instalação;
d. plano de combate a incêndio e de brigadas

369. Constituem-se responsabilidades do supervisor de proteção radiológica, exceto:
a. assessorar e informar a direção da instalação sobre todos os assuntos relativos à proteção radiológica;
b. zelar pelo cumprimento do plano de proteção radiológica aprovado pela CNEN;
c. planejar, coordenar, implementar e supervisionar as atividades do serviço de proteção radiológica, de modo

a garantir o cumprimento dos requisitos básicos de proteção radiológica;
d. fornecer ao empregador ou ao titular a informação de ter sido ou estar sendo submetido a

tratamento médico ou diagnóstico que utilize radiação ionizante;

370. Coordenar o treinamento, orientar e avaliar o desempenho dos IOE, sob o ponto de vista de proteção
radiológica é uma responsabilidade do:
a. Supervisor de proteção radiológica
b. Empregador
c. Titular
d. Trabalhador


371. Nenhuma prática ou fonte associada a essa prática será aceita pela CNEN, a não ser que a prática
produza benefícios, para os indivíduos expostos ou para a sociedade, suficientes para compensar o
detrimento correspondente, tendo-se em conta fatores sociais e econômicos, assim como outros fatores
pertinentes. Teste texto corresponde ao princípio de:
a. Justificação
b. Otimização
c. Limitação de dose
d. Radioproteção

372. A exposição normal dos indivíduos deve ser restringida de tal modo que nem a dose efetiva nem a dose
equivalente nos órgãos ou tecidos de interesse, causadas pela possível combinação de exposições
originadas por práticas autorizadas, excedam o limite de dose especificado na tabela a seguir, salvo em
circunstâncias especiais, autorizadas pela CNEN. Esses limites de dose não se aplicam às exposições
médicas. Teste texto corresponde ao princípio de:
a. Justificação
b. Otimização
c. Limitação de dose
d. Radioproteção

373. Em relação às exposições causadas por uma determinada fonte associada a uma prática, salvo no caso
das exposições médicas, a proteção radiológica deve ser otimizada de forma que a magnitude das doses
individuais, o número de pessoas expostas e a probabilidade de ocorrência de exposições mantenham-se
tão baixas quanto possa ser razoavelmente exeqüível, tendo em conta os fatores econômicos e sociais.
Nesse processo de otimização, deve ser observado que as doses nos indivíduos decorrentes de exposição
à fonte devem estar sujeitas às restrições de dose relacionadas a essa fonte. Teste texto corresponde ao
princípio de:
a. Justificação
b. Otimização
c. Limitação de dose
d. Radioproteção

374. Para mulheres grávidas ocupacionalmente expostas, suas tarefas devem ser controladas de maneira que
seja improvável que, a partir da notificação da gravidez, o feto receba dose efetiva superior a ____mSv
durante o ______ do período de gestação.

a. 1; resto
b. 10; resto
c. 1; todo
d. 50; todo

375. Indivíduos com idade inferior a ____ anos não podem estar sujeitos a exposições ocupacionais.
a. 18
b. 16
c. 21
d. 12

376. Assinale a alternativa falsa. A menos que a CNEN solicite especificamente, a demonstração de otimização
de um sistema de proteção radiológica é dispensável quando o projeto do sistema assegura que, em
condições normais de operação, se cumpram as 3 (três) seguintes condições:

a. a dose efetiva anual média para qualquer IOE não excede 1 mSv;
b. a dose efetiva anual média para indivíduos do grupo crítico não ultrapassa 10 μSv;
c. a dose efetiva coletiva anual não supera o valor de 1 pessoa.Sv.
d. a dose efetiva coletiva anual não supera o valor de 10 pessoa.Sv

377. Segundo a Portaria 453/98 da ANVISA, os titulares dos serviços de radiologia devem implementar um
programa de treinamento anual dos seus profissionais, contemplando pelo menos os procedimentos
seguintes, exceto:
a. Uso de dosímetros individuais.
b. Legislação.


c. Procedimentos para incrementar as exposições médicas.
d. Procedimentos de operação dos equipamentos.

378. Toda ação adotada com o objetivo de reduzir ou evitar a exposição ou a probabilidade de exposição a
fontes que não façam parte de uma prática controlada, ou que estejam fora de controle em conseqüência
de um acidente, terrorismo ou sabotagem. Esta é a definição de:

a. Intervenção
b. Controle
c. Ação Corretora
d. Ação Intervencionista

379. De acordo com a ANVISA, a exposição ocupacional de menores de 18 anos é proibida. Para estudantes
com idade entre 16 e 18 anos, em estágio de treinamento profissional, as exposições não devem exceder
os valores seguintes:
a. Dose efetiva anual de 4 mSv e dose equivalente anual de 120 mSv para as extremidades e 100 mSv
para o cristalino.
b. Dose efetiva anual de 5 mSv e dose equivalente anual de 130 mSv para as extremidades e 80 mSv
para o cristalino.
c. Dose efetiva anual de 6 mSv e dose equivalente anual de 150 mSv para as extremidades e 50
mSv para o cristalino.
d. Dose efetiva anual de 3 mSv e dose equivalente anual de 100 mSv para as extremidades e 70 mSv
para o cristalino.

380. Valores de taxa de dose ou de concentração de atividade, estabelecidos com base em modelo de
exposição realista da situação, acima dos quais devem ser adotadas ações protetoras ou remediadoras em
situações de emergência ou de exposição crônica, de modo que sua adoção implique em certeza da
observância dos níveis de intervenção correspondentes. Esta é a definição de:

a. Níveis de ação
b. Nível de intervenção
c. Nível de investigação
d. Níveis operacionais

381. Nível de dose evitável, que leva à implementação de uma ação remediadora ou protetora específica, em
uma situação de emergência ou de exposição crônica. Esta é a definição de:

a. Níveis de ação
b. Nível de intervenção
c. Nível de investigação
d. Níveis operacionais

382. Nível de referência que, quando atingido ou excedido, torna necessária a avaliação das causas e
conseqüências dos fatos que levaram à detecção deste nível, bem como a proposição de ações corretivas
necessárias. Esta é a definição de:

a. Níveis de ação
b. Nível de intervenção
c. Nível de investigação
d. Níveis operacionais

383. Níveis de dose, ou grandeza a ela relacionada, estabelecidos pelo titular, baseados nos níveis de
referência e na aplicação de processos de otimização. Esta é a definição de:

a. Níveis de ação
b. Nível de intervenção
c. Nível de investigação
d. Níveis operacionais

384. Níveis de dose, ou grandeza a ela relacionada, estabelecidos ou aprovados pela CNEN, com a finalidade
de determinar ações a serem desenvolvidas quando esses níveis forem alcançados ou previstos de serem
excedidos. Esses níveis incluem os níveis de registro, níveis de investigação, níveis de ação e níveis de
intervenção. Esta é a definição de:


a. Níveis de referência
b. Níveis de referência de diagnóstico
c. Nível de registro
d. Nível de investigação

385. Valores de uma grandeza específica na prática de diagnóstico, para exames típicos em grupos de
pacientes adultos, estabelecidos com base em boas práticas médicas e de proteção radiológica. Esta é a
definição de:

a. Níveis de referência
b. Níveis de referência de diagnóstico
c. Nível de registro
d. Nível de investigação

386. Valor de dose, ou grandeza a ela relacionada, obtido em um programa de monitoração, cuja magnitude
seja relevante para justificar o seu registro. Esta é a definição de:

a. Níveis de referência
b. Níveis de referência de diagnóstico
c. Nível de registro
d. Nível de investigação

387. Corresponde ao valor inferior ao limite de dose estabelecido pela CNEN como uma restrição prospectiva
nas doses individuais relacionadas a uma determinada fonte de radiação ionizante, utilizado como limite
superior no processo de otimização relativo a essa fonte.

a. Restrição de dose
b. Limite de dose
c. Dose residual
d. Dose otimizada

388. Situação envolvendo exposição temporária de pessoas, em decorrência de acidente, terrorismo ou
sabotagem, que implique em intervenção.

a. Situação de Emergência
b. Incidente radiológico ou nuclear
c. Acidente radiológico ou nuclear
d. Situação de alerta

389. O ___________ deve fomentar e manter uma cultura de segurança para estimular e fortalecer atitudes e
comportamentos que contribuam para aprimorar a segurança das fontes e a proteção radiológica.
a. Supervisor de proteção radiológica
b. Empregador
c. Titular
d. Trabalhador

390. A Portaria 453/98 da ANVISA, durante a utilização de avental plumbífero, a forma correta de fixação do
dosímetro individual de leitura indireta (TLD) e o fator de correção a ser aplicado para estimativa de dose
efetiva são:
a. sob o avental de chumbo e fator de correção de 1/10, respectivamente.
b. sobre o avental de chumbo e fator de correção de 1/10, respectivamente.
c. sobre o avental de chumbo e fator de correção de 1/100, respectivamente.
d. sob o avental de chumbo e fator de correção de 1/100, respectivamente.

391. O Avental plumbífero:
a. É usado como proteção de corpo (tronco), disponibilidade obrigatória
b. É usado como proteção de membros inferiores, disponibilidade não obrigatória
c. É usado como proteção exclusiva para gestantes, disponibilidade obrigatória
d. É usado como proteção de corpo, disponibilidade obrigatória somente em exames pediátricos

392. Os Óculos plumbíferos:
a. Destinam-se a proteção ocular, usado com maior freqüência em exames contrastados, onde
requer a proximidade e observação direta na execução do exame.


b. Destinam-se a proteção ocular, usado com menor freqüência em exames contrastados, onde não se
requer a proximidade e observação direta na execução do exame.

c. Destinam-se a proteção ocular, usado com maior freqüência em exames contrastados, onde se requer
a proximidade e observação indireta na execução do exame.

d. Destinam-se a proteção ocular, usado com menor freqüência em exames contrastados, onde não é
possível a proximidade e observação direta na execução do exame

393. O Biombo de chumbo:
a. É destinado a proteger o profissional técnico, junto a mesa ou cabine de comando, podendo ser

móvel ou fixo.
b. É destinado a proteger o paciente, junto a mesa ou cabine de comando, podendo ser móvel ou fixo.
c. É destinado a proteger o acompanhante do paciente, junto a mesa ou cabine de comando, podendo ser

móvel ou fixo.
d. É destinado a proteger gestantes em exame, junto a mesa ou cabine de comando, podendo ser móvel ou

fixo.

394. Independente de qual a especialidade da enfermaria ( U.T.I., semi intensiva, ortopedia, clínica médica,
pediatria, berçário, etc.), o técnico em radiologia aplica alguns conceitos básicos:
a. A relação entre o tamanho do filme e a estrutura a ser examinada deve ser respeitada.
b. A colimação não é obrigatória.
c. O uso de grade fixa sempre que possível e quando compatível com o exame.
d. Manter a altura padrão Dfofi, de 1 m, para todos os exames, exceto para tórax.

395. Em relação aos princípios básicos que regem o regulamento estabelecido pela portaria 453 de 01 de junho
de 1998, da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Portaria 453/98, da ANVISA), estão corretas, menos:
a. Justificação da prática médica individual.
b. Otimização da proteção radiológica.
c. Controle operacional das entidades prestadoras de serviços que implicam na utilização de raios
X diagnósticos.
d. Prevenção de acidentes.

396. Qual das alternativas abaixo é falsa ?
a. A cada 10 Cm que o tubo de raios-x é afastado, deve-se aumentar em 5 kV na técnica.
b. A cada 10 Cm que o tubo de raios-x é aproximado, deve-se diminuir em 5 kV na técnica.
c. Para exames realizados sem o uso de grade, direto na mesa (ex: extremidades), a técnica é menor, em
geral de 5 a 10 kV a menos.
d. Pacientes com osteoporose leva-se me consideração a perda de cálcio nos ossos, o que faz com que a
radiografia saia clara, para evitar a repetição, recomenda-se diminuir o kV em 5%.

397. De acordo com os requisitos estabelecidos na Portaria 453/98 da ANVISA sobre as características gerais
dos equipamentos de raios X diagnósticos, todas as seguintes afirmativas estão corretas, exceto:

a. O disparo do feixe de raios X deve ocorrer somente enquanto durar a pressão intencional sobre
o botão disparador, exceto nos equipamentos de hemodinâmica.

b. O botão disparador deve ser instalado de tal forma que seja improvável efetuar uma exposição
acidental.

c. Para repetir a exposição, deve ser necessário aliviar a pressão sobre o botão e pressioná-lo
novamente, salvo em casos de seriografia automática.

d. As taxas de Kerma no ar, fora da região de exame, devido à radiação de fuga ou espalhamento, devem
ser mantidas em níveis racionalmente exequíveis.

398. Quanto ao local adequado de armazenamento e forma como os filmes radiográficos devem ser mantidos
podemos afirar:
a. afastados do sistema de exaustão da sala de armazenamento.
b. em condições de umidade compatíveis com a especificação dos filmes armazenados.
c. em posição horizontal.
d. à distância de pelo menos 1,2m dos equipamentos radiológicos.

399. Em relação aos dosímetros individuais, os titulares dos serviços de radiologia devem providenciar uma
investigação especial e, havendo uma provável exposição do usuário do dosímetro, devem submeter o


usuário a uma avaliação de dosimetria citogenética, quando os valores mensais relatados de dose efetiva
forem superiores a
a. 20,0 mSv
b. 40,0 mSv
c. 70,0 mSv
d. 100,0 mSv

400. São fatores de controle de densidade radiológica, exceto:
a. Miliamperagem
b. Tempo de exposição
c. Colimação
d. Distância foco-filme

401. Assinale a alternativa incorreta.
a. Uma distância foco-filme duas vezes maior reduz a intensidade da fonte de raios X a um quarto, o
que reduz quatro vezes a densidade radiográfica.
b. Geralmente, a alteração mínima em mAs exigida para se corrigir uma radiografia pouco exposta é
dobrar.
c. O fator primário de controle para o contraste radiológico é a kVp.
d. A variação da quilovoltagem interfere apenas no contraste radiológico, não interferindo no
controle da densidade.

402. São considerados fatores primários de inclusão de distorção em uma imagem radiográfica, exceto:
a. Distância foco-filme.
b. Distância objeto-filme.
c. Colimação do feixe de raios X.
d. Alinhamento/centralização do raio central.

403. São unidades de DOSE de radiação, exceto:
a. Rad
b. Roentgen (R)
c. Gray (Gy)
d. Rem

404. Assinale a alternativa INCORRETA em relação à proteção radiológica.
a. As doses máximas permitidas para IOE, na faixa etária abaixo dos 18 anos, são acima da média
das doses permitidas para os trabalhadores mais idosos.
b. A recomendação de dose-limite, ou dose-limite efetiva anual, para exposição ocupacional de
trabalhadores é de 5 rem (50 mSv) para exposição ocupacional de todo o corpo, porém a média em 5
anos deve ser de 20 mSv.
c. 1 R = 1 rad = 1 rem (para radiações onde Q = 1).
d. O limite de dose cumulativa para toda a vida, para um trabalhador em exposição ocupacional, é de 1
rem (10 mSv) vezes a idade (em anos).

405. O movimento de rotação das partículas atômicas em torno do próprio eixo é chamado de:
a) spin
b) spin-eco
c) stir
d) slice

406. Qual o nome do simulador utilizado em controle de qualidade de equipamentos radiológicos ?
a) PCI
b) PET
c) PET/CT
d) Phantom

407. Qual o nome da unidade de medida de atividade de um material radioativo ?
a) Curie
b) Gauss


c) REM
d) Sievert

408. Qual o nome da unidade de dose de radiação absorvida utilizada antes do Gray ?
a) Rad
b) Gauss
c) Tesla
d) Raylegh

409. Efeito biológico da radiação que não possui limiar de dose para acontecer. São efeitos aleatórios, como -
por exemplo - o câncer. Este não pode ser previsto, o que significa que se um individuo tem pré-disposição
genética ele poderá ou não ter câncer:
a) estativa
b) estocástico
c) eV
d) ECRAN

410. Qual o nome do elemento químico que tem alto poder de freamento da radiação ?
a) O chumbo
b) O bário
c) O molibdênio
d) O tecnécio

411. Qual o nome do aparelho utilizado para localização de contaminações radioativas, que é um detector de
radiação do tipo a gás ?
a) Sonda Pancake
b) SPECT
c) Spin
d) Spin-eco

412. A Sindrome Agúda da Radiação, é uma síndrome de imunodeficiência provocada pela exposição de corpo
inteiro a uma dose alta de radiação ionizante. Como são conhecidos seus sintomas ?
a) Através dos relatos dos casos das pessoas vítimas dos maiores acidentes e incidentes
nucleares da humanidade, como da usina de Chernobyl e as Bombas atômicas.
b) Através de pesquisas em ratos expostos a altas doses de radiação ionizante
c) Através de relatos de cientistas, baseados em suposições científicas
d) Seus sintomas não são conhecidos

413. A inflamação de um nervo devido a incidência da radiação é denominada:
a) Radioneurite
b) Radionuclídeo
c) Radiopaco
d) Radionecrose

414. A destruição de tecidos devido a morte celular causada pela incidência de alta dose de radiação é
conhecida como:
a) Radioneurite
b) Radionuclídeo
c) Radiopaco
d) Radionecrose

415. Sievert é:
a) A unidade de medida de dose equivalente
b) O mesmo que corte tomográfico.
c) Um aparelho utilizado para localização de contaminações radioativas. É um detector de radiação do tipo
a gás.
d) Um movimento de rotação das partículas atômicas em torno do próprio eixo

416. Sensitômetro é:


Click to View FlipBook Version
Previous Book
He Aceptado a Jesus ¿Qué Ha Pasado?
Next Book
[Takayuki_Matsumoto_(auth.),_Toshiyuki_Matsui,_Tak(z-lib.org)